ICFUT – CONVOCAÇÃO DA SELEÇÃO BRASILEIRA PARA AMISTOSOS

santos-lucas-lima-clodoaldo-entrega-camisa-selecao-brasileira-480-ivan-storti-divulgacao

Goleiros: Jefferson (Botafogo), Marcelo Grohe (Grêmio) e Alisson (Internacional)

Zagueiros: David Luiz (PSG), MirandaInter de Mião), Marquinhos PSG) e Gabriel Paulista (Arsenal)

Laterais: Daniel Alves (Barcelona), Danilo (Real Madrid), Filipe Luis (Atlético de Madrid) e Douglas Santos (Atlético)

Volantes: Luiz Gustavo (Wolfsburg), Fernandinho (Manchester City), Elias (Corinthians) e Ramires (Chelsea)

Meias: Oscar e William (Chelsea), Lucas Lima (Santos), Douglas Costa (Bayern de Munique) e Kaká (Orlando City)

Atacantes: Roberto Firmino (Liverpool), Hulk (Zenit), Lucas (PSG) e Neymar (Barcelona)

ICFUT – Romário critica Felipão e CBF em rede social: ‘Meu sentimento é de revolta’

Fonte: lancenet

Deputado federal fala de ‘falta de atitude’ de Felipão e afirma que ‘Marin e Del Nero tinham que estar na cadeia’. Texto do Baixinho ainda revela muito dos bastidores do Mundial

Romário (Foto: Agencia Câmara)Romário não poupou críticas a CBF e ao futebol brasileiro (Foto: Agencia Câmara)

A goleada histórica aplicada pela Alemanha no Brasil (7 a 1) não repercurtiu apenas questões táticas do time de Felipão. Romário, craque da conquista do tetra em 1994 e deputado federal, publicou um texto fazendo diversas críticas que vão desde o técnico Felipão até a presidente Dilma Rousseff.
Logo no início, Romário relembra de sua frase dita há algum tempo: "Fora de campo, já perdemos a Copa de goleada". Antes de começar suas críticas a parte política, o ex-atacante reconhece a superioridade da Alemanha e logo depois critica o time do Brasil, além do técnico Felipão:
"Ninguém há de questionar a superioridade do futebol alemão já há alguns anos."
"A chuva de gols foi apenas reflexo do pânico, da incapacidade de reação dos nossos jogadores e da falta de atitude do treinador de mudar o time."
O Baixinho ainda diz estar revoltado e então começa a atacar a CBF e alguns personagens políticos do Brasil, entre eles, o ministro do esporte Aldo Rebelo e a presidente Dilma Rousseff.
"A Confederação Brasileira de Futebol, uma instituição corrupta gerindo um patrimônio de altíssimo valor de mercado."
"Nunca tive o apoio da presidenta do País, Dilma Rousseff, ou do ministro do Esporte, Aldo Rebelo."

Já na parte final do texto, depois de citar nomes de outros deputados e reclamar por não receber nenhum tipo de apoio, Romário fala pessoalmente do presidente e do futuro mandatário da CBF, José Maria Marin e Marco Polo Del Nero, repectivamente. Para Romário, ambos "tinham que estar era na cadeia!"
Para encerrar, o Baixinho cita que Cafu foi expulso do vestiário pela CBF, fala do superfaturamento dos estádios construídos, mas fala da felicidade do povo brasileiro:
"Mostramos para o mundo que com toda nossa dificuldade, somos um povo feliz. Essa será a taça da vergonha."
CONFIRA NA ÍNTEGRA O TEXTO PUBLICADO POR ROMÁRIO:
"Galera,
passado o luto das primeiras horas seguidas da derrota, vamos ao que verdadeiramente interessa! Quem tem boa memória, vai lembrar da minha frase: Fora de campo, já perdemos a Copa de goleada!
Infelizmente, dentro de campo, não foi diferente.
Ontem foi um dia muito triste para nosso futebol. Venceu o melhor e ninguém há de questionar a superioridade do futebol alemão já há alguns anos. Ainda assim, o mundo assistiu com perplexidade esta derrota, porque nem a Alemanha, no seu melhor otimismo, deve ter imaginado essa vitória histórica.
Porém, se puxarmos da memória, vamos lembrar que nossa seleção já não vinha apresentando nosso melhor futebol há muito tempo. Jogamos muito mal. Infelizmente, levamos sete e, por mais que isso cause mal-estar, devemos admitir que a chuva de gols foi apenas reflexo do pânico, da incapacidade de reação dos nossos jogadores e da falta de atitude do treinador de mudar o time.
Vivemos uma crise no nosso esporte mais amado, chegamos ao auge dela. Acha que isso é problema só dos jogadores ou do Felipão? Nem de longe.
Nosso futebol vem se deteriorando há anos, sendo sugado por cartolas que não têm talento para fazer sequer uma embaixadinha. Ficam dos seus camarotes de luxo nos estádios brindando os milhões que entram em suas contas. Um bando de ladrões, corruptos e quadrilheiros!
O meu sentimento é de revolta.
Estou há quatro anos pregando no deserto sobre os problemas da Confederação Brasileira de Futebol, uma instituição corrupta gerindo um patrimônio de altíssimo valor de mercado, usando nosso hino, nossa bandeira, nossas cores e, o mais importante, nosso material humano, nossos jogadores. Porque não se iludam, futebol é negócio, business, entretenimento e move rios de dinheiro. Nunca tive o apoio da presidenta do País, Dilma Rousseff, ou do ministro do Esporte, Aldo Rebelo. Que todos saibam: já pedi várias vezes uma intervenção política do Governo Federal no nosso futebol.
Em 2012, eu apresentei um pedido de CPI da CBF, baseado em um série de escândalos envolvendo a entidade, como o enriquecimento ilícito de dirigentes, corrupção, evasão de divisas, lavagem de dinheiro e desvio de verba do patrocínio da empresa área TAM. O pedido está parado em alguma gaveta em Brasília há dois anos. Em questionamento ao presidente da Câmara dos Deputados, sr. Henrique Eduardo Alves, mas ouvi como resposta que este não era o melhor momento para se instalar esta CPI. Não concordei, mas respeitei a decisão. E agora, presidente, está na hora?
Exceto por um vexame como o de ontem, o Brasil não precisaria se envergonhar de uma derrota em campo, afinal, derrotas fazem parte do esporte. Mas vergonha mesmo devemos sentir de ter uma das gestões de futebol mais corruptas do mundo. A arrogância dessa entidade é tão grande que até o chefe da assessoria de imprensa chega ao absurdo de bater em um atleta de outra seleção, como fez o Rodrigo Paiva contra um jogador do Chile Pinilla. Paiva pegou quatro jogos de suspensão e foi proibido de acessar o vestiário dos jogadores. Este ato foi muito simbólico e diz muito sobre eles. O presidente da entidade, José Maria Marin, é ladrão de medalha, de energia, de terreno público e apoiador da ditadura. Marco Polo Del Nero, seu atual vice, recentemente foi detido, investigado e indiciado pela Polícia Federal por possíveis crimes contra o sistema financeiro, corrupção e formação de quadrilha. São esses que comandam o nosso futebol. Querem vergonha maior que essa?
Marin e Del Nero tinham que estar era na cadeia! Bando de vagabundos!!!
A corrupção da CBF tem raízes em todos os clubes brasileiros, vale lembrar que são as federações e clubes que elegem há anos o mesmo grupo de cartolas, com os mesmos métodos de gestão arcaicos e corruptos implementados por João Havelange e Ricardo Teixeira e mantidos por Marin e Del Nero. Vale lembrar, que estes dois últimos mudaram o estatuto da entidade e anteciparam a eleição da CBF para antes da Copa. Já prevendo uma possível derrota e a dificuldade que eles teriam de se manter no poder com um quadro desfavorável.
E os clubes? Sim, eles também são responsáveis por essa crise. Gestões fraudulentas, falta de investimento na base, na formação de atletas. Grandes clubes brasileiros estão falindo afogados em dívidas bilionárias com bancos e não pagamentos de impostos como INSS, FGTS e Receita Federal.
E toda essa má gestão que tem destruído o nosso futebol, infelizmente, tem sido respaldada há anos pelo Congresso Nacional com anistias e mais anistia destes débitos. Este ano tivemos mais um projeto desses vexatórios para salvar os clubes. Um projeto que previa que clubes pagassem apenas 10% de suas dívidas e investissem 90% restante em formação de atletas. Parece até deboche. Uma soma de aproximadamente R$ 4 bilhões ou muito mais, não se sabe ao certo. Corajosamente, o deputado Otávio Leite, reconstruiu o texto e apresentou uma proposta honesta estruturada em responsabilidade fiscal, parcelamento de dívidas e a criação de um fundo de iniciação esportiva, com obrigações claras para clubes e CBF.
Em resumo, a nova proposta além de constituir a Seleção Brasileira de Futebol e o Futebol Brasileiro como Patrimônio Cultural Imaterial – obrigava a CBF a contribuir com alíquota de 5% sobre as receitas de comercialização de produtos e serviços proveniente da atividade de Representação do Futebol Brasileiro nos âmbitos nacional e internacional. O tributo também incidiria sobre patrocínio, venda de direitos de transmissão de imagens dos jogos da seleção brasileira, vendas de apresentação em amistosos ou torneios para terceiros, bilheterias das partidas amistosas e royalties sobre produtos licenciados. O valor seria destinado a um fundo de iniciação esportiva para crianças e jovens de todo o Brasil. Esses e outros artigos dariam responsabilidade à CBF, punição à entidades e outros gestores do futebol, a CBF estaria sujeita a fiscalização do TCU e obrigada a ter participação de um conselho de atletas nas decisões.
Mas este texto infelizmente não foi para a frente. Sete deputados alemães fizeram os gols que desclassificaram nosso futebol e nos tirou a chance de moralizar nosso esporte. Estes deputados, como todos sabem, fazem parte da Bancada da CBF, mudei o nome porque Bancada da Bola é muito pejorativo para algo que amamos tanto. Gosto de dar os nomes: Rodrigo Maia (DEM -RJ), Guilherme Campos (PSD-SP), Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP), José Rocha (PR-BA) , Vicente Cândido (PT-SP), Jovair Arantes (PTB-GO) e Valdivino de Oliveira (PSDB-GO).
Essa partida ainda pode ser revertida com a votação do projeto no Plenário da Câmara. Será que esses sete deputados voltarão a prejudicar o nosso futebol?
O futebol brasileiro tomou uma goleada e a derrota retumbante, infelizmente, não foi só em campo. Nem sequer tivemos o prazer de jogar no Maracanã, um templo do futebol mundial, reformado ao custo de mais de R$ 1 bilhão. Acha que foi porque não chegamos a final? Não. Poderíamos ter jogado qualquer outro jogo lá. A resposta disso é ganância e arrogância. É a CBF que escolhe onde o Brasil vai jogar, mas, obviamente, poderia ter tido interferência do Ministério do Esporte e da presidência da República, mas nenhum destes se manifestou. Quem levou com essas escolhas?
Para fechar com chave de ouro, a CBF expulsou do vestiário Cafú, capitão de seleção do pentacampeaonato. Cafú foi expulso do vestiário enquanto cumprimentava os jogadores ontem. Este é o retrato do nosso futebol hoje, não honramos a nossa história.
Dilma tem sim que entregar a taça para outra seleção. Este gesto será o retrato do valor que ela deu ao nosso futebol nos últimos anos! Eles levarão a taça e nós ficaremos com nossos estádios superfaturados e nenhum legado material, porque imaterial, mostramos para o mundo que com toda nossa dificuldade, somos um povo feliz.

Essa será a taça da vergonha."

Por J. Edmar–Estréia do Brasil no Mundial 2014

BRASIL – 3X1 – CROÁCIA

LOCAL – ARENA DO TIMÃO

DATA – 12/06/2014

GOLS: Marcelo (contra), Neymar (2), Oscar.

Pois bem…

Começou mais um Campeonato Mundial.

Começou mais uma disputa de Copa do Mundo.

Nossa Seleção (desta vez sob o comando de Luis Felipe Scolari (o tão conhecido “Felipão”) disputa “em Casa”, ante os olhos dos brasileiros e de todo o mundo e tem enorme chance de sagra-se HEXA-CAMPEÃO mundial!

Parece, entretanto, que uma parte dos brasileiros está frustrada e, por causa disso, não vem medindo esforços para que o brilhantismo desta (possível) conquista) se torne um fato palpável…

Esta parte de brasileiros tem, até, se bem analisarmos, uma “certa” quota de razão mas perderam a enorme chance de colocá-la em evidência há quase 10 anos, quando nosso país foi escolhido para sediar este 20º encontro de celebridades do futebol de todo o mundo…

Mas não foi o que este “grupo” fez pois todos os projetos foram sendo levados a efeito, todas as construções e/ou, reforma de Estádios foram sendo realizadas e concretizadas, todos os setores foram mobilizados e todo o esforço das duas entidades envolvidas (a FIFA e nosso Governo) no sentido de que, por um mês (mais precisamente 31 dias), o mundo pudesse assistir aquela que poderá, sim, ser cognominada de “A COPA DAS COPAS”!

Não conheço um só brasileiro (amante de futebol), que não esteja “ansioso” pelo desfecho final deste evento e que, no fundo, por mais que queiram deixar vazar seu “proselitismo ideológico”, não esteja torcendo para que sejamos nós, os brasileiros, através da nossa Seleção, os “donos” finais desta festa que une corações de todos os segmentos!

Hoje, aqui, não há corinthianos, não há palmeirenses, santistas, são paulinos, cruzeirenses, flamenguistas, vascaínos, gremistas… Enfim, hoje, aqui, existem BRASILEIROS, existe a “pátria de chuteiras”, existe a torcida, a dedicação, a expectativa…

Na esteira deste comentário, acho oportuno tecer outros comentários sobre o comportamento de mais um segmento de (acho), inconformados com a nossa vitória na estréia e refiro-me à MÍDIA ESPORTIVA de São Paulo e do Brasil…

Refuto o mesquinho papel que desempenham tripudiando sobre a vitória da nossa Seleção, refuto os comentários e as alegativas (infundadas) de que nosso Escrete foi ajudado pelo “apito amigo” pois este mesmo bando (venal e interesseiro) que criticam o penal marcado sobre nosso atleta, se esquecem que, na Copa de 2010, na África do Sul, este mesmo “apitador” nos lesou no jogo contra a Holanda, anulando um gol do Robinho, deixando de marcar um penal claríssimo sobre o Kaká e, ainda, por cima, expulsando, de forma premeditada o Felipe Alves e, assim alijou-nos da disputa das partidas finais!

Para estes brasileiros (inconformados e frustrados com nossa vitória), elaborei o seguinte artigo (da forma que sei e gosto de fazer), ou seja, em versos…

1.

Nossa Seleção ganhou sua 1ª batalha

(Os “brancões” já foram despachados);

Podem estar até “meio” revoltados”,

Mas o nosso Escrete os “desbundou”…

Quem foi à ARENA do Itaquerão,

Viu um belo jogo da Seleção,

A nossa gente deitou e rolou!

2.

Mas a mídia esportiva, como sempre,

(Movida pelo prazer de polemizar)

Aproveitou o jogo para “alfinetar”,

Fazendo crer que “nada jogamos”…

Mas isto é um ato tão manjado,

Tão fora de tom, tão ultrapassado,

Que nós já nem nos importamos!

3.

Desde a COPA DO MUNDO de 1958,

(Quando ganhamos nosso 1º mundial)

Que a mídia esportiva, cega e venal,

Vive enaltecendo nossos adversários…

O BRASIL “levantou” o COBIÇADO “caneco”

E “eles” ficaram qual bonecos,

Arranjando desculpas, meros otários!

4.

Era uma época de outros nomes

(Mas a tática é sempre igual);

Tem, sempre, um idiota, boçal,

Minimizando as nossas façanhas…

Até parece que são “comprados”,

Pois chegam a ficar decepcionados,

Sempre que nosso escrete ganha!

5.

E veio o MUNDIAL de 1962

(E falaram, novamente, suas asneiras);

Criticavam a Seleção Brasileira,

De forma crassa e irracional…

Mas todos os que tripudiaram,

Ao final de tudo, se calaram

Pois o Brasil foi BI MUNDIAL!

6.

Em 1970 até parecia,

Que o mundo iria desmoronar;

“Secaram” até a Copa acabar,

Mas o Brasil conquistou o TRI…

Mas mesmo depois de consagrado,

Ainda se via um jornalista frustrado

Falando suas besteiras por aí!

7.

E no Mundial de 1994,

A vítima da vez foi o Parreira;

(Era um enorme vendaval de asneiras)

Que chegava a te a nos enojar…

Mas acabaram de novo se dando mal,

Pois o Brasil foi TETRA Mundial

E tiveram de novo, que se calar!

Continuar lendo

ICFUT – CBF divulga numeração para a Copa e a 10 é de novo de Neymar

Fonte: lancenet

Protagonista do Brasil mantém mesma camisa usada na Copa das Confederações. Titular, Julio Cesar também repete a 12 usada durante o título do campeonato do ano passado

Neymar e Paulinho - Seleção Brasileira (Foto: Vanderlei Almeida/ AFP)
Neymar usará de novo a 10 na Copa. Paulinho, agora, será o 8 (Foto: Vanderlei Almeida/ AFP)

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou na tarde desta segunda-feira a numeração que será adotada pelos jogadores durante a Copa do Mundo. Não houve muitas mudanças em relação ao ano passado, na Copa das Confederações vencida pelo Brasil.

A camisa 10, por exemplo, foi mantida com Neymar. O torneio do ano passado marcou a estreia do atacante com o número. Até então, ele usava a 11 na Seleção. Julio Cesar também manteve o mesmo número e ficará com 12, deixando Jefferson, o primeiro reserva, com a 1.
Um fato que chama a atenção é a numeração de Fernandinho, que ficou com a 5. Luiz Gustavo, titular no passado, vestirá a 17.

CONFIRA ABAIXO A NUMERAÇÃO COMPLETA

1 – Jefferson
2 – Dani Alves
3 – Thiago Silva
4 – David Luiz
5 – Fernandinho
6 – Marcelo
7 – Hulk
8 – Paulinho
9 – Fred
10 – Neymar
11 – Oscar
12 – Julio Cesar
13 – Dante
14 – Maxwell
15 – Henrique
16 – Ramires
17 – Luiz Gustavo
18 – Hernanes
19 – Willian
20 – Bernard
21 – Jô
22 – Victor
23 – Maicon

Leia mais no LANCENET! http://www.lancenet.com.br/copa-do-mundo/CBF-divulga-numeracao-Copa-Neymar_0_1149485167.html#ixzz33ZhapvWV
© 1997-2014 Todos os direitos reservados a Areté Editorial S.A Diário LANCE!

ICFUT – Ensaio com artilheiro e gol de cobertura não agrada a Felipão

Fonte: gazetaesportiva

A Seleção Brasileira ensaiou pela última vez em Teresópolis antes de viajar a Goiânia, palco da partida de terça-feira, contra o Panamá, e não agradou a Luiz Felipe Scolari. Apesar de o lateral esquerdo Marcelo ter balançado a rede duas vezes e o atacante Hulk ter anotado um belo gol de cobertura, a atividade ficou marcada mais por broncas distribuídas pelo treinador.

"Não gostei nada do treinamento. Estava tudo errado. Muita liberdade, muita condição de contra-ataque, uma série de detalhes que não são o normal de nossa Seleção. Ontem ainda foi passado um vídeo sobre como devemos nos comportar. Naturalmente, eu entendo que ainda não é o momento da cobrança total sobre os jogadores porque estão muito dirigidos na parte física, mas o posicionamento tem que ser correto sempre, independente de quem jogar", disse Felipão, em entrevista à TV Globo, logo depois do treino.

Sem o volante Paulinho, que acusou dores no tornozelo esquerdo e nem viajará, a equipe iniciou o trabalho com Júlio César; Daniel Alves, David Luiz, Dante e Marcelo; Luiz Gustavo, Hernanes e Oscar; Hulk, Fred e Neymar. No intervalo, três mudanças foram feitas: Daniel Alves, Oscar e Hulk deram lugar, respectivamente, a Maicon, Ramires e Bernard.

Fernando Dantas/Gazeta Press

Depois de ter feito três gols na primeira metade do trabalho (dois de Marcelo e um de Neymar, em cobrança de falta), o time titular quase sofreu o empate. Hulk, após ótimo lançamento de Willian para a meia esquerda, encobriu o goleiro Júlio César. Mais tarde, o próprio Willian marcou em um forte chute rasteiro, pelo lado direito da área. As jogadas do time reserva incomodaram Felipão.

"Vamos receber os adversários na nossa área. Eles vão estar expostos no três contra dois e muitas vezes algumas equipes deixam uma marcação individual, e se nosso goleiro tem uma reposição rápida, aproveitando um cruzamento veloz de posicionamento entre dois jogadores se pode chegar lá na frente. Tanto que no final do treinamento, quem fez isso foi o time reserva. Eu não gosto desse tipo de coisa. Se eu estou treinando os titulares e peço para fazer algo, eles tem que saber que pode acontecer dessa forma com eles também", explicou.

Hernanes não foi garantido como titular por Felipão, que gostou da atuação de Willian. "É uma boa e grande dor de cabeça, principalmente quando ele se movimenta como meia. Tem treinado muito bem também. Ele busca, organiza, sabe trabalhar a bola, joga curto. É um jogador que deve receber boas oportunidades", avisou.

Além de Paulinho, dois jogadores estão fora da partida de terça-feira. O zagueiro Thiago Silva e o meia Fernandinho serão poupados do amistoso para fazerem trabalho de reforço muscular sob orientação da preparação física.

ICFUT – Rumores sobre corte na Seleção agitam primeiro dia de treino

Fonte: lancenet

Meia Oscar e atacante Jô seriam as vítimas, mas comissão técnica e departamento de comunicação da CBF dizem que todos os jogadores se apresentaram sem lesão

LANCE!Net flagra jogadores da Seleção Brasileira na academia (Foto: Ari Ferreira/LANCE!Press)
Jogadores fizeram exames e um treino leve na academia da Granja Comary (Foto: Ari Ferreira/LANCE!Press)

Rumores sobre o possível corte de um dos jogadores da Seleção Brasileira agitaram o primeiro dia de treinos, nesta segunda-feira, na Granja Comary, em Teresópolis. Os primeiros surgiram em redes sociais, no meio da tarde, e apontaram o meia Oscar, do Chelsea (ING), ou o atacante Jô, do Atlético-MG, como possível vítima.

O coordenador técnico Carlos Alberto Parreira e o auxiliar técnico Flávio Teixeira, o Murtosa, foram os primeiros a negar a possibilidade. Segundo Parreira, as condições dos atletas são até melhores do que as de Copas anteriores.

– Se alguém não estiver no melhor da sua condição física, com certeza até o início estará. Vamos fazer um trabalho bem direcionado, preparar o time para estar pronto para o momento da estreia. Pela experiência de Copas anteriores, sabemos que pegar jogador desgastado é complicado, mas não é o nosso caso – disse o coordenador técnico.

– Felizmente, pelo primeiro contato feito com os jogadores, ninguém tem problema de lesão. Nesses primeiros dias, com os testes que estamos realizando, vamos saber das reais condições deles – emendou Murtosa.

Depois da entrevista coletiva, o departamento de comunicação da CBF reforçou que Oscar não se apresentou com lesão.

Dos jogadores convocados, pelo menos dois tiveram lesões às vésperas da convocação: os atacantes Neymar e Jô.

Em meados de abril, Neymar sofreu uma contusão no quarto metatarso do pé esquerdo, durante clássico vencido pelo Real Madrid, na final da Copa do Rey. O atacante, no entanto, recuperou-se a tempo de atuar na última rodada do Campeonato Espanhol, no empate que deu o título ao Atlético de Madrid.

– Precisamos ter os exames em mãos, só quem vai nos dar as condições reais será o departamento médico e o físico. Mas acho que Neymar está em totais condições e não tem problema médico. Acho que terá condição de treinar com o grupo normalmente – disse Parreira.

Com relação a Jô, ele sofreu uma lesão leve no joelho direito, no início de maio, mas foi liberado pelo departamento médico do Atlético-MG e voltou a treinar no último dia 20.

ICFUT – Manifestantes cercam ônibus em saída da Seleção para concentração

Fonte: globo

Cerca de 200 funcionários de educação do RJ, em greve, protestam em hotel próximo ao Aeroporto Tom Jobim: "Pode acreditar, educador vale mais do que o Neymar"

Manifestação apresentação seleção brasileira (Foto: Marcelo Baltar)"Não vai ter Copa": manifestantes colaram adesivos no ônibus da Seleção (Foto: Marcelo Baltar)

Uma manifestação de professores da rede pública do Rio de Janeiro chegou até a porta do hotel da seleção brasileira, na manhã desta segunda-feira, próximo ao Aeroporto Internacional Tom Jobim, também conhecido como Galeão, na Ilha do Governador. Cerca de 200 funcionários protestaram pacificamente contra a realização da Copa do Mundo no Brasil e causaram alvoroço antes e durante a partida da delegação rumo a Teresópolis. O clima só ficou tenso na saída do ônibus. Alguns manifestantes furaram o bloqueio e cercaram o veículo, colando adesivos e, os mais exaltados, dando socos na lataria.
O ônibus levou cerca de 30 minutos para conseguir sair do hotel, mesmo assim por uma rota alternativa para fugir do bloqueio dos manifestantes. Houve correria, mas sem registro de incidente.
Os jogadores da Seleção, que chegaram ao local em duas vans, foram vaiados. Na saída do ônibus, os atletas foram chamados de mercenários. Gritos contra o atacante Neymar, que chegou na madrugada, por volta das 4h (de Brasília), foram ouvidos durante o protesto.
– Pode acreditar, educador vale mais do que o Neymar – gritavam.

Manifestação apresentação seleção brasileira (Foto: Marcelo Baltar)Manifestantes tiveram contato com o ônibus dos jogadores (Foto: Marcelo Baltar)

Manifestação apresentação seleção brasileira (Foto: Marcelo Baltar)Policiais tentam conter o protesto (Foto: Marcelo Baltar)

manifestação apresentação Seleção Brasileira (Foto: Alexandre Cassiano / Agência O Globo)Manifestantes chegaram ao hotel da Seleção por volta das 9h30 (de Brasília) (Alexandre Cassiano / Agência O Globo)

Cientes da manifestação desde a noite de domingo, a polícia montou um forte esquema de segurança no hotel. Além da presença da PM, com o batalhão de choque, homens da polícia federal também estavam presentes no local. Gritos de guerra chamaram a atenção durante o ato, que iniciou o protesto no Aeroporto Tom Jobim.
– Da Copa eu abro mão! Quero mais dinheiro para a saúde e educação! Não vai ter Copa – gritavam os manifestantes.
Comandada por Luiz Felipe Scolari, a Seleção vai se preparar na Granja Comary para a Copa do Mundo. A equipe faz dois amistosos antes da estreia no Mundial: dia 3 de junho, contra Panamá, no Serra Dourada, em Goiânia, e contra a Sérvia, dia 6 de junho, no Morumbi. A equipe estreia contra a Croácia no dia 12 de junho, na Arena Corinthians, em São Paulo.

manifestação apresentação Seleção Brasileira (Foto: Marcelo Baltar)Protesto atrasou a saída do ônibus com os jogadores em pelo menos 20 minutos (Foto: Marcelo Baltar)

Manifestação apresentação seleção brasileira (Foto: Marcelo Baltar)Cerca de 150 funcionários da rede pública gritam contra a realização da Copa do Mundo (Foto: Marcelo Baltar)

ICFUT – Felipão coloca Alan Kardec e outros seis na lista reserva para a Copa

Fonte: lancenet

CBF divulgou nomes dos jogadores que foram enviados à Fifa para lista preliminar

Alan Kardec - São Paulo (Foto: Reprodução/Instagram SPFC)
Alan Kardec acabou de trocar o Palmeiras pelo São Paulo (Foto: Reprodução/Instagram SPFC)

A CBF divulgou nesta terça-feira a lista reserva de sete nomes da Seleção Brasileira para a Copa do Mundo. Felipão precisou apontar os jogadores, além dos 23 convocados no último dia 7, para cumprir um requisito da Fifa.

A principal surpresa é a presença do atacante Alan Kardec, do São Paulo. Na relação da CBF enviada a Zurique, o jogador ainda aparece no Palmeiras.

A lista também serviu como prêmio de consolação para alguns que esperavam aparecer na lista principal. O goleiro Diego Cavalieri, por exemplo, esteve no páreo para ser a terceira opção de Scolari. O mesmo vale para os laterais Rafinha e Filipe Luís, além do volante Lucas Leiva e o meia Lucas Moura. Miranda, que faz ótima temporada no Atlético de Madrid e só foi chamado uma vez por Felipão, é a opção para a zaga.

Na prática, a lista não tem muita influência no futuro da Seleção. Em caso de lesão de algum dos 23 convocados, Scolari tem até 24 horas antes da estreia na Copa, ou seja, dia 11 de junho, para fazer a substituição. O novo jogador a ser incluído na equipe não precisa estar na lista reserva de sete nomes.

O mesmo não vale em caso de substituição de convocados por motivo técnico. Aí sim Felipão seria obrigado a usar a lista reserva. Por exemplo: se Scolari não estiver satisfeito com a forma de um dos laterais (sem que haja lesão), só Rafinha ou Filipe Luís podem ser incluídos.

Confira quem entrou na lista reserva:

GOLEIRO
Diego Cavalieri (Fluminense)

LATERAIS
Rafinha (Bayern de Munique)
Filipe Luís (Atlético de Madrid)

ZAGUEIRO
Miranda (Atlético de Madrid)

MEIAS
Lucas Leiva (Liverpool)
Lucas Moura (PSG)

ATACANTE
Alan Kardec (São Paulo)

ICFUT – Confira os slogans das seleções para a Copa

Fonte: esporteinterativo

O slogan do Brasil se refere ao que todos os brasileiros esperam comemorar neste Mundial: ‘Preparem-se! O hexa está chegando!’

Slogan: 'Preparem-se! O hexa está chegando!'

A espera acabou. A Seleção já tem o seu slogan a ser estampado em seu ônibus para a Copa do Mundo deste ano: ‘Preparem-se! O hexa está chegando!’. É esse o pensamento de jogadores, comissão técnica e de todos os milhares de brasileiros. Todos juntos por um só lema.

Além do slogan do Brasil, a Fifa divulgou nesta segunda-feira todos os 32 slogans que vão estampar os ônibus das seleções durante o Mundial no Brasil. A escolha foi feita por votação aberta aos internautas no site oficial da entidade máxima do futebol.
Os torcedores podiam escolher entre três opções para cada seleção, e as do Brasil eram, além da mais votada: "Engata a 6ª, Brasil!" e "Não na nossa casa!!!".

Veja abaixo as frases das 32 seleções:

Alemanha

Um país, um time, um sonho!

Argélia

Guerreiros do deserto no Brasil

Argentina

Não somos um time, somos um país

Austrália

Socceroos: pulando nosso caminho para a história

Bélgica

Espere o impossível!

Bósnia

Dragões no coração, dragões no campo!

Brasil

Preparem-se, o hexa está chegando!

Camarões

Um leão sempre será um leão

Chile

Chi, chi, chi! Le, le le! Viva Chile

Colômbia

Aqui não viaja só uma equipe, viaja todo um país

Coreia do Sul

Vamos nos divertir, Vermelhos!

Costa do Marfim

Elefantes rumo ao Brasil!

Costa Rica

Minhas paixões são futebol, minha força, minhas pessoas, meu orgulho Costa Rica

Croácia

Com fogo em nossos corações, um por todos e todos por um, Croácia

Equador

Um compromisso, uma paixão, um coração. Tudo por você, Equador

Espanha

Dentro de nossos corações, existe a paixão dos campeões

Estados Unidos

Unidos por um time, guiados pela paixão

França

A palavra "impossível" não existe em francês

Gana

As Estrelas Negras chegaram para iluminar o Brasil

Grécia

Os heróis jogam como os gregos

Holanda

Homens de verdade vestem laranja

Honduras

Somos um povo, uma nação, cinco estrelas no coração

Inglaterra

O sonho de uma equipe, a batida do coração de milhões!

Irã

Honra da Pérsia

Itália

Vamos pintar o sonho da Copa do Mundo de azul

Japão

Samurais, chegou a hora de lutar!

México

Sempre unidos, sempre aztecas

Nigéria

Só juntos podemos vencer

Portugal

O passado é história, o futuro é a vitória

Rússia

Ninguém pode nos alcançar

Suíça

Estação final: 13/07/2014 – Maracanã

Uruguai

O sonho de três milhões… Vamos, Uruguai!