ICFUT – 8 motivos para crer em Flamengo x Santos como melhor jogo do Brasileirão

Fonte: Gazetaesportiva.net

Foto: Arte GE

1 – ENCONTRO DE LÍDERES: Flamengo e Santos são os dois primeiros colocados do Brasileirão e decidem o título simbólico do turno. Os cariocas somam 39 pontos contra 37 do Santos.

2 – DUELO DOS TÉCNICOS: Em alta, Jorge Sampaoli e Jorge Jesus poderão mostrar que é o rei do Brasileirão no primeiro turno

3 – OFENSIVIDADE: As duas equipes priorizam o ataque na temporada. O Flamengo é o melhor ataque do Brasileiro com 41 gols, enquanto o Santos tem 30. Além disso, são os times que mais acertam finalizações na direção da meta adversária

4 – REI DAS GOLEADAS: O Flamengo é o time que mais conseguiu goleadas no Brasileirão, com cinco vitórias por 3 ou mais gols de diferença

5 – ARTILHEIROS EM CAMPO: Três dos sete dos maiores artilheiros do Brasileirão estarão em campo. Pelo lado do Flamengo, Gabigol (15), De Arrascaeta (8) e Bruno Henrique (7). No Santos, Eduardo Sasha (8) é o destaque

6 – REENCONTRO: A dupla Gabigol e Bruno Henrique terá a primeira chance de jogar contra o Santos após a saída da Vila Belmiro. Os dois fizeram muito sucesso com o torcedor santista. Haverá a lei do Ex?

7 – MARACANÃ LOTADO: O jogo entre líderes chama muita atenção da torcida, que esgotou a carga de ingressos durante a semana. São esperados mais de 60 mil torcedores

8 – ENERGIA EM CAMPO: Apesar de toda ofensividade, Flamengo e Santos também sabem marcar o adversário. O Mengão é o líder nos desarmes do Brasileirão, com 333. O Santos é o terceiro da lista, com 320

ICFUT – Santos acerta contratações de Luan Peres e Lucas Venuto em último dia de janela internacional

Fonte: Globoesporte.com

Zagueiro e atacante completam elenco de Sampaoli, que chega a 14 reforços no ano

Por Gabriel dos Santos — Santos, SP

O Santos acertou a contratação de dois reforços para a temporada na noite desta quarta-feira, horas antes do fechamento da janela internacional de transferências no Brasil: o zagueiro Luan Peres, que estava no Brugge, da Bélgica, e o atacante Lucas Venuto, do Vancouver Whitecaps, do Canadá, clube que joga a Major League Soccer nos EUA.

A informação foi publicada inicialmente pela “Gazeta Esportiva” e confirmada pelo GloboEsporte.com.

O Santos registrou a dupla na CBF antes mesmo da realização de exames médicos, para que o prazo da janela fosse respeitado. Luan Peres e Lucas Venuto são aguardados nos próximos dias para completar o processo de contratação.

Com as confirmações do zagueiro e do atacante, o Santos chegará a 14 reforços no ano – já contando o lateral-direito Pará, que deve fazer exames nesta quinta-feira.

Além de Pará, já chegaram em 2019 o goleiro Everson, o zagueiro Felipe Aguilar, os laterais-esquerdos Jorge e Felipe Jonatan, os volantes Jobson e Jean Lucas (que já deixou o clube), os meias Cueva e Evandro e os atacantes Soteldo, Marinho e Uribe.

Luan Peres

Hoje com 25 anos, o zagueiro foi revelado pela Portuguesa e teve passagens por RB Brasil, Ituano, Ponte Preta e Fluminense antes de ser vendido ao Brugge, em junho de 2018. Ele atende a uma preocupação de Jorge Sampaoli, que pode perder Lucas Veríssimo, cotado para sair, e ainda convive com o impasse na renovação de Gustavo Henrique. Antes do acerto com o Santos, o Brugge chegou a recusar duas propostas do Grêmio pelo jogador.

Lucas Venuto

Aos 24 anos, o meia-atacante revelado pelo RB Brasil tem uma característica que lembra o atual camisa 10 do Santos: é baixinho, tal qual Soteldo – tem 1,64 de altura, contra 1,60 do venezuelano. Antes de defender o Vancouver Whitecaps, teve passagem de quatro anos pelo Áustria Viena.

Horas depois da publicação desta matéria, o clube canadense confirmou a rescisão contratual com Lucas Venuto nas redes sociais e desejou sorte ao jogador.

ICFUT – Após oito estrangeiros, Peres diz que Santos só pensa em reforços brasileiros

6894299_x720

Fonte: Gazetaesportiva.net

Lucas Musetti Perazolli

O presidente do Santos, José Carlos Peres, fuçou o mercado americano desde dezembro de 2017 atrás de reforços, mas agora não pensa em trazer outros estrangeiros.

Em contato com a Gazeta Esportiva, Peres afirmou que o Peixe só procura contratações brasileiras, mesmo com a saída de Copete para o Pachuca (MEX).

O Alvinegro teve seis gringos no primeiro semestre e segue com esse número depois da vinda de Uribe – a relação não conta com Bryan Ruiz, fora dos planos de Jorge Sampaoli, e Jackson Porozo, ainda na equipe sub-20: Aguilar, Cueva, Derlis, Sánchez e Soteldo são os outros do exterior e à disposição do elenco.

À procura de um lateral-direito e um meio-campista, o presidente Peres recebe sugestões de novos estrangeiros, porém, garante que a comissão técnica só pensa em brasileiros e conta com os seis gringos. O limite é de cinco relacionados por partida e um será cortado a cada oportunidade com todos à disposição.

Os estrangeiros contratados por Peres em sua gestão:

Aguilar e Uribe (Colômbia)
Bryan Ruiz (Costa Rica)
Cueva (Peru)
Derlis (Paraguai)
Porozo (Equador)
Sánchez (Uruguai)
Soteldo (Venezuela)

ICFUT – BRASILEIRÃO SERIE A – 2018 – Corinthians (SP) 1×1 Santos (SP)

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 1 x 1 SANTOS

Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Data: 6 de junho de 2018, quarta-feira
Horário: 21h (de Brasília)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa-MG)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (Fifa-MG) e Rodrigo Corrêa (Fifa-RJ)
Público: 27.586 pagantes
Renda: R$ 1.249.919,56
Cartões amarelos: Roger, Kazim e Romero (Corinthians); Victor Ferraz e Lucas Veríssimo (Santos)
Gols:
CORINTHIANS: Roger, aos sete minutos do segundo tempo
SANTOS: Victor Ferraz, aos 30 minutos do segundo tempo

CORINTHIANS: Walter; Mantuan, Balbuena, Henrique e Sidcley; Gabriel e Maycon; Pedrinho (Mateus Vital), Rodriguinho e Romero; Roger (Emerson Sheik)
Técnico: Osmar Loss

SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, David Braz e Dodô; Diego Pituca, Renato e Jean Mota; Gabriel (Léo Cittadini), Eduardo Sasha (Bruno Henrique) e Rodrygo (Copete)
Técnico: Jair Ventura

ICFUT – BRASILEIRÃO SERIE A – 2018 – Santos (SP) 3×1 Paraná (PR)

FICHA TÉCNICA
SANTOS 3 X 1 PARANÁ

Local: Vila Belmiro, em Santos
Data: 13 de maio de 2018
Horário: 19h (de Brasília)
Árbitro: Wagner Reway (MT)
Assistentes: Alessandro Alvaro Rocha de Matos (BA) e Eduardo Gonçalves da Cruz (MS)
Público: 3971 pessoas
Renda: Renda: R$ 140.110,00

GOL:
SANTOS: Rodrygo (1º minuto 2T), Gabigol (13 minutos 2T)

CARTÕES AMARELOS:
PARANÁ: 
Torito Gonzáles (35 minutos 1T), Vitor Feijão (41 minutos 2T)
SANTOS: Gabriel (8 minutos 2T)

SANTOS: Vanderlei, Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Dodô; Alison (Vecchio), Jean Mota e Vitor Bueno (Diego Pituca); Eduardo Sasha, Rodrygo (Arthur Gomes) e Gabriel
Técnico: Jair Ventura

PARANÁ: David; Alemão, Jesiel, Rayan e Igor (Júnior); Wesley Dias, Torito Gonzáles (Alex Santana) e Caio Henrique; Léo Itaperuna (Vitor Feijão), Silvinho e Carlos
Técnico: Rogerio Micale

ICFUT – BRASILEIRÃO SERIE A – 2018 – Grêmio (RS) 5×1 Santos (SP)

FICHA TÉCNICA
Grêmio 5 x 1 Santos

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre
Data: 6 de maio de 2018
Horário: 19h (de Brasília)
Árbitro: Pericles Bassols Pegado Cortez (PE)
Assistentes: Cleberson do Nascimento Leite e Marcelino Castro de Nazare (PE)
Público: 27.844
Cartões amarelos: Santos: Lucas Veríssimo, Dodô e Alison.

GOLS:
Grêmio: Maicon e Everton, aos 30 e 46 do 1T; Maicon, André e Arthur, aos 9, 24 e 34 do 2T
Santos: Jean Mota, aos 32 do 1T

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Léo Moura (Madson), Pedro Geromel, Kannemann e Bruno Cortez (Marcelo Oliveira); Maicon, Arthur, Ramiro, Luan e Everton; André (Jael)
Técnico: Renato Gaúcho

SANTOS: Vanderlei, Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz e Dodô; Alison, Léo Cittadini (Copete) e Jean Mota; Eduardo Sasha, Rodrygo (Vitor Bueno) e Gabigol (Arthur Gomes)
Técnico: Jair Ventura

ICFUT – LIBERTADORES 2018 – GRUPO 6 : Santos (BRA) 2×0 Estudiantes (ARG)

FICHA TÉCNICA
SANTOS 2 x 0 ESTUDIANTES

Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data: 24 de abril de 2018
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Eber Aquino (PAR)
Assistentes: Dario Gaona e Rodney Aquino (PAR)
Público e renda: 10.969/R$ 409.460,00
Cartões amarelos: SANTOS: Alison. ESTUDIANTES: Campi, Braña, Dubarbier, Escobar e Lattanzio.
Cartão vermelho: Escobar

GOLS:
Santos: Gabigol, aos 43 do 1T, e Lucas Veríssimo, aos 4 do 2T

SANTOS: Vanderlei, Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz e Dodô; Alison, Léo Cittadini (Renato) e Jean Mota; Copete (Arthur Gomes), Rodrygo (Vitor Bueno) e Gabigol
Técnico: Jair Ventura

ESTUDIANTES: Andújar, Sánchez, Desábato; Schunke, Braña, Rodríguez (Escobar), Gómez (Gímenez), Dubarbier (Lattanzio) e Campi; Melano e Otero
Técnico: Lucas Bernardi

ICFUT – Santos FC promove exposição de obras de Osmar Santos

Ele é um dos principais nomes da história da comunicação no Brasil. Lembrado até hoje pelos bordões que marcaram uma época, Osmar Santos esteve em Santos para a vernissage da sua exposição, no Memorial das Conquistas “Milton Teixeira”, na Vila Belmiro. São 14 obras, sendo uma exclusiva em homenagem ao Clube. O evento faz para do calendário de comemorações dos 106 Anos do Santos FC e vai até o dia 30 de abril.

Corinthians x Santos – GOLAÇO DO GUGA – narração: Osmar Santos

Osmar Santos

Formado em Educação Física, Administração Pública pela FGV-SP e Direito[1], Osmar Santos, também conhecido como “O Pai da Matéria”, trabalhou como locutor esportivo nas rádios Jovem Pan, Record e Globo onde continua contratado como um dos diretores da equipe mas sem narrar mais as partidas devido ao grave acidente de automóvel que sofreu em 22 de dezembro de 1994 e que afetou sua fala. Hoje como artista plástico, dedica parte de seu tempo a pinturas sobre telas. Trabalhou também nas redes de televisão Rede Globo, Rede Record e Rede Manchete. Narrou a Copa do Mundo de 1986 pela Rede Globo como primeiro locutor, na companhia de Galvão Bueno (segundo locutor) e Luís Alfredo (terceiro locutor). Narrou para a Rede Manchete a Copa do Mundo de 1990, com comentários de Zagallo.

Foi um dos melhores narradores de futebol do rádio brasileiro. Faziam parte da equipe comandada por Osmar na Rádio Globo, na fase de maior sucesso, Loureiro Júnior e Carlos Aymard (comentaristas), Fausto Silva, Roberto Carmona e Henrique Guilherme (repórteres de campo) e os também narradores Oswaldo Maciel, Oscar Ulisses e Odinei Edson (estes dois últimos, seus irmãos). Juarez Soares também participou da equipe, como apresentador de um programa que falava de futebol e variedades. Com base nessa experiência, Osmar Santos e sua equipe passaram a apresentar o programa de variedades Balancê (que tinha na produção Odir Cunha, com Lucimara Parisi na produção artística).

Osmar Santos teve uma participação importante como locutor dos comícios da campanha política de 1984 pelas Diretas Já.[2] Bastante popular, recebeu proposta para candidatar-se a cargos políticos, mas não aceitou.

Osmar Santos vinha sendo preparado para trabalhar na Rede Globo, onde atuou como narrador de futebol e apresentador, mas quem acabou sendo contratado em 1989 para apresentar o programa dominical da Globo foi seu amigo Fausto Silva. Faustão havia se destacado no programa Perdidos na Noite, produzido pela Rede Record a partir de 1982, e Rede Bandeirantes, a partir de 1986.

Criativo, inovou também quando passou a narrar partidas pela Rede Record. Em alguns momentos a câmera o mostrava na cabine e ele falava diretamente com o telespectador. Também criou bordões que foram tão bem aceitos pelo público, que ecoavam pelos estádios, como o famoso “Parou por quê, por que parou?”. Entre suas expressões estão: Ripa na chulipa e pimba na gorduchinha[3], “Um pra lá, dois pra cá, é fogo no boné do guarda”, “Sai daí que o Jacaré te abraça, garotinho”, “Rosemiro, o namoradinho da Rachel Welch”, “No carocinho do abacate” “ai garotinho”, “vai garotinho porque o placar não é seu”, em situações de marcação de impedimento soltava “ele estava curtindo amor em terra estranha” e uma das narrações de gol mais marcante do rádio brasileiro, “Tiro-lirolá Tiro-lirolí” “E que GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL”. Também foi Osmar Santos quem criou a expressão “Animal”, que melhor representou o jogador Edmundo[3], terminando pelo próprio atleta aceitar a expressão por se tornar a sua marca registrada.

Seu irmão Oscar Ulisses comanda a equipe de esportes da Rádio Globo. Seu outro irmão Odinei Edson narra a Fórmula 1 para a Rádio Bandeirantes. Na Bandeirantes trabalha também o seu primo Ulisses Costa.

Em 1994 sofreu um grave acidente de carro quando viajava de Marília para a cidade de Lins em São Paulo. O acidente causou-lhe sérias sequelas devido aos danos cerebrais que sofreu quando ele foi atingido por um caminhão dirigido por um motorista bêbado.[4] Osmar teve boa recuperação das várias funções, porém sua fala ficou comprometida, sendo capaz de pronunciar mais ou menos cem palavras, impedindo-lhe de continuar trabalhando como narrador. Desde então se dedica à pintura, tendo frequentado por anos o ateliê de Rubens Matuck. [5]

Em sua homenagem foi criado o Troféu Osmar Santos, concedido a cada ano à equipe que termina o primeiro turno do Brasileirão em primeiro lugar.[6]

No dia 28 de julho de 2017 o centro de imprensa do Allianz Parque recebeu o seu nome.

ICFUT – BRASILEIRÃO SERIE A – 2018 Santos (SP) 2×0 Ceará (CE)

FICHA TÉCNICA
Santos 2 x 0 Ceará

Local: Pacaembu, em São Paulo
Data: 14 de abril de 2018, quinta-feira
Horário: 21h (de Brasília)
Árbitro: Rodrigo D’alonso Ferreira
Assistentes: Helton Nunes e Thiaggo Americano Labes
Público e renda: 15.513. R$ 526.550,00
Cartões amarelos: Ceará: Rafael Carioca.

GOLS:
Santos: Pio (contra), aos 41 do 1T, e Rodrygo, aos 5 do 2T.

SANTOS: Vanderlei, Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz e Dodô; Alison, Léo Cittadini (Vitor Bueno) e Jean Mota (Diego Pituca); Eduardo Sasha, Rodrygo (Arthur Gomes) e Gabigol
Técnico: Jair Ventura

CEARÁ: Éverson, Pio, Valdo, Luiz Otávio e Rafael Carioca; Ernandes, Juninho e Ricardinho (Reina); Wescley (Roberto), Felipe Azevedo (Arnaldo) e Arthur
Técnico: Marcelo Chamusca