ICFUT – CAMPEONATO BRASILEIRO DE FUTEBOL SÉRIE A – 2018 – 2º RODADA

TABELA E CLASSIFICAÇÃO SÉRIE A – 2018 CLIQUE AQUI !

Anúncios

ICFUT – TABELA DO BRASILEIRÃO 2018 – SÉRIE A

2ª rodada

21/04/2018

Bahia x Santos
Flamengo x América-MG

22/04/2018

Paraná Clube x Corinthians
Atlético-MG x Vitória
Chapecoense x Vasco
Fluminense x Cruzeiro
Ceará x São Paulo
Palmeiras x Internacional
Grêmio x Atlético-PR

23/04/2018

Sport x Botafogo
Classificação P J V E D SG G GC %
Atlético-PR  
3 1 1 0 0 4 5 1 100.0
América-MG  
3 1 1 0 0 3 3 0 100.0
Internacional  
3 1 1 0 0 2 2 0 100.0
Santos  
3 1 1 0 0 2 2 0 100.0
Corinthians  
3 1 1 0 0 1 2 1 100.0
Vasco  
3 1 1 0 0 1 2 1 100.0
Grêmio  
3 1 1 0 0 1 1 0 100.0
São Paulo  
3 1 1 0 0 1 1 0 100.0
Vitória  
1 1 0 1 0 0 2 2 33.3
Flamengo  
1 1 0 1 0 0 2 2 33.3
Botafogo  
1 1 0 1 0 0 1 1 33.3
Palmeiras  
1 1 0 1 0 0 1 1 33.3
Atlético-MG  
0 1 0 0 1 -1 1 2 0
Fluminense  
0 1 0 0 1 -1 1 2 0
Cruzeiro  
0 1 0 0 1 -1 0 1 0
Paraná  
0 1 0 0 1 -1 0 1 0
Bahia  
0 1 0 0 1 -2 0 2 0
Ceará  
0 1 0 0 1 -2 0 2 0
Sport  
0 1 0 0 1 -3 0 3 0
Chapecoense  
0 1 0 0 1 -4 1 5 0

ICFUT – BRASILEIRÃO SERIE A – 2018 – Corinthians (SP) 2×1 Fluminense (RJ)

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 2 X 1 FLUMINENSE

Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Data: 15 de abril de 2018 (Domingo)
Horário: 16h(de Brasília)
Árbitro: Anderson Daronco (Fifa-RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e Elio Nepomuceno de Andrade Junior (RS)
Público: 28.777 pagantes
Renda: R$ 1.372.018,07
Gols:
CORINTHIANS: Rodriguinho, aos 45 minutos do primeiro e aos 41 minutos do segundo tempo
FLUMINENSE: Richard, aos quatro minutos do segundo tempo

CORINTHIANS: Cássio, Fagner, Fabián Balbuena, Henrique e Sidcley; Ralf e Renê Júnior (Maycon); Ángel Romero (Pedrinho), Mateus Vital (Emerson Sheik), Rodriguinho e Clayson
Técnico: Fábio Carille

FLUMIUNENSE: Júlio César; Gilberto, Renato Chaves (Marcos Júnior), Gum, Ibañez (Frazan) e Ayrton Lucas; Richard, Jadson, Junior Sornoza e Pablo Dyego; Pedro (João Carlos)
Técnico: Abel Braga

ICFUT – SULAMERICANA 2018 : Fluminense (BRA) 1X0 Nacional Potosí( BOL)

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 3 X 0 NACIONAL DE POTOSÍ

Local: Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 11 de abril de 2018, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Nicolás Gallo (Colômbia)
Assistentes: Eduardo Díaz e John León (ambos da Colômbia)
Cartões amarelos: Jadson, Gum, Sornoza e Pablo Dyego (Fluminense); Reina, Galvis, Galain, Romero, Alaca e Jorge Flores (Nacional de Potosí)
Gols: FLUMINENSE: Pablo Dyego, aos 27, Gum, aos 36, e Pedro, aos 43 minutos do segundo tempo

FLUMINENSE: Júlio César, Renato Chaves, Gum e Ibañez; Gilberto, Richard, Jadson (Matheus Alessandro), Sornoza (Douglas) e Ayrton Lucas; Marcos Júnior (Pablo Dyego) e Pedro
Técnico: Abel Braga

NACIONAL DE POTOSÍ: Romero. Meza, Medina, Galaín e Alaca; Galvis (Saul Torres), Jorge Flores, Salazar e Edson Pérez e Thiago do Santos; Piñero da Silva e Reina
Técnico: Edgardo Malvestitti

ICFUT – A caminho do Flu, Cícero abandona ônibus e não joga mais no Santos

Fonte: lancenet

Minutos após embarcar no veículo que levaria o Peixe para o aeroporto, jogador desceu e não apareceu mais. Anderson Carvalho foi chamado às pressas

Cícero, saindo do CT Rei Pelé, do Santos (Foto: Russel Dias)
Cícero, saindo do CT Rei Pelé, sem uniforme do Santos (Foto: Russel Dias)

Próximo de se transferir para o Fluminense, Cícero deixou a delegação santista, não viajará para a Bahia, onde o Peixe atua nesta quinta-feira, e não vestirá mais a camisa alvinegra. Nesta quarta-feira, o camisa 8 chegou a entrar no ônibus que levaria o elenco para o aeroporto, mas desceu minutos depois e não apareceu mais.

O jogador, que deseja se transferir para o clube carioca, apareceu sem uniforme, diferentemente dos demais atletas, e desobedecendo as normas internas do Santos. Antes, em treino no CT Rei Pelé, ele havia treinado entre os titulares da equipe.

Depois da saída de Cícero do ônibus, o volante Anderson Carvalho foi chamado às pressas. Ele chegou em seu automóvel ao CT e prontamente subiu no veículo, que partiu rumo a São Paulo.

O Santos confirma ter recebido uma proposta do Fluminense por Cícero e, ainda hoje, deve confirmar a venda do meia. A expectativa é de que o presidente do Peixe, Odílio Rodrigues, conceda uma entrevista coletiva.

Eduardo Uram, empresário do jogador, saiu em defesa do atleta nesta quarta-feira:

– O Cícero foi um jogador que sempre manteve regularidade e no Santos atingiu o ápice da carreira dele. As pessoas têm que entender que aos 29 anos ele procura uma estabilidade, logevidade de contrato. Uma logevidade de três anos de contrato, no Santos ele só tem seis meses – disse à Rádio Transamérica.

O agente ainda alegou ter ofertas de outros clubes além do Fluminense e avisou:

– Só tirarão ele do jogo se tiver uma negociação concluída, não por uma especulação. Não vao tirar ele de nenhum jogo sem ter uma questão absoluta. Se ele jogar, é por que fica. Se não jogar, é porque algo foi concluído.

ICFUT – Palmeiras contrata Luxemburgo para 2014, afirma Neto

Fonte: futebolinterior

De acordo com Neto, a diretoria já acertou um contrato com o atual treinador do Fluminense

São Paulo, SP, 17 (AFI) – Os dias de Gilson Kleina no Palmeiras estão contados. Pelo menos é o que garantiu o comentarista da TV Bandeirantes Neto. O apresentador do programa “Donos da Bola” afirmou que Vanderlei Luxemburgo será o técnico do Verdão no ano do centenário, em 2014.

Luxemburgo no Verdão em 2014?

De acordo com as informações de Neto, a diretoria alviverde, inclusive, já acertou um contrato com o atual treinador do Fluminense. Por enquanto, nem os dirigentes palmeirenses e muito menos o “professor” Luxa se pronunciam a respeito.

A chegada do novo comandante agrada aos dois principais nomes do departamento de futebol do Palmeiras: o presidente Paulo Nobre e o executivo de futebol José Carlos Brunoro. Este último, aliás, foi diretor do clube na “Era Parmalat”, quando o treinador era Luxemburgo.

Para facilitar ainda mais, a troca de treinadores não culminaria em ônus para o Verdão. Afinal, o contrato de Kleina com o time palestrino se encerra no final do ano, assim como o de Luxemburgo com o Tricolor das Laranjeiras.

Os rumores sobre o interesse da diretoria alviverde no técnico tricolor cresceu, após uma fase de instabilidade do clube paulista. Logo após a derrota para o Atlético-PR, por 3 a 0, e a eliminação na Copa do Brasil, o Paulo Nobre fez duras críticas ao desempenho do time.

ICFUT – Toque de craque: R10 marca duas vezes de falta e evita vitória do Flu

Fonte: lancenet

Tricolor consegue neutralizar adversário e fica em vantagem na primeira e segunda etapa, contudo, genialidade de Ronaldinho nas faltas iguala o placar no Independência

Atlético-MG x Fluminense - Gol do Ronaldinho (Foto: Gil Leonardi/ LANCE!Press)
Ronaldinho fez a diferença no Independência (Foto: Gil Leonardi/ LANCE!Press)

O mesmo raio caiu duas vezes no Independência. O Fluminense saiu na frente contra o Atlético-MG no primeiro tempo e Ronaldinho empatou em cobrança de falta perfeita. Na segunda etapa, o roteiro se repetiu. O Tricolor novamente abriu vantagem e o camisa 10, com a maestria que todos conhecem, novamente garantiu a igualdade em bola parada. No bom jogo em Belo Horizonte, coube ao craque fazer a diferença. Empate justo no 2 a 2 que pouco modificou o panorama das equipes na tabela de classificação.
Os cariocas seguem em situação delicada no Campeonato Brasileiro. Estão na 16° colocação, com 19 somados, mesmo número da Portuguesa.  No entanto, o Flu supera o rival por ter uma vitória a mais. O Galo, com 21 pontos, segue na zona intermediária, em 13°.
As equipes voltam a campo no próximo sábado. O time de Vanderlei Luxemburgo encara o Bahia, às 18h30, no Maracanã. Já os comandados de Cuca visitam o Vitória, no Barradão.
FLU LARGA NA FRENTE, MAS R10 EMPATA
A partida começou equilibrada em Belo Horizonte. Jogando em casa, o Galo tentava pressionar o Fluminense que, por sua vez, se fechava para tentar sair nos contragolpes. O primeiros dez minutos foram marcados mais por estudos do que por chances reais de gol.
Aos 13 minutos, o Fluminense armou um contra-ataque com toque de Wágner para Rafinha pelo lado direito. O jovem teve uma avenida pela frente, entrou na área e cruzou rasteiro. Luan, que fazia a cobertura do lance afastou errado. Melhor para Wágner, que concluiu rasteiro para vencer o goleiro Victor.

O Fluminense jogava com três volantes e conseguia neutralizar o adversário. Tudo se encaminhava para uma vitória parcial do Tricolor no intervalo. Porém, aos 47 minutos, uma falta na entrada da área foi o convite necessário para Ronaldinho entrar no jogo. O camisa 10 cobrou com categoria por cima da barreira. A bola bateu na trave e entrou caprichosamente, sem chances para Diego Cavalieri: 1 a 1.
HISTÓRIA SE REPETE NA ETAPA FINAL
O segundo tempo começou com uma chance de gol do Atlético Mineiro no primeiro minuto e depois reassumiu a configuração da primeira etapa. A diferença era que se o Fluminense estava bem postado defensivamente e seguia dificultando a criatividade do adversário, por outro lado perdeu a força dos contra-ataques transformando a partida praticamente sem oportunidades.

Diego Cavalieri apenas observa a cobrança de falta de R10 (Foto: Gil Leonardi/ LANCE!Press)

A partida seguiu inalterada até os 27 minutos. Foi quando Richarlyson e Pierre não conseguiram fazer o corte em disputa no meio-campo, Samuel deu um toque para frente e Rhayner entrou correndo em disparada até a entrada da área. Sozinho, o meia invadiu a área e deu um belo toque por cima de Victor para colocar o Tricolor em vantagem.
Segundos após colocar o Fluminense na frente, Rhayner fez falta em Neto Berola e como já tinha amarelo, acabou expulso. Aos 31, Ronaldinho cobrou escanteio, Tardelli subiu sozinho e fez Cavalieri espalmar. Com um a mais, o Flu recuava de vez e o Galo ia pra cima com a força da torcida.
O roteiro do primeiro tempo se repetiu. Aos 37, falta próxima à área para o Atlético. Ronaldinho na bola. Cobrança perfeita, sem chances para Cavalieri. Novo empate em Belo Horizonte.

ICFUT – Fluminense acerta contratação de meia-atacante Rhayner, do Náutico

Fonte: espn

Meia-atacante é o primeiro reforço do Fluminense para 2013

Meia-atacante é o primeiro reforço do Fluminense para 2013

O Fluminense acertou nesta quinta-feira a sua primeira contratação para 2013. O meia-atacante Rhayner, que disputou o Campeonato Brasileiro deste ano pelo Náutico e chega por empréstimo até o fim de 2014. Na próxima semana, o atleta de 22 anos viaja ao Rio para fazer exames médicos, assinar contrato e ser apresentado oficialmente.
Pelo Náutico, Rhayner fez 34 jogos e não marcou nenhum gol. Ele balançou a rede pela última vez em 30 de janeiro de 2011, pelo Barueri. Em sua carreira profissional (desde 2010), marcou apenas três gols.
Disputa com Flamengo por lateral direito

Nesta quinta, o Flamengo oficializou o interesse de exercer o direito de compra sobre os direitos do lateral direito Wellington Silva. O Fluminense, no entanto, largou na frente. O time tricolor também está interessado no atleta de 24 anos, que disputou o Brasileiro pelo rival rubro-negro, e está confiante na contratação, que pode ser confirmada na semana que vem.

ICFUT – CBF entrega troféu para o Fluminense em festa regada a política

Fonte: lancenet

Cartolas e políticos subiram ao palco para discursar ou entregar prêmios para os jogadores

Confira imagens do Prêmio Brasileirão 2012 (Foto: Tom Dib)
Time do Fluminense levantou a taça do Brasileirão pela segunda vez (Foto: Tom Dib)

Na festa da CBF para premiar os melhores do Campeonato Brasileiro de 2012, realizada nesta segunda-feira, no HSBC Brasil, em São Paulo, a política chamou mais a atenção do que o futebol. Diversos cartolas e políticos subiram ao palco para discursar ou entregar prêmios aos jogadores, que deveriam ser as estrelas da noite. Vale lembrar que foi a primeira premiação da CBF sob o comando do presidente José Maria Marin.

A lista de políticos no palco foi extensa: Marco Polo del Nero (vice da CBF), Geraldo Alckmin (Governador de São Paulo), Flávio Zveiter (Presidente do STJD), Rubens Lopes (Presidente da Federação do Rio de Janeiro), Paulo Sérgio Miranda (Presidente da Federação de Minas Gerais), Benedito Fernandes (Secretário de esportes de São Paulo), Márcia Lins (Secretária de esportes do Rio de Janeiro) e Aldo Rebelo (Ministro dos Esportes) foram alguns dos "destaques" da festança.

Agora falando de futebol, a seleção do Brasileirão-2012 ficou com Diego Cavalieri (Fluminense); Marcos Rocha (Atlético-MG), Leonardo Silva (Atlético-MG), Réver (Atlético-MG) e Carlinhos (Fluminense); Paulinho (Corinthians), Jean (Fluminense), Lucas (São Paulo) e Ronaldinho (Atlético-MG); Fred (Fluminense) e Neymar (Santos). O melhor técnico foi o campeão Abel Braga. O único que não apareceu para pegar o troféu foi o volante Paulinho, que embarcou nesta noite para o Japão, onde o Corinthians disputará o Mundial.

Fred, camisa 9 do Fluminense, também ganhou o prêmio de Craque do Brasileirão e o troféu de artilheiro, com 20 gols marcados. Ronaldinho Gaúcho foi escolhido o "Craque da Galera"; Neymar teve o seu gol contra o Atlético-MG escolhido como o mais bonito da competição; Bernard foi a revelação do torneio e Wilton Pereira Sampaio, Altemir Hausmann e Cleber Lucio Gil eleitos o melhor trio de arbitragem.

FESTA COMEÇA COM UM APAIXONADO MARIN

O presidente José Maria Marin discursou na abertura da festa. E ele fez uma declaração apaixonada para sua esposa Neusa, que estava ao seu lado. Ele celebrou os 54 anos de união entre os dois, não se fez de rogado e a beijou. Depois do momento romântico, Marin fez questão de elogiar os políticos presentes, a equipe do Fluminense e os cartolas tricolores. Em seguida, passou o bastão para os apresentadores Cleber Machado e Carolina Galan.

Apresentando a festa, a dupla mostrou segurança e não cometeu grandes falhas, costumeiras nas edições anteriores. A única gafe que chamou atenção foi quando Cleber Machado chamou o Peter Siemsen, presidente do Fluminense, de "Peter Siemens".

Com todos os jogadores premiados, foi a vez dos campeões nacionais ganharem seus troféus. Sampaio Corrêa, Oeste e Goiás, respectivamente campeões das séries D, C, B, finalmente levantaram seus troféus.

Após os goianos, foi a vez do Tricolor carioca fazer a festa. Com todo o elenco e dirigentes no palco, o capitão Fred levantou mais uma vez a taça – desta vez de forma definitiva. Vale lembrar que a CBF havia liberado o troféu para o Flu dar a volta olímpica após a partida contra o Cruzeiro, pela 36ª rodada do Brasileirão.

Para finalizar a festa dos políticos, nada melhor do que um deles para fazer as considerações finais. Geraldo Alckmin, governador de São Paulo, subiu ao palco e parafraseou Nelson Rodrigues com uma de suas citações mais famosas: "O melhor time é o Fluminense, e se os fatos provarem o contrário, os fatos estão errados!". Ele ainda desejou sorte ao novo técnico da Seleção Brasileira, Luiz Felipe Scolari.

ICFUT – Os bastidores da comemoração do Fluminense pelo título do Brasileirão

Fonte: lancenet

L!NET revela detalhes da festa no Rio pela conquista nacional, que entrou a madrugada

As imagens de Fluminense 0 x 2 Cruzeiro (Foto: Paulo Sergio)
Jogadores do Fluminense celebram o título nacional (Foto: Paulo Sergio)

A festa no gramado do Engenhão era só o começo. O Fluminense pode dizer que, já no Rio de Janeiro, comemorou em grande estilo a conquista do Campeonato Brasileiro deste ano. Depois das comoções em Presidente Prudente (SP), e nas Laranjeiras, na semana passada, o Tricolor teve neste domingo tarde e noite de muita celebração. O LANCENET! conta agora detalhes dos momentos de euforia do novo detentor do título nacional.

Assim que o árbitro Raphael Claus determinou o fim do jogo entre Fluminense e Cruzeiro, os jogadores foram comemorar com o troféu do Brasileirão, no palanque especial armado pela CBF no Engenhão. Logo em seguida, cada um procurou seus familiares e realizou sua festa particular no gramado do estádio. A maioria brincou com seu filho ou filha, casos de Diego Cavalieri, Edinho e Thiago Neves.

Os atletas deixaram o gramado por volta das 20h, mas a festa estava longe de acabar. Ainda no Engenhão, o elenco tricolor teve uma celebração privada em um dos setores Premium do estádio, com a presença somente de amigos e familiares, além de funcionários e dirigentes do Fluminense.

Comemoração "família" entra pela madrugada

O próximo destino foi uma das principais churrascarias da Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. Ali, jogadores dividiram o mesmo salão com torcedores comuns, familiares, jornalistas e pessoas do clube. Não havia uma barreira isolando o grupo, a interação era constante e agradável, sem excessos. Fartura só mesmo no buffet à disposição no centro do local.

Com identificações nas mãos, os membros da imprensa tiveram livre trânsito pela churrascaria, menos na área VIP. Ali, só a "nata da nata". Ou melhor, quem estivesse carregando a pulseira verde claro. Até as janelas dessa sala especial estavam bloqueadas. A proposta era única: dar total privacidade para jogadores, dirigente e pessoas mais próximas.

Fred com o torcedor tricolor na churrascaria (FOTO: Paulo Sérgio)

Dessa forma ficou mais fácil para o atacante Fred, o presidente do Flu, Peter Siemsen, e até o mandatário da principal patrocinadora do clube (Unimed-Rio), Celso Barros, fazerem discursos que arrancaram aplausos dos presentes nesse espaço especial. O meia Deco e o técnico Abel Braga não estiveram no recinto. Os atletas mais jovens do elenco, como Wellington Nem e Samuel, preferiram ficar no salão comum, em meio aos vários tricolores – em sua maioria, crianças.

Um a um, os jogadores foram deixando a churrascaria. Diego Cavalieri e Fred foram os mais assediados pelos torcedores e jornalistas. Aliás, na hroa da saída, o camisa 9 do Fluminense deu sua camisa de presente para um pequeno tricolor que implorava por um autógrafo.

Os últimos atletas a saírem do local foram o atacante Rafael Sobis e o meia Thiago Neves. Quando a reportagem do LANCENET! decidiu fazer o mesmo, por volta das 1h30, Celso Barros e o diretor executivo de futebol do clube, Rodrigo Caetano, seguiam numa mesa, conversando, com a companhia do ex-jogador Washington, o Coração Valente. Estariam falando sobre a renovação de Abel Braga, ou uma possível contratação? Talvez, apenas celebrando a conquista do Brasileirão.