ICFUT – Seleção Brasileira cai mais uma posição no ranking da Fifa

Fonte: lancenet

Brasil aparece na 19ª colocação na lista do mês de abril, divulgada nesta quinta-feira pela Federação Internacional de Futebol. A liderança continua com a Espanha

Seleção Brasileira - Brasil x Rússia (Foto: Glyn Kirk/AFP)
Brasil continua caindo no ranking da Fifa (Foto: Glyn Kirk/AFP)

A Fifa divulgou o seu ranking de seleções deste mês de abril, e a Seleção Brasileira continua em rota descendente. O Brasil perdeu uma posição em relação ao mês passado e agora está na 19ª colocação. A liderança mais uma vez está com a Espanha.

As três primeiras colocações seguiram inalteradas, com a Alemanha em segundo e a Argentina em terceiro. O maior destaque foi a equipe da Croácia, que subiu cinco posições e agora está em quarto.

Adversárias da Seleção nos últimos amistosos oficiais em março, a Itália aparece em oitavo, enquanto a Rússia está na 11ª colocação.

Os 20 primeiros colocados do ranking da Fifa:

1) Espanha
2) Alemanha
3) Argentina
4) Croácia
5) Portugal
6) Colômbia
7) Inglaterra
8) Itália
9) Holanda
10) Equador
11) Rússia
12) Costa do Marfim
13) Grécia
14) México
15) Suíça
16) Bélgica
17) Uruguai
18) França
19) Brasil
20) Dinamarca

ICFUT – Marca centenária faria Messi superar a média de gols de Müller

Fonte: espn

E se Messi fosse Muller: argentino precisa de marca centenária para superar média do alemão

E se Messi fosse Muller: argentino precisa de marca centenária para superar média do alemão

Lionel Messi, mais uma vez, encantou o mundo do futebol com a quebra de mais uma marca que parecia insuperável. Com 86 gols em 2012, ele superou o feito de Gerd Müller, que chegado às redes em 85 oportunidades em 1972, e era até então o maior artilheiro em um ano do calendário (de janeiro a dezembro).
O Barcelona só tem mais quatro jogos a fazer em 2012, e o atual eleito três vezes melhor do mundo pode superar novamente o lendário jogador do Bayern de Munique. Afinal, na média de gols, o argentino (1,323 gol/partida) perde para o alemão (1,416 gol/partida). Messi até agora participou de 65 confrontos, enquanto que o Müller, há 40 anos, conseguiu a marca em 60 duelos.
Assim, para superar a média do ex-jogador, o camisa 10 da equipe catalã precisa de uma estatística quase centenária. Afinal, para conseguir uma média superior a de 1,416 gol por jogo, Messi teria que anotar, ao menos 97 gols, isso considerando que ele participe dos três confrontos restantes do seu time neste ano (dois pelo Campeonato Espanhol – Atlético de Madri e Valladolid – e um pela Copa do Rei – Córdoba).
A conta é simples: o argentino tem que fazer 11 gols em três jogos. A marca não é fácil de ser alcançada, mas para o meia-atacante nada parece difícil, quando o assunto é futebol.
Se Messi fosse Müller…
Para terminar 2012 com a média mais próxima o possível em relação a que Müller teve em 1972, Messi teria que fazer mais dez gols nas três partidas restantes. Assim, terminaria o ano com 96 bolas na rede, em 68 confrontos, o que corresponderia a uma média 0,005 pior do que a do ex-atleta da seleção alemã.
A tendência é que o argentino não atue pela Copa do Rei, já que nos dois jogos em que o time azul-grená disputou pela competição, a formação foi composta sobretudo por reservas. Assim, se o camisa 10 jogar apenas em mais dois confrontos em 2012, ele teria que terminar o ano com 95 gols para conseguir uma estatística superior a de Müller, que seria de 1,417 gol/jogo. Com 94, ficaria com uma média inferior (1,402 gol/jogo).

ESPN.com.br

Messi supera recorde de Muller

Messi supera recorde de Muller

ICFUT – Com participação do FI, Estadão elege melhores esportistas de 2012

Fonte: futebolinterior

Centenas de jornalistas, inclusive do Portal FI, participaram das escolhas dos destaques

São Paulo, SP, 09 (AFI) – O jornal O Estado de S. Paulo divulgou, neste domingo, o resultado final da pesquisa “Os Melhores do Estado de S. Paulo”, que completou 35 anos em 2012. Centenas de jornalistas, inclusive integrantes doPortal Futebol Interior, votaram nos principais destaques do futebol e do esporte brasileiro na temporada. A pesquisa foi coordenada pela jornalista Valéria Zukeran, sob a direção de Luiz Antônio Prósperi, Editor Geral de Esportes do Estadão.

Por abranger todo o ano e não apenas o Brasileirão, a Seleção do Estado, diferentemente da Seleção do FI (relembre aqui), contou com mais votados fora do “eixo Flu-Galo”. Entre os destaques fora do “eixo”, estão os volantes Ralf e Paulinho (Corinthians), o meia Lucas (São Paulo) e o atacante Neymar (Santos), além do técnico do Timão, Tite, que recebeu 55% dos votos.

Os mais votados de Fluminense e Atlético-MG foram unanimidades em praticamente todas as premiações do futebol nacional. Do Tricolor, foram escolhidos o goleiro Diego Cavalieri, o lateral-esquerdo Carlinhos e o atacante Fred. Já o Galo “cedeu” o lateral-direito Marcos Rocha, os zagueiros Réver e Leonardo Silva e o meia Ronaldinho Gaúcho.

Crédito: Estadão

Em pé da esquerda para direita: Diego Cavalieri (84%), Marcos Rocha (55%), Rever (68%), Leonardo Silva (37%), Ralf (44%) e Carlinhos (47%); Agachados da esq. para dir.:
Lucas (51%), Paulinho (90%), Fred (90%), Ronaldinho Gaúcho (75%) e Neymar (85%)

Outras premiações
A tradicional pesquisa do Estadão também distribuiu alguns prêmio individuais. O craque do Brasil em 2012 foi uma barbada: o atacante Neymar, com 68% dos votos. A revelação também foi outra figurinha carimbada em outras premiações: o meia Bernard, do Atlético-MG, que teve a preferências de 77% dos participantes.

Além dos dois destaques individuais, o Corinthians foi escolhido por 57% dos jornalistas como o melhor time da temporada. Além da histórica conquista da Libertadores, o time alvinegro também fez boa campanha no Brasileirão, embora tenha priorizado o Mundial. Já o destaque no apito foi o gaúcho Leandro Pedro Vuaden, com 19%.

O Estadão também reservou um espaço para a escolha dos melhores entre os outros esportes. Na categoria masculino, o ginasta Arthur Zanetti surpreendeu o mundo ao conquistar o ouro nas argolas, na ginástica artística, nos Jogos Olímpicos de Londres. No feminina, a premiada foi a judoca Sarah Menezes, que também levou o primeiro título olímpico do judô feminino brasileiro.

Participação dos internautas
O Estadão também reservou um espaço em sua página virtual, para que os internautas também elegessem seus destaques. A Seleção dos Internautas só teve uma mudança: sai Ralf e entra Arouca, do Santos. O técnico escolhido para comandar a seleção foi Abel Braga, do Fluminense, e não Tite. Outras novidades foram o Flu como melhor time, Paulo César de Oliveira como melhor árbitro e o lutador de MMA Anderson Silva como destaque de outros esportes.

Diego Cavalieri (Fluminense) – 74%
Marcos Rocha (Atlético Mineiro) – 55%
Rever (Atlético Mineiro) – 41%
Leonardo Silva (Atlético Mineiro) – 30%
Arouca (Santos) – 27%
Carlinhos (Fluminense) – 38%
Lucas (São Paulo) – 42%
Paulinho (Corinthians) – 47%
Fred (Fluminense) – 55%
Ronaldinho Gaúcho (A. Mineiro) – 43%
Neymar (Santos) – 46%

Técnico: Abel Braga – 53%
Melhor jogador: Neymar – 45%
Revelação: Bernard – 68%
Melhor time: Fluminense – 49%
Melhor árbitro: Paulo C. Oliveira – 44%
Destaque masculino: Anderson Silva – 43%
Destaque feminino: Sarah Menezes – 49%

ICFUT – OS JOGADORES MAIS QUERIDOS DO BRASIL

Via Olhar Crônico

Qual é o jogador preferido dos torcedores brasileiros?

Qual é o jogador preferido de cada uma das grandes torcidas?

É o que vamos ver agora, na edição 2012 da pesquisa Preferência por Jogador de Futebol em Atividade, realizada pela Stochos Sports & Entertainment e conduzida por seu diretor, Cesar Gualdani, que os leitores regulares desse OCE já conhecem há bom tempo.

Para esse trabalho foram ouvidas 8.329 pessoas, em todos os estados brasileiros e mais o Distrito Federal. A margem de erro é de 1,1% para mais ou para menos no universo pesquisado, com intervalo de confiança de 95%. Os trabalhos de campo foram desenvolvidos entre 20 de agosto e 20 de setembro do corrente ano.

As faixas etárias abordadas foram a partir de 16 anos de idade, com intervalos de 5 anos, até 60 ou mais anos de idade. Na estratificação sócio-econômica a Stochos trabalha com as classes A1, A2, B1, B2, C1, C2 e D.

Inicialmente, veremos jogadores em atividade da preferência do torcedor independentemente do país em que atuam, bem como de sua nacionalidade.

Entre os 15 jogadores listados, somente três atuam fora do Brasil: Messi, Cristiano Ronaldo e Kaká. Nenhuma novidade em relação às estrelas de fora, presentes também em pesquisas anteriores.

Veremos, agora, os 22 jogadores em atividade no Brasil preferidos de nossos torcedores:

O grande destaque nessa relação é que a preferência por Neymar é maior que a soma dos outros 21 classificados.

Nas divisões por sexo, 9 nomes são comuns às duas listas, com uma única diferença: Kaká na lista feminina e Luis Fabiano na masculina.

Na divisão por classes sócio-econômicas, os cinco jogadores preferidos são os mesmos em todas elas, exceção feita à presença de Ganso na A1+A2. Nas demais, em seu lugar aparece Emerson Sheik.

Nas divisões por faixas etárias nas tabelas seguintes, a variação é bem maior, mas Neymar, Ronaldinho e Messi estão presentes em todas elas. Nas outras duas posições aparecem Vagner Love, Emerson Sheik, Kaká, Cristiano Ronaldo, Leandro Damião, Fred e Ganso.

Nas cinco grandes regiões brasileiras os resultados pouco diferem com relação ao trio Neymar, Ronaldinho e Messi, como podemos ver:

Interessante observar que as duas piores colocações de Ronaldinho dão-se justamente na Região Sul, onde nasceu e começou a jogar, e na Região Sudeste, onde teve uma passagem complicada pelo Flamengo e agora vem atuando com sucesso no Atlético Mineiro. É o peso da paixão bem evidenciado.

As próximas tabelas mostram os jogadores preferidos em 12 estados e no Distrito Federal.

Ronaldinho não aparece no Rio Grande do Sul entre os cinco primeiros e nem os três mais preferidos dos cearenses.

Veremos a seguir a preferência dos torcedores de 12 clubes.

Neymar é unanimidade como o preferido dessas torcidas.

Opa! Quase unanimidade: a torcida do Galo preferiu Ronaldinho em primeiro lugar, deixando com ele a segunda colocação. E a torcida do Fluminense optou por Fred na primeira colocação. Mesmo no Trio de Ferro paulistano Neymar é o preferido dos torcedores.

A próxima tabela mostra a evolução dos atuais 15 jogadores preferidos pelo torcedor brasileiro nos últimos cinco anos:

Neymar vem crescendo consistentemente na preferência do torcedor brasileiro e isso é facilmente visível no dia a dia, seja nas ruas e estádios, seja nas telas de televisão, onde sua presença nos comerciais parece não cansar o telespectador/torcedor. O retorno ao Brasil fez bem à imagem de Ronaldinho, mas Lionel Messi segue muito consistente na vice-liderança.

ICFUT – Neymar é o segundo maior artilheiro da IFFHS no ano; Messi lidera

Fonte: globo

Santista está a dois gols do craque do Barcelona. Cristiano Ronaldo, do Real Madrid, vem logo a seguir

Neymar, Brasil x Argentina (Foto: Mowa Press)Neymar segue na cola de Messi pela artilharia da
temporada, segundo o IFFHS (Foto: Mowa Press)

A classificação mundial de artilheiros da Federação Internacional de História e Estatísticas do Futebol (IFFHS) voltou a trazer o brasileiro Neymar na segunda colocação, atrás apenas do argentino Lionel Messi, doBarcelona. A instituição, que leva em conta gols marcados por seleções ou em partidas internacionais, atribui 17 tentos ao atacante do Santos. Destes, nove foram pela Seleção Brasileira e oito pelo Peixe.

A liderança segue com Messi, que tem 19 gols, sendo nove pela Argentina e dez pelo Barcelona. Já Cristiano Ronaldo aparece na terceira colocação, com 16 gols, sendo cinco por Portugal e 11 pelo Real Madrid.

Entre os dez primeiros há outros dois brasileiros: Leandro Damião, na quinta posição, com sete gols pela Seleção e seis pelo Internacional, e Ricardo Oliveira, em nono, com 12 pelo Al-Jazeera, dos Emirados Árabes.

Confira a lista dos dez maiores artilheiros do mundo em 2012 pelas contas da IFFHS:.

.1º Lionel Messi (Barcelona/ARG) 19 (9/10)

.2º Neymar (Santos/BRA) 17 (9/8)

.3º Cristiano Ronaldo (Real Madrid/POR) 16 (5/11)

.4º Radamel Falcao Garcia (Atlético de Madri/COL) 15 (3/12)

.5º Mohammed Aboutreika (Al-Ahly/EGI) 13 (7/6)

5º Leandro Damião (Internacional/BRA) 13 (7/6)

5º  Klaas Jan Huntelaar (Schalke 04/HOL) 13 (3/10)

8º Michael Mifsud (Valletta/MAL) 12 (6/6)

8º Emmanuel A. Clottey (Berekum Chelsea/GAN) 12 (0/12)

8º Ricardo Oliveira (Al-Jazeera/BRA) 12 (0/12)

ICFUT – Espanha segue liderando ranking da Fifa; Brasil cai para 14º

Fonte: yahoo

Redação Central, 3 out (EFE).- A nova atualização do ranking da Fifa traz novamente a seleção espanhola na liderança, enquanto o Brasil segue seu calvário na lista e agora figura apenas na 14ª posição, atrás de países como Colômbia, Grécia e Croácia.

As vitórias nos amistosos contra África do Sul (1 a 0), China (8 a 0) e Argentina (2 a 1) no último mês não foram suficientes para impedir que a Seleção caísse duas posições na classificação, ampliando sua pior marca na história.

No topo do ranking, a Espanha lidera com folga, seguida, na ordem, por Alemanha, Portugal, Argentina e Inglaterra.

A maior surpresa da nova lista foi o retorno da Colômbia às dez primeiras posições após dez anos, graças a seus triunfos perante Chile e Uruguai nas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2014.

Confira os 20 primeiros classificados:.

.1. Espanha 1611 pontos.

.2. Alemanha 1459.

.3. Portugal 1259.

.4. Argentina 1208.

.5. Inglaterra 1196.

.6. Holanda 1141.

.7. Uruguai 1140.

.8. Itália 1106.

.9. Colômbia 1102.

10. Grécia 1029.

11. Croácia 1023.

12. Rússia 1014.

13. França 1011.

14. Brasil 1001.

15. Suíça 983.

16. Costa do Marfim 951.

17. Chile 948.

18. Dinamarca 944.

19. México 925.

20. Equador 902. EFE

ICFUT – IFFHS aponta Barça ainda no topo do ranking; Timão é o melhor brasileiro

Fonte: globo

Com a sétima posição, Corinthians está à frente de Santos (13º), Flu (15º) e Vasco (17º). Bayern de Munique foi insuperável em setembro

O Bayern de Munique foi a melhor equipe de setembro segundo os critérios da Federação Internacional de História e Estatística do Futebol (IFFHS), mas ainda assim o Barcelona continua a encabeçar a classificação geral. O clube alemão venceu todas as suas partidas nacionais e internacionais e alcançou a máxima pontuação, deixando para trás o Paris Saint-Germain.

Barcelona comemora gol sobre o Sevilla (Foto: Reuters)O Barcelona segue como a melhor equipe do ano, segundo o IFFHS (Foto: Reuters)

No ranking geral, o Barcelona segue na frente, imediatamente seguido por Universidad de Chile, Boca Juniors, Real Madrid e Atlético de Madri.

Entre os brasileiros, o melhor é o Corinthians, que aparece empatado com o Bayern na sétima colocação.

Também figuram entre os 100 primeiros clubes da lista Santos (13º), Fluminense (15º), Vasco da Gama (17º), Internacional (36º), Grêmio (67º), Flamengo (77º) e São Paulo (81º).

Classificação mundial:.

1º Barcelona (ESP) 343 pontos.

.2º Universidad de Chile (CHI) 300

.3º Boca Juniors (ARG) 286

.4º Real Madrid (ESP) 281

.5º Atlético de Madri (ESP) 264

.6º Chelsea (ING) 256

.7º Bayern de Munique (ALE) 248

7º Corinthians (BRA) 248

.9º Athletic Bilbao (ESP) 240

10º Vélez Sarsfield (ARG) 227

13º Santos (BRA) 217

15º Fluminense (BRA) 212

17º Vasco da Gama (BRA) 208

36º Internacional (BRA) 172

67º Grêmio (BRA) 138

77º Flamengo (BRA) 129

81º São Paulo (BRA) 126