ICFUT – D’Alessandro e quem já foi premiado como rei da América

Fonte: colunistas.ig.com.br
Por Rodolfo Rodrigues

Desde 1986, o jornal uruguaio El País promove uma premiação ao melhores jogadores da América do Sul no final de cada temporada. Como a CONMEBOL não tem sua votação, o prêmio do El País acaba sendo o principal e o mais prestigiado para coroar os melhores jogadores que atuaram pelos países sul-americanos em cada temporada.

Em 2010, o argentino D’Alessandro, campeão da Copa Libertadores pelo Internacional, foi eleito o melhor jogador da América do Sul. O meia superou o compatriota Juan Sebastián Verón, eleito o rei da América nos últimos dois anos. O brasileiro Neymar ficou na terceira colocação, seguido por Conca e pelo atacante argentino Santiago Silva, o El Tanque, que já defendeu o Corinthians e foi vice-campeão argentino pelo Vélez Sarsfield. Outros conhecidos na lista são o lateral Reasco (ex-São Paulo), que ficou na 8ª colocação, e o zagueiro Desábato, aquele que chamou Grafite de Macaco num jogo da Libertadores (9º colocado).

Confira a lista os três primeiros colocados nas 25 edições do prêmio melhor da América do El País:

Ano Primeiro Segundo Terceiro
1986 Alzamendi (URU) Careca (BRA) Romerito (PAR)
1987 Valderrama (COL) Trasante (URU) Perdomo (URU)
1988 Rubén Paz (URU) Hugo de León (URU) Geovani (BRA) e Taffarel (BRA)
1989 Bebeto (BRA) Mazinho (BRA) Higuita (COL)
1990 Amarilla (PAR) Rubén da Silva (URU) Álvarez (COL) e Higuita (COL)
1991 Ruggeri (ARG) Ramón Diaz (ARG) Toledo (CHI)
1992 Raí (BRA) Goycoechea (ARG) Acosta (ARG) e Gamboa (ARG)
1993 Valderrama (COL) Etcheverry (BOL) Cafu (BRA) e Rincón (COL)
1994 Cafu (BRA) Chilavert (PAR) Gustavo López (ARG)
1995 Francescoli (URU) Maradona (ARG) Edmundo (BRA)
1996 Chilavert (PAR) Francescoli (URU) Ortega (ARG) e Valderrama (COL)
1997 Marcelo Salas (CHI) Solano (PER) Chilavert (PAR)
1998 Palermo (ARG) Gamarra (PAR) Chilavert (PAR)
1999 Saviola (ARG) Arce (PAR) Riquelme (ARG)
2000 Romário (BRA) Riquelme (ARG) Óscar Córdoba (COL) e Palermo (ARG)
2001 Riquelme (ARG) Óscar Córdoba (COL) Romário (BRA)
2002 Cardozo (PAR) Orteman (URU) Lembo (URU)
2003 Tevez (ARG) Cardozo (PAR) Diego (BRA)
2004 Tevez (ARG) Mascherano (ARG) Lucho González (ARG) e Robinho (BRA)
2005 Tevez (ARG) Lugano (URU) Cicinho (BRA)
2006 Matías Fernández (CHI) Palácio (ARG) Gago (ARG)
2007 Cabañas (PAR) Morel Rodríguez (PAR) Ibarra (ARG)
2008 Verón (ARG) Riquelme (ARG) Cabañas (PAR)
2009 Verón (ARG) Adriano (BRA) Edison Méndez (EQU)
2010 D’Alessandro (ARG) Verón (ARG) Conca (ARG)

Entre os treinadores, o escolhido como o melhor do continente foi o uruguaio Óscar Washington Tabaréz, que levou a seleção Celeste Olímpica à semifinal da Copa do Mundo de 2010. O treinador superou quatro argentinos (Marcelo Bielsa, que comandou a seleção chilena na Copa, Alejandro Sabella, do Estudiantes, Gerardo Martino e Eduardo Bauza), além dos brasileiros Celso Roth, Muricy Ramalho e Luiz Felipe Scolari. Veja também a lista dos técnicos ganhadores desde 1986:

Ano Técnico
1986 Carlos Bilardo (ARG)
1987 Carlos Bilardo (ARG)
1988 Roberto Fleitas (URU)
1989 Sebastião Lazaroni (BRA)
1990 Luis Cubillas (URU)
1991 Alfio Basile (ARG)
1992 Telê Santana (BRA)
1993 Francisco Maturana (COL)
1994 Carlos Bianchi (ARG)
1995 Héctor Núnez (ARG)
1996 Hernán Darío Gómez (COL)
1997 Daniel Passarella (ARG)
1998 Carlos Bianchi (ARG)
1999 Luiz Felipe Scolari (BRA)
2000 Carlos Bianchi (ARG)
2001 Carlos Bianchi (ARG)
2002 Luiz Felipe Scolari (BRA)
2003 Carlos Bianchi (ARG)
2004 Luis Fernando Montoya (COL)
2005 Aníbal Ruiz (URU)
2006 Claudio Borghi (ARG)
2007 Gerardo Martino (ARG)
2008 Edgardo Bauza (ARG)
2009 Marcelo Bielsa (CHI)
2010 Óscar Tabárez (URU)