ICFUT – LIBERTADORES 2018 – GRUPO 5 :Universidad de Chile (CHI) 0X0 Cruzeiro (BRA)

FICHA TÉCNICA
UNIVERSIDAD DE CHILE X CRUZEIRO

Local: Estádio Nacional Júlio Martínez, Santiago
Data: 19 de abril de 2018 (Quinta-feira)
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Victor Carrillo (Peru)

Cartões: Lucas Silva, Dedé (Cruzeiro); Reyes, Vilches (La U)

UNIVERSIDAD DE CHILE – Herrera; Vilchez, Echeverría, Contreras (Guerra), Matías Rodríguez (Schultz), Reyes, Pizarro, Monzón, Araos, Soteldo, Pinilla.
Técnico: Guillermo Hoyos

CRUZEIRO: Fábio; Edílson, Dedé, Léo e Egídio; Henrique, Lucas Silva (Ariel Cabral), Mancuello (Robinho), Rafinha e Thiago Neves; Arrascaeta (Sassá).
Técnico: Mano Menezes

Anúncios

ICFUT – COPA BRASIL 2018 : Vitória-BA ( Classificado ) 1×0 Internacional-RS

FICHA TÉCNICA
VITÓRIA 1 (4) X (3) 0 INTERNACIONAL

Local: Estádio Barradão, em Salvador (BA)
Data: 19 de abril de 2018, quinta-feira
Horário: 19h15 (de Brasília)
Árbitro: Rafael Traci (PR)
Assistentes: Ivan Carlos Bohn (PR) e Pedro Martinelli Christino (PR)
Público: 5.878 pagantes (total de 5.986)
Renda: R$ 58.939,00
Cartões amarelos: Uillian Correia e Rhayner (Vitória); Patrick, William Pottker, D’Alessandro e Iago (Internacional)
Gol: VITÓRIA: Neílton, aos 35 minutos do segundo tempo

VITÓRIA: Caíque; Rodrigo Andrade (José Welison), Kanu, Ramon e Juninho; Willian Farias (Nickson), Uillian Correia, Yago (Guilherme Costa), Neílton e Rhayner; Denilson
Técnico: Vagner Mancini

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Fabiano, Rodrigo Moledo (Klaus), Víctor Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado, Gabriel Dias, Nico López, D’Alessandro (Camilo) e Patrick; William Pottker (Marcinho)
Técnico: Odair Hellmann

ICFUT – LIBERTADORES 2018 – GRUPO 5 :Racing (ARG) 4X0 Vasco (BRA)

FICHA TÉCNICA
RACING-ARG 4 X 0 VASCO-BRA

Local: Estádio Presidente Perón, em Avellaneda (Argentina)
Data: 19 de abril de 2018 (Quinta-feira)
Horário: 19h15(de Brasília)
Árbitro: Ulises Mereles (Paraguai)
Assistentes: Milciades Saldivar (Paraguai) e Roberto Cañete (Paraguai)
Cartões amarelos: Sigali (Racing); Fabrício, Wellington, Andrés Rios e Wagner (Vasco)
GOLS
RACING: Centurión, aos 32min do primeiro tempo; Lautaro Martínez, aos 38min do primeiro tempo; Zaracho, aos 6min do segundo tempo; Lisandro López, aos 15min do segundo tempo

RACING: Juan Musso, Renzo Saravia, Alejandro Donatti, Leonardo Sigali (Miguel Barbieri) e Alexis Soto; Nery Domínguez, Matías Zaracho, Augusto Solari, Ricardo Centurión (Marcelo Meli) e Lisandro López; Lautaro Martínez (Brian Mansilla)
Técnico: Eduardo Coudet

VASCO: Martín Silva, Yago Pikachu, Paulão, Frickson Erazo e Henrique; Bruno Silva (Caio Monteiro), Leandro Desábato, Wellington, Evander (Rildo) e Wágner; Andrés Rios
Técnico: Zé Ricardo

ICFUT – COPA BRASIL 2018 : São Paulo-SP 2×2 Atlético-PR ( Classificado )

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 2 X 2 ATLÉTICO-PR

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 19 de abril de 2018, quinta-feira
Horário: 19h15 (de Brasília)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Correa e Thiago Henrique Neto (ambos do RJ)
Público: 27.812 torcedores
Renda: R$ 850.813,00
Cartão Amarelo: Lucho González, Pavez e Guilherme (Atlético-PR)
Cartão Vermelho: –
Gols:
SÃO PAULO: Valdívia, aos 25, e Nenê, aos 34 minutos do primeiro tempo
ATLÉTICO-PR: Guilherme, aos 40 minutos do primeiro tempo, e Matheus Rossetto, aos cinco minutos do segundo tempo

SÃO PAULO: Sidão; Éder Militão, Arboleda e Rodrigo Caio; Régis, Jucilei, Petros (Lucas Fernandes), Valdívia (Cueva) e Liziero; Nenê e Tréllez (Diego Souza)
Técnico: Diego Aguirre

ATLÉTICO-PR: Santos; Pavez (Zé Ivaldo), Paulo André e Thiago Heleno; Matheus Rossetto (Deivid), Camacho, Lucho González e Carleto; Nikão, Guilherme e Pablo
Técnico: Fernando Diniz

ICFUT – LIBERTADORES 2018 – GRUPO 7 :Independiente (ARG) 0X1 Corinthians (BRA)

FICHA TÉCNICA
INDEPENDIENTE 0 X 1 CORINTHIANS

Local: Estádio Libertadores da América, em Avellaneda (Argentina)
Data: 18 de abril de 2018, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Daniel Fedorczuk (Uruguai)
Assistentes: Carlos Pastorino e Richard Trindad (ambos do Uruguai)
Cartões amarelos: Verón, Domingo e Bustos (Independiente); Henrique e Fagner (Corinthians)
Gols:
CORINTHIANS: Jadson, aos 36 minutos do segundo tempo

INDEPENDIENTE: Campaña; Bustos, Figal, Amorebieta e Silva; Gaibor e Domingo, Verón (Fernández), Menéndez (Meza) e Benítez (Gigliotti); Romero
Técnico: Arial Holan

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Balbuena, Henrique e Sidcley; Ralf, Maycon, Romero (Júnior Dutra), Jadson (Marquinhos Gabriel), Rodriguinho e Clayson (Mateus Vital)
Técnico: Fábio Carille

 

ICFUT – LIBERTADORES 2018 – GRUPO 4 :Flamengo (BRA) 1X1 Santa Fé (COL)

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO-BRA 1 X 1 INDEPENDIENTE SANTA FE-COL

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 18 de abril de 2018, quarta-feira
Horário: 21h45 (horário de Brasília)
Árbitro: Andrés Cunha (Uruguai)
Assistentes: Mauricio Espinosa (Uruguai) e Nicolás Taran (Uruguai)
Cartão Amarelo: Cuéllar (Fla); Javier Lópes, Soto (Santa Fe)
Gols:
FLAMENGO: Henrique Dourado, aos sete minutos do primeiro tempo
SANTA FE: Morelo, aos 30 minutos do primeiro tempo

FLAMENGO: Diego Alves; Rodinei, Réver, Juan e Renê; Cuéllar, Diego, Lucas Paquetá e Éverton Ribeiro (Willian Arão); Vinicius Junior (Geuvânio) e Henrique Dourado (Lincoln)
Técnico: Maurício Barbieri

INDEPENDIENTE SANTA FE: Zapata; Arboleda (Giraldo), Tesillo, Javier López e Gil: Perlaza, Gordillo e Vargas (Soto); Plata (Henao), Pajoy e Morelo
Técnico: Agustín Julio

ICFUT – COPA BRASIL 2018 : Goiás-GO ( Classificado ) 2×0 Avaí-SC

Ficha Técnica – Goiás 2×0 Avaí

Local – Estádio Serra Dourada

Renda – R$ 284.945,00

Público – 19.226 pagantes

Árbitro: Vinícius Gonçalves Dias Araújo (SP)

Assistentes: Bruno Salgado Rizo (SP) e Luiz Alberto Andrini Nogueira (SP)

Goiás – Marcelo Rangel; Caíque Sá, David Duarte, Eduardo Brock e Breno; Madison (João Afonso), Léo Sena (Pedro Bambu) e Giovanni; Carlos Eduardo, Júnior Viçosa e Michael. Técnico: Hélio dos Anjos

Avaí – Aranha; Guga, Alemão, Betão e João Paulo; Judson, Pedro Castro e Moritz (Luanzinho); Renato, Rômulo (Getúlio) e Beltran (Rodrigão). Técnico Claudinei Oliveira

ICFUT – COPA BRASIL 2018 : Ferroviário-CE 2×2 Atlético-MG ( Classificado )

FICHA TÉCNICA
FERROVIÁRIO 2 X 2 ATLÉTICO

Local: Estádio Castelão, Fortaleza (CE)
Data: 18de Abril de 2018, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Pathirce Wallace Corrêa Maia (RJ)
Auxiliar: Michel Correia (RJ) e Carlos Henrique Alves de Lima Filho (RJ)

Gols: Esquerdinha, aos 24 minutos do primeiro tempo, Mazinho, aos 37 minutos do primeiro tempo (Ferroviário); Roger Guedes, aos 5 minutos do segundo tempo, Gustavo Blanco, aos 28 minutos (Atlético)
Cartões: Lucas Leanderson, Esquerdinha (Ferroviário); Samuel Xavier, Lucas Cândido

FERROVIÁRIO – Léo; André Lima, Eradir, Luis Fernando, Lucas, Mazinho, Leanderson, Janeudo, Esquerdinha, Sábio (Rafal Guedes), Luis Soares (Valdeci)
Técnico: Ademir Fonseca.

ATLÉTICO–MG: Victor; Samuel Xavier, Bremer, Felipe Sanrtana (Gabriel), Lucas Cândido, Gustavo Blanco (Yago); Arouca, Thomas Andrade, Alerrandro.
Técnico: Thiago Larghi

ICFUT – COPA BRASIL 2018 : Naútico (PE) 1×0 Ponte Preta-SP ( Classificada )

FICHA TÉCNICA
NÁUTICO 1 x 0 PONTE PRETA

Local: Arena Pernambuco, em Recife (PE)
Data: 18 de abril de 2018, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Alisson Sidnei Furtado (TO)
Assistentes: Fabio Pereira (TO) e Cipriano da Silva Sousa (TO)
Cartões amarelos: Negretti, Thiago Ennes, Camutanga, Camacho, Júnior Timbó e Robinho (NAU); Paulinho, Reynaldo, Felipe Saraiva e Orinho (PON)
Gol:
NÁUTICO: Júnior Timbó, aos 37 minutos do 2º Tempo

PONTE PRETA: Ivan; Igor, Renan Fonseca, Reynaldo e Marciel; Nathan, Paulinho e Lucas Mineiro (Tiago Real); Felipe Saraiva (Júnior Santos), Orinho e Felippe Cardoso (Tony)
Técnico: Doriva

NÁUTICO: Bruno; Thiago Ennes, Camutanga, Camacho e Kevyn (Gabriel Araújo); Negretti, Wendel (Júnior Timbó) e Wallace Pernambucano; Rafael Assis (Luiz Henrique), Robinho e Tharcysio
Técnico: Roberto Fernandes

ICFUT – Santos FC promove exposição de obras de Osmar Santos

Ele é um dos principais nomes da história da comunicação no Brasil. Lembrado até hoje pelos bordões que marcaram uma época, Osmar Santos esteve em Santos para a vernissage da sua exposição, no Memorial das Conquistas “Milton Teixeira”, na Vila Belmiro. São 14 obras, sendo uma exclusiva em homenagem ao Clube. O evento faz para do calendário de comemorações dos 106 Anos do Santos FC e vai até o dia 30 de abril.

Corinthians x Santos – GOLAÇO DO GUGA – narração: Osmar Santos

Osmar Santos

Formado em Educação Física, Administração Pública pela FGV-SP e Direito[1], Osmar Santos, também conhecido como “O Pai da Matéria”, trabalhou como locutor esportivo nas rádios Jovem Pan, Record e Globo onde continua contratado como um dos diretores da equipe mas sem narrar mais as partidas devido ao grave acidente de automóvel que sofreu em 22 de dezembro de 1994 e que afetou sua fala. Hoje como artista plástico, dedica parte de seu tempo a pinturas sobre telas. Trabalhou também nas redes de televisão Rede Globo, Rede Record e Rede Manchete. Narrou a Copa do Mundo de 1986 pela Rede Globo como primeiro locutor, na companhia de Galvão Bueno (segundo locutor) e Luís Alfredo (terceiro locutor). Narrou para a Rede Manchete a Copa do Mundo de 1990, com comentários de Zagallo.

Foi um dos melhores narradores de futebol do rádio brasileiro. Faziam parte da equipe comandada por Osmar na Rádio Globo, na fase de maior sucesso, Loureiro Júnior e Carlos Aymard (comentaristas), Fausto Silva, Roberto Carmona e Henrique Guilherme (repórteres de campo) e os também narradores Oswaldo Maciel, Oscar Ulisses e Odinei Edson (estes dois últimos, seus irmãos). Juarez Soares também participou da equipe, como apresentador de um programa que falava de futebol e variedades. Com base nessa experiência, Osmar Santos e sua equipe passaram a apresentar o programa de variedades Balancê (que tinha na produção Odir Cunha, com Lucimara Parisi na produção artística).

Osmar Santos teve uma participação importante como locutor dos comícios da campanha política de 1984 pelas Diretas Já.[2] Bastante popular, recebeu proposta para candidatar-se a cargos políticos, mas não aceitou.

Osmar Santos vinha sendo preparado para trabalhar na Rede Globo, onde atuou como narrador de futebol e apresentador, mas quem acabou sendo contratado em 1989 para apresentar o programa dominical da Globo foi seu amigo Fausto Silva. Faustão havia se destacado no programa Perdidos na Noite, produzido pela Rede Record a partir de 1982, e Rede Bandeirantes, a partir de 1986.

Criativo, inovou também quando passou a narrar partidas pela Rede Record. Em alguns momentos a câmera o mostrava na cabine e ele falava diretamente com o telespectador. Também criou bordões que foram tão bem aceitos pelo público, que ecoavam pelos estádios, como o famoso “Parou por quê, por que parou?”. Entre suas expressões estão: Ripa na chulipa e pimba na gorduchinha[3], “Um pra lá, dois pra cá, é fogo no boné do guarda”, “Sai daí que o Jacaré te abraça, garotinho”, “Rosemiro, o namoradinho da Rachel Welch”, “No carocinho do abacate” “ai garotinho”, “vai garotinho porque o placar não é seu”, em situações de marcação de impedimento soltava “ele estava curtindo amor em terra estranha” e uma das narrações de gol mais marcante do rádio brasileiro, “Tiro-lirolá Tiro-lirolí” “E que GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL”. Também foi Osmar Santos quem criou a expressão “Animal”, que melhor representou o jogador Edmundo[3], terminando pelo próprio atleta aceitar a expressão por se tornar a sua marca registrada.

Seu irmão Oscar Ulisses comanda a equipe de esportes da Rádio Globo. Seu outro irmão Odinei Edson narra a Fórmula 1 para a Rádio Bandeirantes. Na Bandeirantes trabalha também o seu primo Ulisses Costa.

Em 1994 sofreu um grave acidente de carro quando viajava de Marília para a cidade de Lins em São Paulo. O acidente causou-lhe sérias sequelas devido aos danos cerebrais que sofreu quando ele foi atingido por um caminhão dirigido por um motorista bêbado.[4] Osmar teve boa recuperação das várias funções, porém sua fala ficou comprometida, sendo capaz de pronunciar mais ou menos cem palavras, impedindo-lhe de continuar trabalhando como narrador. Desde então se dedica à pintura, tendo frequentado por anos o ateliê de Rubens Matuck. [5]

Em sua homenagem foi criado o Troféu Osmar Santos, concedido a cada ano à equipe que termina o primeiro turno do Brasileirão em primeiro lugar.[6]

No dia 28 de julho de 2017 o centro de imprensa do Allianz Parque recebeu o seu nome.