ICFUT – PAULISTAO 2015 – TIMAO ATROPELA INVICTO MOGI MIRIM NA ARENA

Ficha técnica: Corinthians 3 x 0 Mogi Mirim

São Paulo (SP)

Local: Estádio de Itaquera, em São Paulo (SP)
Data: 1º de março de 2015, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Guilherme Ceretta de Lima (SP)
Assistentes: Rogério Pablos Zanardo (SP) e Leandro Matos Feitosa (SP)
Público: 29.442 pagantes (total de 29.688)
Renda: R$ 1.449.441,65
Cartões amarelos: Jadson (Corinthians); Val e Edson Ratinho (Mogi Mirim)
Gols: CORINTHIANS: Jadson, aos 13, Luciano, aos 30, e Guerrero, aos 43 minutos do segundo tempo

CORINTHIANS: Cássio; Edílson, Yago, Edu Dracena e Mendoza (Fagner); Cristian, Petros, Jadson e Malcom (Luciano); Vagner Love (Danilo) e Guerrero
Técnico: Tite

MOGI MIRIM: Daniel; Valdir (Romildo Neto), Fábio Sanches, Wagner e Leonardo; Magal, Val, Edson Ratinho e Vitinho; Thomas Anderson (Rivaldo Júnior) e Magrão
Técnico: Claudinho Batista

ICFUT – PAULISTÃO 2015 – LINENSE 0X2 CORINTHIANS

Ficha técnica: Linense 0 x 2 Corinthians

Local: estádio Gilbertão, em Lins (SP)
Data: 25 de fevereiro de 2015, quarta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Luiz Vanderlei Martinucho
Assistentes: Gustavo Rodrigues de Oliveira e Renata Ruel Xavier de Brito
Cartões amarelos: Gilsinho, Álvaro e Memo (Linense); Felipe e Petros (Corinthians)
Gols: Mendoza, aos 13 minutos do primeiro tempo, e Petros, aos 19 minutos do segundo tempo

LINENSE: Anderson; Bruno Moura, Adalberto, Álvaro e Igor; Memo, Moisés Ribeiro, Gilsinho (Birungueta) e Clébson (Serginho); William Pottker (Nando) e Diego
Técnico: Luciano Quadros

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Felipe (Edu Dracena), Gil e Uendel; Ralf; Petros, Elias (Malcom), Renato Augusto e Mendoza; Vagner Love (Guerrero)
Técnico: Tite

Por Cleber Santista – Corinthians e Vitória ficam no empate.

FICHA TÉCNICA
VITÓRIA 0 X 0 CORINTHIANS

Local:  Estádio Barradão, em Salvador (BA)
Data: 20 de julho de 2014, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (SC)
Assistentes: Kleber Lucio Gil e Carlos Berkenbrock (ambos de SC)
Cartões amarelos: José Welison (Vitória); Jadson (Corinthians)

VITÓRIA:
Wilson; Ayrton, Kadu, Alemão e Euller; Adriano (Josa), José Welison, Richarlyson (Cáceres) e Léo Costa (William Henrique); Caio e Dinei
Técnico: Jorginho

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Cleber, Gil e Fábio Santos; Ralf, Elias, Petros (Renato Augusto) e Jadson (Romero); Luciano (Romarinho) e Guerrero
Técnico: Mano Menezes

Corinthians-SP 20 11 5 5 1 13 6 7 60.6%
Vitória-BA 8 11 1 5 5 9 14 -5 24.2%

ICFUT – Troca de farpas com Lúcio e muito mais: relembre polêmicas de Emerson Sheik

Fonte: lancenet

Atacante do Botafogo diz ter sido chamado de gay por Lúcio; LANCE!Net relembra episódios marcantes e polêmicos envolvendo o ex-jogador do Corinthians

Botafogo bate o Palmeiras e encerra jejum de vitórias no Brasileirão (Foto: Celio Messias/LANCE!Press)Sheik se envolveu em polêmica com Lúcio (Foto: Celio Messias/LANCE!Press)

O atacante Emerson não fez nenhum dos gols da vitória do Botafogo sobre o Palmeiras, por 2 a 0, nesta quarta-feira. No entanto, ele foi um dos nomes da partida por se envolver numa polêmica com o zagueiro Lúcio. Sheik disse ter sido chamado de gay pelo defensor, o que foi negado pelo alviverde. Esta, porém, não foi a primeira vez que Emerson foi alvo de muito ‘bafafá’.

 

LANCE!Net resolveu relembrar alguns episódios marcantes de Sheik dentro e fora dos gramados. Confira:

Camisada em segurança

Na partida contra o Grêmio, no último dia 21, o atacante do Botafogo deixou o campo e discutiu com o segurança do Grêmio Fernandão. Após o profissional do Tricolor Gaúcho levantar o dedo em direção ao seu rosto, Sheik tentou dar uma camisada em Fernandão. Por causa do episódio, o jogador foi denunciado pelo Supremo Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Ele pode pegar até 12 partidas de suspensão como pena.

Ironia direcionada ao Flu

Pouco depois do ‘rebaixamento’ do Fluminense no ano passado, Sheik foi só ironias na internet contra o Tricolor Carioca. O atacante escreveu "Hoje é domingo. E amanhã? O mundo realmente dá voltas. Chupa", em referência ao Flu. Em 2011, o jogador deixou o mesmo Fluminense por supostamente ter cantado um funk que fazia alusão ao Flamengo no ônibus da delegação Tricolor.

Provocações a São Paulo e Palmeiras

Ainda nos tempos de Corinthians, Sheik protagonizou polêmicas em episódios envolvendo São Paulo e Palmeiras. Quando o Alviverde foi novamente rebaixado, o atacante postou na internet ‘Que dó da formiquinha’. Ele também disse que ‘Não sabia que em São Paulo também tinha chororô’, após reclamações do Tricolor Paulista sobre arbitragem.

Corinthians – selinho, mordida e helicóptero após atraso

Em sua passagem pelo Corinthians, Emerson se envolveu em diversas polêmicas. Numa delas, o atacante chegou de helicóptero num treino em que chegou atrasado. Em outro caso marcante, mordeu a mão do zagueiro argentino Caruzzo, do Boca Juniors, na final da Libertadores. Corajoso, o atacante postou uma foto na internet na qual dava um ‘selinho’ num amigo. A atitude gerou muita discussão. Enquanto muitos torcedores apoiaram a atitude de Emerson contra o preconceito, outros repudiaram o ato.

Críticas ao lateral Léo

Após a conquista do Mundial de Clubes pelo Corinthians, Sheik gritou ‘Chupa, Léo’. O lateral santista tinha criticado a postura da torcida alvinegra no Aeroporto de Garulhos. Emerson ainda usou o Twitter para xingar o jogador da Vila Belmiro.

Denunciado na Justiça

O hoje atacante do Botafogo já foi denunciado por contrabando e lavagem de dinheiro. De acordo com informações do Ministério Público Federal  ele teria comprado veículos importados ilegalmente dos Estados Unidos. Sheik, porém, foi inocentado das acusações.

ICFUT – Após empate do Corinthians, torcida se irrita e pede saída de Mano Menezes

Fonte: lancenet

Gritos contra o treinador foram ouvidos enquanto a equipe deixava o gramado do Canindé

Corinthians x Atlético Paranaense (Foto: Eduardo Viana/LANCE!Press)
Mais de 13 mil corintianos foram ao Canindé (Foto: Eduardo Viana/LANCE!Press)

A paciência da Fiel parece ter chegado ao fim. Após o apito final do jogo entre Corinthians e Atlético-PR, que terminou em 1 a 1, parte da torcida presente nas arquibancadas do Canindé pediu a saída do treinador Mano Menezes. O fraco futebol apresentado pelo Timão, que cedeu o gol de empate ao Furacão já no últimos minutos da partida, também foi alvo dos torcedores.

Gritos como "Mano, c…, fora do Timão", "Se o Corinthians não jogar ole ole olá, o pau vai quebrar" e "Vamos jogar bola, ô ôô ôô!" foram entoados enquanto o treinador e os jogadores alvinegros se encaminhavam para o vestiário. Alguns corintianos chamaram Mano de medroso, além de dirigirem xingamentos e gestos obscenos em sua direção.

Outra pauta lembrada pela torcida do Timão foi o "salgado" preço dos ingressos para o jogo contra o Figueirense, no último domingo, na estreia da equipe na Arena Corinthians. "Se o ingresso não baixar, o pau vai quebrar" e "Doutor, eu não me engano, 50 conto é roubar corintiano" foram cânticos usados pela Fiel para criticar os valores de R$ 50 a R$ 400 cobrados pelos bilhetes.

Cerca de 13 mil torcedores foram ao Canindé para assistir ao jogo desta quarta-feira. Para esta partida, que tinha mando do Corinthians, os ingressos foram comercializados por R$ 40 e R$ 70, dependendo dos setores.

ICFUT – Com ajustes dentro e fora de campo, Furacão e Timão testam Baixada

Fonte: globo

No segundo (e possivelmente último) jogo-teste da Arena antes da Copa do Mundo, times fazem observações e buscam alternativas para a sequência do Brasileirão

Por Fernando Freire e Rodrigo FaberCuritiba e São Paulo

Arena da Baixada à noite (Foto: Divulgação/CAP S.A.)Arena da Baixada recebe o amistoso Atlético-PR x Corinthians em noite de testes (Foto: Site oficial do Atlético-PR/Divulgação)

Atlético-PR e Corinthians disputam amistoso às 19h30m (horário de Brasília) desta quarta-feira em uma noite de testes na Arena da Baixada. Fora de campo, o estádio, que será palco de quatro jogos da Copa do Mundo de 2014, será avaliado em várias áreas, como acesso dos torcedores, segurança e limpeza. Já dentro dele, Miguel Ángel Portugal e Mano Menezes vão aproveitar para fazer ajustes nos times e, principalmente, buscar alternativas para a sequência do Campeonato Brasileiro.

O comandante do Furacão deverá escalar força máxima no primeiro tempo da atividade e dar oportunidade para jogadores pouco aproveitados na etapa final. Apesar de ser apenas um amistoso, o time – que vem de duas derrotas, para Cruzeiro e Inter – quer vencer para dar alegria à sua torcida e levantar o moral para a sequência do Brasileirão:

– Apesar de ser um jogo-teste, será uma partida importante, que precisamos vencer, contra um dos grandes clubes do futebol brasileiro. E uma vitória nos ajudaria no Campeonato Brasileiro – afirmou o volante Otávio ao site oficial do clube.

Mano também aproveita para fazer testes no Corinthians. Ele vai mandar a campo uma equipe recheada de reservas, como Walter, Ferrugem e Felipe. A principal novidade, porém, será a estreia do volante Elias.

– (O amistoso) Tem o lado negativo, que é quebrar uma semana que seria cheia, mas também o lado positivo. Posso utilizar alguns jogadores que não fariam um jogo oficial, e o amistoso me possibilita isso – comentou o treinador do Timão antes da viagem.

A partida terá transmissão do SporTV. O GloboEsporte.com também acompanha o amistoso em Tempo Real, com vídeos, a partir de 19h.

HEADER escalacoes 690 (Foto: Infoesporte)

Atlético-PR: o técnico Miguel Ángel Portugal deve escalar força máxima no primeiro tempo, com apenas uma mudança em relação à derrota para o Internacional, pelo Brasileirão (Léo Pereira por Dráusio), e deve testar jogadores pouco aproveitados na etapa final. Com isso, o Furacão terá: Weverton; Sueliton, Dráusio, Cleberson e Natanael; Otávio, Deivid, Paulinho Dias e Marcos Guilherme; Marcelo e Ederson.

Corinthians: o técnico Mano Menezes escala uma equipe mista para o amistoso em Curitiba. Para dar ritmo a atletas pouco utilizados, o Timão viaja com uma delegação sem sete de seus principais jogadores. O Corinthians começa a partida com: Walter; Ferrugem, Gil, Felipe e Uendel; Bruno Henrique, Elias, Petros, Renato Augusto e Jadson; Luciano.

HEADER quem esta fora 690 (Foto: Infoesporte)

Atlético-PR: o zagueiro Ricardo Silva e o lateral-esquerdo Willian Rocha, em recuperação no departamento médico, devem ser as únicas baixas para o amistoso desta quarta-feira.

Corinthians: Cássio, Fagner, Cléber, Fábio Santos, Guilherme, Romarinho e Paolo Guerrero ficam em São Paulo por precaução, descansando para o jogo contra o Figueirense, às 16h (horário de Brasília) domingo, pelo Campeonato Brasileiro.

Por Cleber Santista – Ofuscado pela Copa, Campeonato Brasileiro começa neste sábado

Fonte: Gazetaesportiva.net

Encerrados os principais campeonatos estaduais do país, as atenções se voltarão para o Campeonato Brasileiro a partir deste fim de semana, quando terá início a 58ª edição da competição. Inseridos na fórmula de disputa por pontos corridos, estabelecida em 2003, os 20 clubes da Série A começarão a briga pelo título neste sábado.

Em suas primeiras rodadas, o Brasileirão conviverá com a ansiedade pela abertura da Copa do Mundo. Por causa do Mundial, serão disputadas apenas nove rodadas até o primeiro fim de semana de junho, quando o Nacional será paralisado. A 10ª rodada será realizada mais de um mês depois, a partir do dia 16 de julho.

O atual campeão, Cruzeiro, entra na disputa com o objetivo de alcançar uma façanha histórica: nunca um time de Minas Gerais conseguiu conquistar o título em dois anos consecutivos.

Promovidos à primeira divisão, Palmeiras, Figueirense e Sport voltam a figurar na elite do futebol nacional em 2014. Vice-campeão da Série B do ano passado, a Chapecoense disputará pela primeira vez em sua história a Série A.

Ameaçado pela Justiça, o início do campeonato promete ser marcado por liminares e tentativas de paralisar a competição. Rebaixada após julgamento do STJD que lhe tirou quatro pontos pela escalação irregular do meia Héverton, a Portuguesa ainda luta para jogar na elite. Quinto colocado da Série B do ano passado, o Icasa faz o mesmo, sob a alegação de que o Figueirense – que ficou em quarto – escalou um jogador que não estava com a documentação regular.

Arte GE.Net

“Esvaziado” por Copa do Mundo e Libertadores, Campeonato Brasileiro será paralisado após a nona rodada

Corinthians

Comandado por Mano Menezes desde o início do ano, o Corinthians ainda tenta superar a saída de Tite e reconstruir o caminho das vitórias. Eliminada logo na primeira fase do Campeonato Paulista, a equipe tem como trunfo o fato de estar apeans treinando há quase um mês.

Ao menos cinco dos principais jogadores que compuseram o time no Brasileirão do ano passado já não estão mais no clube de Parque São Jorge: o zagueiro Paulo André, o lateral direito Alessandro, o meia Douglas e os atacantes Pato e Emerson. As principais novidades são o volante Elias e o meia Jadson.

Campeão pela última vez em 2011, o Corinthians teve desempenho modesto no ano passado, quando somou 50 pontos e terminou na 10ª colocação.

“O Campeonato Brasileiro é muito disputado, todas as equipes têm um elenco bom. Será uma competição difícil, sabemos disso. Mas o Corinthians tem investido nos jogadores, e tem um elenco com qualidade. Pretendemos começar com o pé direito. Uma vitória sobre o Atlético-MG será muito importante para dar confiança, para que a gente possa começar bem”, disse o meia Jadson.

Palmeiras

De volta à elite após conquistar a Série B, o Palmeiras buscará o título para coroar os 100 anos de sua história, que serão comemorados no dia 26 de agosto. Dos quatro grandes paulistas, o Verdão é o que está há mais tempo sem levantar o troféu da principal competição nacional: 20 anos.

Gestor da equipe que conquistou o título em 1994, sob o comando do técnico Vanderlei Luxemburgo, o atual diretor executivo de futebol, José Carlos Brunoro, foi um dos responsáveis por montar o elenco que tentará reposicionar o Palmeiras no topo.

Reforçado principalmente pelo pentacampeão Lúcio e o meia Bruno César, o time comandado por Gilson Kleina manteve a base que conquistou o acesso à primeira divisão nacional.

“A perspectiva do Palmeiras é boa. Tivemos duas semanas para trabalhar e recuperar quem deveria ser recuperado. Temos que começar bem o Brasileiro, que será dividido em duas etapas por causa da Copa do Mundo. É importante largar bem para ter tranquilidade depois”, afirmou o goleiro Fernando Prass.

Arte GE.Net

Os clubes paulistas se reforçaram principalmente com jogadores que disputaram o último Campeonato Brasileiro

Santos

Finalista do Campeonato Paulista nos últimos seis anos, o Santos não tem conseguido manter, ao longo do Campeonato Brasileiro, o fôlego do início da temporada. A última conquista da equipe da Vila Belmiro aconteceu há 10 anos, quando Vanderlei Luxemburgo era o treinador.

Vice-campeões estaduais, os jogadores do Peixe garantem que a perda do título paulista para o Ituano, nos pênaltis, não atrapalhará o time na sequência da temporada.

“Acredito que sempre que existe uma derrota, você procura absorver as coisas para aprender. Como o título (paulista) não veio, nossa equipe ficará mais madura e experiente para entrar no Campeonato Brasileiro com condições de lutar pelo título”, disse o atacante Thiago Ribeiro.

Em relação à equipe do ano passado, que terminou o Brasileiro com a melhor campanha entre os paulistas – na 7ª colocação -, as mudanças foram poucas. No time titular, Neto e David Braz ganharam a condição de titular porque Edu Dracena e Gustavo Henrique se lesionaram gravemente. Contratação mais cara da história do Santos, o centroavante Leandro Damião é a principal novidade.

São Paulo

Seriamente ameaçado de rebaixamento no campeonato do ano passado, o São Paulo foi salvo pelo técnico Muricy Ramalho, o responsável por conduzir o Tricolor à conquista de seu último título nacional: o tricampeonato brasileiro, em 2008. Mantido no cargo, Muricy terá a oportunidade de comandar a equipe desde o início da competição.

Esta será a última vez que um grande ídolo da torcida tricolor, Rogério Ceni, disputará o Campeonato Brasileiro. Titular nas conquistas de 2006, 2007 e 2008, o goleiro anunciou que se aposentará no final do ano.

Reforçado pelo uruguaio Alvaro Pereira, o volante Souza o colombiano Pabon e o ex-corintiano Alexandre Pato, o São Paulo entra na competição disposto a certificar a fama de Muricy Ramalho na Era dos pontos corridos. Além do tricampeonato com o Tricolor, o treinador foi campeão pelo Fluminense, em 2010.

“Tenho certeza de que nós vamos fazer um campeonato muito bom. Temos um supercampeão, todos sabem como ele (Muricy Ramalho) é. Ele cobra muito dos jogadores. Conhece muito bem o campeonato, muito mais do que nós”, disse o atacante Alexandre Pato.

Cariocas

Após o fracasso em seu retorno à Copa Libertadores, o Botafogo passou por mudanças para tentar repetir a campanha de sucesso no Campeonato Brasileiro do ano passado, quando, sob o comando de Oswaldo de Oliveira, terminou a competição na quarta colocação. Eduardo Hungaro deu lugar a Vágner Mancini, e Emerson Sheik, tricampeão brasileiro (2009, 2010 e 2011), foi contratado por empréstimo.

Também eliminado logo na primeira fase da Libertadores, o Flamengo deixou a disputa do Brasileiro em segundo plano no ano passado, quando priorizou a Copa do Brasil. Novamente comandado por Jayme de Almeida, o Rubro-Negro se reforçou com os experientes Elano e Alecsandro e um dos destaques do Nacional de 2013: o meia-atacante Everton, ex-Atlético-PR.

Rebaixado dentro de campo, o Fluminense permaneceu na Série A por causa da punição imposta à Portuguesa. Preocupada em não repetir o desempenho do ano passado, a diretoria tricolor demitiu Renato Gaúcho após a eliminação no Campeonato Carioca e contratou Cristóvão Borges. O argentino Darío Conca, ídolo da torcida, e o ex-gordinho Walter, destaque do Goiás no ano passado, são as principais novidades.

Arte GE.Net

Botafogo e Flamengo tentam se recuperar da eliminação traumática na Libertadores; Flu não quer repetir campanha vexatória do ano passado

Gaúchos

Vice-campeão em 2013, o Grêmio não concentrará sua atenção nas primeiras rodadas do Campeonato Brasileiro. Classificado às oitavas de final da Libertadores, o time treinado por Enderson Moreira deve priorizar a competição sul-americana, que conquistou pela última vez há quase 20 anos. Para voltar a ser campeão brasileiro – o que não acontece desde 1996 -, os gremistas mantiveram a base do ano passado e se reforçaram com o experiente Edinho e os jovens Dudu e Luan – o último, prata da casa.

Motivado pela conquista do título gaúcho sobre o arquirrival, o Internacional confia no currículo vencedor de Abel Braga para brigar pelo título brasileiro. Campeão da Libertadores e do Mundial pelo Colorado, o treinador retornou ao Beira-Rio disposto a atender as expectativas que cercam a equipe em todo início de ano. Reformulado, o elenco reforçado por Dida e Wellington Paulista ainda tem o argentino D’Alessandro como referência.

Arte GE.Net

Enquanto o Internacional aposta na experiência de Dida, Grêmio deposita as fichas na juventude de Luan

Mineiros

Outro remanescente brasileiro na Libertadores, o Atlético-MG tenta renovar o título sul-americano para tentar voltar ao Mundial. A exemplo do que ocorreu no ano passado, quando foi apenas o oitavo colocado no Campeonato Brasileiro, o Galo deve concentrar seus esforços na competição internacional à medida que for avançando. Sem grandes novidades, a principal contratação do Galo foi o zagueiro argentino Otamendi, que estará disponível apenas nas primeiras rodadas do Nacional, pois seu contrato termina na metade do ano.

Detentor do título nacional, o Cruzeiro também começará a disputa do Brasileirão focado na Libertadores. Campeão com larga vantagem em 2013 – 11 pontos sobre o segundo colocado -, o time celeste manteve a vitoriosa base comandada por Marcelo Oliveira e ainda trouxe reforços. O lateral esquerdo paraguaio Samudio, os meio-campistas Willian Farias e Marlone e o centroavante Marcelo Moreno foram contratados.

Arte GE.Net

Ainda com a cabeça na Libertadores, os mineiros apostaram na manutenção de suas bases vencedoras