Por Edgar – Champions, Chelsea reverte, Real segura e ambos avançam para as semi-finais

Chelsea vs Paris Saint Germain 2-0 

Estrela de Mourinho brilha e 2 jogadores que saíram do banco de reservas garantes Blues na semi.

Borussia Dortmund vs Real Madrid 2-0 

Do banco CR7 quase assisti jogo se complicar o após 3×0 na espanha.

Por Edgar – PSG vence Bayer Leverkusen por 2×1 e avança na UCL

Laurent Blanc alerta para grau de dificuldade na Liga dos Campeões. Brasileiro Marquinhos comemora vaga no time titular: ‘Mostrei que posso marcar gols’

Com duas vitórias sobre o Bayer Levekusen, o placar agregado ficou em 6 a 1 a favor do Paris Saint-Germain nas oitavas de final da Liga dos Campeões. E com a classificação para a próxima fase, o técnico do time parisiense, Laurent Blanc, já pensa na próxima etapa da competição. O treinador alertou para a diferença de nível entre a Champions e o Campeonato Francês, onde é líder isolado.

– Isso é a Liga dos Campeões e é um pouco mais difícil, mas parabenizo os jogadores. Estou feliz. A competição continua. Estamos chegando na fase do dinheiro. Está ficando sério. Temos feito uma boa temporada, que pode ser tornar uma temporada muito boa – brincou em entrevista ao canal “Sky Sports”.

Escalado como titular na partida desta quarta-feira no Parc des Princes, o brasileiro Marquinhos festejou seu gol de empate.

– Foi algo muito bom para mim. Não só comecei (como titular), como mostrei que posso marcar gols. Isso é ótimo para o time. Mesmo assim, temos que melhorar na defesa para não sofrer gols – alertou o zagueiro.

Marquinhos, PSG x Bayer Leverkusen (Foto: Getty Images)Marquinhos comemora seu gol contra o Bayer Leverkusen: ‘Foi algo muito bom para mim’ (Foto: Getty Images)
Materia GloboEsporte.comParis

Por Cezar Alvarenga – PSG e Barcelona empatam na França e vaga para semifinal está em aberto.

Fonte: Yahoo! Esportes

Messi e Xavi (de pênalti) marcaram para os catalães. Ibrahimovic (impedido) e Matuidi anotaram os gols franceses

No primeiro duelo das quartas de final da Liga dos Campeões, Barcelona e PSG fizeram um jogo muito movimentado e empataram em 2 a 2 no Parque dos Príncipes. Messi e Xavi marcaram para os espanhóis. Ibrahimovic e Matuidi fizeram os gols franceses. Pelo lado blaugrano, reclamações e receio. Primeiro por conta do gol de Ibrahimovic, que estava em posição irregular. Segundo por causa da lesão de Messi, que foi substituído ainda no intervalo e realizará exames nesta quarta-feira para reavaliar a gravidade.

O JOGO

Paris Saint Germain e Barcelona abriram no Parque dos Príncipes o primeiro duelo por uma vaga nas semifinais da Liga dos Campeões. Talvez para protagonizar o jogo mais aguardado dessa abertura das quartas de final. De um lado, Ibrahimovic, Beckham, Lucas e Thiago Silva. Do outro, Messi, Xavi, Iniesta, Dani Alves e cia.

Somando uma sequência de 23 jogos sem derrotas jogando em casa por competições europeias, os franceses foram pra cima logo no início. Aos 4 minutos, Lavezzi invadiu a área pela direita, deixou Piqué no chão e bateu na saída de Valdés. A bola carimbou a trave esquerda do goleiro e por muito pouco não morreu no fundo das redes.

O Barça respondeu rápido. Logo na sequência, Iniesta tabelou com Messi e lançou David Villa dentro da área. Sirigu saiu bem do gol e evitou que o atacante espanhol chegasse antes na bola. A partir dos 10 minutos o PSG continuou sendo melhor e mais perigoso. Lucas, jogando pela direita, era sempre perigoso para a zaga do Barça. Aos 14, Pastore arriscou de longe e quase surpreendeu Valdés, que em dois tempos fez a defesa.

E a resposta do Barça foi imediata. Da entrada da área, Iniesta percebeu Sirigu adiantado e tentou bater em arco, por cobertura. A bola passou rente à trave, causando calafrios nos torcedores franceses no Parque dos Príncipes.

Aos 18, Ibrahimovic partiu com a bola e sofreu falta frontal, na entrada da área. Quando todos esperavam uma cobrança genial de Beckham, foi o próprio sueco quem soltou a bomba a meia altura, obrigando Valdés a fazer uma grande defesa.

A postura do PSG continuava muito ofensiva. Aos 25, Alex desarmou na defesa e ligou o contra-ataque. Lucas partiu na velocidade, bem ao seu estilo, desde a intermediária defensiva. Na entrada da área o brasileiro encontrou Ibra, que puxou para a perna esquerda e bateu cruzado. O chute saiu mascado e passou a esquerda do gol de Valdés sem muito perigo.

Se o ataque do PSG era perigoso, o Barça esbarrava na forte marcação francesa em cima de Lionel Messi. Sempre que o argentino dominava a bola encontrava, pelo menos, 2 defensores do PSG. Até que aos 37 minutos, Daniel Alves tirou um coelho da cartola. O brasileiro deu passe extraordinário de trivela para Messi, dentro da área. Do jeito que a bola veio o argentino fuzilou de perna esquerda, sem chances para Sirigu. 1 a 0 Barça.

O gol mudou a história do jogo. O PSG, que dominava as ações, pareceu sentir o golpe e o Barça cresceu. Aos 41, Daniel Alves arrancou pela direita e tocou para Messi na entrada da área bateu colocado. A bola caprichosamente passou rente ao travessão de Sirigu.

No segundo tempo as esperanças do time da casa já aumentaram antes mesmo de a bola rolar. O Barcelona voltou sem Messi, que com um corte profundo no joelho deu lugar a Fábregas.

E as duas equipes voltaram se estudando. O Barça esperava o PSG no seu campo, valorizando a posse de bola, enquanto os franceses eram mais comedidos, temendo os contra-ataques blaugranos.

Aos 5 minutos, após escanteio na área, Matuidi cortou de cabeça. Na sobra, Busquets arriscou de primeira para boa defesa de Sirigu. Ao longo dos 25 minutos da segunda etapa o Barça fazia o seu jogo, mantinha a sua já tradicional posse de bola dominante e não deixava o PSG criar grandes chances. Os catalães ainda eram perigosos e criavam boas oportunidades com Daniel Alves e Alexis Sánchez.

Os franceses insistiam na ligação para Ibrahimovic, que não conseguia vencer a forte marcação do miolo de zaga blaugrano e permanecia muito isolado no ataque. Aos 32 o sueco teve a principal chance de decidir. Após escanteio cobrado por Verrati, Piqué e Mascherano se chocaram de cabeça e ficaram caídos na área. Na sequência, a bola sobrou limpa para Ibra que, livre, chutou de canela em cima de Victor Valdés.

Mas, no lance seguinte o sueco não desperdiçaria! Em cobrança de falta da esquerda, Maxwell levantou na área e Thiago Silva desviou de cabeça, carimbando a trave. Na sobra, completamente impedido, Ibrahimovic não perdoou e mandou para o fundo das redes, empatando o placar.

Quando o empate parecia se confirmar, Sirigu cometeu pênalti bobo em cima de Sánchez, aos 42 minutos. Na cobrança, Xavi comprovou toda a sua categoria e deslocou o goleiro para o lado oposto, recolocando o Barcelona na frente.

O torcedor francês já deixava o Parque dos Príncipes conformado com a derrota do PSG, quando, aos 48, Matuidi chutou de primeira, da entrada da área. A bola saiu fraquinha e ainda desviou na zaga. Valdés aceitou e o empate selou o placar final na França.

ICFUT – Chamado de ‘messias’, Lucas é capa de jornal

Fonte: globo

‘L’equipe’ lembra alto investimento do PSG para ter o apoiador do São Paulo e faz uma breve apresentação do jogador, contratado por R$ 108 mi

Capa do Lequipe com Lucas (Foto: Reprodução / Lequipe.fr)Lucas estampa capa de um dos principais 
jornais da França (Foto: Reprodução / Lequipe.fr)

Contratado pelo Paris Saint-Germain em julho, o meia Lucas vai se apresentar ao novo clube no próximo domingo, em Doha, no Qatar. Mas mesmo sem ter disputado uma partida oficial pelo PSG, a revelação do São Paulo já é comparado com Lionel Messi, do Barcelona, e chamado de "messias" pela imprensa local. Nesta sexta-feira, o "L’equipe", um dos principais jornais do país, fez um perfil do jogador, que estampou a capa da publicação.

– Paris espera o seu messias – diz a manchete, lembrando logo em seguida que o PSG pagou R$ 108 milhões ao São Paulo para concretizar a contratação do meia.

No material, Lucas é apresentado como uma joia do futebol brasileiro. Além disso, o jornal diz que o PSG venceu uma disputa com o Manchester United de Alex Ferguson. Os Diabos Vermelhos também queriam a contratação do apoiador e por pouco não fecharam o negócio durante as Olimpíadas, disputadas na Inglaterra.

Na ocasião, o treinador do United chegou a tentar um contato com o jogador na concentração em Manchester para sacramentar a negociação. Porém, com a participação do diretor esportivo do PSG, Leonardo, os franceses levaram a melhor para ficar com o atleta.

A reportagem relembra ainda a despedida de Lucas do São Paulo. O jornal fala da conquista da Sul-Americana sobre o Tigre e de como o apoiador levantou o caneco ao ser presenteado com a braçadeira de capitão pelo goleiro Rogério Ceni.

Lucas vai se apresentar ao PSG no domingo para iniciar um período de treinamentos antes do retorno das atividades do Campeonato Francês. O jogador vai viajar com os pais para Doha onde iniciará a sua trajetória no clube francês.