ICFUT – BRASILEIRÃO VOLTOU !!!

13ª RODADA

18/07/2018

19h30 Ceará x Sport
21h00 Vitória x Paraná Clube
21h45 Flamengo x São Paulo
21h45 Corinthians x Botafogo
21h45 Grêmio x Atlético-MG

19/07/2018

19h30 Cruzeiro x América-MG
19h30 Chapecoense x Bahia
20h00 Vasco da Gama x Fluminense
20h00 Santos x Palmeiras
21h00 Atlético-PR x Internacional

Anúncios

ICFUT – MERCADO DA BOLA – PÓS – COPA 2018

 

Atlético Paranaense

Bruno Nazário (ata, Guarani) –  Chegou
Wellington (vol, Vasco) –  Chegou

Ederson (ata) –  Saiu
Fernando Diniz (téc) – Saiu
Marcão (zag, Chaves-POR) – Saiu
Marcos Guilherme (mei, Al Wehda-ARA) –  Saiu
Pavez (v, Colo-Colo-CHI) – Saiu
Ribamar (ata, Pyramids do Egito) –  Saiu
Caio (gol, Louletano-POR) – Saiu

Atlético Mineiro

David Terans (mei, Atl.Rentistas-URU) – Chegou
Denilson (ata, Vitória) = Chegou
Edinho (vol, Fortaleza) – Chegou
José Welison (vol, Vitória) –  Chegou
Leandrinho (ata, Napoli-ITA) – Chegou
Yimmi Chará (mei, Barranquilla-COL) –  Chegou

Arouca (vol, Vitória) Saiu
Bremer (zag, Torino-ITA) Saiu
Otero (mei, Al Wehda-ARA) Saiu
Roger Guedes (ata, Shandong Luneng-CHN) Saiu
Yago (vol, Al Qadisiyah) Saiu
Giovanni (gol) Saiu

Botafogo

Marcos Paquetá (téc) Chegou
Gustavo Bochecha (mei) Renovou
Joel Carli (zag) Renovou

Alberto Valentim (téc) Saiu
Leandro Carvalho (ata, Ceará) Saiu
Vinicius Tanque (ata, Mafra-POR) Saiu

Cruzeiro

Hernán Barcos (ata, LDU) Chegou

Digão (zag, Cruzeiro) Saiu
Victor Luiz (lat, Londrina) Saiu
Arthur (zag, Nacional-POR) Saiu

Corinthians

Danilo Avelar (lat, Torino-ITA) Chegou
Jonathas (ata, Hannover) Chegou
Emerson Sheik (ata) Renovou

Kazim (ata, Lobos BUAP-MEX) Saiu
Léo Príncipe (lat, Le Havre-FRA Saiu
Maycon (mei, Shakhtar-UCR) Saiu
Sidcley (lat, Dynamo Kiev-UCR) Saiu
Balbuena (zag, West Ham-ING) Saiu

Flamengo

Fernando Uribe (ata, Toluca-MEX) Chegou

Ederson (mei) Saiu
Felipe Vizeu (ata, Udinesse-ITA) Saiu
Jonas (Al Ittihad-ARA) Saiu
Vinicius Jr (ata, Real Madrid) Saiu

Fluminense

Digão (zag, Cruzeiro) Chegou
Luciano (ata, Panathinaikos-GRE) Chegou
Marcelo Oliveira (téc) Chegou

Abel Braga (téc) Saiu
Luan Peres (zag) Saiu
Nathan Ribeiro (zag, Kashiwa Reysol-JAP) Saiu
Reginaldo (zag, Ponte Preta) Saiu

Grêmio

Marinho (ata, Changchung Yatay-CHN) Chegou

Arthur (vol, Barcelona) Saiu
Maicossuel (mei, São Paulo) Saiu
Luan (ata, Lazio-ITA) Pode sair
Lincoln (mei, Rizespor-TUR) Volta de empréstimo

Internacional

Martín Sarrafiore (mei, Huracán) Chegou
Jonatan Álvez (ata, J. Barranquilla-COL) Chegou

Seijas (mei, Independiente Santa Fe-COL) Saiu
Eduardo Henrique (vol, Belenenses-POR) Saiu
Gabriel Dias (vol, Sport) Pode sair
Darío Aimar (zag, Barcelona-EQU) Pode chegar
Rômulo (vol, Flamengo) Pode chegar
Klaus (zag, Wolfsburg) Pode sair

Paraná Clube

Nadson (mei, Chapecoense) Chegou
Rodolfo (mei, Dibba Al Fujairah) Chegou

Alemão (lat, Internacional) Saiu
Diego (ata, Internacional) Saiu
Neris (zag, Santa Clara-POR) Saiu
Vitor Feijão (ata, Criciúma) Saiu

Palmeiras

Gustavo Scarpa (mei, Fluminense) Chegou
Nicolás Freire (zag, PEC Zwolle-HOL) Chegou
Vitinho (mei, Barcelona B) Chegou

Fernando (ata, Shakhtar Donetsk-UCR) Saiu
João Pedro (lat, Porto) Saiu
Keno (ata, Pyramids-EGI) Saiu
Tchê Tchê (vol, Dynamo de Kiev-UCR) Saiu

São Paulo

Bruno Peres (lat, Roma-ITA) Chegou
Joao Rojas (mei, Talleres-ARG) Chegou

Cueva (mei, Krasnodar-RUS) Saiu
Daniel (mei, São Bento) Saiu
Junior Tavares (lat, Sampdoria) Saiu
Marcos Guilherme (mei, Al Wehda-ARA) Saiu
Pedro Augusto (vol, São Bento) Saiu
Petros (vol, Al Nasr-ARA) Saiu
Valdivia (ata, Al-Ittihad) Saiu

Santos

Bryan Ruiz (mei) Chegou

Rodrygo (ata, Real Madrid – só em 2019) Saiu
Carlos Sanchez (mei, Monterrey-MEX) Pode chegar
Jonathan Álvez (ata, Barranquilla-COL) Pode chegar
Lucas Zelarayán (ata, Tigres-MEX) Pode chegar
Franco Di Santo (ata, Shalke 04-ALE) Pode chegar
Copete (ata, Vitória) Pode sair

Vasco

Lenon (lat, Guarani) Chegou
Maxi López (ata, Udinesse-ITA) Chegou
Oswaldo Henríquez (zag, Sport) Chegou
Raul (vol, Ceará) Chegou

Andrés Ríos (ata) Renovou
Paulinho (ata, B. Leverkusen) Saiu
Riascos (ata, Shangai Shenhua) Saiu

ICFUT – COPA DO MUNDO 2018 – França Bicampeã

( Atenção ) clique no assista no Youtube

FICHA TÉCNICA
FRANÇA 4 X 2 CROÁCIA

Local: Estádio Luzhnikí, em Moscou (Rússia)
Data: 15 de julho de 2018, domingo
Horário: 12 horas (de Brasília)
Árbitro: Néstor Pitana (Argentina)
Assistentes: Hernán Maidana e Juan Belatti (ambos da Argentina)
Cartões amarelos: Kanté e Hernández (França); Versaljko (Croácia)
Gols: FRANÇA: Mandzukic (contra), aos 17, e Griezmann, aos 37 minutos do primeiro tempo; Pogba, aos 13, e Mbappé, aos 19 minutos do segundo tempo; CROÁCIA: Perisic, aos 27 minutos do primeiro tempo, e Mandzukic, aos 23 minutos do segundo tempo

FRANÇA: Lloris; Pavard, Varane, Umtiti e Hernández; Kanté (N’Zonzi), Pogba, Mbappé, Griezmann e Matuidi (Tolisso); Giroud (Fekir)
Técnico: Didier Deschamps

CROÁCIA: Subasic; Versaljko, Lovren, Vida e Strinic (Pjaca); Brozovic, Rakitic, Rebic (Kramaric), Modric e Perisic; Mandzukic
Técnico: Zlatko Dalic

TABELA DA COPA DO MUNDO – 2018 – CLIQUE AQUI !

ICFUT – COPA DO MUNDO 2018 – DISPUTA DO 3º LUGAR : Inglaterra 0x2 Bélgica

( Atenção ) clique no assista no Youtube

 

Ficha técnica

Bélgica 2 x 0 Inglaterra

Bélgica: Courtois; Alderweireld, Kompany e Vertonghen; Meunier, Witsel, Tielemans (Dembele) e Chadli (Vermaelen); De Bruyne, Hazard e Lukaku (Mertens).
Técnico: Roberto Martínez.

Inglaterra: Pickford; Phil Jones, Stones e Maguire; Trippier, Dier, Delph, Loftus-Cheek (Dele Alli) e Rose (Lingard); Sterling (Rashford) e Harry Kane..
Técnico: Gareth Southgate.

Árbitro: Alireza Faghani (Fifa/Irã).

Horário: 11h.

Local: Arena Zenit, em São Petersburgo (Rússia).

Gols: Meunier, aos três minutos do primeiro tempo. Hazard, aos 36 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos: Stones, Maguire (Inglaterra).

TABELA DA COPA DO MUNDO – 2018 – CLIQUE AQUI !

ICFUT – COPA DO MUNDO 2018 – DISPUTA DO 3º LUGAR : Inglaterra x Bélgica – Links ao vivo

LINKS AO VIVO
TODOS OS JOGOS DA COPA DA RÚSSIA 2018 – AO VIVO
TODOS JOGOS DA COPA DO MUNDO DA RÚSSIA LINK 2
TODOS OS JOGOS DA COPA DA RÚSSIA – LINK 3

DIBRADA CAST #29 – RESSACA DA COPA

Download |||  Tamanho: 51Mb  ||| Duração:56 minutos 

Alô alô Dibradores, mais uma vez no ar o podcast mais ressacado do mundo. Dibrada Cast #29. Hoje, Caiçara e Oito Meia vão relatar sobre o sentimento de ressaca pós-eliminação do Brasil na copa de 2018.

Será que sobrou alguma coragem pra assistir o restante da copa? Ou vamos juntar os pedaços e esperar 2022. Então não perca tempo e dê o play, antes que saia outro gol da Bélgica.Trilha sonora:

O Rappa – Eu Quero Ver Gol
Grupo Raça – Poderosa
 
Facebook ||| Instagram ||| Twitter ||| Contato ||| Youtube ||| Feed 

ICFUT – COPA DO MUNDO 2018: SEMI FINAIS – França 1×0 Bélgica

( Atenção ) clique no assista no Youtube

FICHA TÉCNICA
FRANÇA 1 x 0 BÉLGICA

Local: Estádio Krestovsky, em São Petersburgo (Rússia)
Data: 10 de julho de 2018 (Terça-feira)
Horário: 15h(de Brasília)
Árbitro: Andres Cunha (Uruguai)
Assistentes: Nicolás Tarán (Uruguai) e Mauricio Espinosa (Uruguai)
Público: 64.286 pessoas
Cartões amarelos: Griezmann, Kante e Mbappe (FRA); Alderweireld, Vertonghen e Hazard (BEL)
Gol:
FRANÇA: Umtiti, aos 5 minutos do 2º Tempo

FRANÇA: Lloris; Pavard, Varane, Umtiti e Hernandez; Kante, Matuidi (Tolisso) e Pogba; Mbappe, Griezmann e Giroud (N’Zonzi)
Técnico: Didier Deschamps

BÉLGICA: Courtois; Alderweireld, Kompany e Vertonghen; Chadli (Batshuayi), Witsel, De Bruyne, Fellaini (Carrasco) e Dembele (Mertens); Eden Hazard e Romelu Lukaku
Técnico: Roberto Martinez

TABELA DA COPA DO MUNDO – 2018 – CLIQUE AQUI !

ICFUT – COPA DO MUNDO 2018: SEMI FINAIS –

( Atenção ) clique no assista no Youtube

FICHA TÉCNICA
CROÁCIA 2 X 1 INGLATERRA

Local: Estádio Luzhnikí, em Moscou (Rússia)
Data: 11 de julho de 2018, quarta-feira
Horário: 15 horas (de Brasília)
Árbitro: Cuneyt Cakir (Turquia)
Assistentes: Bahattin Duran e Tarik Ongun (ambos da Turquia)
Público: 78.011 pessoas
Cartões amarelos: Mandzukic e Rebic (Croácia); Walker (Inglaterra)
Gols: CROÁCIA: Perisic, aos 22 minutos do segundo tempo, e Mandzukic, aos 2 minutos do segundo tempo da prorrogação; INGLATERRA: Trippier, aos 4 minutos do primeiro tempo

CROÁCIA: Subasic; Vrsaljko, Lovren, Vida e Strinic (Pivaric); Rakitic, Brozovic, Rebic (Kramaric), Modric (Badelj) e Perisic; Mandzukic (Corluka)
Técnico: Zlatko Dalic

INGLATERRA: Pickford; Walker (Vardy), Stones e Maguire; Trippier, Henderson (Dier), Dele Alli, Lingard e Young (Danny Rose); Sterling (Rashford) e Harry Kane
Técnico: Gareth Southgate

TABELA DA COPA DO MUNDO – 2018 – CLIQUE AQUI !

ICFUT – Cristiano Ronaldo fecha com a Juventus da Itália

Depois de 9 anos Cristiano Ronaldo deixa o Real Madrid e vai para Itália .

Carreira de Cristiano Ronaldo

Cristiano Ronaldo dos Santos Aveiro] (Funchal, 5 de fevereiro de 1985) é um futebolista português que atua como extremo-esquerdo ou avançado. Atualmente, integra a Juventus e a Seleção Portuguesa.

Em 2007, Ronaldo tornou-se o primeiro jogador a vencer todos os quatro prémios principais da PFA e da FWA. Ficou ainda em terceiro lugar na votação de melhor jogador do mundo pela FIFA de 2007 e em segundo na votação da Bola de Ouro de 2007. Em 2008, conquistou a sua primeira Liga dos Campeões com o Manchester United, sendo considerado o melhor avançado e o melhor jogador da competição e o melhor da mesma, assim como ganhou a Bota de Ouro, tornando-se no primeiro médio ala a consegui-lo. Ganhou ainda a Bota de Ouro da Premier League. Ronaldo ganhou três dos quatro principais prémios PFA e FWA, não ganhando apenas o prémio PFA Young Player of the Year e foi nomeado pela FIFPro,[4] World Soccer, Onze d’Or e pela FIFA (melhor jogador do mundo pela FIFA em 2008), tornando-se no primeiro jogador do Manchester United a ganhar a Bola de Ouro em quarenta anos, após George Best. Foi o primeiro jogador a ganhar o Prémio FIFA Ferenc Puskás, em 2009, atribuído ao melhor golo do ano. Ronaldo marcou esse golo a 40 metros da baliza do F.C. Porto num jogo dos quartos-de-final da Liga dos Campeões, enquanto jogava pelo Manchester United. Johan Cruyff, três vezes vencedor da Bola de Ouro, disse numa entrevista a 2 de Abril de 2008, “Ronaldo é melhor do que George Best e Denis Law, que foram dois grandes e brilhantes jogadores na história do Manchester United”.[7] Ronaldo ficou em segundo lugar na votação de melhor jogador do mundo pela FIFA de 2009 e segundo lugar na votação da Bola de Ouro de 2009.

Ronaldo tornou-se no maior marcador numa temporada na história do Real Madrid, com 53 golos, superando o recorde anterior do clube de 49 golos por Ferenc Puskás. Seis dias depois, Ronaldo bateu o recorde de mais golos marcados numa temporada no campeonato espanhol, com 40, superando a marca de Telmo Zarra estabelecida em 1951 (38 golos) e a marca de Hugo Sánchez estabelecida em 1990 (38 golos). Ronaldo também bateu o recorde de Telmo Zarra de mais golos por minuto, com um golo marcado a cada 70,7 minutos. O jornal Marca, o outorgador oficial do Troféu Pichichi (o prémio de melhor marcador da Liga), afirmou que Ronaldo marcou 41 golos (o jornal Marca atribuiu mais um golo a Ronaldo que a Liga, que o atribuiu a Pepe). Ao marcar 40 golos, ganhou de novo a Bota de Ouro, tornando-se no primeiro jogador a vencer o troféu em dois campeonatos diferentes. Ronaldo ficou em terceiro na votação de melhor jogador a jogar na Europa na temporada de 2010–2011, atrás de Lionel Messi e de Xavi Hernández, e em segundo lugar na eleição da Bola de Ouro da FIFA de 2011, atrás de Messi e à frente de Xavi. Em 2013 foi premiado com a FIFA Bola de Ouro, pela segunda vez na sua carreira.

Ronaldo tornou-se no jogador mais caro da história do futebol após a sua transferência em 2009 do Manchester United para o Real Madrid, num acordo no valor de 80 milhões de libras esterlinas (94 milhões de euros).[ Este contrato estabeleceu a sua cláusula de rescisão em 1 000 milhões de euros e estipulou uma quantia anual de 12 milhões de euros, o que fez dele um dos jogadores de futebol mais bem pagos do mundo.Em Abril de 2012 foi considerado o jogador de futebol mais valioso do mundo, após um estudo que atribuiu receitas de 40 milhões de euros anuais ao jogador português e em Março de 2015 o futebolista mais rico do mundo, com uma fortuna pessoal avaliada em 210 milhões de euros. Em junho de 2016, a Forbes considerou-o o desportista mais bem pago do mundo, facto inédito até então, dado ser a primeira vez aparecer um futebolista a encabeçar esta lista.

Ronaldo começou a sua carreira nas categorias de base do Clube de Futebol Andorinha de Santo António. Em 1995, foi para o Clube Desportivo Nacional e o seu sucesso com a equipa levou-o a assinar com o Sporting Clube de Portugal por duas temporadas. O talento precoce de Ronaldo chamou a atenção de Sir Alex Ferguson, treinador do Manchester United. Em 2003, quando tinha apenas dezoito anos de idade, Ronaldo assinou um contrato com o clube inglês, que pagou cerca de 12,24 milhões de libras esterlinas (15 milhões de euros) ao Sporting Clube de Portugal. Já na temporada seguinte, Ronaldo ganhou o seu primeiro título com o Manchester United, a Taça de Inglaterra, e chegou à final do Campeonato Europeu de Futebol de 2004 com Portugal, no qual marcou o seu primeiro golo internacional, mas não evitou a surpreendente derrota frente à Grécia. Ronaldo foi incluído na equipa ideal desta competição.

Carreira

Batizado em homenagem ao ex-presidente dos Estados Unidos Ronald Reagan, que era o ator preferido do seu pai, Ronaldo começou a jogar aos oito anos nas categorias de base do Clube Futebol Andorinha de Santo António. Em 1995, Ronaldo assinou por um clube local, o Clube Desportivo Nacional, e após dois anos nas categorias de base do clube, foi jogar nas categorias de base do Sporting Clube de Portugal por causa de uma dívida de 450 mil escudos do Clube Desportivo Nacional para com este clube.

Sporting Clube de Portugal

Ronaldo juntou-se aos outros jovens jogadores do Sporting Clube de Portugal e conseguiu tornar-se no único jogador a ter jogado no Sporting sub-16, sub-17, sub-18, B, e na equipa principal, tudo numa só temporada.Ronaldo marcou dois golos pelo Sporting na sua estreia pela equipa principal contra o Moreirense, defendendo pela primeira vez Portugal no Campeonato Europeu de Sub-17.

Quando Ronaldo tinha quinze anos, foi-lhe diagnosticado um problema no coração, uma condição que poderia tê-lo forçado a desistir de jogar futebol. O Sporting informou a mãe de Ronaldo, Maria Dolores Aveiro, do problema, a qual, ciente dos riscos, lhe deu autorização para ir ao hospital. Aí, foi submetido a uma operação na qual a área do coração que lhe estava a causar o problema foi cauterizada a laser. A cirurgia foi realizada no período da manhã e Ronaldo recebeu alta do hospital até ao final da tarde, retomando os treinos da equipa apenas alguns dias depois.

Ronaldo foi procurado primeiro pelo Arsenal, mas o técnico Arsène Wenger, não chegou a acordo com a direção do Sporting.No entanto, chamou a atenção de Sir Alex Ferguson treinador do Manchester United, no verão de 2003, quando o Sporting derrotou o Manchester United por 3–1 na inauguração do estádio Alvalade XXI, em Lisboa. O desempenho de Ronaldo impressionou inclusive os jogadores do Manchester United, que no voo de volta a Inglaterra, pediram a Sir Alex Ferguson para o contratar para substituir David Beckham, que se transferira para o Real Madrid.

Recentemente, disse que ainda gostaria de ser campeão pelo Sporting, assim como bater o recorde de gols no Real Madrid.

Manchester United
2003–2006

O Manchester United contratou-o em 2003, por 15 milhões de euros,[ e renovou o vínculo no dia 13 de Abril de 2007 até 2012.[Ele pediu o número 28 (o seu número no Sporting), como ele não queria que a pressão de viver até a expectativa ligada à camisa número 7, que já havia sido usado por jogadores como George Best, Bryan Robson, Éric Cantona e David Beckham. “Depois que entrei, o gerente perguntou-me o número que eu gostaria. Eu disse 28. Mas Ferguson disse: ‘Não, você vai ter No. 7”, e o camisa famoso foi uma fonte extra de motivação. Era forçados a viver até uma honra “.

Apesar de ser jovem ganhou no Manchester United vários títulos, como a Taça de Inglaterra 2003–2004, a Taça da Liga 2005–2006, a Premier League 2006–07, a Supertaça de Inglaterra 2007, a Premier League 2007-08, a Liga dos Campeões 2007&ndas;2008, o Campeonato Mundial de Clubes da FIFA 2008, a Premier League 2008–2009, a Taça da Liga 2008-09. Em 2008, o extremo tornou-se no segundo jogador a conquistar, na mesma temporada, o prémio de Melhor Jogador do Mundo da FIFA, a Bota de Ouro e a Bola de Ouro da revista France Football, um feito só realizado pelo avançado brasileiro Ronaldo, em 1997.

No dia 5 de Junho de 2008, a Sky Sports informou que Ronaldo havia manifestado interesse em transferir-se para o Real Madrid. O Manchester United apresentou uma queixa de aliciamento do Real Madrid à FIFA a 9 de Junho, mas a FIFA recusou tomar qualquer decisão sobre o caso após o Real Madrid negar publicamente. A especulação de que uma transferência aconteceria no ano seguinte continuou até 6 de Agosto, quando Ronaldo confirmou que iria permanecer no Manchester United, por pelo menos mais um ano. No entanto, em Junho de 2009, o Manchester United permitiu que o jogador e o Real Madrid discutissem pormenores de contrato, uma vez que tinha aceite a proposta de compra.

2006–2009

A temporada 2006-2007, provou o ano de Ronaldo, como ele quebrou a barreira meta de 20 pela primeira vez e alcançou seu primeiro título da liga com o Manchester United.Em novembro e dezembro de 2006, Ronaldo recebeu prémios consecutivos do Barclays Premier League, tornando-se apenas o terceiro jogador na história da Premier League a conquistar títulos depois de Dennis Bergkamp em 1997 e Robbie Fowler em 1996. Ele marcou seu golo 50º pelo Manchester United contra o rival Manchester City em 5 de maio de 2007 como United conquistou seu primeiro título da Liga Premier em quatro anos, e ele foi eleito para o seu segundo consecutivo FIFPro Player Special Jovem do Ano, no final do ano.

Apesar dos rumores que circulam em Março de 2007 que o Real Madrid estava disposto a pagar um inédito € 80 milhões (£ 54 milhões) por Ronaldo, ele assinou uma extensão de cinco anos, £ 120 000 por semana (R$ total de 31 milhões) com o United em 13 de Abril, fazendo dele o jogador mais bem pago na história da equipe.

Ronaldo acumulou uma série de prémios pessoais para a temporada. Ele ganhou o jogador jogadores PFA ‘do Ano e PFA Jogador Jovem do Ano prémios, juntando-se Andy Gray (em 1977) como os únicos jogadores a receber esta honra.[35] Em abril, ele completou a tríplice coroa, vencendo as PFA Fans ‘Jogador do Ano. Ele também ganhou o Jogador PFA Fans ‘do Ano e Melhor Jogador do Ano FWA, tornando-se o primeiro jogador a ganhar todos os quatro principais prémios PFA e FWA. Ronaldo também foi um dos oito jogadores do Manchester United nomeados na 2006-07 Premier League PFA Equipe do Ano.

Ronaldo 2007-08 temporada começou com um cartão vermelho devido a uma cabeçada ao jogador Richard Hughes do Portsmouth, durante o segundo jogo do Manchester United da temporada, após o qual foi punido com uma proibição de jogar durante três encontros.Ronaldo disse ter “aprendido muito” a partir da experiência e não deixar os jogadores provocá-lo no futuro. Depois de marcar o único golo na Liga dos Campeões, um jogo fora contra o Sporting, Ronaldo também marcou o vencedor lesão tempo no jogo de volta, o Manchester United venceu o seu Campeões grupo League.

Ele terminou como vice-campeão de Kaká no Ballon d’Or de 2007, e foi terceiro na corrida para o FIFA World Player of the Year award, atrás de Kaká e Lionel Messi.

Ronaldo marcou seu primeiro hat-trick pelo Manchester United na vitória por 6-0 contra o Newcastle United em Old Trafford em 12 de janeiro de 2008, trazendo o Manchester United até o topo da tabela da Premier League. Ele marcou o seu vigésimo terceiro golo na temporada, numa vitória por 2-0 contra o Reading, igualando o seu total para toda a temporada 2006-07. Durante um empate contra Lyon em 20 de Fevereiro pela Liga dos Campeões da UEFA, um adepto não-identificado do Lyon apontou continuamente um laser verde a Ronaldo e ao seu companheiro Nani, o que levou a uma investigação por parte da UEFA.Um mês depois, a equipa do Lyon foi multada em 5.000 $ (R $ 2.427) devido ao incidente.

Em 19 de março de 2008, Ronaldo foi o capitão do United pela primeira vez na sua carreira numa vitória em casa sobre o Bolton, marcando os dois golos na vitória por 2-0. O segundo dos objetivos era a sua 33 da campanha, que estabeleceu um novo clube recorde de pontuação única temporada por um meio-campo e, assim, superou total de George Best de 40 anos de idade de 32 golos na temporada 1967-68.Ronaldo marcou outra vez numa vitória por 4-0 sobre o Aston Villa em 29 de Março, que na época deu-lhe 35 golos em 37 partidas domésticas e europeias tanto como uma partida e substituto.

Na final da Champions League 2007-08 em 21 de maio contra o rival Chelsea, Ronaldo marcou o primeiro golo depois de 26 minutos, o que foi negado por um empate do Chelsea no minuto 45 que o jogo terminou 1-1, após prolongamento. Sua falha de ignição no penáltis colocou o Chelsea em posição de ganhar o troféu, mas John Terry bateu a penalidade se deslizando, com isso o United saiu vitorioso por 6-5 nos penáltis. Ronaldo foi nomeado pelos fãs o Homem do jogo da UEFA, e encerrou a campanha com uma carreira de alto 42 golos contando em todas as competições, caindo quatro curtos de Denis Law marca recorde equipa de 46 no 1963-1964 temporada. Na Liga dos Campeões, ele também foi nomeado melhor avançado e jogador do torneio e foi o melhor marcador da competição.

Ronaldo passou por uma cirurgia no tornozelo no Centro Médico Académico de Amsterdão, em 7 de julho. Ele voltou à ação em 17 de setembro no United sem golos Liga dos Campeões sorteio da fase de grupos com o Villarreal como um substituto para Park Ji-Sung. e marcou seu primeiro golo da temporada, em um 3-1 Taça da Liga vitória sobre o Middlesbrough terceira rodada em 24 de setembro.

Numa vitória por 5-0 sobre o Stoke City, em 15 de novembro de 2008, Ronaldo marcou seus golos 100 e 101 em todas as competições pelo Manchester United, ambos de pontapés livres. As metas também significava que Ronaldo já tinha marcado contra cada um dos outros 19 equipas da Premier League na época. Ele foi premiado com a Bola de Prata depois de terminar com dois golos, quando o United venceu o Mundial de Clubes em 19 de dezembro.

Em 8 de janeiro de 2009, Ronaldo aleijou-se num acidente de carro com o seu Ferrari 599 GTB Fiorano num túnel ao longo do A538 perto de Manchester. Um teste do balão (alcoolímetro) deu resultado negativo aos polícias na cena da ocorrência, e ele participou em treinos mais tarde nessa mesma manhã. Quatro dias depois, tornou-se o primeiro jogador da Liga Premier a ser sempre nomeado Jogador do Mundo FIFA do Ano, além de ser o primeiro jogador Português a ganhar o prémio desde Luís Figo, em 2001.

Ronaldo marcou o seu primeiro golo dos Campeões da temporada, e o primeiro desde a final contra o Chelsea, numa vitória por 2-0 sobre o Internazionale que enviou Unidos para as quartas-de-final. Na segunda mão contra o Porto, Ronaldo marcou um 40 jardas golo da vitória, quando o United avançou para as semifinais. Para esta meta Ronaldo tem a distinção de ser o primeiro jogador a ganhar o Prémio Puskás da FIFA, em 2009, uma honra entregue pela FIFA para o golo mais bonito do ano. Mais tarde, ele chamou o golo mais bonito que ele já tinha marcado. Ronaldo participou na sua segunda final da Champions League consecutiva, mas teve pouco impacto na derrota do United 2-0 para o Barcelona. Ele terminou com 53 aparições em todas as competições, que tinha quatro anos maior do que o ano anterior, mas marcou menos 16 golos (26) que sua carreira best-total de 42 da temporada anterior.

Em 11 de Junho, o Manchester United aceitou uma oferta incondicional de £ 80 milhões do Real Madrid por Ronaldo depois de ter sido revelado que ele também tinha expressado seu desejo de deixar o clube.[Ele foi confirmada por um representante da família Glazer que o venda foi totalmente perdoada por Ferguson. Quando Ronaldo tinha finalmente completou sua transferência para o Real, ele expressou sua gratidão para com Ferguson para ajudá-lo a desenvolver-se como um jogador, dizendo:

“ Ele tem sido meu pai no desporto, um dos fatores mais importantes e mais influentes na minha carreira. ”

2009–2010

Depois de muitas especulações, o Real Madrid chegou a acordo com o Manchester United para a transferência do então melhor jogador do mundo em 2009, pela quantia anunciada de 94 milhões de euros a 11 de Junho de 2009.[8] O jogador tornou-se, deste modo, a mais cara contratação da história do futebol mundial até o momento, superando os valores da contratação de Zinédine Zidane, também pelo Real Madrid.[8] A sua contratação foi a segunda a ser anunciada pelo Real Madrid para a disputa da temporada 2009–2010 (a primeira havia sido de outra estrela do futebol mundial, a do brasileiro Kaká). Os especialistas da área começaram a discutir duas questões polémicas: a primeira era como seria o relacionamento de tantos craques e se o excesso de vaidade não poderia atrapalhar o desempenho da equipa, como aconteceu na primeira fase galáctica do Real Madrid, que contava com craques como: Ronaldo, Raúl, Zinédine Zidane, Roberto Carlos, Luís Figo, David Beckham, entre outros. A segunda delas e a mais polémica era se realmente um jogador de futebol valia tanto dinheiro. À equipa ainda foram adicionados outros grandes nomes como o espanhol Xabi Alonso, que atuava pelo Liverpool da Inglaterra, e o jovem avançado francês Karim Benzema que jogava no Lyon.

No dia 28 de Julho, o jogador galáctico marcou o seu primeiro golo pela equipa “merengue” na vitória por 4–2 à Liga Quito na Taça da Paz (competição amigável). A 29 de Agosto, Ronaldo coroou a sua estreia na Liga com um golo, marcando o segundo do Real Madrid de penálti em casa, contra o Deportivo La Coruña (o Real Madrid venceria por 3–2). A 15 de Setembro, Ronaldo marcou os seus primeiros golos na Liga dos Campeões, ambos de bola parada, contra o FC Zurique, numa vitória por 5–2. Bateu um recorde do Real Madrid quando marcou num jogo para o campeonato contra o Villarreal, tornando-se assim no primeiro jogador a marcar nas suas primeiros quatro presenças na Liga.

Sofreu uma lesão no tornozelo a 10 de Outubro, enquanto estava no jogo internacional por Portugal contra a Hungria, ficando lesionado até 25 de Novembro, o que fez com que perdesse o jogo da fase de grupos da Liga dos Campeões contra o Milan. Ronaldo fez o seu primeiro jogo pós-lesão numa derrota por 1–0 no clássico contra o Barcelona, a 29 de Novembro. A 6 de Dezembro, foi expulso pela primeira vez na sua carreira na vitória do Real Madrid por 4-2 contra o Almería, num jogo em que falhou um penálti, mas também marcou um golo. Recebeu o primeiro amarelo por tirar a camisola durante a comemoração de um golo, e o segundo depois de pontapear um adversário três minutos mais tarde. Não atuou pelo Real Madrid na Liga contra o Valência, devido à suspensão. Depois de ter regressado da suspensão, marcou um belo golo na vitória por 6–0 no Santiago Bernabéu contra o Real Saragoça, na 15.ª jornada do campeonato espanhol. Na 23.ª jornada do campeonato espanhol, marcou um golo na vitória contra o Villarreal no Santiago Bernabéu por 6-2, e com decisiva participação nos outros golos. No campeonato espanhol marcou, na primeira época, 26 golos, sendo sempre muito decisivo e participativo nas vitórias do Real Madrid, apesar de ter acabado a época em 2.º lugar. Ajudou o seu clube a passar aos oitavos-de-final da Liga dos Campeões, onde marcou 7 golos na competição, acabando o Real Madrid por ser eliminado nesta mesma fase da Liga dos Campeões pelo Olympique Lyonnais. Ronaldo acabou o ano de 2010 com uma média de golos de 46, após 48 jogos realizados, o que dá uma média de 0,95 golos por jogo.

2010–2011

No dia 15 de Maio de 2011, Ronaldo tornou-se no maior marcador numa temporada na história do Real Madrid com 53 golos, superando o recorde anterior de 49 golos de Ferenc Puskás. Ronaldo superou o recorde de maior número de golos marcados numa temporada na Liga, com 40 golos, superando a marca de Telmo Zarra (38 golos), de 1951, e a marca de Hugo Sánchez (38 golos), de 1990, com o jornal desportivo Marca a entregar-lhe oficialmente o troféu Pichichi (maior goleador da Liga), alegando que marcou 41 golos (o jornal desportivo Marca atribuiu-lhe um golo que a Liga atribuiu a Pepe num jogo contra a Real Sociedad).

2011–2012

Ronaldo ficou em terceiro lugar na eleição de melhor futebolista a jogar na Europa na temporada de 2010-11, atrás de Lionel Messi e de Xavi Hernández, e em segundo lugar na atribuição da Bola de Ouro da FIFA de 2011, atrás de Lionel Messi e à frente de Xavi Hernández.

No dia 31 de Março de 2012, Ronaldo chegou aos 133 jogos com a camisola do Real Madrid frente ao Osasuna e marcou um golo, fazendo com que chegasse aos 133 golos com uma média de 1 golo por jogo.

Ronaldo acabou esta época com 46 golos (batendo o seu anterior recorde de 40 golos numa só edição do campeonato) no campeonato e 60 em todas as competições (batendo o seu anterior recorde de 53 golos em todas as competições), ambos recordes pessoais.

2012–2013

AS informou que o presidente Sheikh Mansour do Manchester City fez uma oferta por Ronaldo de R$ 200 milhões no verão. O acordo teria sido jogador de futebol mais bem pago do mundo Ronaldo, com um salário que seria em torno de £ 20 milhões por ano. No entanto, presidente do Real Madrid Florentino Pérez recusou, que apontou a cláusula de contrato de Ronaldo de 1000 milhões.

A temporada de 2012, começou da melhor forma para Ronaldo, ao vencer a Supertaça da Espanha frente ao Barcelona. Com dois golos em Camp Nou, na 1ª mão (Barcelona 2-2 Real Madrid) e com outros dois golos em Bernabéu, na 2ª mão (Real 2-1 Barcelona), Cristiano ganhou mais um título em Espanha.

Ronaldo ficou em segundo lugar na atribuição da Bola de Ouro da FIFA de 2012, atrás de Lionel Messi e à frente de Andrés Iniesta, e em segundo lugar empatado comMessi na eleição de melhor futebolista a jogar na Europa, atrás de Iniesta.

Marcou três golos em 9 de janeiro, contra o Celta de Vigo pelo segundo jogo da Taça do Rei da Espanha.[71] O primeiro jogo foi vencido pelo Celta por 2 a 1.[72][73][74] Marcou de novo três golos agora contra o Getafe a 27 de janeiro, numa vitória por 4 a 0.[75] Com golos aos 62, 65 e o último de penálti aos 72 minutos.[76] Estes golos frente ao Getafe, permitiram a Ronaldo ultrapassar a marca dos 300 golos por todos os clubes que já passou.

Em 2 de fevereiro, acabou fazendo o golo contra que deu a derrota à sua equipa por 1 a 0 contra o Granada fora de casa.Fez três golos contra o Sevilla em 9 de fevereiro, em casa. E saiu de campo aplaudido pelos torcedores do Real Madrid.[84] Marcou o golo de empate do Real Madrid sobre o Manchester United no Santiago Bernabeu no primeiro jogo dos oitavos de final da Liga dos Campeões da UEFA. E ajudou a sua equipa a virar o jogo por 2 a 1 sobre o Deportivo La Coruña fora de casa. Fez 2 golos contra o Barcelona e ajudou a sua equipa a classificar-se para a final da Taça do Rei de Espanha vencendo o jogo por 3 a 1 fora de casa.[90][91][92][93] A 3 de março, foi dito que Cristiano Ronaldo aceitaria diminuir seu salário para retornar ao United segundo o jornal The Sun.[94] A publicação revela que Ronaldo aceitaria uma redução no seu salário para retornar ao Manchester United. Nem sequer uma proposta milionária do Paris Saint-Germain, que estaria disposto a pagar cerca £ 130 milhões (R$ 386 milhões), faria o avançado mudar os seus planos. Em 5 de março, Cristiano Ronaldo fez o golo que eliminou o seu ex-clube da Liga dos Campeões, vencendo o jogo por 2 a 1 fora de casa.[96] Marcou os dois golos que deram a vitória do Real Madrid sobre o Celta de Vigo por 2 a 1 fora de casa em 10 de março.[97][98] Na virada do Real Madrid por 5 a 2 sobre o Mallorca fez um dos golos da virada em 16 de março.[99] Fez o golo no empate do Real Madrid com o Real Zaragoza em 30 de março, por 1 a 1, atingindo a marca de 140 golos no campeonato espanhol desde 2009.[ Fez o primeiro dos três golos na vitória sobre o Galatasaray em 3 de abril, pela Liga dos Campeões da UEFA.[102] Marcou um golo na vitória de virada contra o Levante por 5 a 1 no Santiago Bernabéu.[103] Fez o dois golos na derrota para o Galatasaray por 3 a 2 pela Liga dos Campeões da UEFA em 9 de abril, conquistando a classificação após vencer a primeira mão por 3 a 0 dentro de casa.[104] Chegou às meias-finais sendo o melhor marcador da equipa quanto na UEFA Champions League com 11 golos.[105] Marcou o seu 197º golo pelo Real Madrid contra o Athletic Bilbao na vitória por 3 a 0 em 14 de abril, faltando apenas 3 golos para a marca de 200.[106] Nas meias-finais sua equipa perdeu por 4 a 1 na Alemanha para o Dortmund com quatro golos de Lewandowski em 24 de abril, pela Liga dos Campeões da UEFA.[107][108] E na partida seguinte perdeu a classificação depois da sua equipa abrir o marcador em 2 a 0 mas ficar 4 a 3 no agregado. No jogo contra o Real Valladolid em 4 de maio, Ronaldo chegou a marca de 200 golos pelo Real Madrid numa vitória por 4 a 3 no Santiago Bernabéu.[109] Fez mais um golo em 8 de maio de 2013, contra o Málaga na vitória por 6 a 2 faltando 8 golos para igualar a marca de Hugo Sánchez.

Na final da Taça do Rei começou marcando o primeiro golo da equipa fazendo 1 a 0 em cima do Atlético de Madrid mas no final da partida ele e José Mourinho foram expulsos quando o placar estava 2 a 1 para o rival e acabou perdendo o jogo e o título Ronaldo decidiu fazer exigências que estão fora dos preços do mercado para forçar o Real Madrid a vendê-lo no final da temporada europeia. O português pediu ao Real Madrid a devolução de seus direitos de imagem, consciente de que é algo impossível para o clube cumprir (algo que foi negado para David Beckham e Kaká), além de receber 15 milhões de euros (39 milhões de reais) livres de impostos. Segundo a legislação espanhola, as rendas superiores a 300 mil euros (783,5 mil reais) anuais devem pagar 56% de impostos na Catalunha e 52% na Comunidade de Madrid. Isto significa, no caso do português, que o Real precisaria desembolsar anualmente 31,25 milhões de euros (81,6 milhões de reais) para livrar o jogador dos impostos. Cristiano Ronaldo se reuniu com o clube no início da temporada para comunicar seu desejo de renovar somente com um polpudo aumento, além de ter informado o interesse de outros clubes (como PSG e Manchester United) no seu futebol. A resposta que o português obteve foi que só seria negociado “se o dinheiro fosse usado para contratar Messi”. Por conta disso, o astro passou a manifestar sua “tristeza”, facto que aumento a cisão entre o técnico José Mourinho e a diretoria. O jogador português, então, tomou decisão de deixar o Real Madrid no final de seu contrato, em junho de 2015, para forçar sua venda no próximo verão europeu, antes da Taça do Mundo. O problema é que Florentino Pérez, o presidente do Real, que deve ser reeleito nos próximos meses, se verá obrigado a negociá-lo para não perdê-lo de graça. Cristiano deixou claro que seu destino será o Manchester United, e o Real, ciente da possibilidade da saída, aproveitou para entrar novamente na disputa com o Barcelona pelo acerto com Neymar. O português fez um pedido que sabe que o Real não poderá cumprir. Um salário de 31,25 milhões de euros brutos e 100% de seus direitos de imagem. Isto deve obrigar Florentino a negociá-lo, enquanto o Manchester se prepara para trazer de volta a Old Trafford um de seus grandes ídolos.

2013–2014

Após o treinador José Mourinho sair do Real Madrid, criticou Ronaldo dizendo: acha que sabe tudo, e no dia 7 de junho de 2013, segundo a publicação da agência EFE, Cristiano Ronaldo perguntou “você acha que estou preocupado com isso” quando questionado sobre Mourinho. O jogador acrescentou que “estou preocupado com a seleção, isso é o que mais importa”. “A opinião dos outros…”, completou, entre risos, diante da insistência dos jornalistas.

No dia 15 de setembro de 2013, Cristiano Ronaldo renovou seu vínculo até 2018, em meio de especulações duma possível saída do Real Madrid. Em 2013, foi premiado pela segunda vez na sua vida com a Bola de Ouro da FIFA e voltando a ser eleito o melhor jogador do mundo, assim dando um fim na sequência do argentino Lionel Messi. Ronaldo chegou a emocionar-se a receber o prémio que foi entregue pelo ex-jogador Pelé.

“ Primeiramente eu quero agradecer a todos os meus companheiros de clube e seleção. Sem o esforço deles nada disso teria sido possível. Estou muito feliz, é muito difícil ganhar esse prémio. Tenho de agradecer a todo mundo que esteve envolvido comigo pessoalmente. Minha esposa, meus amigos, meu filho. Queria também mencionar os nomes de Eusébio e Madiba (Nelson Mandela), pessoas muito importantes para mim. É um momento muito emocionante. Tudo o que eu posso dizer é obrigado. ”
No jogo de volta contra o Bayern de Munique em partida válida pela semifinal da Liga dos Campeões, Cristiano Ronaldo bateu um recorde e tornou-se o maior melhor marcador de uma só edição do torneio, após marcar duas vezes contra a equipa alemã na vitória por 4 a 0 sendo um deles numa bela cobrança de falta por baixo da barreira, e garantindo vaga na final da competição em Lisboa. Na final da Liga dos Campeões, Ronaldo não chegou ter tanto destaque na partida mas fez o quarto golo de pénalti e o seu décimo sétimo numa única edição da Liga sendo esse o recorde de todos os tempos na virada por 4 a 1 em cima do rival Atlético de Madrid, assim conquistando a décima taça para o Real Madrid.

2014–2015

Na sua primeira partida na temporada contra o seu ex-clube Manchester United, Ronaldo não teve muito destaque devido a ter entrado perto do fim do jogo para evitar a derrota por 2 a 1. O jogo foi marcado pela maior média de público numa partida de futebol nos Estados Unidos, cerca de 109 mil pessoas estiveram presentes no Michigan Stadium. Contra o Sevilla na Supertaça da UEFA, Cristiano Ronaldo foi destaque do jogo por marcar os dois golos na vitória por 2 a 0 e mostrando sua fama de carrasco do Sevilla. Com esses dois golos, Cristiano Ronaldo ultrapassou o argentino Lionel Messi, tornando-se no segundo maior melhor marcador em competições europeias, com 70 golos. Voltou a marcar em um amistoso contra a Fiorentina, mas o Real Madrid acabou perdendo por 2 a 1.

Na sua primeira partida na Liga dos Campeões na temporada, Ronaldo marcou na goleada por 5 a 1 diante do Basel da Suíça. Com este golo, Ronaldo ficou a cinco golos de se tornar o maior melhor marcador de todas as competições europeias. Contra o Deportivo, Cristiano Ronaldo marcou três golos na goleada por 8 a 2 em partida válida pelo Campeonato Espanhol. Dias depois marcou quatro golos na vitória do Real Madrid de virada sobre o Elche por 5 x 1, nesta terça-feira, pelo Campeonato Espanhol.

No dia 9 de dezembro de 2014 contra o Ludogorets, Ronaldo chegou à marca de 72 golos em competições europeias e passando do avançado Raúl, tornando-se no segundo maior melhor marcador da História em competições europeias, ficando só atrás do argentino Lionel Messi. Na ocasião, o Real Madrid goleou a equipa da Bulgária por 4 a 0 e garantindo o 100% de aproveitamento na primeira fase da Liga dos Campeões.

Em 20 de dezembro, foi campeão pela segunda vez do Mundial de Clubes, que foi disputado em Marrocos. Ronaldo acabou por não marcar nenhum golo durante a competição, mas recebeu a Bola de Prata como melhor segundo jogador do Mundial.

Em 2015, foi premiado pela terceira vez na sua carreira com a Bola de Ouro da FIFA de 2014, vencendo o guarda-redes alemão Manuel Neuer e o argentino Lionel Messi.

“ Tenho que agradecer a todos aqueles que votaram em mim. Ao meu treinador, aos meus companheiros, ao meu presidente, a toda a massa associativa do Real Madrid. Foi um ano inesquecível, para mim, a nível colectivo, a nível pessoal. Como devem calcular, ganhar um troféu com esta dimensão é único. Estou muito feliz. Isto vai-me dar motivação para continuar a trabalhar da mesma forma que tenho feito até agora. Tentar ganhar mais títulos, colectivos e individual [sic]. Obrigado à minha mãe, ao meu filho, aos meus irmãos. Ao meu pai que está lá em cima a me ver [sic]. A todas aquelas pessoas que me ajudaram a ser cada vez melhor, dia após dia. À Selecção de Portugal, a todos os Portugueses em especial. É um momento inesquecível na minha carreira, nunca pensei ganhar três vezes esta bolinha. Mas espero não parar por aqui. Espero apanhar o Messi, já para a próxima época. Sei que não é algo que… que eu não durma por isso, mas é algo que eu tenho ambição; como disse muitas vezes, quero entrar para a história do futebol como o melhor. Dia após dia, faço o meu caminho: com os títulos, individuais e colectivos, vou conseguir. Obrigado a todos. ”
No dia 24 de janeiro diante do Córdoba, Ronaldo acabou por receber o seu nono cartão vermelho na carreira, após pontapear o jogador brasileiro Edimar, tendo por isso sido penalizado com uma suspensão por dois jogos. Não obstante, o Real Madrid venceu o jogo por 2 a 1. No dia 18 de fevereiro diante do Schalker 04 na partida de ida válida pela Liga dos Campeões da UEFA de 2014-15, Cristiano Ronaldo voltou a marcar após dois jogos. Na ocasião a equipa merengue venceu por 2 a 0. Na partida de volta marcou dois golos, mas não evitou a derrota por 4 a 3 para a equipa alemã em pleno Santiago Bernabéu, mas mesmo com a derrota o Real Madrid classificou-se para a próxima fase. Com esses dois golos, Ronaldo tornou-se o maior melhor marcador de competições europeias com 78 golos, passando o argentino Lionel Messi.

Diante do Granada, marcou pela primeira vez na carreira cinco golos num jogo, na ocasião o Real Madrid venceu de goleada por 9 a 1 em partida válida pelo Campeonato Espanhol.[132] No dia 8 de abril Cristiano Ronaldo chegou a marca de 300 golos pelo Real Madrid na vitória por 2 a 0 diante do Rayo Vallecano em partida válida pelo Campeonato Espanhol.

2015–2016

Na temporada seguinte marcou o seu primeiro golo numa goleada por 4 a 1 diante do Manchester City numa disputa amigável em Melbourne, na Austrália. Após um jejum de dois jogos sem marcar no Campeonato Espanhol, Cristiano Ronaldo marcou cinco golos comandando a goleada por 6 a 0 diante do Espanyol. Cristiano ainda ultrapassou o avançado Raúl, tornando-se no maior marcador do Real Madrid no Campeonato Espanhol com 230 golos, e ainda se tornou o primeiro jogador a marcar um hat-trick em menos de 20 minutos na competição.

Diante do Malmö em partida válida pela fase de grupos da Liga dos Campeões, Cristiano Ronaldo atingiu a marca de 500 golos na carreira após marcar duas vezes na vitória por 2 a 0. No mesmo jogo, Ronaldo atingiu outra marca importante e histórica, com os dois golos marcados o avançado português chegou a 323 golos pelo Real Madrid e assim se igualando a Raúl como maior marcador da história da equipa merengue.

Na última partida da fase de grupos da Liga dos Campeões deste temporada, o Real Madrid venceu por 8 a 0, com 4 golos do português, que bateu o recorde de 11 golos na fase de grupos de uma edição da maior competição de clubes do mundo.

Nos oitavos-de-final da mesma competição Ronaldo foi decisivo para a classificação do Real Madrid diante da Roma, tendo marcado um golo em cada partida, nas quais o Real venceu por 2 a 0, num agregado de 4 a 0 para a equipa de Madrid. Também foi decisivo no duelo contra o Barcelona em pleno Camp Nou pelo Campeonato Espanhol, marcando o golo que garantiu a vitória no El Clássico pelo placard de 2 a 1.

Ronaldo conquista a Liga dos Campeões da UEFA 2015-16 no dia 28 de maio de 2016, num encontro contra o Atlético de Madrid de Griezmann. Após empate por 1 a 1 no tempo normal e prolongamento, o duelo foi decidido nos pénaltis, com vitória do Real Madrid por 5 a 4 e golo decisivo de Cristiano Ronaldo, até então apagado no jogo, que garantiu o título, o 11.° da história do Real Madrid e terceiro de Cristiano, sendo o segundo dele com o Real. Ronaldo venceu ainda o prémio de Melhor Jogador da Europa na temporada 2015-16.

2016–2017

Em novembro de 2016 prolongou seu vínculo com o Real Madrid até junho de 2021.Contra o Atlético de Madrid em pleno Vicente Calderón, Cristiano marcou um hat-trick na vitória por 3 a 0, tornando-se o maior marcador do Dérbi de Madrid com 18 gols. Pela temporada e ano fantástico da carreira do craque português recebeu pela quarta vez na sua carreira o prémio de melhor jogador do mundo, a Ballon d’Or que voltou a ser entregue pela revista France Football.

“ É sempre especial. Não só por ser na minha casa. No clube que tenho no coração e que fiz história. Mas é como foi no Manchester. As emoções são muito parecidas. Obviamente é um cenário diferente. Receber aqui na frente das onze Liga dos Campeões é um cenário perfeito. A primeira vez é sempre uma emoção diferente. Mas esse ano significa que o sentimento é o mesmo. Obviamente a primeira vez é sempre a primeira vez. Eu senti uma alegria imensa. Era como um desejo cumprido. Um sonho que eu queria cumprir e foi o que aconteceu. Uma emoção muito grande com a minha família, tinha uns 23 anos, e foi um momento único na minha vida. Hoje é um pouco parecido com 2008. É o meu trabalho, a minha profissão, e quando se ganhar algo assim, para mim, é muito importante. Sempre coloco em primeiro lugar a equipe, os troféus que a equipe ganha. Se não tivesse vencido por Portugal e Real Madrid, jamais poderia ganhar esse troféu. ”
Contra o América do México atingiu a marca de 500 golos por clubes (377 pelo Real Madrid, 118 pelo Manchester United e 5 pelo Sporting) numa vitória por 2 a 0 em partida válida pelo Mundial de Clubes no Japão.Na final contra o Kashima Antlers foi decisivo, comandando a goleada contra a equipa japonesa, marcando três golos e garantindo a vitória por 4 a 2 e conquistando título mundial, o terceiro da sua carreira (2 pelo Real Madrid e um pelo Manchester United). Foi ainda o melhor marcador do Mundial com 4 golos, o melhor jogador do torneio e da final.

Em janeiro de 2017 foi eleito pela quarta vez pela FIFA como o melhor jogador do Mundo, vencendo ao francês Antoine Griezmann e ao argentino Lionel Messi. Ao contrário do que aconteceu nas outras edições, nesta a FIFA abriu à votação ao público, e chamou-se pela primeira vez The Best também em virtude do prémio Ballon d’Or voltar a ser entregue pela revista France Football.

“ Este prémio ainda não tenho. Tinha muitas coisas para dizer, mas agora bloqueei um bocadinho. Estou muito feliz, quero agradecer em primeiro lugar aos meus companheiros de seleção, e Real Madrid também. Ao treinador, gostaria que tivesse ganho, fica para a próxima, mister. À minha família, Ricardo, Gil, meu filho, minha mãe, irmãos, todo o meu staff que está sempre presente nos bons e maus momentos. E dizer que o ano de 2016 foi o melhor ano da minha carreira. Havia muitas dúvidas, mas um troféu que mostrou que as pessoas não são cegas. As pessoas veem os jogos, as competições. Depois do que eu ganhei com a seleção e com meu clube eu não tinha dúvidas que deveria ter ganho este troféu. Foi um ano magnífico a nível pessoal, a nível coletivo, jamais posso esquecer desse ano maravilhoso. Todos aqueles que votaram em mim muito obrigado, treinadores, capitães, jornalistas também, não tenho mais nada a dizer. Os prémios falam por si mesmo. ”
Em 12 de abril de 2017, na partida entre Real Madrid e Bayern de Munique, nos quartos-de-final da Liga dos Campeões, Ronaldo foi decisivo, marcando os dois golos da vitória dos Merengues, e ainda atingindo a marca histórica de 100 golos em competições europeias. O avançado madrilenho tornou-se o primeiro jogador da História a conquistar esse feito. No jogo da volta, em 18 de abril de 2017, o português ultrapassou este recorde ao marcar três golos no jogo e sendo decisivo para a classificação da equipa merengue no prolongamento.

Na decisão da Liga dos Campeões, contra a Juventus, marcou dois golos na vitória por 4 a 1, conquistando sua terceira Liga com a camisa merengue e a quarta na carreira. Cristiano também se tornou no primeiro jogador a marcar golos em três finais na fase atual da Liga dos Campeões.Fez o 600.º golo da sua carreira contra o Juventus.

2017–2018

Após ter disputado a Taça das Confederações por Portugal, ganhou férias durante a pré-temporada do Real Madrid, não disputando nenhuma partida pela International Champions Cup. Na primeira partida oficial da temporada, contra o seu ex-clube, o Manchester United, começou no banco de reservas e entrou aos 37 minutos do segundo tempo, na vitória por 2 a 1 e conquistando a Supertaça da UEFA. Na partida de ida pela Supertaça da Espanha, começou novamente o jogo no banco de reservas, entrando aos 12 minutos do segundo tempo e marcando um dos golos da vitória sobre o Barcelona por 3 a 1, no Camp Nou. Minutos depois, acabou por ser expulso de campo após empurrar o árbitro Ricardo de Burgos. Em decorrência da sua expulsão, foi suspenso por cinco jogos, perdendo o jogo de volta da Supertaça, além das três primeiras rodadas da La Liga de 2017–18. Voltou a jogar pela primeira rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões, contra a APOEL, onde abriu o placard após receber passe de Gareth Bale, e marcou o segundo golo do jogo, convertendo um penálti na vitória por 3 a 0. Após cumprir a suspensão, estreou-se na La Liga na 5.ª rodada, na derrota por 1 a 0 para o Betis, no Santiago Bernabéu.Pela segunda rodada da Liga dos Campeões, contra o Borussia Dortmund, completou 400 jogos com a camisa do Real Madrid.[151] Em 7 de dezembro de 2017, ganhou a sua quinta Bola de Ouro.[152] A 13 de janeiro de 2018, na derrota por 1 a 0 para o Villarreal no Santiago Bernabéu, completou 500 jogos por ligas nacionais, sendo 25 jogos pelo Sporting, 196 pelo Manchester United e 279 pelo Real Madrid.

Em 3 de abril de 2018, na partida de ida das quartas da final da Liga dos Campeões, contra a Juventus, em Turim, marcou dois golos, sendo um de bicicleta (com o pé a atingir 2,38 metros de altura)[154], além de ter dado a assistência para Marcelo fechar o placard de 3 a 0.

Juventus

Em 10 de julho de 2018, o Real Madrid, por meio de um comunicado oficial, anunciou um acordo de transferência de Cristiano Ronaldo para a Juventus.Horas depois, a Juventus confirmou oficialmente sua contratação, pagando 100 milhões de euros por um contrato de quatro temporadas.De quebra, se tornou a maior transferência de um clube italiano na história, superando Gonzalo Higuaín, que foi comprado pela própria Juventus por 90 milhões de euros em 2016.

ICFUT – COPA DO MUNDO 2018: SEMI FINAIS– TABELA

 

Semifinal

10/07/2011 15:00 França 1×0 Bélgica –  São Petersburgo

11/07/2018 15:00 Croácia x Inglaterra  – Moscou – L

 

Final

França x 

 

LINKS AO VIVO
TODOS OS JOGOS DA COPA DA RÚSSIA 2018 – AO VIVO
TODOS JOGOS DA COPA DO MUNDO DA RÚSSIA LINK 2
TODOS OS JOGOS DA COPA DA RÚSSIA – LINK 3