Por Cleber Aguiar – Marcelinho Carioca encerra aposentadoria para defender América na Série A2

Fonte: Futebolinterior.com.br

O ídolo da Fiel assinou contrato de um ano com o clube de São José do Rio Preto

São José do Rio Preto, SP, 21 (AFI) – Uma bomba agitou os corredores do Estádio Benedito Teixeira, na tarde desta quarta-feira. Contratado para ser gestor de futebol do América, Marcelinho Carioca aceitou o convite do presidente Alcides Zanirato e vai “reativar” a carreira de jogador. FOTO: José Paulo Necchi

O ídolo da Fiel assinou contrato de um ano com o clube de São José do Rio Preto e garantiu que estará pronto para jogar em 60 dias. Neste período de dois meses, ele pretende recuperar a forma física, uma vez que se aposentou há dois anos no Santo André.

A princípio, Marcelinho não entrará em campo em todas as partidas do América. Até para explorar a imagem do jogador, dirigentes e o técnico Vilson Tadei devem analisar e escolher a dedo os jogos em que o veterano de 40 anos entrará em campo.

O “Pé-de-Anjo”, como era conhecido nos tempos de Corinthians, anunciou sua aposentadoria no Santo André, em dezembro de 2009. Em dois anos pelo clube do ABC paulista, ele viveu extremos. Em 2009, foi um dos destaques na campanha do acesso na Série B. No ano seguinte, estava no elenco que acabou rebaixado no Brasileirão.

Após encerrar a carreira no Ramalhão, Marcelinho ainda foi contratado pelo Corinthians como parte de uma estratégia de marketing para o ano do centenário. O “Senhor Centenário” participaria de alguns amistosos, mas no final das contas atuou apenas meio tempo na vitória sobre o Huracán-ARG. Logo depois foi dispensado dos amistoso e passou a apenas participar de algumas ações publicitárias.

Mais de Marcelinho
Revelado nas categorias de base, Marcelinho teve a honra de substituir Zico aos 16 anos, quando o Galinho sofreu uma lesão no final da década de 80. A partir de então começou a se destacar e virou ídolo. Em 1993, porém, foi negociado ao Corinthians contra sua vontade.

Mal sabia o meia que no Timão viveria seus melhores momentos. Ele teve quatro passagens pelo Timão. Primeiro entre 1994 e 1997, depois entre 1998 e 2001, e em 2006, antes de voltar em 2010. Foram 433 partidas com a “segunda pele alvinegra”, como gostava de afirmar, com 206 gols.

Marcelinho também carrega o status de ter sido o jogador mais vitorioso na história do Corinthians. Foram oito títulos no total, sendo um Mundial (2000), dois Brasileiros (1998/99), uma Copa do Brasil (1995), e quatro Paulistas (1995, 1997, 1999 e 2001).

Além do clube do Parque São Jorge e do Flamengo, o jogador defendeu outros oito clubes. Entre eles, Valencia-ESP (1997-1998), Santos (2001), Gama Osaka-JAP (2002-2003), Vasco (2003 e 2004), Al Nassr da Arábia Saudita (2003-2004), Ajaccio-FRA (2004-2005), Brasiliense (2005) e Santo André (2007-2009).

O ponto negativo na carreira do Pé-de-Anjo foi a Seleção Brasileira. Embora tenha sido um dos principais destaques do futebol brasileiro na década de 90, Marcelinho tem apenas três partidas com a “amarelinha”, duas em amistosos e uma pelas Eliminatórias Sul-Americanas. Neste três jogos, ele marcou dois gols.