Por Edgar Santista – Liga dos Campeões – Bayern x Manchester!

Fonte: Globo.com

Bayern de Munique vira para cima do Manchester com gol no último minuto

Olic decreta o triunfo por 2 a 1 aos 47 do segundo tempo. Time bávaro joga por empate no jogo de volta, em Old Trafford, para ir à semifinal

Na base da raça, o Bayern de Munique conseguiu nesta terça-feira uma vitória maiúscula sobre o Manchester United, na Allianz Arena. O time bávaro obteve uma virada espetacular para derrotar os ingleses por 2 a 1, em jogo de ida das quartas de final da Liga dos Campeões. Rooney abriu o placar para os Diabos, mas Ribéry e Olic, este no último minuto, decretaram a virada.

Com o resultado, o Bayern joga por um empate no jogo de volta, dia 7 de abril, em Old Trafford, na Inglaterra. Se vencer por 1 a 0, o Manchester é quem se classifica à fase semifinal da Liga dos Campeões (gol fora de casa é critério para desempate).

O Bayern entrou em campo sem seu principal jogador na atual temporada: o meia Robben, que sofreu uma lesão na panturrilha no último sábado, ficou fora da partida. Para completar a onda de má sorte, o time começou o jogo desligado e sofreu o primeiro gol logo com um minuto de bola rolando.

Demichelis cometeu falta em Nani perto da linha de fundo. O próprio Nani bateu para a área e a bola viajou até encontrar Rooney, incrivelmente sozinho, na entrada da pequena área. O camisa 10 escorou de pé esquerdo e correu para o abraço.

O gol foi como um cruzado no queixo para o Bayern. O time acusou o golpe e poderia ter levado outros gols até a metade da etapa inicial. Nani assustou com um chute rasteiro, depois acertou o travessão numa bola que quis cruzar e que por pouco não surpreendeu o goleiro Butt.

Aos poucos, os bávaros foram se recuperando. O time da casa passou a ter mais posse de bola, mas tinha dificuldades para penetrar na defesa do Manchester. Quando conseguia, o goleiro Van der Sar aparecia bem.

Na etapa final, o Bayern voltou com tudo em busca do empate. Ainda antes de um minuto, Olic teve a primeira chance, mas Van der Sar salvou o Manchester.

Com a torcida inflamada, os bávaros se empolgaram e continuaram pressionando. Ribéry deu muito trabalho a Gary Neville pelo lado direito da defesa do Manchester. Em chute de longe, Van Bommel obrigou Van der Sar a fazer mais uma defesa complicada.

Encurralado, o técnico Alex Ferguson ousou para fazer o panorama do jogo mudar. Aos 25 minutos, sacou o volante Carrick e lançou o meia Valencia. Ao mesmo tempo, trocou o meia Park pelo atacante Berbatov. Louis van Gaal respondeu tirando Müller, atacante que joga aberto pelas pontas, e lançando o centroavante Mario Gómez.

Aos 31 minutos, o Bayern chegou ao empate. Um dos jogadores mais experientes do Manchester, o lateral Gary Neville cometeu um erro infantil ao botar a mão na bola na entrada da área. Além de receber o cartão amarelo, o veterano criou uma grande chance de gol para o rival. Ribéry bateu a falta, a bola desviou em Rooney, que estava na barreira, enganou o goleiro Van der Sar.

Com a torcida inflamada, o Bayern tentou buscar a virada. O Manchester, por sua vez, não deixou de buscar o ataque. Aos 37 minutos, Vidic escorou uma cobrança de escanteio no travessão.

Aos 40, o Bayern foi para o tudo ou nada. Klose entrou na vaga de Altintop e o time da casa ficou com três atacantes. Aos 44 minutos, Mario Gómez teve grande chance, mas Van der Sar fez um milagre e evitou o gol.

Aos 47, entretanto, veio o gol da vitória. Gómez avançou pela direita e tocou para Olic, que se antecipou a Evra e cortou para o meio. De cara com Van der Sar, o atacante teve calma para bater rasteiro e fazer a festa na Allianz Arena.

Para completar, Rooney torceu o pé sozinho no início do lance do gol da virada do Bayern. O atacante deixou o campo sem a chuteira, amparado por companheiros. Ele nem sequer conseguia pisar.

Ficha técnica:

BAYERN DE MUNIQUE 2 x 1 MANCHESTER UNITED
Butt, Lahm, Van Buyten, Demichelis e Badstuber; Van Bommel, Pranjic (Tymoshchuk), Hamit Altintop (Klose) e Ribéry; Müller (Mario Gómez) e Olic. Van der Sar, Gary Neville, Ferdinand, Vidic e Evra; Carrick (Valencia), Fletcher e Scholes; Nani (Giggs), Park (Berbatov) e Rooney.
Técnico: Louis van Gaal. Técnico: Alex Ferguson.
Gols: Rooney, a 1 minuto do primeiro tempo, e Ribéry, aos 31, e Olic, aos 47 minutos do segundo tempo.
Cartões amarelos: Badstuber, Olic (BAY), Rooney e Gary Neville (MAN).
Estádio: Allianz Arena, Munique (ALE). Data: 30/03/2010. Árbitro: Frank De Bleeckere (BEL). Auxiliares: Peter Hermans (BEL) e Walter Vromans (BEL).