Por Edgar – Real Madrid atropela Bayern e vai a final da liga após 12 anos

CR7 e Sergio Ramos 2 vezes cada garantem vitoria com autoridade e humilham atuais campeões.

Foi muito mais fácil do que se imaginava. Depois de ter vencido o atual campeão Bayern de Munique por 1 a 0 no duelo de ida, semana passada, na Espanha – pelas chances desperdiçadas poderia ter sido mais -, o Real Madrid abriu 3 a 0 logo no primeiro tempo da partida decisiva, acabou anotando 4 a 0 nesta terça-feira, na Alemanha, e se classificou para a grande final da Champions League depois de 12 anos de tentativas frustradas.

Por Edgar – Ancelotti minimiza vantagem: “Não somos tontos de pensar que ganhamos algo”

Ao contrário do que diz a imprensa espanhola, técnico italiano vê equipe centrada e espera postura menos “tímida” do que na primeira partida

A vitória do Real Madrid por 1 a 0 no primeiro jogo da semifinal da Liga dos Campeões contra o Bayern de Munique não ilude o técnico Carlo Ancelotti. O comandante dos merengues sabe que, apesar de ter sido importante garantir a vantagem para a segunda partida, a diferença mínima de gols diante dos atuais campeões pode não significar tanta coisa. Pep Guardiola, treinador do time alemão, se mostrou irritado com as notícias que leu na imprensa de Madri, que, segundo ele, colocam os madrilenhos com um pé na final. Mas a equipe espanhola não compactua com o pensamento da mídia local.

– Não somos tontos de pensar que ganhamos nada! A partida de amanhã (terça-feira) é complicada e ninguém aqui acha que já ganhou. Temos uma pequena vantagem e queremos nos aproveitar dela – declarou Ancelotti.

ancelotti real madrid coletiva (Foto: EFE)
Carlo Ancelotti na sala de imprensa da Allianz Arena (Foto: EFE)

As críticas à postura do Real Madrid após a primeira partida, quando os donos da casa deixaram-se dominar pelo Bayern e exploraram somente os contra-ataques, mexeram com técnico italiano. Ciente de que o público está acostumado a ver um Real mais ofensivo, o comandante espera devolver esse tipo de identidade ao time no jogo de volta.

– Fomos muito tímidos na primeira parte do jogo. Precisamos fazer uma mudança e uns ajustes para que não deixemos o Bayern tão à vontade no começo deste jogo, porque isso pode ser muito perigoso.

A ideia de Ancelotti é botar mais pressão no Bayern, entretanto, o estilo de jogo será o mesmo, e, pelo discurso do treinador, o contra-ataque continuará sendo a principal arma dos merengues na partida desta terça-feira. Com jogadores como Di Maria, Cristiano Ronaldo, Benzema e Bale, o italiano acredita que ter a posse de bola por muito tempo é menos produtivo, já que a velocidade deles pode ser melhor explorada em saídas rápidas, buscando espaços maiores.

Bale não foi confirmado por Ancelotti no ataque, mas tudo indica que o galês começa jogando contra o Bayern. Antes da entrevista coletiva do treinador, o atacante foi o único jogador eleito para falar com a imprensa, e disse que está se sentindo bem e espera atuar contra os alemães.

Retirado de: http://globoesporte.globo.com/futebol/liga-dos-campeoes/noticia/2014/04/ancelotti-minimiza-vantagem-nao-somos-tontos-de-pensar-que-ganhamos-algo.html

Por Edgar – Invicto no Bernabéu, Pep teme CR7, Benzema, Di María e Bale juntos

Técnico do Bayern de Munique, que nunca perdeu no estádio do Real, acredita que chave da vitória está na boa marcação do veloz quarteto dos donos da casa 

Pep Guardiola nunca perdeu no Santiago Bernabéu para o Real Madrid quando era treinador do Barcelona. O desejo do técnico é sair mais uma vez ileso do estádio, desta vez no comando do Bayern de Munique, que disputa nesta quarta-feira o primeiro jogo da semifinal contra os merengues, às 15h45 (de Brasília) –

Além de falar aos jornalistas em quatro línguas com perfeição – alemão, inglês, espanhol e catalão – mostrou bom humor e humildade. Com quase um ano de Bayern, Pep acredita que ainda tem muito com o que se adaptar à cultura e à língua alemã e, com isso, aumentar o nível de atuação de sua equipe.

guardiola bayern munique (Foto: Reuters)Guardiola jamais perdeu no Santiago Bernabéu (Foto: Reuters)
Apesar da marca impressionante de sete jogos – cinco vitórias e dois empates – sem ter sido derrotado pelo Real Madrid em seu estádio, Guardiola lembra que nunca foi fácil e faz questão de enaltecer a força dos merengues. Para o treinador do Bayern, não importa ano ou época: o Real sempre tem “algo de especial”. Atualmente, ele considera a velocidade de seu quarteto de ataque como a maior força dos madrilenhos.

– Não sei como fazem, mas eles sempre tem gente que corre muito. Agora é Benzema, Di María, Cristiano e Bale. Não é fácil se defender contra eles.

Será um duelo de grandes treinadores. Do outro lado, Ancelotti nunca perdeu para o Bayern de Munique quando treinava o Milan, em seis partidas. Guardiola está preparado para um duelo tático e diz que vem estudando o Real Madrid e suas possibilidades há um tempo. O catalão credita ao trabalho do italiano a grande fase vivida pelos merengues

– O Real evoluiu porque todo treinador precisa de tempo, e o Ancelotti está o tendo para fazer as mudanças. Serão um rival muito forte. Se não têm Ronaldo, têm o Isco, mudam as posições, mas a equipe continua tendo muita capacidade.

Bom retrospecto fica no passado

O treinador do clube bávaro também preferiu deixar para trás a invencibilidade no Santiago Bernabéu que construiu nos tempos de Barcelona, mantendo uma postura cautelosa para o jogo desta quarta-feira

– A estatística era com outro clube, em outro tempo e outra situação. Não tem nada a ver. Teremos que fazer um jogo muito bom para ganhar. Isso é necessário sempre diante do Real Madrid e ainda mais e uma semifinal – afirmou.

Retirado de http://globoesporte.globo.com/futebol/liga-dos-campeoes/noticia/2014/04/guardiola-afasta-favoritismo-por-seu-historico-no-bernabeu-outro-tempo.html

Por Edgar – Chelsea segura A. Madrid e decide em casa.

Correria, discussões, lesões, cartões e muita luta. O jogo de ida da semifinal da Liga dos Campeões entre Atlético de Madrid e Chelsea não foi um espetáculo técnico, mas não decepcionou quem esperava uma partida brigada e disputada em cada centímetro do campo. O Atleti, grande sensação da temporada europeia, esbarrou na retranca armada pelos Blues e ficou no 0 a 0 em casa. Melhor para os ingleses, que decidem em Londres uma vaga na decisão. 

Por Edgar – Champions, Visitantes levam pequena vantagem e jogam por empate sem gols na partida de volta.

Com gols de ex-santistas Diego Ribas e Neymar Jr, classico espanhol termina em 1×1 e A. Madrid joga para não levar gols e ficar com vaga na semi.

 

Manchester United abre o placar mas atual campeão Bayern empata e leva pequena vantagem para a Alemanha.

Por Edgar – Manchester United consegue classificação com grande atuação de Van Persie.

Holandês marca de pênalti, falta e na conclusão de cruzamento, garante vitória do Manchester no Old Trafford e a vaga nas quartas de final da Liga dos Campeões

Feliz da torcida que tem um artilheiro para garantir os gols de que precisa e um estádio que se transforma em caldeirão nos jogos difíceis. No único duelo das oitavas de final da Liga dos Campeões em que o anfitrião venceu o jogo de ida, por 2 a 0, o Manchester United conseguiu a virada em casa na segunda partida. Com três gols do holandês Van Persie e contando com um Old Trafford lotado com 70 mil torcedores incentivando durante os 90 minutos, a despeito da má fase do time na temporada, os Red Devils venceram o Olympiacos por 3 a 0 nesta quarta-feira e transformaram em realidade o que parecia um delírio para os menos otimistas, a classificação para as quartas. O “Teatro dos Sonhos” foi palco de uma reação poucas vezes vista na história do torneio.

Além de um artilheiro em dia iluminado e do apoio irrestrito dos torcedores, o United contou com a categoria de um veterano. Jogador que mais vezes entrou em campo na história da Liga dos Campeões, em 150 partidas, Ryan Giggs usou sua experiência de 40 anos e três meses de idade para fazer dois lançamentos que abriram o caminho para a vitória, nos dois gols do primeiro tempo, de pênalti e em cruzamento de Rooney. O primeiro passe longeo percorreu 47m, e o segundo, 35m.

O sorteio dos confrontos da próxima fase da Champions está marcado para 8h (de Brasília) da próxima sexta-feira . Além de Manchester United, estão garantidos Bayern de Munique, Paris Saint-Germain, Barcelona, Atlético de Madrid, Real Madrid, Chelsea e Borussia Dortmund, classificado mesmo com derrota para o Zenit por 2 a 1, nesta quarta-feira, na Alemanha. Pela primeira vez na história do torneio, todos os primeiros colocados dos oito grupos da etapa inicial chegaram às quartas.

Texto: Globoesporte.com

 

Por Edgar – Drogba é homenageado, mas cai diante de Chelsea.

Drogba é ovacionado, mas, em campo, acaba ofuscado por Eto’o

Os holofotes estavam todos em Didier Drogba. Afinal, o marfinense voltava pela primeira vez ao Stamford Bridge, desta vez vestindo a camisa do Galatasaray. Mas, pelos Blues, outro africano tratou de brilhar. Escalado como titular, Samuel Eto’o abriu o placar da vitória dos ingleses por 2 a 0, jogou bem e travou um duelo de opostos com a estrela da equipe turca.

Torcida Drogba Chelsea x Galatasaray (Foto: AFP)