ICFUT – Flamengo já vendeu 50 mil ingressos para semifinal da Libertadores

Foto Gazeta Esportiva

 

Fonte: Portal Terra

Equipe rubro-negra enfrenta o Grêmio, dia 23 de outubro, na partida de volta

A cada vitória o entusiasmo da torcida do Flamengo aumenta em grandes proporções, a ponto de a diretoria rubro-negra anunciar, nesta segunda-feira, que o clube atingiu a marca de 143 mil sócios-torcedores e que o jogo com o Grêmio, o segundo da semifinal da Copa Libertadores, dia 23 de outubro, já tem 50 mil ingressos vendidos.

Todo este entusiasmo ficou ainda maior após a vitória por 1 a 0 sobre o Santos, no último sábado, no Maracanã, onde o time garantiu o título simbólico do primeiro turno do Campeonato Brasileiro. Após a folga de domingo, os jogadores se reapresentaram nesta segunda-feira à tarde, visando o jogo com o Cruzeiro, às 17 horas deste sábado, no Mineirão, pela primeira rodada do segundo turno.

Arrascaeta, Bruno Henrique, Everton Ribeiro, Gerson, Willian Arão e Pablo Marí, titulares diante do Santos, fizeram apenas exercícios físicos na academia. O restante do grupo participou de um coletivo contra a equipe sub-20 do clube, mas os jornalistas não puderam acompanhar a disputa no CT do Ninho do Urubu.

O Flamengo lidera o Brasileiro, com 42 pontos, três a mais que o vice-líder Palmeiras e com cinco de vantagem para o Santos, o terceiro colocado. Em 19 partidas disputadas, o time do técnico Jorge Jesus venceu 13, empatou três e perdeu outras três. O ataque fez 42 gols, enquanto a defesa foi vazada 18 vezes.

Com a equipe em ótima fase, a diretoria flamenguista planeja fazer um evento no Maracanã neste sábado, no horário do jogo contra o Cruzeiro, para concentrar a torcida no estádio, com direito a telão e transmissão ao vivo da partida.

ICFUT – 8 motivos para crer em Flamengo x Santos como melhor jogo do Brasileirão

Fonte: Gazetaesportiva.net

Foto: Arte GE

1 – ENCONTRO DE LÍDERES: Flamengo e Santos são os dois primeiros colocados do Brasileirão e decidem o título simbólico do turno. Os cariocas somam 39 pontos contra 37 do Santos.

2 – DUELO DOS TÉCNICOS: Em alta, Jorge Sampaoli e Jorge Jesus poderão mostrar que é o rei do Brasileirão no primeiro turno

3 – OFENSIVIDADE: As duas equipes priorizam o ataque na temporada. O Flamengo é o melhor ataque do Brasileiro com 41 gols, enquanto o Santos tem 30. Além disso, são os times que mais acertam finalizações na direção da meta adversária

4 – REI DAS GOLEADAS: O Flamengo é o time que mais conseguiu goleadas no Brasileirão, com cinco vitórias por 3 ou mais gols de diferença

5 – ARTILHEIROS EM CAMPO: Três dos sete dos maiores artilheiros do Brasileirão estarão em campo. Pelo lado do Flamengo, Gabigol (15), De Arrascaeta (8) e Bruno Henrique (7). No Santos, Eduardo Sasha (8) é o destaque

6 – REENCONTRO: A dupla Gabigol e Bruno Henrique terá a primeira chance de jogar contra o Santos após a saída da Vila Belmiro. Os dois fizeram muito sucesso com o torcedor santista. Haverá a lei do Ex?

7 – MARACANÃ LOTADO: O jogo entre líderes chama muita atenção da torcida, que esgotou a carga de ingressos durante a semana. São esperados mais de 60 mil torcedores

8 – ENERGIA EM CAMPO: Apesar de toda ofensividade, Flamengo e Santos também sabem marcar o adversário. O Mengão é o líder nos desarmes do Brasileirão, com 333. O Santos é o terceiro da lista, com 320

ICFUT – Abel Braga quebra o silêncio e rebate Mauro Cezar Pereira

Foto: Felipe Correia / PHOTO PREMIUM

Fonte: Terra.com.br

Treinador comentou sobre as inúmeras críticas do jornalista e da imprensa ao seu trabalho na equipe rubro-negra
O técnico Abel Braga quebrou o silêncio após a saída do Flamengo. O treinador concedeu entrevista ao comentarista Alê Oliveira, no canal do Esporte Interativo no YouTube. Abel falou sobre sua última passagem no time da Gávea e rebateu as intensas críticas do jornalista Mauro Cezar Pereira, da ESPN.

“O clube do vinho é como o clube da água, o clube da esquina, o clube do cinema, o clube do teatro… Não tem clube do vinho. São amigos que tomam vinho. Isso não me incomoda nada e gostaria que não incomodasse as pessoas. Ele (Mauro Cezar) fala o que ele quer. O que ele diz ou não, não me representa nada. Tenho muitos amigos na ESPN e na imprensa. E não deixam de me criticar”, comentou.

Durante a participação no quadro Alê Oliveira Responde, onde o comunicador repassava as perguntas dos internautas ao convidado, Abel relembrou grandes momentos da carreira e elegeu os melhores jogadores que já treinou, mas se esquivou na hora de apontar o melhor de todos.

“Meu último grande time, que tive com mais nomes, foi o Fluminense de 2012. Fred, Deco, Sobis, Nem, Thiago Neves… Era demais. Peguei Edmundo e Romário no Vasco, campeão invicto da Taça Guanabara. No Inter, teve Fernandão, Fabiano Eller, Iarley e o Pato, que eu descobri. O Marques no Atlético-MG. Peguei alguns jogadores de um nível muito bom”, contou Abel, que revelou o time que ele gostaria de ter trabalhado.

“O time que gostaria de ter ido e estive duas ou três vezes bem perto de ir, mas no momento final não foi, é o Porto, de Portugal. A primeira vez, inclusive, estava no Internacional. O convite veio no dia que nós iríamos fazer um jogo amistoso contra a seleção paraguaia, em Assunção. Eu falei que depois do jogo iria comunicar meus diretores e daria uma posição, mas simplesmente eles não esperaram e levaram o Carlos Alberto Silva”, revelou.

Confira outras respostas de Abel Braga:

Palmeiras

Estive duas vezes bem próximo do Palmeiras, quando estava o Toninho Cecílio como executivo. Mas eu tinha contrato com o Al Jazira, dos Emirados Árabes. Quando ele estava de férias, eu renovei o contrato por mais dois anos.

Momento mais marcante da carreira

O mais marcante, óbvio, foi o Mundial de Clubes. Quando estávamos no Japão, os caras falavam que as apostas estavam 9 por 1. Nosso time jogou com muita inteligência, sabendo que o outro time (Barcelona) era superior, e aquilo pra mim, na carreira, foi o mais marcante e importante.

Time com mais dificuldade para treinar

Foi a Ponte Preta, em 2003. Inclusive, peguei um carinho, respeito, admiração e paixão pelo clube. Mas ali eu perdi, durante o Brasileiro, 11 jogadores, sendo nove titulares. Era muito complicado para trabalhar, porque os caras não tinham dinheiro de passagem para ir treinar. Peguei uma admiração muito grande pela Macaca. Foi um trabalho difícil

Derrotas mais dolorosas da carreira

Tive quatro jogos que me marcaram. A perda da Copa do Brasil pelo Flamengo (em 2004, para o Santo André), por exemplo. Nosso time tinha Felipe, Júlio César, Athirson e Zinho, que não jogou a final. Depois, teve a do Fluminense no ano seguinte, contra o Paulista (Copa do Brasil de 2005). Outro jogo que me marcou muito foi que nós ganhamos do Olimpia, fora de casa, com gol do Luiz Fernando Flores, e depois perdemos em casa nos pênaltis. Bastava o empate, estávamos ganhando de 2 a 1, perdemos um pênalti, os caras empataram, a decisão foi para os pênaltis e perdemos. E teve o jogo do meu terceiro ano como treinador, em 1988, no Brasileiro contra o Bahia. Jogávamos muito bem na Fonte Nova, mas tomamos o gol de empate no fim do primeiro tempo. No Beira-Rio depois não conseguimos reverter.

Relação com Edmundo e Romário

Falei com eles que acima de nós estava o Vasco. Procuramos fazer o trabalho da melhor maneira possível. O Edmundo, por exemplo, era um dos primeiros a chegar para os treinamentos. Romário tinha no contrato dele que não treinava de manhã. Não tive problema com nenhum dos dois. Eles tiveram problemas entre eles, mas administrei muito bem. O pior momento entre os dois, pra mim, era na véspera de jogo, porque tinha um time do Romário e outro do Edmundo. Eles apostavam. Mas os dois foram impecáveis comigo. No fundo, eles se respeitavam. Podiam ter problemas naquele momento um com outro, mas eles se respeitavam.

Forma de jogar dos treinadores gringos

A exigência é grande porque nós da América do Sul temos o futebol mais técnico, mas não temos o futebol com mais intensidade, o mais agressivo. Essa é a diferença. Isso já vem um pouco da características de países. Hoje tem o Sampaoli fazendo um trabalho maravilhoso. O Gareca está muito bem na seleção do Peru, mas não foi bem no Palmeiras, assim como já aconteceu com São Paulo e Flamengo. Qualquer tipo de adaptação é um pouco complicada. Aqui não temos apenas um tipo de cultura social. Temos uma cultura futebolística também. Isso faz diferença. Mas acho que é muito bom receber esse pessoal porque também aprendemos.

Se decepcionou com a torcida do Flamengo?

Não. Torcida colocava 50 mil todo jogo. A torcida é soberana. Eles aplaudem, vaiam… Eles têm o direito. A razão de ser de qualquer clube de futebol é a torcida, ainda mais o Flamengo, que tem a maior torcida do mundo.

E com a direção?

Quando você vai para um clube, você conversa com as pessoas. Você expõe e escuta ideias. Aquilo que eu fiz as pessoas escutarem, é exatamente o que eu sou. E aquilo que escutei, é exatamente o que aquelas pessoas queriam para o clube nos próximos três anos. No momento que pedi demissão, é porque havia conversas com o Jorge (Jesus). Ele está totalmente fora dessa questão, ele é treinador e não tem nada a ver com isso. Mas eu me senti traído. Quando vi que aquilo que tinha como idéia que iria encontrar não era o que estava ocorrendo, eu decidi sair. E saí. Só lamento uma coisa: eu tinha tido uma conversa com uma pessoa da direção durante a eleição e tinha ficado praticamente apalavrado com aquela pessoa. Mantive aquilo que na minha consciência era o correto.

Influência da imprensa no seu trabalho

No fundo a imprensa vai com aquilo que é o pensamento de alguns torcedores. Ou então é uma opinião própria do jornalista. Mas não influencia nada. Não leio sobre o clube que eu trabalho. Não adianta a direção ter opinião contrária porque não vou atendê-los. O que rola é minha cabeça, não é a deles. Vou escutá-los, atender não. Esse problema começou a surgir na semana que vencemos o Athletico-PR. Nós tínhamos um jogo contra o Fortaleza e depois o Corinthians pelo jogo de volta da Copa do Brasil. Me perguntaram se seria o mesmo time, e eu disse que ‘com certeza que não’. E depois veio uma resposta que não concordavam com aquilo. Acho legal, eles têm a opinião deles e eu tenho a minha. É a minha cabeça que rola, não vou perder por causa dos outros”, completou.

Arrascaeta

Não tenho nada contra o Arrascaeta. Minha equipe, naquele momento, estava muito bem. Tive jogos que coloquei o Bruno (Henrique) pra dentro e se saiu muito bem. E o Gabriel (Barbosa) também. Isso tudo para tentar o encaixe com o Arrascaeta. Mas tinha Everton Ribeiro e Diego ainda. É um jogador de um nível muito grande. Eu tinha pedido o Dedé, mas não foi possível depois do caso do Arrascaeta. Bruno Henrique foi o primeiro pedido. Fiquei feliz com a vinda do Rodrigo Caio, que além de um excelente caráter é um ótimo jogador. O Flamengo está muito bem servido. Não fui eu que pedi a contratação (do Arrascaeta), foi a direção do Flamengo que trouxe.

ICFUT – CAMPEONATO BRASILEIRO DE FUTEBOL SÉRIE A – 2018 – 13º Rodada

CEARÁ 1 X 0 SPORT – 18/07

GRÊMIO 2 X 0 ATLÉTICO-MG – GOLS – 18/07

FLAMENGO 0 X 1 SÃO PAULO – 18/07

CORINTHIANS 2 X 0 BOTAFOGO – GOLS – 18/07

VITÓRIA 1 X 0 PARANÁ

Cruzeiro 3 x 1 América MG

Santos 1 x 1 Palmeiras

Vasco 1 x 1 Fluminense

CHAPECOENSE 1 X 1 BAHIA

Atlético-PR 2×2 Internacional

ICFUT – BRASILEIRÃO VOLTOU !!!

13ª RODADA

18/07/2018

19h30 Ceará x Sport
21h00 Vitória x Paraná Clube
21h45 Flamengo x São Paulo
21h45 Corinthians x Botafogo
21h45 Grêmio x Atlético-MG

19/07/2018

19h30 Cruzeiro x América-MG
19h30 Chapecoense x Bahia
20h00 Vasco da Gama x Fluminense
20h00 Santos x Palmeiras
21h00 Atlético-PR x Internacional

ICFUT – MERCADO DA BOLA – PÓS – COPA 2018

 

Atlético Paranaense

Bruno Nazário (ata, Guarani) –  Chegou
Wellington (vol, Vasco) –  Chegou

Ederson (ata) –  Saiu
Fernando Diniz (téc) – Saiu
Marcão (zag, Chaves-POR) – Saiu
Marcos Guilherme (mei, Al Wehda-ARA) –  Saiu
Pavez (v, Colo-Colo-CHI) – Saiu
Ribamar (ata, Pyramids do Egito) –  Saiu
Caio (gol, Louletano-POR) – Saiu

Atlético Mineiro

David Terans (mei, Atl.Rentistas-URU) – Chegou
Denilson (ata, Vitória) = Chegou
Edinho (vol, Fortaleza) – Chegou
José Welison (vol, Vitória) –  Chegou
Leandrinho (ata, Napoli-ITA) – Chegou
Yimmi Chará (mei, Barranquilla-COL) –  Chegou

Arouca (vol, Vitória) Saiu
Bremer (zag, Torino-ITA) Saiu
Otero (mei, Al Wehda-ARA) Saiu
Roger Guedes (ata, Shandong Luneng-CHN) Saiu
Yago (vol, Al Qadisiyah) Saiu
Giovanni (gol) Saiu

Botafogo

Marcos Paquetá (téc) Chegou
Gustavo Bochecha (mei) Renovou
Joel Carli (zag) Renovou

Alberto Valentim (téc) Saiu
Leandro Carvalho (ata, Ceará) Saiu
Vinicius Tanque (ata, Mafra-POR) Saiu

Cruzeiro

Hernán Barcos (ata, LDU) Chegou

Digão (zag, Cruzeiro) Saiu
Victor Luiz (lat, Londrina) Saiu
Arthur (zag, Nacional-POR) Saiu

Corinthians

Danilo Avelar (lat, Torino-ITA) Chegou
Jonathas (ata, Hannover) Chegou
Emerson Sheik (ata) Renovou

Kazim (ata, Lobos BUAP-MEX) Saiu
Léo Príncipe (lat, Le Havre-FRA Saiu
Maycon (mei, Shakhtar-UCR) Saiu
Sidcley (lat, Dynamo Kiev-UCR) Saiu
Balbuena (zag, West Ham-ING) Saiu

Flamengo

Fernando Uribe (ata, Toluca-MEX) Chegou

Ederson (mei) Saiu
Felipe Vizeu (ata, Udinesse-ITA) Saiu
Jonas (Al Ittihad-ARA) Saiu
Vinicius Jr (ata, Real Madrid) Saiu

Fluminense

Digão (zag, Cruzeiro) Chegou
Luciano (ata, Panathinaikos-GRE) Chegou
Marcelo Oliveira (téc) Chegou

Abel Braga (téc) Saiu
Luan Peres (zag) Saiu
Nathan Ribeiro (zag, Kashiwa Reysol-JAP) Saiu
Reginaldo (zag, Ponte Preta) Saiu

Grêmio

Marinho (ata, Changchung Yatay-CHN) Chegou

Arthur (vol, Barcelona) Saiu
Maicossuel (mei, São Paulo) Saiu
Luan (ata, Lazio-ITA) Pode sair
Lincoln (mei, Rizespor-TUR) Volta de empréstimo

Internacional

Martín Sarrafiore (mei, Huracán) Chegou
Jonatan Álvez (ata, J. Barranquilla-COL) Chegou

Seijas (mei, Independiente Santa Fe-COL) Saiu
Eduardo Henrique (vol, Belenenses-POR) Saiu
Gabriel Dias (vol, Sport) Pode sair
Darío Aimar (zag, Barcelona-EQU) Pode chegar
Rômulo (vol, Flamengo) Pode chegar
Klaus (zag, Wolfsburg) Pode sair

Paraná Clube

Nadson (mei, Chapecoense) Chegou
Rodolfo (mei, Dibba Al Fujairah) Chegou

Alemão (lat, Internacional) Saiu
Diego (ata, Internacional) Saiu
Neris (zag, Santa Clara-POR) Saiu
Vitor Feijão (ata, Criciúma) Saiu

Palmeiras

Gustavo Scarpa (mei, Fluminense) Chegou
Nicolás Freire (zag, PEC Zwolle-HOL) Chegou
Vitinho (mei, Barcelona B) Chegou

Fernando (ata, Shakhtar Donetsk-UCR) Saiu
João Pedro (lat, Porto) Saiu
Keno (ata, Pyramids-EGI) Saiu
Tchê Tchê (vol, Dynamo de Kiev-UCR) Saiu

São Paulo

Bruno Peres (lat, Roma-ITA) Chegou
Joao Rojas (mei, Talleres-ARG) Chegou

Cueva (mei, Krasnodar-RUS) Saiu
Daniel (mei, São Bento) Saiu
Junior Tavares (lat, Sampdoria) Saiu
Marcos Guilherme (mei, Al Wehda-ARA) Saiu
Pedro Augusto (vol, São Bento) Saiu
Petros (vol, Al Nasr-ARA) Saiu
Valdivia (ata, Al-Ittihad) Saiu

Santos

Bryan Ruiz (mei) Chegou

Rodrygo (ata, Real Madrid – só em 2019) Saiu
Carlos Sanchez (mei, Monterrey-MEX) Pode chegar
Jonathan Álvez (ata, Barranquilla-COL) Pode chegar
Lucas Zelarayán (ata, Tigres-MEX) Pode chegar
Franco Di Santo (ata, Shalke 04-ALE) Pode chegar
Copete (ata, Vitória) Pode sair

Vasco

Lenon (lat, Guarani) Chegou
Maxi López (ata, Udinesse-ITA) Chegou
Oswaldo Henríquez (zag, Sport) Chegou
Raul (vol, Ceará) Chegou

Andrés Ríos (ata) Renovou
Paulinho (ata, B. Leverkusen) Saiu
Riascos (ata, Shangai Shenhua) Saiu

HUMOR ICFUT – TOP 12 ● Torcedores revoltados com o time!

Canal – Tavares Videos

As 12 melhores reações de torcedores em fúria com o time! O emblemático João do América, o “Fora Waldemar”, o flamenguista pistola por áudio do WhatsApp e muito mais!

INSCREVA-SE NO CANAL! Deixe seu like, compartilhe com os amigos e ative o sininho para ser avisado imediatamente quando sair vídeo novo aqui no canal! SIGA-ME NAS REDES SOCIAIS

Instagram: http://instagram.com/tavarescr

Twitter: http://twitter.com/Tavares_Cr

ICFUT – MERCADO DA BOLA DO FUTEBOL BRASILEIRO NO PERÍODO DA COPA 2018

Este slideshow necessita de JavaScript.