ICFUT – BRASILEIRÃO SERIE A – 2018 – Grêmio (RS) 0x2 Palmeiras (SP)

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 0 X 2 PALMEIRAS

Data: 06 de junho de 2018, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre
Árbitro: Rafael Traci
Assistentes: Ivan Carlos Bohn e Rafael Trombeta
Publico:
Renda:

Cartões amarelos: Paulo Victor e Luan (GRÊMIO); Dudu, Moisés, Bruno Henrique, Hyoran e Felipe Melo (PALMEIRAS)

GOL
PALMEIRAS: Willian, aos 21, e aos 41 minutos do segundo tempo

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Leonardo Gomes, Bressan, Kannemann e Bruno Cortez; Maicon (Jailson) e Arthur (Thonny Anderson); Lima (Pepê), Luan e Everton; André
Técnico: Renato Gaúcho

PALMEIRAS: Jailson; Marcos Rocha, Luan, Thiago Martins e Victor Luis; Felipe Melo (Thiago Santos), Bruno Henrique (Lucas Lima) e Moisés (Jean); Hyoran, Dudu e Willian.
Técnico: Roger Machado

ICFUT – PAULISTÃO 2018 – Corinthians Bicampeão Paulista

FICHA TÉCNICA: PALMEIRAS 0 (3) X (4) 1 CORINTHIANS

Estádio: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Data: 8 de abril de 2018, domingo
Horário: 16 horas (horário de Brasília)
Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza
Assistentes: Anderson Jose de Moraes Coelho e Daniel Paulo Ziolli
Cartões amarelos: Cássio, Romero e Ralf (Corinthians); Dudu e Moisés (Palmeiras)
Gol: Rodriguinho

PÊNALTIS
CORINTHIANS: Danilo, Romero, Lucca, Maycon (acertos); Fagner (erro)
PALMEIRAS: Victor Luis, Marcos Rocha, Moisés (acertos); Dudu, Lucas Lima (erros)

PALMEIRAS: Jailson; Marcos Rocha, Antônio Carlos, Thiago Martins e Victor Luis; Bruno Henrique (Thiago Santos), Moisés e Lucas Lima; Dudu, Borja (Deyverson) e Willian (Keno).
Técnico: Roger Machado

CORINTHIANS: Cássio, Fagner, Balbuena, Henrique e Sidcley; Ralf e Maycon; Romero, Jadson (Emerson Sheik), Rodriguinho (Danilo) e Mateus Vital (Lucca)
Técnico: Fábio Carille

ICFUT – Estiloso, Gareca se apresenta ao Palmeiras e nega aversão por verde

Fonte: gazetaesportiva

Ricardo Gareca mostrou, mais uma vez, que tem estilo. Depois de chegar bem vestido ao Brasil na última quarta-feira, o treinador argentino ousou na escolha da roupa em sua apresentação oficial. Na manhã desta sexta-feira, o novo comandante do Palmeiras concedeu entrevista coletiva com um suéter rosa e negou os rumores de que teria aversão pela cor verde.

“É falso, senão eu não teria vindo ao Palmeiras, isso é falso”, afirmou o treinador ao ser questionado sobre uma de suas possíveis superstições. Para causar boa impressão, o argentino colocou a camisa do Verdão colada ao corpo quando posou para os fotógrafos, mas evitou vestir o presente do presidente Paulo Nobre, que tinha o número nove estampado nas costas.

Com bom humor, o treinador foi bastante atencioso com os jornalistas, tentou falar de forma pausada para que fosse bem compreendido, e, em alguns momentos que não entendeuportuguês, pediu para os repórteres falarem mais devagar. Ao confirmar que vai assumir o comando do Palmeiras apenas depois da Copa, Ricardo Gareca também evitou pedir tempo de adaptação.

Fernando Dantas/Gazeta Press

Elegante, argentino Ricardo Gareca chega ao Palmeiras após passagem de sucesso pelo Velez Sarsfield

“Não será preciso de nenhum tempo de adaptação, só foi conversado com o presidente e com a direção para que fosse possível observar os últimos jogos. Isso será importante para mim e para a minha comissão técnica. Quando eu voltar de férias, já vou saber de tudo que preciso no Palmeiras”, completou o comandante que contará com o trabalho do auxiliar Sergio Santín e do preparador físico Néstor Bonillo.

Com contrato até 2015, o treinador de 56 anos chega depois de um bom trabalho pelo Vélez Sarsfield. Lá, foi tricampeão argentino (Clausura 2009 e 2011 e Apertura 2012) e venceu a Super Final 2012/13 (disputa entre o campeão do Apertura e o vencedor do Clausura) contra o Newell’s Old Boys. Seu currículo ainda tem a Copa Conmebol de 1999 pelo Talleres e o Peruano (Apertura) de 2008 pelo Universitário.

ICFUT – Gilson Kleina é demitido do Verdão: "Acabou o ciclo", afirma treinador

Fonte: globo

Após derrota de virada para o Sampaio Corrêa, no Maranhão, treinador é comunicado de sua saída pela diretoria. Conselheiros já pediam queda do técnico

Gilson Kleina (Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação)Gilson Kleina é demitido do Palmeiras
(Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação)

Gilson Kleina não é mais o técnico do Palmeiras. O treinador foi demitido após a derrota de virada para o Sampaio Corrêa, por 2 a 1, na última quarta-feira, no Maranhão, em jogo válido pela segunda fase da Copa do Brasil. A pressão após a terceira derrota consecutiva, somada aos questionamentos recorrentes de conselheiros e torcedores tornaram a sua permanência insustentável. A saída de Alan Kardec para o rival São Paulo contribuiu para a queda no desempenho do time nos últimos jogos, e o comandante acabou pagando com o seu cargo.

A decisão foi anunciada em reunião com a diretoria na Academia de Futebol no início da tarde desta quinta-feira. Após o encontro, Kleina falou rapidamente com a reportagem do GloboEsporte.com e disse deixar o Verdão com tranquilidade.
– Estou tranquilo. Fizemos tudo da melhor forma possível, mas acabou o ciclo – disse ele, por telefone.

Fizemos tudo da melhor forma possível, mas acabou o ciclo"

Gilson Kleina

Em seguida, o treinador divulgou nota comentando sua saída:

– Eu me orgulho de ter ficado à frente da equipe em importantes momentos. Agradeço em especial à torcida, jogadores, funcionários, diretoria e a todos que sempre estiveram me apoiando e dando força em momentos difíceis, mas que, com garra e força de vontade, superamos e vencemos importantes etapas. Encerro esse ciclo e espero que o Palmeiras tenha muito sucesso e esteja sempre no lugar onde merece – afirmou.

Kleina tinha salário de R$ 200 mil mensais. Mas com o sistema de bônus oferecido pela diretoria, ele poderia receber num mês até o dobro disso – ou seja, R$ 400 mil. Com a demissão, o Palmeiras precisará pagar a ele o equivalente a dois salários como multa – a não ser que o técnico acerte com outro clube nesse período de 60 dias.

Com Kleina, deixam o clube preparador físico Fabiano Xhá e os auxiliares Juninho e Jair Leite. O outro assistente técnico, Alberto Valentim, seguirá no clube e deverá, inclusive, dirigir o time interinamente contra o Goiás, sábado, às 18h30, no Pacaembu.

Desde a virada do ano passado a diretoria palmeirense não tinha convicção no trabalho de Kleina. Tanto que a renovação contratual do comandante virou uma novela. O Verdão tentou primeiro a contratação do argentino Marcelo Bielsa, mas não teve sucesso. A atitude irritou o técnico, mas no fim as duas partes chegaram em um acordo.

Gilson Kleina foi contratado em setembro de 2012 para tentar evitar o rebaixamento do time para a Série B. Sem sucesso, ele comandou o Verdão na campanha do retorno à elite do futebol nacional, conquistando a segunda divisão. No cargo, ele acumulou cinco eliminações: Paulistão (2013 e 2014), Sul-Americana (2012), Copa do Brasil (2013) e Taça Libertadores (2013). No total, o comandante fez 105 jogos, com 56 vitórias, 20 empates e 29 derrotas.

Confira a nota oficial do Verdão

"Gilson Kleina não é mais o técnico da Sociedade Esportiva Palmeiras. Após reunião na tarde desta quinta-feira, a diretoria do Verdão decidiu pela saída do treinador do comando da equipe. Kleina, que estava dirigindo o time alviverde desde setembro de 2012, obteve durante sua passagem pelo clube 56 vitórias, 20 empates e 29 derrotas.

A diretoria do Palmeiras irá se pronunciar sobre o caso às 17h, em entrevista na Academia de Futebol. O treino do time acontecerá normalmente, às 15h30. As coletivas do goleiro Fábio e do volante Renato, previamente marcadas para as 14h30 desta quinta, foram canceladas."

Por Edgar – Palmeiras volta a ser Palmeiras e decepciona de novo frente a sua torcida.

Tudo o que poderia prejudicar o Palmeiras na noite deste domingo prejudicou. O Ituano, que nada tem a ver com o drama alviverde, conseguiu uma vitória histórica, por 1 a 0, no Pacaembu, e assegurou uma vaga na final do Campeonato Paulista. Vai enfrentar o Santos nos próximos dois domingos – a Federação Paulista de Futebol define os locais nesta segunda-feira. Ironia ou não, o gol responsável por eliminar o Verdão na primeira chance de título de seu centenário foi de um ex-corintiano: Marcelinho, atacante, campeão da Copa São Paulo em 2009 pelo maior rival palmeirense.

O Ituano, agora, tem a chance de buscar seu segundo título paulista após campanha histórica. Com a melhor defesa do campeonato (dez gols sofridos na primeira fase), o Galo quer repetir a façanha de 2002, em uma edição que não tinha os quatro maiores clubes do estado, que disputaram uma versão turbinada Torneio Rio-São Paulo.

Ao Palmeiras, resta juntar os cacos na primeira frustração de seu centenário. A festa tinha tudo para ser alviverde no Pacaembu, que recebeu o maior público do campeonato (29.166 pagantes). O clube comemorava o aniversário do técnico Gilson Kleina e não perdia no estádio desde o ano passado – a última derrota foi para o Tijuana, na Libertadores. Terminou o jogo sem Alan Kardec e Fernando Prass, machucados, com Valdivia e Bruno César jogando no sacríficio e sem a vaga na decisão estadual.

Agora, restou a Copa do Brasil. Quarta-feira o Verdão enfrenta o Vilhena, no Pacaembu, no jogo de volta da primeira fase. Como venceu em Rondônia, por 1 a 0, o Alviverde joga pelo empate.

Texto: globoesporte.com

 

Por Cleber Aguiar – Wendel é vetado por lesão e Palmeiras terá que improvisar na lateral

Fonte: Gazetaesportiva.net

O Palmeiras terá que improvisar no jogo único válido pela semifinal do Campeonato Paulista. Com lesão na coxa direita, Wendel está vetado da partida contra o Ituano e o zagueiro Tiago Alves deve aparecer na lateral direita no confronto das 18h30 (de Brasília) deste domingo, no Pacaembu.

O camisa 13 já teve que ser substituído nas quartas de final, diante do Bragantino, na quinta-feira, por conta da contusão. Gilson Kleina não divulga quem será o substituto, mas trabalhou alternativas durante treino secreto na tarde desta sábado, na Academia de Futebol.

Wendel já foi desfalque no domingo passado, diante do Santos, e Bruninho iniciou na lateral direita. Mas o volante não agradou na posição, tanto que nem está concentrado para o jogo diante do Ituano. Como Bruno Oliveira, o reserva de Wendel, ainda sofre com contusão, nova improvisação será necessária.

O Verdão rendeu mais na Vila Belmiro com Tiago Alves na lateral direita e a opção deve ser repetida. Assim, Marcelo Oliveira seria recuado para a zaga e Eguren entraria como volante. Outra opção seria a manutenção de Marcelo Oliveira no meio-campo e Wellington atuando como parceiro de Lúcio na zaga.

Existem dúvidas em relação a Valdivia. O chileno terminou a última partida com o tornozelo direito inchado e faz tratamento para ter condições de entrar em campo. Como foi relacionado, dificilmente o meia não começará o decisivo confronto deste fim de semana.

Djalma Vassão/Gazeta Press

O zagueiro Tiago Alves deve ocupar a função de lateral direita na partida única contra Ituano, no Pacaembu

A provável escalação do Palmeiras no decisivo compromisso deste domingo tem: Fernando Prass; Tiago Alves, Lúcio, Marcelo Oliveira e Juninho; Eguren, Wesley e Valdivia; Bruno César, Leandro e Alan Kardec.

Neste sábado, de acordo com informações do Palmeiras, houve um rachão valendo cestas básicas antes de Kleina separar 11 jogadores que iniciarão a partida. Os titulares trabalharam simulações de jogadas. Depois, Marcelo Oliveira levou ovada e ficou sujo também com farinha na comemoração dos seus 27 anos de vida.

Confira os 20 jogadores relacionados para a partida contra o Ituano:

Goleiros: Fernando Prass e Bruno
Laterais: Juninho e William Matheus
Zagueiros: Lúcio, Tiago Alves e Wellington
Volantes: Josimar, Eguren, Marcelo Oliveira e Wesley
Meias: Mazinho, Bruno César, Marquinhos Gabriel, Valdivia, Mendieta e Patrick Vieira
Atacantes: Leandro, Vinicius e Alan Kardec

Por Cleber Aguiar – Palmeiras vence no sufoco a Macaca.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 3 X 2 PONTE PRETA

Local: estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 15 de março de 2014, sábado
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Marcelo Rogério (SP)
Assistentes: Daniel Luis Marques e Patricia Carla de Oliveira (ambos de SP)
Assistentes adicionais: Vinicius Furlan e Regildenia de Holanda Moura (ambos de SP)
Cartões amarelos: Wendel (Palmeiras). Bruno Silva, Diego Sacoman, Adrianinho, Carleto, Alef (Ponte Preta)
GOLS: PALMEIRAS: Eguren, aos 15, Alan Kardec, aos 17, e Mendieta, aos 42 minutos do segundo tempo
PONTE PRETA: Rossi, aos 2 minutos do primeiro tempo. Silvinho, aos 25 minutos do segundo tempo

PALMEIRAS: Fernando Prass; Wendel, Lúcio, Tiago Alves e Juninho; Eguren, França (Mendieta) e Valdivia; Bruno César (Patrick Vieira), Leandro (Vinícius) e Alan Kardec
Técnico: Gilson Kleina

PONTE PRETA: Roberto; Ferrugem, César, Diego Sacoman e Magal; Bruno Silva (Neílson), Alef e Adrianinho (Bida); Silvinho, Antônio Flávio e Rossi (Carleto)
Técnico: Vadão

Por Cleber Aguiar – Palmeiras bate Lusa e garante classificação.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 1 X 0 PORTUGUESA

Local: estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 6 de março de 2013, quinta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Público: 9.984 pagantes
Renda: R$ 358.567,50
Árbitro: Vinicius Furlan (SP)
Assistentes: Carlos Augusto Nogueira Junior e Leonardo Schiavo Pedalini (ambos de SP)
Assistentes adicionais: Raphael Claus e Fabio de Jesus Volpato Mendes (ambos de SP)
Cartões amarelos: Eguren, Lúcio e Juninho (Palmeiras); Henrique, Rondinelly, Willian Magrão e Renan (Portuguesa)

Gol:
PALMEIRAS: Juninho, aos três minutos do segundo tempo

PALMEIRAS: Fernando Prass; Wendel, Lúcio, Marcelo Oliveira e Juninho; Eguren, Wesley e Mendieta (França); Patrick Vieira (Rodolfo), Vinicius (Bruno César) e Alan Kardec
Técnico: Gilson Kleina

PORTUGUESA: Gledson; Régis, Diego Augusto, Wagner e Bryan; Renan, Diego Silva (Coutinho), Willian Magrão (Laércio) e Rondinelly (Gabriel Xavier); Henrique e Leandro Banana

Por Allisson – Verdão confirma pré-contrato e multa por Martinuccio

Fonte: Lancenet.com.br

Arnaldo Tirone espera atleta no Brasil para fazer anúncio oficial, mas avisa: ‘Se alguém quiser, tem de pagar a multa’

Martinuccio (Foto: Marcelo Sayao/EFE) Martinuccio é desejado e esperado há meses pela diretoria do Verdão (Foto: Marcelo Sayao/EFE)

Thiago Salata

Arnaldo Tirone confirmou: Martinuccio já assinou um pré-contrato, para um vínculo de três anos que começará a contar a partir do dia 2 de agosto. A multa rescisória é de R$ 50 milhões. O clube o aguarda no Brasil para o anúncio oficial.

– Estamos com o pré-contrato assinado. Se alguém quiser, tem de pagar a multa. Mas o contrato dele lá termina no dia 2 de agosto, só vai ser jogador do Palmeiras quando estiver aqui – disse Tirone, ao LNET!.

O Palmeiras tem, há mais de dois meses, um acordo com o empresário que detém os direitos de Martinuccio, emprestado ao Peñarol. Os uruguaios alegam ter prioridade de compra e divergem sobre o vínculo, que iria até 30 de agosto, na visão dos carboneros.

O Alviverde enviou um representante ao Uruguai na última semana para antecipar a liberação.

Martinuccio deixou o país e dirigentes do Peñarol não encontram o atleta, diz a imprensa local.

Como o vínculo do jogador está para terminar, o Verdão não vê problemas em estourar o prazo da janela de transferências da CBF, no próximo dia 20. O argentino ficaria livre, não caracterizando uma transação internacional entre dois clubes.

O prazo já é diferente na questão de Henrique, do Barcelona (ESP). A diretoria tem mais 15 dias para chegar a um acerto salarial com o atleta para tentar concretizar o negócio.