ICFUT – CAMPEONATO BRASILEIRO DE FUTEBOL SÉRIE A – 2018 – 13º Rodada

CEARÁ 1 X 0 SPORT – 18/07

GRÊMIO 2 X 0 ATLÉTICO-MG – GOLS – 18/07

FLAMENGO 0 X 1 SÃO PAULO – 18/07

CORINTHIANS 2 X 0 BOTAFOGO – GOLS – 18/07

VITÓRIA 1 X 0 PARANÁ

Cruzeiro 3 x 1 América MG

Santos 1 x 1 Palmeiras

Vasco 1 x 1 Fluminense

CHAPECOENSE 1 X 1 BAHIA

Atlético-PR 2×2 Internacional

Anúncios

ICFUT – BRASILEIRÃO VOLTOU !!!

13ª RODADA

18/07/2018

19h30 Ceará x Sport
21h00 Vitória x Paraná Clube
21h45 Flamengo x São Paulo
21h45 Corinthians x Botafogo
21h45 Grêmio x Atlético-MG

19/07/2018

19h30 Cruzeiro x América-MG
19h30 Chapecoense x Bahia
20h00 Vasco da Gama x Fluminense
20h00 Santos x Palmeiras
21h00 Atlético-PR x Internacional

ICFUT -BRASILEIRO SERIE C 2018 – TABELA, REGULAMENTO E CLUBES

 

Por Cleber Aguiar – Fonte Nova entra no primeiro mundo das arenas

Fonte: O Estado de São Paulo

Após implosão, estádio de Salvador se inspira no de Hannover e terá uma agenda cheia de eventos nos 365 dias do ano

EDUARDO ASTA / INFOGRAFIA, TEXTO, JONATAN SARMENTO / ILUSTRAÇÃOALMIR LEITE, PAULO FAVERO, REPORTAGEM – O Estado de S.Paulo

O Estádio de Hannover, na Alemanha, que recebeu partidas da Copa de 1974 e 2006, serviu de inspiração para a reforma da Fonte Nova, em Salvador. Após a morte de sete pessoas em 2007, quando o piso do anel superior cedeu, a arena foi fechada e optou-se pela implosão, que ocorreu em 29 de agosto de 2010. A partir daí iniciou-se a reforma, mas os arquitetos decidiram não ignorar as características originais do campo criado por Diógenes Rebouças.

“A gente trabalhou em parceria com o escritório alemão (Schulitz Architektur + Technologie) e a experiência deles era o Estádio de Hannover. Juntamos isso com a característica da Fonte Nova e misturamos tudo, modernizando”, explica Marc Duwe, um dos responsáveis pelo novo projeto.

O principal charme da Fonte Nova é a abertura no lado sul, voltada para o Dique do Tororó, que faz com que as arquibancadas tenham o formato de ferradura. Isso foi usado no projeto para melhorar a ventilação natural no estádio, principalmente por causa da cobertura que será instalada. Assim, o conforto ambiental no interior foi levado em conta e, além de diminuir o calor, essa ventilação ajuda no crescimento do gramado. “Pensamos bastante na questão da sustentabilidade ambiental”, afirma o arquiteto.

Outra arena famosa, a Bombonera, na Argentina, serve de exemplo quando o assunto é o uso da Fonte Nova. Segundo Duwe, o estádio portenho é mais visitado em dias que não tem jogos na cidade. “Na Fonte Nova teremos um restaurante que faz a ligação entre as duas arquibancadas e com vista para o dique e para o campo. Ele funcionará todos os dias. Teremos um centro cultural, que era chamado de museu antigamente, diversos eventos, cursos, salas para conferências e também camarotes que poderão ser usados como sala de reuniões”, conta.

Lino Cardoso, diretor de Marketing da Arena Fonte Nova, considera que o estádio será um importante legado para a cidade de Salvador. “Ele é o primeiro equipamento de conceito multiuso da Bahia. No mesmo espaço, os visitantes terão, além do futebol, uma programação variada, com eventos de pequeno, médio e grande portes como shows nacionais e internacionais, exposições fotográficas, reuniões de negócios, feiras gastronômicas, congressos, palestras, eventos de esportes radicais, além de festas de casamentos, formaturas, etc”, afirma.

Ele explica que a intenção é usar a arena nos 365 dias do ano e que toda essa infraestrutura atrairá novos investimentos e a revitalização do Centro Histórico de Salvador. “Para se ter uma ideia, já no período de obras, a construção do estádio valorizou em mais de 30% os imóveis do seu entorno, segundo o mercado imobiliário”, revela.

Com término das obras previsto para dezembro, a operação do estádio começará já em 2013, com a utilização de todo o potencial multifuncional da arena. O calendário de eventos já está em elaboração e inclui, além da realização de jogos de futebol dos times locais, uma série de eventos anuais como festa de réveillon, evento pré-carnavalesco e shows musicais em parceria com o grupo iContent (que organiza o famoso Festival de Verão Salvador).

“Também já está no calendário a realização de uma grande festa junina, que é tradicional no Nordeste. Temos assinado um Memorando de Entendimentos com o Bahia para a realização de jogos e em estudos a instalação de uma unidade avançada de ensino com a Faculdade Unijorge”, conclui Lino Cardoso.

Por Cleber Aguiar – Diretor de futebol do Goiás revela que negocia para ter Loco Abreu

Fonte: Globo.com

Segundo Marcelo Segurado, time esmeraldino busca parceria para viabilizar a contratação, mas enfrenta concorrência de um clube do Oriente Médio

Por Daniel Mundim e Fernando Vasconcelos Goiânia

loco abreu botafogo   (Foto: Thales Soares/GLOBOESPORTE.COM)Além do Goiás, time do Oriente Médio também
estaria interessado em Loco Abreu (Foto: Thales
Soares/GLOBOESPORTE.COM)

Loco Abreu voltou a entrar em campo pelo Botafogo no último domingo após cinco jogos, mas a possibilidade de deixar o Alvinegro não diminuiu. Depois da apagada atuação do uruguaio na derrota por 2 a 1 para a Ponte Preta, um clube tornou público o interesse pelo atacante. Nesta segunda-feira, enquanto apresentava Walter, ex-Cruzeiro e Inter, o diretor de futebol do Goiás, Marcelo Segurado, revelou que negocia para ter o camisa 13 do Glorioso. Mas tem concorrência.

– É muito difícil ter jogadores de área no Brasil, mas estamos buscando. Estamos conversando com o Loco Abreu, sim. Ele tem uma proposta do Oriente Médio também. Espero que esta situação se resolva até o fim da semana – declarou o dirigente esmeraldino.

O fato de haver o interesse de um clube do Oriente Médio desanimou o time esmeraldino. Segurado se diz otimista para a concretização do negócio, mas admite que a concorrência deixou o acerto mais difícil. De acordo com o diretor, o Goiás procura parceiros para viabilizar a contratação. Loco Abreu tem contrato até o fim de 2013 com o Botafogo e multa rescisória de R$ 9 milhões.

Segundo o dirigente do time goiano, a ida para uma equipe que está na Segunda Divisão do Campeonato Brasileiro não seria empecilho. O uruguaio teria se interessado com a sondagem da equipe esmeraldina.

– A diretoria conversou com o procurador dele e também com o Loco. Ele mostrou muito interesse. A representatividade que o Goiás tem no cenário nacional às vezes é maior do que aqui no estado. O Goiás tem uma representatividade grande – finalizou Segurado.

ICFUT – BRASILEIRÃO SERIE A – 2012 – GOLS,JOGOS, CLASSIFICAÇÃO E LINK AO VIVO AQUI NO ICFUT

JOGOS DA SÉRIE A DO BRASILEIRAO AO VIVO NO ICFUT – CLIQUE AQUI

Clube PG JG VI EM DE GP GC SG %A
1  Botafogo-RJ 3 1 1 0 0 4 2 2 100.0
2  Internacional-RS 3 1 1 0 0 2 0 2 100.0
3  Vasco da Gama-RJ 3 1 1 0 0 2 1 1 100.0
4  Figueirense-SC 3 1 1 0 0 2 1 1 100.0
5  Fluminense-RJ 3 1 1 0 0 1 0 1 100.0
6  Atlético-MG 3 1 1 0 0 1 0 1 100.0
7  Sport-PE 1 1 0 1 0 1 1 0 33.3
8  Flamengo-RJ 1 1 0 1 0 1 1 0 33.3
9  Portuguesa-SP 1 1 0 1 0 1 1 0 33.3
10  Palmeiras-SP 1 1 0 1 0 1 1 0 33.3
11  Bahia-BA 1 1 0 1 0 0 0 0 33.3
12  Atlético-GO 1 1 0 1 0 0 0 0 33.3
13  Cruzeiro-MG 1 1 0 1 0 0 0 0 33.3
14  Santos-SP 1 1 0 1 0 0 0 0 33.3
15  Náutico-PE 0 1 0 0 1 1 2 -1 0.0
16  Grêmio-RS 0 1 0 0 1 1 2 -1 0.0
17  Corinthians-SP 0 1 0 0 1 0 1 -1 0.0
18  Ponte Preta-SP 0 1 0 0 1 0 1 -1 0.0
19  São Paulo-SP 0 1 0 0 1 2 4 -2 0.0
20  Coritiba-PR 0 1 0 0 1 0 2 -2 0.0
2ª RODADA
26/05 – 18h30 Flamengo-RJ x Internacional-RS
26/05 – 18h30 Portuguesa-SP x Vasco da Gama-RJ
26/05 – 18h30 Atlético-GO x Ponte Preta-SP
26/05 – 21h00 Náutico-PE x Cruzeiro-MG
27/05 – 16h00 Santos-SP x Sport-PE
27/05 – 16h00 São Paulo-SP x Bahia-BA
27/05 – 16h00 Atlético-MG x Corinthians-SP
27/05 – 16h00 Coritiba-PR x Botafogo-RJ
27/05 – 18h30 Grêmio-RS x Palmeiras-SP
27/05 – 18h30 Fluminense-RJ x Figueirense-SC

Por Cleber Aguiar – Boleiros elegem ‘bando de loucos’ como torcida mais temida no país

Fonte: Globo.com

Mais de 40% dos jogadores ouvidos em pesquisa apontam Fiel como a massa que mais pressiona nos estádios

Por Alexandre Lozetti São Paulo

A menos de um minuto do início da partida, sobe a escada uma fila de corintianos. À esquerda, um jovem faz o sinal da cruz três vezes antes de enxergar o gramado do Pacaembu. No centro, o pai leva duas crianças, a menina no colo. E à direita, um casal de idosos caminha apressadamente (a senhora passos à frente) para não perder nem um instante do jogo. O grupo caminha para se juntar a quase 15 mil torcedores na estreia do time no Campeonato Brasileiro.

O ritual se repete inúmeras vezes por ano. A Fiel tem orgulho em bater no peito e dizer que é diferente das outras torcidas. Os rivais garantem que é balela. Que tal, então, perguntar a quem está em campo. Na pesquisa realizada pelo GLOBOESPORTE.COM em parceria com a revista “Monet” com mais de 300 jogadores, a torcida corintiana foi eleita a mais temida por 142 boleiros. Votação surpreendente, sobretudo pela vantagem sobre a maior do país: os flamenguistas foram citados somente 42 vezes.

grafico_torcidas (Foto: Infoesporte)

No último domingo, o Corinthians iniciou a defesa do título nacional contra o Fluminense, assim como a nação alvinegra tem de defender um tricampeonato: nos últimos dois anos, o clube teve a melhor média de público da competição. O começo não foi dos mais promissores. Em campo, o time reserva perdeu para os também suplentes cariocas, já que ambos priorizam a disputa da Taça Libertadores. Nas arquibancadas, muitos também se pouparam para o duelo contra o Vasco, na quarta-feira. Foram 14.797 pagantes, bem menos do que as médias de 29.424 do ano passado e 27.446, de 2010.

O clube paulista passou a investir ainda mais na relação com seus fanáticos desde o fim de 2007, com a tragédia do rebaixamento para a Série B do Brasileirão. Na ocasião, criou o lema “Eu nunca vou te abandonar” e obteve sucesso. As ações de marketing, a aposta em nomes consagrados como Ronaldo, em 2009, e um eficiente sistema de venda de ingressos pela internet fizeram os públicos crescerem.

– É um vício saudável – resume Vinícius, 20 anos, integrante de uma das torcidas uniformizadas.

Torcida do Corinthians no Pacaembu (Foto: Marcos Ribolli / Globoesporte.com)Fiel no Pacaembu: ‘banco de loucos’ em casa no domingo (Foto: Marcos Ribolli / Globoesporte.com)

Entre tantos hits criados pelos compositores das arquibancadas, o “Aqui tem um bando de loucos” é o de maior sucesso. Loucos mesmo. A ponto de obrigarem (sem agressão física, pelo menos no último domingo) dois torcedores desavisados a tirarem as blusas verdes, cor do arquirrival Palmeiras (veja no vídeo acima).

Durante o jogo, o canto até que durou bom tempo, mas foi sendo abafado pelo desinteresse da equipe. O atacante Willian era o principal alvo, embora nenhum protesto tenha ocorrido. Apenas a esperança de que na quarta-feira tudo seja diferente.

– A nossa torcida é diferente. Nenhuma no Brasil ajuda tanto quando o time está mal quanto a nossa – elogia Ralf, volante que espera apoio incondicional durante os 90 minutos no “jogo do ano” contra o Vasco.

Quem fez parte da pesquisa Quem não fez parte da pesquisa
América-RN, Atlético-GO, Atlético-MG, Atlético-PR, Barueri, Boa Esporte, Botafogo, Bragatino, Ceará, Corinthians, Criciúma, Flamengo, Fluminense, Goiás, Guarani, Guaratinguetá, Náutico, Ponte Preta, Portuguesa, Santos, São Caetano, São Paulo e Sport. ABC, América-MG, Bahia, CRB, Cruzeiro, Figueirense, Grêmio, Internacional, Ipatinga, Palmeiras, Vasco e Vitória. Os questionários dos jogadores de ASA, Avaí, Coritiba, Joinville e Paraná não chegaram em tempo de entrar na pesquisa.

No questionário enviado aos jogadores, o somatório de todas as respostas que citam as outras torcidas não se iguala ao número de votos dedicados aos alvinegros (sem contar os 69 que não responderam). Depois de Corinthians e Flamengo, vêm Sport, Grêmio e Atlético-PR. Razão ainda maior de orgulho para a Fiel é o fato de os rivais terem recebido votação inexpressiva. O São Paulo teve seis menções, contra quatro do Santos e uma do Palmeiras (registre-se que os jogadores palmeirenses não participaram da pesquisa).

Para Paulinho, parceiro de Ralf no meio de campo, a presença de alvinegros em todos os cantos do país foi fundamental para que companheiros de outros times coroassem a torcida.

– Sempre tem muita gente, dentro e fora de casa, e eles cantam muito. Ajudam mesmo – decreta.

É nessa força que vem do lado de fora que o Corinthians aposta para vencer o Vasco nesta quarta, voltar a disputar uma semifinal de Libertadores e enlouquecer ainda mais o bando de loucos que o Brasil respeita.