ICFUT – COPA DO MUNDO 2018:GRUPO A – Rússia 5×0 Arábia Saudita

RÚSSIA 5 x 0 ARÁBIA SAUDITA

Local: Estádio Luzhniki, em Moscou (Rússia)

Data: 14 de junho de 2018 (Quinta-feira)

Horário: 12 horas (de Brasília)

Árbitro: Nestor Pitana (Argentina)

Assistentes: Emerson de Carvalho (Brasil) e Juan Pablo Belatti (Argentina)

Cartões amarelos: Golovin (RUS); Taiseer (ARA)

Público: 78.011 pessoas

Gols:

RÚSSIA: Gazinskiy, aos 11 minutos do 1º Tempo, Cheryshev, aos 43 minutos do 1º Tempo e aos 46 minutos do 2º Tempo, Dzyuba, aos 25 minutos do 2º Tempo, e Golovin, aos 49 minutos do 2º Tempo

RÚSSIA: Akinfeev; Fernandes, Kutepov, Ignashevich e Zhirkov; Samedov (Kuzyaev), Gazinskiy, Dzagoev (Cheryshev), Zobnin e Golovin; Smolov (Dzyuba)

Técnico: Stanislav Cherchesov

ARÁBIA SAUDITA: Abdullah; Alburayk, Osama, Omar e Yasser; Salem, Otayf (Fahad), Salman, Taiseer e Yahia (Hatan); Alsahlawi (Muhannad)

Técnico: Juan Antonio Pizzi

Por Cleber Aguiar – Mazembe virá fenômeno mundial !

Fonte: O Estado de São Paulo

Minérios levam Mazembe a se tornar ”fenômeno mundial”

Desconhecido no restante do mundo, time é o mais rico da África. Seu dono, Katumbi, é espécie de[br]Berlusconi do Congo

Jamil Chade – O Estado de S.Paulo

O mundo se surpreendeu nesta semana com o desempenho do TP Mazembe, da República Democrática do Congo, que acabou com o sonho do Internacional de se tornar bicampeão do mundo e tornou-se o primeiro africano a desafiar a hegemonia de europeus e sul-americanos na competição. Mas a surpresa, garantem os africanos, é apenas para o Ocidente. A classificação para a final de amanhã é a confirmação de um fenômeno conhecido na região: com um pouco de organização, dinheiro e planejamento, o futebol da África não fica devendo muito a ninguém.

O segredo do Mazembe não está em magia negra ou no futebol sem compromisso dos jogadores. Na África, o clube é hoje o mais rico do continente, financiado pelos altos preços das exportações de minérios para a China e os Estados Unidos. Com o dinheiro de recursos naturais, a direção do clube formou uma espécie de seleção africana, oferecendo salários altos e levando para a conturbada região alguns dos melhores jogadores africanos que ainda não foram descobertos pelos grandes clubes europeus.

O proprietário do time é o governador da região de Katanga, Moise Katumbi, dono das maiores mineradoras do país. Ele acumula outro título: o de homem mais rico do país. Filho de um judeu que fugia da Europa nazista e de uma congolesa, o empresário-governador-cartola é uma espécie de mistura entre Silvio Berlusconi local e Roman Abramovich.

Ao contrário de seus colegas europeus, tem uma vantagem: seu país conta com uma reserva de minérios e diamantes estimados em US$ 24 trilhões (R$ 41 trilhões), superior ao PIB dos Estados Unidos e Europa juntos. Só a província de Katumbi tem 55% de todo o cobalto do mundo.

Sete anos de paz. O país viveu uma série de atrocidades – a última foi a guerra que eclodiu em 1998 e que, até 2003, havia causado 5,3 milhões de mortes. Mas a paz relativa desde 2003 fez investidores voltarem ao país, em busca dos minerais vitais para alimentar a economia. Ainda assim, continua a ser o segundo local mais pobre do planeta. A renda média de um cidadão é de apenas US$ 342 (R$ 583) por ano, quase dez vezes menos que no Piauí.

Katumbi promete fazer tudo isso mudar. Decidiu que o futebol seria a vitrine do sucesso de sua estratégia. Anunciou para 2010 um investimento de US$ 10 milhões no time, que incluiu reformulação de estádio, centro de treinamento e, claro, contratação de jogadores. No ano da Copa na África, mostra que o continente pode, não tão longe, se tornar protagonista do futebol mundial.

ICFUT – Fernando Baiano ajuda clube avançar no Mundial.

Fonte: Gazetaesportiva.net

Fernando Baiano e Hugo classificam Al Wahda para as quartas do Mundial

Abu Dhabi (Emirados Árabes)

 

Fernando Baiano (E) e Hugo decidiram para o Al-Whada na primeira rodada do Mundial

Com ótima atuação dos brasileiros Fernando Baiano e Hugo, o Al Wahda passou fácil pelo Hekari United, de Papa Nova Guiné, e agora vai enfrentar o Seongnam nas quartas de final do Mundial de Clubes da Fifa. O placar de 3 a 0, com gols do ex-corintiano, do ex-são paulino e de Abdulraheem, permite ao clube dos Emirados Árabes brigar com o asiático Seongnam pela chance de pegar a italiana Inter de Milão na semifinal.

Logo aos cinco minutos, Bolatoga cabeceou na trave do Al Wahda. Pouco depois, Fernando Baiano matou no peito dentro da área, mas seu chute foi bem defendido por Tamanisau. No minuto seguinte, o ex-jogador do Corinthians novamente exigiu boa defesa do arqueiro adversário.

Melhor no jogo, o clube do também brasileiro Magrão ainda teve outra oportunidade, com Ismaeil, antes de Hugo abrir o placar. Aos 40 minutos, Mahmoud aparou um longo lançamento na área e o ex-são paulino bateu de primeira, forte, para abrir o placar. Logo na sequência, Faheal enfiou boa bola entre a zaga e Fernando Baiano bateu forte, no canto direito de Tamanisau.

Na segunda etapa, Fernando Baiano continuou incomodando a zaga adversária, mas foi Hugo quem decidiu. Aos 26 minutos, ele pedalou na ponta esquerda e cruzou para a área. A zaga bateu cabeça com o goleiro, e Abdulraheem completou de cabeça. Faltando dez para o fim do jogo, Adel impediu um gol de Jack, que poderia colocar fogo na partida. Aos 43, Diarra por pouco não fez o quarto do Al Wahda, que completaria a goleada do time dos Emirados Árabes.

 

Por Cleber Aguiar – Presidente da Inter de Milão exige Mundial de Clubes !

Fonte: O Estado de São Paulo

Presidente da Inter de Milão exige título do Mundial de Clubes

Massimo Moratti quer ser recompensado pela derrota do time para o Werder Bremen na Liga dos Campeões

O presidente da Internazionale de Milão, Massimo Moratti, se sentiu “traído” pelo desempenho da sua equipe na derrota por 3 a 0 para o Werder Bremen, na última terça-feira, pela última rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões. Assim, deu um ultimato e exigiu a conquista do título do Mundial de Clubes. “Eu me sinto traído, como sempre, quando você perde. Mas não há desculpas agora. O Mundial de Clubes deve ser conquistado”

Sofrendo com várias lesões no elenco, a Inter de Milão tem feito uma temporada irregular, apesar de ter avançado na Liga dos Campeões, e vai ao Mundial, que está sendo realizado nos Emirados Árabes Unidos, com o técnico Rafa Benitez sob pressão, como admitiu Moratti. “Agora eu não quero criar problemas nem antes nem durante o Mundial de Clubes. Então vamos ver”.

A expectativa na Inter de Milão é de que os defensores Maicon e Cristian Chivu, em fase final de recuperação de lesões, tenham condições de defender a Inter de Milão nas semifinais do Mundial de Clubes. Já o goleiro Julio Cesar e o atacante Diego Milito devem voltar apenas na decisão, caso o time italiano avance no torneio.

Por Cleber Aguiar – Jogador é encontrado desmembrado após possivel traição.

Fonte: Futebolinterior.com.br

TRAGÉDIA: Jogador é assassinado e desmembrado, após suposta traição

As autoridades da Guatemala evitam dar mais detalhes sobre a investigação
Vásquez ao centro. Foto: ElQuetzalteco.com.gt

O futebol voltou a ser palco de uma tragédia, neste domingo. O corpo do jogador Carlos Mercedes Vásquez, do Deportivo Malacateco, da primeira divisão da Guatemala, foi encontrado na cidade de Malacatán, na fronteira com o México. As primeiras informações são de que o jogador foi sequestrado e assassinado.

A morte do atleta chocou o país, sobretudo pela maneira como aconteceu. O corpo foi desmembrado, dividido em cinco sacos plásticos e deixado sobre uma ponte. Juntamente com os restos mortais estava uma mensagem com os dizeres: “por meterse con la mujer de outro” (por se meter com a mulher dos outros). Vásquez, que tinha apenas 27 anos, foi raptado quando saída de um hotel, onde sua equipe estava concentrada, na última sexta-feira. Ele estava com alguns companheiros, que voltaram ilesos. Apesar do sequestro, os criminosos não chegaram a comunicar a família, o que reforça a suspeita de execução premeditada.

As autoridades da Guatemala evitam dar mais detalhes sobre a investigação. No entanto, o próprio presidente da Federação Nacional de Futebol da Guatemala, Brayan Jiménezez, revelou a descoberta do cadáver de Vásquez e classificou o fato como “lamentável”.

Apesar disso, a rodada do Campeonato Guatemalteco não foi cancelada. Depois de um minuto de silêncio em respeito à morte do jogador, o Malacateco bateu o Suchitepéquez, por 1 a 0.