ICFUT – CAMPEONATO BRASILEIRO DE FUTEBOL SÉRIE D – 2018 – 1º RODADA

Madureira 0x0 Linense Campeonato Brasileiro Série D 2018 – 1ª Rodada

Ferroviária 1×1 Novo Hamburgo – Campeonato Brasileiro Série D 2018 – 1ª Rodada

Cordino 1×1 Ferroviário Campeonato Brasileiro Série D 2018 – 1ª Rodada

Campinense 1×0 Fluminense de Feira Campeonato Brasileiro Série D 2018 – 1ª Rodada

Nacional-AM 3×0 São Raimundo-RR Campeonato Brasileiro Série D 2018 – 1ª Rodada

TABELA E CLASSIFICAÇÃO SÉRIE D – 2018 CLIQUE AQUI !

 

ICFUT – Ponte Preta é Campeã do Troféu do Interior 2018

FICHA TÉCNICA

PONTE PRETA 1 x 0 MIRASSOL

PONTE PRETA – Ivan; Emerson, Renan Fonseca, Luan Peres e Marciel; Jeferson (Reynaldo), Nathan, Lucas Mineiro, Felipe Saraiva (Aaron) e Orinho; Yuri (Silvinho). Técnico: João Brigatti (interino).

MIRASSOL – Ygor; Danilo Boza (Matheus Gabriel), Wellington, Edson Silva e Willian Simões (Guilherme Castilho); Léo Baiano, Luis Oyama, Lucas Rodrigues (Douglas Baggio) e Xuxa; Alison e Gilsinho. Técnico: Moisés Egert.

GOL – Emerson, aos 22 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Emerson e Nathan (Ponte Preta); Guilherme Castilho, Luis Oayama, Xuxa, Léo Baiano e Douglas Baggio (Mirassol).

ÁRBITRO – Salim Fende Chavez.

RENDA – R$ 54.920,00.

PÚBLICO – 7.072 pagantes.

LOCAL – Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).

Por Cezar Alvarenga – Palmeiras é humilhado em Mirassol, leva seis gols no primeiro tempo e perde de 6 a 2.

Fonte: UOL Esportes

O Palmeiras teve outro capítulo vergonhoso em sua rica história. O time foi humilhado com péssima exibição, levou seis gols do Mirassol no primeiro tempo e perdeu por 6 a 2 o confronto realizado no estádio José Maria de Campos Maia, válido pela 15ª rodada do Campeonato Paulista. Todos os gols do jogo foram marcados na etapa inicial. Caio e Ronny fizeram os do alviverde, mas em nada diminuíram o vexame que deixa Gilson Kleina extremamente ameaçado de demissão. A torcida do Mirassol ainda colocou o Palmeiras como “freguês” nos minutos finais.

O treinador do Palmeiras foi forçado a colocar pela primeira vez o zagueiro Marcos Vinícius de titular por conta do excesso de problemas no setor. O estreante marcou gol contra aos 40 segundos de jogo. Foi o começo de uma tragédia de 45 minutos.

O Palmeiras entrou em campo tendo um time desfigurado, com oito desfalques (Maurício Ramos, Leandro Amaro, Vilson, Henrique, Souza, Valdivia, Maikon Leite e Kleber Pinheiro), quatro volantes titulares (Charles, Leo Gago, Márcio Araújo e Wesley) e extremamente perdido em campo. A catástrofe em Mirassol começou logo cedo.

Maurício Ramos teve indisposição estomacal no vestiário e o zagueiro revelado nas categorias de base, Márcio Vinícius, fez o primeiro jogo no profissional. Pior estreia parece ser impossível. O novato fez gol contra aos 40 segundos ao tentar cortar cruzamento de André Luiz.

A defesa do Palmeiras estava cheia de espaços, e em mais 10 minutos de jogo, o time do interior já aplicava goleada, com gols dois gols de Caion, sendo o segundo um golaço ao ganhar na corrida de Márcio Araújo e encobrir Fernando Prass.

Com desvantagem de 3 a 0, Gilson Kleina trocou o volante Charles pelo meia Ronny. O alviverde reagiu e marcou dois gols com Caio, aos 22, e Ronny, aos 30.

Quando o Palmeiras demonstrava possibilidade de reação, a tragédia foi consolidada. O Mirassol fez mais três gols em apenas sete minutos e abriu incrível vantagem para o segundo tempo.

O primeiro deles, quarto do Mirassol no jogo, foi aos 39 minutos com Leomir. Aos 43, minutos Medina fez Fernando Prass sofrer novo gol de cobertura. E, nos acréscimos, Camilo teve facilidade para conduzir a bola na área e chutar na saída de Prass.

“Vamos ver o que o Kleina tem para falar. Para não ser mais vergonhoso”, disse o atacante Ronny, do Palmeiras, dando o tom do sentimento dos jogadores palmeirenses no intervalo.

A primeira atitude tática de Kleina foi colocar João Denoni, anteriormente sem chance de atuar com o treinador, no lugar de Leo Gago. O Palmeiras foi à frente, só que sem forças apenas evitou não aumentar a humilhação.

Sem a reação esperada, Kleina ainda colocou outro jogador anteriormente renegado, o lateral-direito Ayrton, na vaga de Weldinho.

O Palmeiras pareceu preocupado em não ver o adversário aumentar a tragédia. O time pouco ameaçou o oponente, apenas Wesley esteve perto do gol em dois chutes de longes. Já o Mirassol nada fez. E não precisava: o caixão palmeirense estava devidamente fechado.

Os palmeirenses ainda tiveram que engolir gozações da torcida do Mirassol nos minutos finais de jogo: “Um, dois, três, o Palmeiras é freguês”, cantavam os torcedores. Na noite desta quarta-feira, o grito fez todo o sentido.

ICFUT–PAULISTÃO: Resultados, gols e classificação

Resultados

5ª RODADA
4/02 – 17h00 Mirassol 3 x 0 Botafogo
4/02 – 19h30 Portuguesa 1 x 1 Ituano
4/02 – 19h30 Paulista 3 x 1 Catanduvense
4/02 – 19h30 Comercial 1 x 3 Mogi Mirim
5/02 – 17h00 Santos 1 x 2 Palmeiras
5/02 – 17h00 Corinthians 1 x 1 Bragantino
5/02 – 19h30 Linense 4 x 2 Guaratinguetá
5/02 – 19h30 São Caetano 0 x 1 Guarani
5/02 – 19h30 Ponte Preta 1 x 3 São Paulo
5/02 – 19h30 XV de Piracicaba 2 x 1 Oeste

 

Gols

 

 

 

 

Classificação

Clube PG JG VI EM DE GP GC SG %A
1  São Paulo 13 5 4 1 0 13 5 8 86.7
2  Paulista 13 5 4 1 0 11 3 8 86.7
3  Corinthians 13 5 4 1 0 7 2 5 86.7
4  Palmeiras 11 5 3 2 0 8 4 4 73.3
5  Guarani 10 5 3 1 1 6 5 1 66.7
6  Ponte Preta 9 5 3 0 2 11 7 4 60.0
7  Mogi Mirim 9 5 3 0 2 9 6 3 60.0
8  Linense 7 5 2 1 2 12 11 1 46.7
9  Comercial 6 5 2 0 3 8 12 -4 40.0
10  Santos 6 5 1 3 1 6 6 0 40.0
11  Portuguesa 6 5 1 3 1 5 6 -1 40.0
12  Mirassol 5 5 1 2 2 6 5 1 33.3
13  XV de Piracicaba 5 5 1 2 2 7 8 -1 33.3
14  São Caetano 5 5 1 2 2 6 7 -1 33.3
15  Bragantino 5 5 1 2 2 7 11 -4 33.3
16  Ituano 4 5 1 1 3 5 6 -1 26.7
17  Guaratinguetá 3 5 1 0 4 5 12 -7 20.0
18  Botafogo 3 5 1 0 4 4 12 -8 20.0
19  Oeste 2 5 0 2 3 5 8 -3 13.3
20  Catanduvense 2 5 0 2 3 4 9 -5 13.3
LegendaPG – Pontos Ganhos | JG – Jogos Disputados | VI – Vitórias | EM – Empates
DE – Derrotas | GP – Gols Pró | GC – Gols Contra | SG – Saldo de Gols
%A – Porcentual de Aproveitamento de Pontos


 
 
Classificados à 2.ª fase
 
 
Rebaixados

Por Alexandre – QUARTAS DE FINAL DO PAULISTÃO 2011

Chamada ICFUT para as quartas de final do paulistão 2011, não tem como não ver esse vídeo, ao menos que seu time está de fora…

Em nome do Icfut, eu Alexandre, parabenizo as equipes que se classificaram para as quartas do Paulistão e deixo aqui minha opinião:
Santos fora da semi final, zebra na final e campeão CORINTHIANS*

Concluo, o rei jamais perde sua majestade, como o Timão é o rei do Paulistão ” Dai a Cesar o que é de Cesar, a Deus o que é de Deus” e ao Timão o Título do Paulistão. Desculpem minha sinceridade, abraço galera!!!!!!!!!

ICFUT – Mirassol: do quase rebaixamento à classificação

Fonte: lancenet

Enquanto precisou da última rodada para não se rebaixar em 2010, equipe chegou à última rodada classificado em 2011

São Paulo x Mirassol (Foto: Ari Ferreira)Mirassol está classificado para próxima fase do Paulistão (Foto: Ari Ferreira)

A maior surpresa do Campeonato Paulista 2011. Assim pode ser definida a equipe do Mirassol. Aos trancos e barrancos em 2010, as duas últimas rodadas foram ultimatos: precisava vencer ambas as partidas – fez a lição de casa e escapou do rebaixamento. Em 2011 fez bonito, foi líder do campeonato e chegou à penúltima partida da primeira fase precisando de uma vitória para garantir a classificação à fase final. E Conseguiu.

Muita coisa mudou no Paulistão nestas duas temporadas. A começar pela regra: ano passado apenas quatro equipes classificavam-se para a fase final da competição, este ano são oito equipes que se classificam. Detalhe também aos grandes clubes do estado: enquanto no ano passado o Santos, de Neymar, Ganso e Robinho, dominou o campeonato, o São Paulo se classificou apenas na última rodada. Corinthians e Palmeiras, decepcionaram – os outros dois classificados foram Santo André e Grêmio Prudente.

Já neste ano, os quatro grandes não deram chances: dominam o torneio desde a metade do campeonato e brigam entre si pela liderança. Santo André e Grêmio Prudente, classificados na última temporada são, hoje, penúltimo e último colocados, respectivamente.

Se o campeonato mudou, o Mirassol não ficou para trás. Do goleiro ao centroavante, a equipe não tem mais nenhum jogador que fez parte da delicada campanha na última temporada. Na comissão técnica, Pintado não fez bom trabalho e foi substituído por Ivan Baitello, apontado como um dos principais responsáveis pela boa campanha da equipe.

Com a classificação em mãos, a equipe do interior tem a chance de alçar vôos mais altos: garantir uma vaga para a quarta divisão do Brasileirão e pode começar uma história nacional – participação ainda estudada pela direção, devido aos custos, que segundo o presidente, a visibilidade da série D é menor, o que reduz os custos de patrocínios, enquanto os custos com viagens são maiores.

Um dos problemas para participar na série D é a debandada de jogadores: cerca de 80% do elenco tem contrato se encerrando após o Campeonato Paulista.

– Muda muita coisa. Poucos jogadores do atual elenco ficariam – declarou o comandante Ivan Baitello.

Se a diretoria pensa e o treinador reflete as dificuldades, a torcida não quer nem imaginar o Mirassol fora do torneio nacional. Segundo Walter Xavier, torcedor da equipe, a chance de evoluir nacionalmente não deve ser desperdiçada.

– É legal participar do Paulistão, mas crescer em âmbito nacional é muito mais importante. Veja o Grêmio Prudente: apostou e deu certo, disputou até a primeira divisão no último ano – defendeu o torcedor.

E o Leão ainda pode ter outra oportunidade de aparecer para o Brasil. Caso seja um semi-finalista do Paulistão, tem grandes chances de participar da Copa do Brasil em 2012 – o Estado dispões de três vagas para o torneio e, tradicionalmente, um dos grandes participam da Copa Libertadores, cedendo a vaga ao quarto colocado no torneio paulista.

Com tantas mudanças e sonhos, os torcedores do Leão esperam que a equipe permaneça crescendo e se torne uma agradável surpresa entre os grandes.

– Só não pode fazer como Santo André e Barueri, que se classificaram ano passado e caíram nesse – brincou o torcedor.

ICFUT – Confira o segredo do Mirassol, novo líder do Paulistão

Fonte: futebolinterior

O presidente Edson Antônio Ermenegildo acredita que a união do elenco e da comissão técnica vem fazendo a diferença

0002047896281_imgApós dez rodadas disputadas, todos esperavam ver um dos Grandes na liderança do Campeonato Paulista. No entanto, quem está na ponta é o Mirassol, considerado a grande surpresa e que está com a classificação para as quartas de final muito bem encaminhada.

Desde que foi eliminado no Paulistão do ano passado, a diretoria do Leão da Araraquarense iniciou o planejamento para a 2011. Sem contratar jogadores de nome, o clube apostou em mesclar experiência e juventude. O presidente Edson Antônio Ermenegildo (foto) acredita que o principal segredo para esse sucesso é a união que aconteceu entre jogadores e comissão técnica.

"Acredito que fomos felizes na montagem do elenco e também da comissão técnica. Um dos segredos para o sucesso é a união forte que está tendo entre os jogadores e também comissão técnica. Esperamos manter esse mesmo desempenho ao longo da competição para chegarmos as fases finais", afirmou o mandatário ao Portal Futebol Interior.

A aposta começou na permanência de Ivan Baitelo como treinador. Ele já havia demonstrado que tinha futuro em outras oportunidades, quando trabalhava no São Caetano e assumiu o comando em diversos momentos complicados. Depois, a diretoria acertou o retorno do meia Xuxa, um dos ídolos da torcida, e também se reforçou com os atacantes Wellington Amorin e Marcelinho, emprestado pelo Corinthians.

Um dos principais responsáveis pela montagem do atual elenco é o técnico Ivan Baitello, juntamente com a diretoria.

Surpresa
Mas não é apenas para os torcedores e jornalistas que o Mirassol pode ser considerado uma grata surpresa neste início de temporada. O próprio presidente revelou que está mais do que satisfeito com o comportamento do time, pois o primeiro objetivo era garantir a permanência na elite. Agora, como o rebaixamento está praticamente descartado, o objetivo é brigar para se manter entre os melhores.

Na liderança do Paulistão, empatado com o Corinthians, o Leão da Araraquarense já tem 99,99% de chances de se classificar para as quartas de final do Paulistão, de acordo com o site Chancedegol. O time do Interior é também o primeiro com mais chances, na frente até de Corinthians, Palmeiras, São Paulo e Santos.

"Estamos mais que satisfeitos com o desempenho de nosso time. Sabíamos das dificuldades do Campeonato Paulista e nosso primeiro pensamento era garantir a permanência na elite. Agora que praticamente eliminamos o risco de rebaixamento, queremos nos manter entre os primeiros colocados para termos vantagens nas partidas decisivas", revelou Ermenegildo.

Torcida pequena, mas fiel
A boa campanha do Mirassol ainda não está refletindo nas arquibancadas do Estádio José Maria de Campos Maia. A média de público vem aumentando a cada rodada. A partida que contou com o maior público foi contra o Palmeiras, quando quase nove mil torcedores compareceram. Em relação aos times do Interior, a maior presença foi contra o Linense, que contou com 1.749 pagantes.

Mesmo assim, Edson Antônio Ermenegildo revelou que está contente com o apoio dos torcedores, mas cobrou uma maior participação dos torcedores da Região. De acordo com ele, a torcida do Mirassol é pequena devido ao tamanho da cidade, mas fiel.

"A cidade de Mirassol é pequena e a nossa torcida também. Mas ela é estamos satisfeitos com a presença dos nossos torcedores. Só gostaríamos que as pessoas da região também se mobilizassem para ajudar o clube. Mas nosso torcedor vem correspondendo", concluiu o presidente.

Campanha!
O Mirassol estreou no Paulistão com uma vitória sobre a Ponte Preta, por 2 a 1 atuando em casa, mas depois foi goleado pelo poderoso Santos, por 3 a 0 na Vila Belmiro. No entanto, a reabilitação veio na rodada seguinte, ao bater o Mogi Mirim pelo placar mínimo e conquistar sua primeira vitória como visitante. Depois disso, o time emplacou dois jogos sem derrota, empatando com o Santo André por 1 a 1 e vencendo o Oeste, por 1 a 0.

O Leão da Araraquarense voltou a perder apenas na sexta rodada para o Palmeiras, por 1 a 0, em casa. Desde então, acumulou quatro vitórias seguidas (2 x 1 Bragantino, 3 a 1 São Caetano, 2 x 0 Linense e 2 x 0 Paulista). Nas dez rodadas, foram 22 pontos conquistados, com 18 gols marcados e apenas oito sofridos.

Por Cleber Aguiar – Mirassol é o novo líder do Paulistão !

Fonte: O Estado de São Paulo

Mirassol vence o Paulista em Jundiaí, supera grandes e lidera Paulistão

Com a vitória por 2 a 0 fora de casa, time ultrapassa o ex-líder Palmeiras na classificação do campeonato

JUNDIAÍ – Nem São Paulo, nem Palmeiras, nem Corinthians, nem o Santos. O líder do Campeonato Paulista é o Mirassol. Neste domingo, a equipe do interior foi até Jundiaí, venceu o Paulista por 2 a 0 e assumiu a ponta do estadual pela primeira vez.

Esta foi a quarta vitória em cinco jogos do Mirassol longe dos seus domínios. Com isso, lidera com 22 pontos, superando o invicto Corinthians pelo primeiro fator de desempate: o número de vitórias – tem sete, contra seis do time alvinegro. Por sua vez, o Paulista fica fora da zona de classificação, com 12 pontos, em décimo lugar.

Em casa e buscando o gol desde o início, o Paulista foi com tudo para cima do Mirassol. Mas, quem abriu o placar foi o time visitante. Após cruzamento na área, a bola foi desviada no primeiro pau e sobrou para o zagueiro Gustavo Bastos, no meio da área, testar para o fundo das redes.

O Paulista foi para o ataque e teve duas chances de empatar. A primeira foi aos 21 minutos, com Bruno Formigone, após uma cabeçada perigosa. No final, a melhor chance. Hernane foi lançado e ficou cara a cara com o goleiro, mas chutou por cima, perdendo um gol incrível.

Após o intervalo, o Paulista voltou com tudo para cima do Mirassol e desde os primeiros minutos tentava empatar. Mas, pecava muito nas finalizações e a maioria dos chutes passava longe do gol de Fernando Leal.

Em poucas oportunidades, o Mirassol chegou ao campo de ataque, mas em uma delas, aos 32 minutos, fez o segundo. Após cobrança de falta na área, o zagueiro Luiz Henrique testou para o fundo das redes, num lance muito parecido com o do primeiro gol.

PAULISTA – 0 – Cristiano; Eltinho, Rodrigo Sabia, Eli Sabiá e Guigov; Bruno Formigone, João Paulo, Baiano e Rone Dias (Sidnei); Diego Barboza (Vanderlei) e Hernane (Carlão). Técnico – Wagner Lopes.

MIRASSOL – 2 – Fernando Leal; Fabinho Capixaba, Gustavo Bastos, Luiz Henrique e Diego; Magal, Jairo, Esley (Otacílio) e Xuxa; Serginho (Marcelinho) e Wellington Amorim (Danilo). Técnico – Ivan Baitello.

Gols – Gustavo Bastos, aos 15 minutos do primeiro tempo, e Luis Henrique, aos 32 minutos do segundo tempo; Árbitro – Flávio Rodrigues Guerra; Cartões amarelos – Esley, Diego e Danilo; Renda e público – não disponíveis; Local – Estádio Jayme Cintra, em Jundiaí.