ICFUT – JOINVILE SO EMPATA EM CASA COM O GUARANI PALHOCA.

Ficha Técnica

Joinville 1 x 1 Guarani

Joinville

Oliveira, Luís Felipe, Bruno Aguiar, Gutti e Rogério; Geandro, Cadu (Tiago Luis), Augusto César (Fabinho) e Marcelo Costa; Bruno Furlan (Fernando Viana) e Rafael Costa

Técnico: Hemerson Maria

 

Guarani

Rodrigo Rocha, Cleiton Garcia, Marcão, Fábio Fidélis e Paulo Vitor (Kaká); Xipote, Brenno Basso; Gustavo Santos e Hégon (Michel); Vitinho (Diogo Dolem) e Marcos Amaral

Técnico: Amaro Júnior

Gols: Tiago Luis (Joinville), aos 24 minutos do segundo tempo; Marcos Amaral (Guarani), aos 26 minutos do primeiro tempo

Público: 5.806

Renda: R$ 67,045

Local: Arena Joinville

Data: 21/02/2015 (sábado)

Árbitro: Ronan Marques da Rosa

Auxiliares: Alex dos Santos e Carlos Felipe Schmidt

ICFUT – ITUANO CAMPEAO PAULISTA DE FUTEBOL 2014

ituano---campeao-paulista-de-2014-wide-1397427565020_1920x1200Ituano

Classificação geral

Atualizado em 13 de abril de 2014

Pos Times G P J V E D GP GC SG Classificação ou rebaixamento
1 Bandeira de Itu.jpg Ituano B 35 19 10 5 4 18 11 +7 Classificado para a Série D 2014 e para a Copa do Brasil 2015
2 Bandeira Santos SaoPaulo Brasil.svg Santos C 45 19 14 3 2 46 19 +27 Classificados para a Copa do Brasil 2015
3 Bandeira da cidade de São Paulo.svg Palmeiras D 38 17 12 2 3 29 14 +15 Classificados para a Copa do Brasil 2015 / Eliminado na semi-final
4 Bandeira penapolis.png Penapolense A 20 17 6 2 9 16 20 -4 Classificado para a Série D 2014 / Eliminado na semi-final
5 Bandeira ribeirao preto.jpg Botafogo-SP B 29 16 9 2 5 23 20 +3 Eliminados nas quartas de final
6 Bandeira da cidade de São Paulo.svg São Paulo A 28 16 8 4 4 28 15 +13
7 Flag of Campinas.svg Ponte Preta C 24 16 8 0 8 17 26 -9
8 Bandeira de Bragança Paulista.jpg Bragantino D 23 16 7 2 7 17 20 -3
9 Bandeira da cidade de São Paulo.svg Corinthians B 24 15 7 3 5 24 19 +5 Eliminados na primeira fase
10 Bandeira de São Bernardo do Campo.jpg São Bernardo C 23 15 6 5 4 23 18 +5
11 Bandeira Osasco.png Audax B 23 15 6 5 4 17 15 +2
12 Bandeira da cidade de São Paulo.svg Portuguesa C 20 15 6 2 7 23 19 +4
13 Bandeira Rio Claro (São Paulo).png Rio Claro D 20 15 5 5 5 29 27 +2
14 Flag piracicaba.gif XV de Piracicaba B 19 15 5 4 6 18 18 0
15 Bandeira de Mogi Mirim.gif Mogi Mirim D 17 15 4 5 6 25 30 -5
16 Lins Bandeira.jpg Linense A 16 15 5 1 9 9 21 -12
17 Bandeira ribeirao preto.jpg Comercial A 12 15 3 3 9 13 21 -8 Zona de rebaixamento à Série A2 2015
18 Itápolisbandeira.jpg Oeste D 11 15 3 2 10 16 28 -12
19 BandeiraSorocaba.svg Atlético Sorocaba A 11 15 2 5 8 16 29 -13
20 BandeiraJundiai.svg Paulista C 4 15 0 4 11 14 31 -17

ICFUT -COPA DO BRASIL: São Paulo, Bragantino e Barueri avançam, mas Lusa e Bugre decepcionam

Fonte: futebolinterior

Doze times garantiram vagas nos jogos de volta. Três deles são paulistas. Sete confrontos estão definidos.

Campinas, SP, 9 (AFI) – Dos cinco times paulistas que entraram em campo, nesta quarta-feira, pela Copa do Brasil, três avançaram à segunda fase e dois foram eliminados. São Paulo, Bragantino e Grêmio Barueri avançaram, enquanto dois foram eliminados – Portuguesa e Guarani. No total, foram disputados 12 jogos de volta, com vitórias de 10 mandantes, e mais dois jogos de ida. Até agora estão classificados 22 times para a segunda fase e definidos sete confrontos.

SÃO PAULO VENCEU FÁCIL
No Morumbi, ainda com um futebol questionável, o São Paulo venceu o CSA por 3 a 0, com gols de Alexandre Pato, no primeiro tempo, e dois gols de Luis Fabiano, na etapa final. Com isso fechou a série com seis pontos, porque tinha vencido em Maceió, por 1 a 0. Na próxima fase, o tricolor pega outro time alagoano, o CRB, que eliminou o Rondonópolis. Venceu em casa, por 2 a 0 e tinha empatado fora, por 2 a 2.

Em Bragança Paulista, o Bragantino também jogou “pro gasto” e venceu o Lajeadense-RS, por 1 a 0. Na ida, tinha empatado sem gols. Agora vai enfrentar o Figueirense, que venceu, de virada, pro 3 a 1, o Plácido de Castro-AC, que na ida tinha segurado o zero a zero.
Em casa, o Grêmio Barueri, que disputa a Série A2 Paulista, empatou sem gols com o Goianésia-GO. Lá em Goiás houve empate por 2 a 2, o que deu a vaga ao representante paulista porque marcou dois gols fora de casa. Méritos para o técnico Kleiton Lima, que se tivesse sido contratado antes já teria o time da ameçaa de rebaixamento no Paulista A2.
Na segunda fase, o Barueri vai enfrentar o vencedor de Criciúma e Londrina, que decidem vaga nesta quinta-feira, em Santa Catarina. A vantagem é do time do Paraná, que ganhou na ida por 2 a 0.

OS ELIMINADOS
À tarde, em Paulínia, o Guarani confirmou o seu mau momento ao perder para o modesto Santa Rita-Al, por 2 a 1. Lá em Alagoas, houve empate sem gols. Este jogo foi realizado em Paulínia, cidade vizinha a Campinas, porque oEstádio Brinco de Ouro passa por reformas.
O Santa Rita, ex-Corinthians Alagoano, vai enfrentar o Potiguar de Mossoró (RN), que eliminou a Portuguesa, mesmo perdendo por 2 a 1, nesta noite, no Canindé. Na idade, o time potiguar tinha vencido por 1 a 0 e ficou com a vaga por marcar um gol fora de seus domínios.
OUTROS JOGOS
Enquanto o Sport decidia em Fortaleza o título da Copa do Nordeste, os seus maiores rivais estavam em campo. O Náutico sofreu, mas ficou com a vaga ao eliminar o Sergipe nos pênaltis, por 3 a 1, após vencer no tempo normal por 1 a 0, devolvendo o resultado da ida. O Timbu vai pegar agora o vencedor de América-RN e Boa Vista-RJ, que farão o segundo confronto no dia 23 de abril. Na ida o time potiguar venceu por 2 a 1.
Ainda pelo jogo de ida, o Santa Cruz fez 1 a 0, fora de casa, diante do Lagarto, em Sergipe.
Em Goiânia, mesmo com time misto, por decidir o título estadual com o Goiás, no próximo domingo, o Atlético-GO empatou, por 2 a 2, com o Flamengo-PI e ficou com a vaga porque na ida tinha vencido por 1 a 0. Na outra fase, pega o ABC, de Natal, que eliminou o Desportiva-ES, em dois jogos.

NORTE E NORDESTE
Campeão maranhense, em casa, o Sampaio Corrêa fez 3 a 1 em cima do Interporto-TO, garantindo a vaga porque tinha empatado fora por 2 a 2, deixando o técnico Flávio Araújo satisfeito. Seu adversário será o Palmeiras. Em Campina Grande, com um gol no final, o Treze bateu o Tombense-MG, por 2 a 1, de virada, indo à segunda fase porque tinha empatado fora por 1 a 1.

Em Manaus, o Nacional-AM ganhou por 2 a 1 do São Luiz, de Ijuí (RS). Destaque para o meia Chapinha, que marcou os dois gols do time da casa.
Pela ida, em casa, o Novo Hamburgo (RS) ganhou por 1 a 0 do Joinville, preocupado com a decisão catarinense no próximo domingo.

Confira os resultados desta quarta-feira:

JOGOS DE VOLTA

Guarani-SP 1 x 2 Santa Rita-AL * (0 x 0)
Portuguesa-SP 2 x 1 Potiguar-M-RN * (0 x 1)
* Náutico-PE 1 (3) x 0 (1) Sergipe-SE (0 x 1)
* CRB-AL 2 x 0 Rondonópolis-MT (2 x 2)
* Figueirense-SC 3 x 1 Plácido de Castro-AC (0 x 0)
* Bragantino-SP 1 x 0 Lajeadense-RS (0 x 0)
* Treze-PB 2 x 1 Tombense-MG (1 x 1)
* Atlético-GO 2 x 2 Flamengo-PI (1 x 0)
* Grêmio Barueri-SP 0 x 0 Goianésia-GO (2 x 2)
* Sampaio Corrêa-MA 3 x 1 Interporto-TO (2 x 2)
* Nacional-AM 2 x 1 São Luiz-RS (2 x 2)
* São Paulo-SP 2 x 0 CSA-AL (1 x 0)
* Classificados à 2.ª fase

JOGOS DE IDA



Terça-feira

Rio Branco-AC 0 x 2 Chapecoense-SC *
Quarta-feira
Lagarto-SE 0 x 1 Santa Cruz-PE
Novo Hamburgo-RS 1 x O Joinville-SC

Confira os jogos de ida:

19h30
Paraná-PR x São Bernardo-SP (1 x 1)
Criciúma-SC x Londrina-PR (0 x 2)
Fluminense-RJ x Horizonte-CE (1 x 3)

Por Cleber Aguiar – O Super Santos no Paulistão desde 2006 fazendo história !

Um marca incrível desde de 2006 o Peixe só não foi campeão ou vice no ano de 2008 , pois de 2006 até 2013  são 5 títulos e 2 vices campeonatos. Hoje Super Santos faz mais uma final contra mas uma grande surpresa do interior no caso do Ituano. Mas isso não é novidade 2007 o Santos foi campeão contra o São Caetano, 2010 contra o Santo André e por fim em 2012 contra o Guarani.

Podemos dizer que o Trio -de -Ferro da Capital não tem competência nem para chegar em uma final para tentar barrar o Santos, apesar da humilhante marca para os queridinhos da capital , em  dois vices campeonatos o Corinthians foi o único a impedir a incrível marca  de cinco  campeonatos consecutivos do Alvinegro Praiano.O time mais Europeu do Brasil o São Paulo não chega a uma final desde de 2005 ” Grande Tricolor…rsrsrs ” Chupa Rogerinho.

O pior de tudo é sempre escutar viúva de Pelé, viúva de Diego e Robinho, viúva de Neymar,  é bom nosso adversários mudarem o disco jajá essas viúvas vão montar uma seleção….kkkk…CHUPA TRIO DE MERDA…CHUPA GLOBO !!!

 

NASCER, VIVER E NO SANTOS MORRER !!!

ANTOS FC  CAMPEAO PAULISTA 2006.
SANTOS FC CAMPEÃO PAULISTA 2006.
SANTOS FC  BICAMPEÃO PAULISTA 2007
SANTOS FC BICAMPEÃO PAULISTA 2007
SANTOS FC BI VICE CAMPEÃO PAULISTA 2009
SANTOS FC  VICE CAMPEÃO PAULISTA 2009
SANTOS FC CAMPEÃO PAULISTA 2010
SANTOS FC CAMPEÃO PAULISTA 2010
SANTOS FC BI CAMPEÃO PAULISTA 2011
SANTOS FC BI CAMPEÃO PAULISTA 2011

 

SANTOS FC TRICAMPEÃO PAULISTA 2013
SANTOS FC TRICAMPEÃO PAULISTA 2013

 

SANTOS FC VICE CAMPEAO PAULISTA 2013
SANTOS FC VICE CAMPEÃO PAULISTA 2013
SANTOS CAMPEÃO PAULISTA DE  2014 ?
SANTOS DE 2014 

Por Cleber Aguiar – Atacante é dispensado e despejado do Brinco; cartola vê ‘ato político’

Fonte: Globo.com

Manoel tenta passar a noite no estádio do Guarani, mas seguranças do clube o tiram do local. Presidente Álvaro Negrão acusa vice Horley Senna de tumultuar ambiente

Por GloboEsporte.comCampinas, SP

Manoel reforço Guarani (Foto: Warley Meneses/Guarani FC)

Manoel está literalmente fora do Guarani. Dispensado pelo clube na semana passada, por deficiência técnica, o atacante de 21 anos ainda permanecia nos alojamentos do Brinco de Ouro até esta quinta-feira, mas acabou sendo despejado por ordem do clube.

O jogador alega que tem contrato a cumprir e, por não ser de Campinas, não tem para onde ir. Já a diretoria diz que deu um prazo ao jovem para encontrar um novo lugar para viver e não pode ter um ex-funcionário morando nos alojamentos do estádio.

Em meio a esse imbróglio estão dois vice-presidentes (Horley Senna e Palmeron Mendes Filho), acusados por Álvaro Negrão, mandatário do Bugre, de influenciar o garoto com o intuito de tumultuarem o ambiente. O Guarani passa por processo eleitoral em março, e Senna deve ser o adversário de Negrão nas urnas.

Fui pego de surpresa. Peguei minhas coisas e tive de sair do estádio”
Manoel, atacante desalojado

A polêmica entre Guarani e Manoel ganhou grande repercussão por causa dos fatos desta quinta. O atacante estava no Brinco de Ouro nesta tarde e foi comunicado por um segurança de que teria de ir embora imediatamente. Indignado, o atacante deixou os quartos com duas malas e reclamou do tratamento do clube. Ele recebe R$ 2 mil em carteira.

– Fui pego de surpresa. Peguei minhas coisas e tive de sair do estádio. Tinha um ano de contrato, foi feita a proposta de acerto. Só que eu programei minha vida em cima desse ano. Noivei agora no Natal. Não tem como, de maneira nenhuma, pegar e sair com os dias trabalhados e achar que está tudo bem, sem ter para onde ir – afirmou o atleta, em entrevista à Rádio Bandeirantes de Campinas.

Manoel pegou um táxi, deixou o Brinco de Ouro e partiu para um hotel. O atacante diz que terá ajuda de empresários para ficar na cidade até encontrar um novo clube ou entrar em acordo com o Guarani.

– Meu empresário vai me mandar uma quantia para eu me virar aqui por enquanto. Não tenho nada contra o Álvaro, nem os dirigentes, nem nada contra a instituição, mas temos de resolver essa situação. Queria sair da melhor maneira possível, porque o mundo da bola dá voltas – disse o atacante, que tinha contrato com o Bugre até 11 de dezembro deste ano.

Briga política

Fizemos a mesma coisa com cinco atletas e não tivemos trabalho. O Manoel não aceitou o acordo, foi intransigente, mal orientado e tem segundas intenções, ligado ao grupo que é dissidente”
Álvaro Negrão, presidente do Guarani

A diretoria do Guarani divulgou uma versão diferente do fato. Segundo o clube, Manoel foi informado da dispensa por deficiência técnica na última quarta-feira e ganhou um prazo de uma semana para deixar o Brinco de Ouro. Como o prazo dado pelo Bugre acabou, os dirigentes ordenaram que ele não entrasse mais no clube.

Irritado com a repercussão, o presidente Álvaro Negrão acusou Horley Senna, primeiro vice e provável candidato da oposição nas eleições de março, de influenciar o jogador.

– Infelizmente, começou a política no Guarani. O Manoel foi comunicado pelo Simplício (coordenador de futebol) e pelo Giardini (diretor) que não ficaria por deficiência técnica. Tinha data limite para sair. O acordo não foi aceito, ele queria receber os 12 meses de contrato. Já se passaram nove dias e ele foi aconselhado a ficar, pelo grupo do Palmeron e também do Horley. Fizemos a mesma coisa com cinco atletas e não tivemos trabalho. O Manoel não aceitou o acordo, foi intransigente, mal orientado e tem segundas intenções, ligado ao grupo que é dissidente – reclamou o presidente.

Por Cleber Aguiar – Na Série C, Guarani bate recorde de time campeão brasileiro de 78

Fonte: Folha Online

LUCAS SAMPAIO

sitefumagalli-150x150Único campeão brasileiro do interior, o Guarani comemorou esta semana 35 anos do maior título da sua história com um recorde do lendário time de 78 quebrado pela atual equipe, que luta na Série C do Brasileiro.

Líder do grupo B da competição, o Guarani está invicto no campeonato: já são nove jogos sem derrota –cinco vitórias e quatro empates– e 810 minutos sem tomar gol, o que fez a equipe atual superar os 777 minutos da maior esquadra da história bugrina.

Amanhã, contra o Madureira, o clima vai ser de festa em dobro no Brinco de Ouro da Princesa para a torcida.

O departamento de marketing do clube vai lançar uma camiseta em homenagem à “Melhor Defesa do Brasil” e pretende reverenciar dois campeões do título de 78 antes da partida: o goleiro Neneca e o treinador Carlos Alberto Silva.

Apesar da marca, ultimamente o torcedor do Guarani não tem tido muitos motivos para comemorar.

O time não perde, mas também sofre para ganhar. O Guarani é o único clube que não tomou nenhum gol na Série C, mas fez mais de um gol na mesma partida apenas contra o Vila Nova, na última vez que jogou em casa.

O clube vive hoje um dos piores momentos de sua história, mesmo após ser vice-campeão estadual em 2012.

Já caiu sete vezes nos últimos dez anos –quatro vezes no Brasileiro e três no Paulista, inclusive em 2013– e disputa a terceira divisão do Campeonato Brasileiro pela terceira vez desde 2007.

Por Cleber Aguiar – PAULISTÃO: Guarani é rebaixado; Sorocaba e Ituano respiram

Fonte:Futebolinterior.com.br

Bugre conheceu o décimo rebaixamento em doze anos

GUARANI

 Agora é oficial. Com duas rodadas de antecedência, o Guarani foi rebaixado à Série A2 do Campeonato Paulista na abertura da 18ª rodada do Paulistão. A combinação de resultados aconteceu e o Bugre foi degolado com as vitórias de Ituano e Atlético Sorocaba.

Com dez pontos, mesmo que o Guarani ganhe os dois jogos contra Palmeiras e União Barbarense, respectivamente, não poderá alcançar o primeiro time fora da zona de rebaixamento, que ainda não foi definido, mas terá, no mínimo, 17 pontos.

A esperança bugrina era a derrota do Ituano para o Paulista, mas o que houve foi justamente o contrário. No Estádio Jayme Cintra, em Jundiaí, os donos da casa foram superados por 3 a 2 e viram o Galo de Itu chegar aos 17 pontos e empurrar o Mirassol para a zona de rebaixamento, com 15 pontos.

Quem também fez festa na noite desta sexta-feira foi o Atlético Sorocaba. Com gol aos 50 minutos do segundo tempo, o time derrotou o Oeste, em casa, chegou aos 19 pontos e pode se livrar o rebaixamento ainda nesta rodada. Basta que o Mirassol seja derrotado pela Ponte Preta.

Confira os jogos da 18ª rodada:

Sexta-feira
Paulista 2 x 3 Ituano
Atlético Sorocaba 1 x 0 Oeste

Sábado
16 horas

Penapolense x São Caetano
18h30
União Barbarense x Santos
São Paulo x XV de Piracicaba

Domingo
16 horas

Palmeiras x Guarani
Linense x Corinthians
18h30
Botafogo x Bragantino
Ponte Preta x Mirassol
São Bernardo x Mogi Mirim

ICFUT – CAMPEONATO PAULISTA DE FUTEBOL 2013 – LINK,CLASSIFICAÇÃO,GOLS & ARTILHARIA

 

 

 

LINK AO VIVO PARA OS JOGOS DOS ESTADUAIS 2013 CLIQUE AQUI !

9 GOLS
Ponte Preta – William

8 GOLS
Bragantino – Léo Jayme e Lincom
São Paulo – Luís Fabiano

7 GOLS
Bragantino – Léo Jayme
Oeste – Serginho
São Bernardo – Fernando Baiano

Clube PG J V E D GP GC SG A%
São Paulo 35 14 11 2 1 28 12 16 83,3
Ponte Preta 33 15 9 6 0 22 9 13 73,3
Santos 29 15 8 5 2 26 18 8 64,4
Mogi Mirim 27 15 8 3 4 29 18 11 60,0
Corinthians 26 15 6 8 1 24 13 11 57,8
Botafogo 25 15 7 4 4 21 15 6 55,6
Palmeiras 25 15 6 7 2 25 19 6 55,6
Penapolense 21 15 6 3 6 20 19 1 46,7
Bragantino 21 15 5 6 4 23 24 -1 46,7
10º
Linense 21 15 5 6 4 21 22 -1 46,7
11º
Oeste 19 15 5 4 6 19 22 -3 42,2
12º
Paulista 17 15 4 5 6 14 18 -4 37,8
13º
São Bernardo 16 15 4 4 7 19 26 -7 35,6
14º
Mirassol 15 15 4 3 8 26 27 -1 33,3
15º
XV de Piracicaba 15 15 3 6 6 22 27 -5 33,3
16º
Ituano 13 15 3 4 8 14 24 -10 28,9
17º
União Barbarense 11 14 2 5 7 10 21 -11 26,2
18º
São Caetano 11 15 2 5 8 17 29 -12 24,4
19º
Atlético Sorocaba 10 15 2 4 9 19 26 -7 22,2
20º
Guarani 10 15 2 4 9 18 28 -10 22,2
15ª RODADA
27/03 – 19h30 São Caetano 2 x 2 XV de Piracicaba
27/03 – 19h30 Linense 2 x 3 União Barbarense
27/03 – 19h30 Mirassol 6 x 2 Palmeiras
27/03 – 19h30 Bragantino 1 x 0 Ituano
27/03 – 19h30 Ponte Preta 1 x 0 Botafogo
27/03 – 22h00 Corinthians 1 x 1 Penapolense
27/03 – 22h00 Paulista 0 x 2 São Paulo
28/03 – 19h30 São Bernardo 2 x 2 Atlético Sorocaba
28/03 – 19h30 Santos 2 x 2 Mogi Mirim
28/03 – 21h00 Oeste 2 x 2 Guarani
16ª RODADA
30/03 – 16h00 Bragantino x Paulista
30/03 – 16h00 XV de Piracicaba x Ponte Preta
30/03 – 18h30 Ituano x Botafogo
30/03 – 18h30 Palmeiras x Linense
30/03 – 18h30 Mirassol x Penapolense
31/03 – 16h00 Guarani x Atlético Sorocaba
31/03 – 16h00 São Paulo x Corinthians
31/03 – 18h30 São Caetano x Mogi Mirim
31/03 – 18h30 União Barbarense x São Bernardo
31/03 – 18h30 Oeste x Santos

Por Cleber Aguiar – Guarani 1 x 3 Ponte Preta – Dérbi com vitória justa e sotaque peruano

Fonte:futebolinterior.com.br

O estreante Ramírez foi um dos destaques da Macaca neste sábado

Foto: Rodrigo Villalba

Campinas, SP, 26 (AFI) – A qualidade fez a diferença neste sábado. Com um time muito melhor tecnicamente e bom futebol, principalmente, na segunda etapa, a Ponte Preta levou a melhor sobre o Guarani no provável único dérbi de 2013. No Estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas, os alvinegros venceram por 3 a 1, com justiça e gol do estreante Ramírez, em jogo válido pela terceira rodada do Campeonato Paulista.

Com o resultado, a Ponte Preta manteve a invencibilidade no Campeonato Paulista e assumiu a liderança provisória, com sete pontos. Por outro lado, o Guarani não sabe o que é vencer. O Bugre tem apenas um ponto e já começa a dar mostrar que lutará contra o rebaixamento.

De quebra, a Macaca diminuiu a diferença de vitórias sobre o maior rival em dérbis. No clássico de número 190, a Ponte Preta chegou ao seu 61º triunfo. O Bugre venceu outras 66 vezes e ainda houveram 62 empates. Ainda existe um jogo entre as equipes que o resultado não foi conhecido.

Tempos distintos
No primeiro tempo, o Guarani começou melhor e teve mais volume de jogo no início. Na base da velocidade – com Cicinho e Chiquinho – a Ponte Preta criou mais e teve duas grandes chances de abrir o placar antes de William balançar as redes em cabeçada certeira após levantamento de Wellington Bruno.

No final, o Bugre fez blitz pelo lado direito e conseguiu o empate. Fumagalli aproveitou bola viva dentro da área e bateu de primeira. O segundo tempo, porém, foi jogo de um time só. Desde o começo, a Ponte tomou iniciativa e conseguiu marcar mais duas vezes com o meia Ramírez em cobrança de falta e Bruno Silva, justamente os dois principais reforços para a temporada.

O jogo
Dérbi não é dérbi se não existe mistério dos treinadores antes da partida. Durante toda semana, de ambas partes, houve treinamentos secretos, despiste e, é claro, escalações escondidas. Momentos antes da partida, porém, os segredos foram revelados. No Bugre, Zé Teodoro foi cauteloso e mandou a campo um time com cinco homens no meio-campo, enquanto Guto Ferreira repetiu a escalação do duelo contra o Corinthians e deixou Alemão e Ramírez no banco.

Estas escalações fizeram com que o Guarani começasse melhor a partida. Mais consistente e jogando no campo do adversário, os donos da casa tiveram maisposse de bola e controlaram o jogo nos primeiros quinze minutos. A solidão do atacante Siloé, no entanto, era o principal problema do Bugre, pois a defesa da Macaca levou a melhor em todas as chegadas do adversário no ataque.

Numa saída rápida, a Ponte Preta criou a primeira boa chance. Cicinho arrancou pela direita e lançou para Chiquinho. Na velocidade, o atacante cortou a marcação e de perna esquerda bateu fraco, para boa defesa do goleiro Emerson. No lance seguinte, o Guarani respondeu. Fumagalli deixou Siloé na cara do gol. O bugrino tentou driblar o goleiro, mas Edson Bastos saiu bem e fez grande intervenção.

Mesmo com menos posse de bola, a Ponte Preta encontrou espaço para atacar, nas costas de Bruno Recife. Por lá, Chiquinho se livrou do lateral bugrino pelo lado esquerdo e ficou de frente para o gol. O atacante tentou fazer o passe para Willian, mas a bola ficou curta e o zagueiro Leandro Souza evitou o pior, fazendo o corte para escanteio.

O gol
Muito mais perigosa, a Ponte Preta abriu o placar aos 29 minutos. Desta vez pelo lado esquerdo, Wellington Bruno recebeu na área e levou na medida para William, que mostrou faro de gol e deu um leve desviou de cabeça, suficiente para tirar o goleiro Emerson da jogada e colocar a bola no cantinho esquerdo.

O Guarani não se abalou com o gol, mas seguiu sem conseguir penetrar na defesa. A Ponte Preta, por outro lado, seguia dando suas estocadas. Desta vez foi Cicinho quem levou perigo. O meia recebeu na entrada da área, cortou para o pé direito e bateu forte. Emerson fez grande defesa e espalmou. William tentou pegar o rebote, mas passou da bola.

Blitz e empate
Pelo lado direito, o Guarani resolveu pressionar nos minutos finais. Depois de cruzamento de Denner, que fez boa dobradinha com Oziel na primeira etapa, a bola passou por toda defesa pontepretana e sobrou para Eusébio. O volantechutou de primeira e Edson Bastos fez grande defesa. Dois minutos depois, entretanto, o goleiro da Macaca não pode fazer nada.

Mais uma vez, o Bugre tentou pelo lado direito. Após novo levantamento, Siloé tentou dominar de peito, mas a bola sobrou para o meia Fumagalli. De primeira, o camisa 10 bateu forte e conseguiu vencer o goleiro Edson Bastos, que ainda tentou fazer a defesa.

Segundo tempo
Ao contrário do início da partida foi a Ponte Preta quem controlou a partida nos primeiros minutos da segunda etapa. Com mais posse de bola, o time se lançou ao ataque, sempre pelas laterais. O Guarani, entretanto, teve chance de virar com Siloé, mas o atacante bateu fraco e o zagueiro Cléber afastou o perigo.

Os dois treinadores resolveram mexer nos times para tentar mudar o panorama da partida. Badalado antes mesmo de sua chegada, o meia Ramírez entrou em campo pela primeira vez no lugar de Wellington Bruno. Zé Teodoro tentou responder na mesma moeda colocando o meia Wesley, mas a qualidade do peruano acabou fazendo a diferença.

Estreia estrelada
Em seu primeiro toque na bola, praticamente, Ramírez marcou um golaço aos 22 minutos. Em cobrança de falta da intermediária, o meia encobriu o goleiro Emerson, fazendo a torcida da Ponte Preta lembrar do gol de Ronaldinho Gaúcho na Copa de 2002 contra a Inglaterra, e de outro estrangeiro que marcou gols de dérbi: Gigena.

O gol abalou o Guarani. Dois minutos depois do segundo gol, a defesa bugrina ficou assistindo o time da Ponte Preta tocar a bola na intermediária. Sendo assim, Ramírez encontrou Bruno Silva livre na entrada da área. Com tranquilidade, o meio-campista bateu firme, sem chances de defesa para Emerson e ampliou o marcador.

O Guarani se lançou ao ataque e deu espaço para a Ponte Preta construir uma qualidade, mas por sorte e pelo goleiro Emerson o placar terminou desta forma. Para alegria de apenas um lado de Campinas: o alvinegro.

Próximos jogos
A Ponte Preta volta a campo contra o Oeste, na próxima quarta-feira, às 19h30, no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. No dia seguinte, o Guarani recebe o Bragantino, às 19h30, no Estádio Brinco de Ouro, em Campinas.

Ficha Técnica

Guarani 1 x 3 Ponte Preta
Fase
1.ª fase
Rodada
Data
26/01/2013
Horário
17h00
 
Local
Estádio Brinco de Ouro da Princesa , em Campinas
 

Árbitro
Wilson Luiz Seneme

Assistentes
Danilo Ricardo Simon Manis e Paulo de Souza Amaral

 
 Renda
R$ 157.880,00

 

 Público
7.020 pagantes
 

Cartões Amarelos
Guarani:Lusmar
Ponte Preta:Bruno Silva
 
 

Gols
Guarani: Fumagalli 43′ 1T
Ponte Preta: Bruno Silva 24′ 2T, William 29′ 1T, Ramirez 22′ 2T
 

Guarani

Emerson; 
Oziel, Leandro Souza, Montoya e Bruno Recife; 
Lusmar (Dudu), Ademir Sopa (Michel Elói), Eusébio, Denner (Wesley) e Fumagalli;
Siloé

Técnico: Zé Teodoro.

 

Ponte Preta

Edson Bastos; 
Artur, Cleber, Ferron e Uendel;
Baraka, Bruno SIlva (Memo), Cicinho e Wellington Bruno (Ramirez); 
Chiquinho (Ferrugem) e William

Técnico: Guto Ferreira.