ICFUT – Sawa vence duelo com Marta e Brasil cai para o Japão nas quartas

Fonte: lancenet

Pela primeira vez a Seleção não chega nas semifinais do futebol feminino

BRA X JPN - (Foto: Glyn Kirk/AFP)Renata teve boa chance no primeiro tempo (Foto: Glyn Kirk/AFP)

Ainda não vai ser desta vez que o futebol feminino vai levar a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos. Na verdade, foi a pior campanha das meninas nesta competição, que tem a modalidade desde 1996. A derrota contra o Japão por 2 a 0 na tarde desta sexta-feira em Cardiff, no País de Gales, tirou a chance da Seleção levar outra medalha, e as nipônicas vão às semifinais para enfrentar a França.

O Brasil não jogou mal. Houve um domínio por praticamente 90 minutos da partida. Mas poucas chances tiveram alguma finalização, principalmente por causa da insistência no jogo aéreo. Mas a baixa estatura atrapalhava. E do outro não havia uma equipe qualquer, o Japão venceu o Mundial no ano passado, e tem no meio-campo a atual Melhor Jogadora do Mundo: Sawa. Ela acabou sendo bem mais efetiva do que Marta, que não brilhou nos Jogos Olímpicos. E o jogo deixou claro que a derrota contra o Reino Unido seria fatal.

O JOGO

O primeiro tempo teve um domínio do Brasil. O problema é que o gol não saiu, e nos poucos momentos de brilho do Japão, elas foram mais perigosas. Como no primeiro lance do jogo. Ohnu matou a bola no peito e acertou um bonito chute, obrigando Andreia a trabalhar logo.

Depois desse lance, o Brasil começou a dominar o meio-campo. O Japão esperava a bola para transições velozes, mas desta vez, ao contrário do jogo contra o Reino Unido, a marcação no meio funcionava, e, pelo menos por enquanto, conseguia controlar o jogo.

Renata Costa estava mais avançada, Thaisinha flutuava na frente pelos dois lados, e Marta organizava as jogadas em conjunto com Formiga. Quando a bola chegava na frente, Cristiane levava perigo, mas a primeira grande chance foi de Renata, aos 16: cruzamento de Rosana, a zaga não cortou, e sobrou para a brasileira, que da marca do pênalti chutou por cima.

As poucas vezes em que o Japão chegava eram através de Sawa, a "Xavi de saias". Após lindo passe, Kinga teve boa chance, mas foi desarmada. Na jogada seguinte, lindo chute de Formiga, e defesa melhor ainda de Fukumoto.

O lance parece ter acordado as japonesas, que enfim conseguiram manter a bola. Na sequência foram duas chances, uma com Ohno e outra com Miyama. Na terceira, as nipônicas não perdoaram. Ogimi recebeu bom passe, a defesa vacilou, e a atacante sai na cara de Andreia, que também não fechou muito bem, e o chute veio bem colocado para abrir o placar.

Ogimi corre para comemorar com Sawa (Foto: Glyn Kirk/AFP)

SEGUNDO TEMPO

No início da etapa final, o Brasil demonstrava nervosismo. Nos primeiros 10 minutos, Marta levou um cartão amarelo, e logo depois deixou o pé em uma adversária, mas que não teve maldade. De qualquer forma, estava mais difícil sair para o ataque, o Japão valorizava a posse e marcava muito bem, jogava com inteligência. A melhor chance tinha sido em cobrança de falta da Rainha, que passou perto do gol de Fukumoto.

Pouco depois, o Brasil melhorou, algumas boas chances. Uma finalização de Cristiane passou muito perto. E a empolgação veio. Rosana e Marta cresceram bastante e o jogo tornou-se uma pressão, assim como no primeiro tempo Mas muitos cruzamentos altos na área eram desperdiçados. E do mesmo jeito que estava a etapa inicial, depois do domínio brasileiro, veio o gol japonês. E com estilo.

Ohno recebeu lindo lançamento, limpou a zaga brasileira, e finalizou de canhota, sem qualquer chance para Andreia. Depois disso, a Seleção perdeu qualquer ânimo para reação. Até teve algumas chances, mas a eliminação acabou vindo mais cedo do que o esperado, e a esperança do ouro no futebol ficou para os homens.

FICHA TÉCNICA
BRASIL 0X2 JAPÃO

Local: Millenium Stadium, Cardiff (GAL)
Data-Hora:
03/08/2012, às 13h (de Brasília)
Árbitra: Kirsi Heikkinen (FIN)
Gols:
Ogimi (26’/1ºT), Ohno (28’/2ºT)
Cartões amarelos:
Marta (BRA), Sakaguchi (JAP), Bruna (BRA)
Cartões vermelhos:

BRASIL: Andreia, Fabiana, Bruna, Erika, Renata Costa (Grazielle, 39’/2ºT) e Rosana (Ester, 34’/2ºT); Francielle, Thaisinha e Formiga; Cristiane e Marta. Técnico: Jorge Barcellos

JAPÃO: Fukumoto, Kinga, Iwashimizu, Kumagai e Sameshima; Xakaguchi, Miyama, Kawasumi e Sawa; Ohno (Ando, 34’/2ºT) e Ogimi (Takase, 43’/2º). Técnico: Norio Sasaki

ICFUT – Seleção feminina abre Olimpíada por fim de traumas e novo reinado de Marta

Fonte: uol

Cinco vezes eleita a melhor do mundo, Marta ficou sem o prêmio em 2011 e busca recuperá-lo

Cinco vezes eleita a melhor do mundo, Marta ficou sem o prêmio em 2011 e busca recuperá-lo

A Olimpíada de 2012 começa nesta quarta-feira com a primeira rodada do futebol feminino. Para o Brasil, o pontapé inicial ocorre às 14h45 (horário de Brasília) e, apesar de esses serem os Jogos de Londres, a bola vai rolar em Cardiff (País de Gales), quando a seleção feminina de futebol estreia contra Camarões.

Será a quinta edição do torneio feminino e a seleção brasileira busca a inédita medalha de ouro. Em Pequim (2008) e Atenas (2004), faturou a prata. O sonho do título acabou duas vezes na prorrogação, quando Marta e Cia perderam para os Estados Unidos, que faturaram três ouros (o primeiro deles em 1996). A Noruega ganhou em 2000.

É uma nova oportunidade para as mulheres do Brasil encerrarem a série de fracassos em partidas decisivas. Além das derrotas em duas semifinais e duas finais de Olimpíadas, perderam também uma semi e uma final de Copa do Mundo.

"É um sonho que venho buscando há muito tempo. Já tenho duas medalhas de prata, agora, é a oportunidade de reverter essas duas finais perdidas. É um momento de trabalho e dedicação, e espero que o time, se chegar à final, tenha aprendido a lição", declarou Marta, durante o período de preparação.

Para a craque alagoana, brilhar na Olimpíada será um passo importante na busca por um novo reinado como a melhor do mundo. Vencedora do prêmio por cinco vezes, a camisa 10 da seleção viu a japonesa Homare Sawa faturar a estatueta em 2011, por levar seu país ao título mundial.

A seleção nacional, comandada por Jorge Barcellos, encara, além de Camarões, a Nova Zelândia e o Reino Unido. As favoritas Japão e Estados Unidos são cabeça-de-chave nas outras duas chaves. A primeira fase não é das mais complicadas, já que se classificam os dois primeiros de cada grupo e ainda os dois melhores terceiros colocados.  

BRASIL X CAMARÕES

Data: 25/7/2012, quarta-feira
Horário: às 14h45 (de Brasília)
Local: estádio Millennium, em Cardiff (País de Gales)

BRASIL
Andreia, Fabiana, Bruna Benites, Aline Pellegrino, Renata Costa e Maurine; Francielle, Formiga e Ester; Cristiane e Marta
Técnico: Jorge Barcellos

CAMARÕES
Ngo Ndom, Manie, Sonkeng, Meffoumetou e Ngono; Zouga, Bella, Feudjio e Beyene; Iven e Onguene
Técnico: Enow Nagatchu

ICFUT – Umea diz não ter US$ 1 milhão para investir em Marta e desiste da craque

Fonte: globo

Dirigente se assusta com o preço, mas empresário da jogadora afirma: ‘A Marta está acima de qualquer valor que possa ser especulado’

Por Rafael Maranhão e Marcos FelipeEstocolmo e Rio de JaneiroMarta umea (Foto: Agência Getty Images)

Marta nos tempos de Umea (Agência Getty Images)

Um dia depois de se queixar por não conseguir saber o quanto seria preciso pagar para levar Marta de volta ao Umea, o diretor de futebol do clube sueco, Niklas Westman, enfim descobriu o preço da craque brasileira. E levou um susto quando leu a resposta do empresário da jogadora, Fabiano Farah: US$ 1 milhão (R$ 1,7 milhão) por um ano de contrato.

– Eu enviei um e-mail perguntando a partir de qual valor era possível abrir uma negociação e a resposta foi US$ 1 milhão. Um preço maior do que o esperado e que não acredito que nenhuma outra equipe sueca tenha condição de pagar – afirmou Westman.

Farah confirmou o contato, mas não a quantia. Segundo ele, o Umea deveria valorizar Marta por tudo que ele representa dentro e, também, fora de campo.

– A Marta está acima de qualquer valor que possa ser especulado. Dentro de campo não precisa justificar o valor dela e, fora de campo, ela traz uma mega exposição ao clube e ao campeonato no qual ela atua. É importante entender que a carreira da Marta desde que ela chegou na Suécia (em 2004) para os dias de hoje tomou uma outra projeção. Ela conquistou todos os títulos possíveis na Suécia, foi eleita cinco vezes a melhor jogadora do mundo pela Fifa, feito que nem nomes como Zidane, Ronaldo e Ronaldinho Gaúcho conseguiram. Nos EUA, foi artilheira durante três anos e bicampeã da liga local. Ele representa valores institucionais e econômicos únicos – afirmou Farah, por telefone, ao GLOBOESPORTE.COM.

De acordo com o empresário, uma prova da importância da craque brasileira é o fato dela serembaixadora da ONU, título dado a poucas mulheres, entre elas, estrelas mundiais como Angelina Jolie, Gisele Bündchen e Maria Sharapova.

– O que não se pode hoje é essa miopia. Deixar de enxergar o que foi a Marta antes e o que é a Marta agora. Ela agrega muito, seja no âmbito esportivo, institucional ou econômico.

Marta durante coletiva do Prêmio Bola de Ouro (Foto: AP)Marta durante coletiva do Prêmio Bola de Ouro (Foto: AP)

Niklas Westman, entretanto, parece não se preocupar com tudo que a “marca” Marta pode trazer ao clube. O dirigente contava com uma pedida pelo menos R$ 500 mil mais barata e disse que, dessa forma, o Umea está fora da briga para repatriar a craque que vestiu a camisa do clube entre 2004 e 2008. Segundo ele, a folha salarial da equipe é o equivalente a R$ 750 mil anuais.

– Investir uma soma dessas iria falir o clube. Não vale à pena. O que acontece se ela se machucar, por exemplo? Se o valor baixar, podemos voltar a negociar. Mas, hoje, desse jeito, é impossível para nós – acrescentou.

Göteborg e Tyresö são os outros dois clubes da Suécia na briga por Marta. O presidente do Goteborg, Peter Bronsman, disse já ter feito proposta pela brasileira. A diretoria do Tyresö, porém, continua fazendo mistério. Mas também considerou alta a pedida do empresário de Marta.

– É bem barato se comparado ao futebol masculino mas, considerando-se que a liga americana (WPS) fechou as portas, é muito dinheiro para o futebol feminino. No momento, não estamos negociando, mas a possibilidade não está descartada – disse a diretora de comunicação do clube, Carina Johansson, ao jornal “Expressen”.

ICFUT – Marta mais uma vez na disputa pela Bola de Ouro

Fonte: lancenet

Brasileira foi eleita a melhor jogadora de futebol do mundo nos últimos cinco anos

Marta após eliminação para os Estados Unidos (Foto: Fabrizio Bensch/Reuters) Marta mais uma vez será favorita ao prêmio Bola de Ouro (Foto: Fabrizio Bensch/Reuters)

A brasileira Marta encabeça a lista de candidatas ao prêmio Bola de Ouro do futebol feminino. A premiação é organizada pela Fifa e pela revista francesa "France Football".

Marta é a única brasileira indicada ao título de melhor jogadora do mundo. Ela venceu as últimas cinco edições do prêmio.

Também concorrerão à Bola de Ouro as francesas Bompastor e Necib; a alemã Garefrekes, as japonesas Miyama e Sawa, a sueca Schelin e as americanas Hope Solo e Wambach.

A melhor jogadora do mundo será conhecida na festa que a Fifa realizará no dia 9 de janeiro, em Zurique, na Suíça. Na ocasião também será anunciado o ganhador do prêmio no futebol masculino.

ICFUT – Marta e Ronaldinho Gaúcho estrelam campanha contra o câncer de mama

Fonte: lancenet (futebol para meninas)

Craque do Flamengo e jogadora, eleita melhor do mundo cinco vezes consecutivas, estão fazendo a parte deles

A atacante Marta, considerada cinco vezes consecutivas a melhor jogadora do mundo pela FIFA, e o meia Ronaldinho Gaúcho são alguns dos atletas que estão participando da campanha do Instituto Arte de Viver Bem, contra o Câncer de Mama. O projeto atende mulheres de todas as classes sociais e idades.


Além deles, César Cielo, Hortência, Tony Kanaan, Vitor Belfort, Emerson Fittipaldi e Anderson Varejão posaram para a campanha.


Os paineis que estampam esses nomes serão espalhados pelo Brasil e pela Square, em Nova York, nos EUA.

ICFUT – Memorial Rainha Marta terá fotos e vídeos da Melhor do Mundo

Fonte: lancenet

Governo de Alagoas se prepara para inaugurar pedra fundamental do espaço destinado à jogadora no estádio Rei Pelé.

Na manhã da próxima sexta-feira, dia 13 de maio, o governo de Alagoa irá promover, na sede da Secretaria de Estado Adjunta do Esporte, no Estádio Rei Pelé, um café da manhã e lançamento da pedra fundamental do Memorial à Rainha Marta. Além da jogadora – eleita cinco vezes a melhor do mundo pela Fifa -, segundo a assessoria da cerimônia, o evento contará com a presença do governador Teotonio Vilela, secretários de Estado e demais autoridades.


Após o café da manhã, os responsáveis pelo projeto mostrarão para os presentes o que foi pensado para o Memorial. A ideia é que o espaço seja moderno e abrigue por meio de fotos, textos e vídeos a trajetória e vitoriosa carreira da atleta alagoana.

A camisa 10 da Seleção Brasileira chega à Alagoas na quinta-feira, dia 12, para participar no sábado, dia 14, de um amisto entre Brasil e Chile. O jogo faz parte da preparação da equipe, que disputa a Copa do Mundo de Futebol Feminino na Alemanha, no período entre 26 de junho a 17 de julho.

ICFUT – Rainha Marta

martavieiradasilva_262189Marta Vieira da Silva, mais conhecida como Marta (Dois Riachos, 19 de fevereiro de 1986), é uma futebolista brasileira que atua como atacante. Atualmente, joga pelo Western New York Flash.

Marta já foi escolhida como melhor futebolista do mundo por cinco vezes consecutivas, um recorde entre mulheres e homens. Foi considerada pela Revista Época um dos 100 brasileiros mais influentes do ano de 2009.

Após a grandes exibições recentes e, principalmente, nos Jogos Pan-americanos de 2007, Marta chegou a ser comparada a Pelé, sendo chamada pelo mesmo de o "Pelé de Saias". A alagoana declarou que se emocionou ao saber que o rei do futebol acompanhou os jogos da seleção feminina. Além disso, entrou na calçada da fama do Maracanã, sendo a primeira e, até agora, a única mulher a deixar a marca dos pés neste local.

ICFUT – Parabéns atrasado Marta!

aniversario-marta-futebol-femininoMarta completou no último sábado(dia 19/02) 25 anos, sim 25 anos! Atualmente ela está no auge, passando da bola. Numa previsão “pessimista” poderíamos dizer que faltam uns 10 anos para ela encerrar a carreira. Feliz quem está vivo para vê-la jogar. E se o rei do futebol é brasileiro, a rainha não poderia deixar de sê-lo!

 

Por ICFUT – Sob o comando de Marta, Santos conquista torneio em Araraquara

Equipe venceu o Torneio Internacional Interclubes ao bater na final o Foz do Iguaçu, por 3 a 2. Rainha jogou bem, mas não fez gols

Por GLOBOESPORTE.COM Araraquara, SP

Marta santos TroféuMarta beija o troféu conquistado neste sábado em torneio disputado no interior paulista

As Sereias da Vila conquistaram mais um título neste sábado. Sob o comando de Marta, a melhor jogadora do mundo, o Santos venceu o Foz do Iguaçu, por 3 a 2, e conquistou o Campeonato Internacional Interclubes, quadrangular disputado em Araraquara, no interior de São Paulo.

O Foz do Iguaçu chegou a estar vencendo por 2 a 1, mas Maurine e Taís viraram o jogo nos minutos finais e garantiram o título. Marta jogou bem, acertou ótimos passes, dribles, mas não conseguiu deixar sua marca.

O Peixe ficou com o troféu de forma invicta. Começou vencendo o Umea-SUE (ex-time de Marta), por 4 a 2, depois passou pelo Palmeiras, por 1 a 0. Ainda na primeira fase, empatou com o Foz do Iguaçu: 1 a 1.

Veja video:

ICFUT – Marta ignora reinado no futebol mundial e pede pelas mulheres

Fonte: folha.com

“Que reinado?”

Assim Marta respondeu à Folha sobre sua hegemonia nos prêmios de melhor jogadora do mundo. Isso antes de vencer ontem pela quinta vez seguida o troféu da Fifa, algo inédito na história da votação, incluindo os homens, como Ronaldo e Zidane.

“Nisso as mulheres ganharam mais. Eles [jogadores] já ganham milhões. Espero que com esse prêmio haja mais mídia e mais apoio ao futebol feminino”, disse a alagoana, que já transformou suas lágrimas em algo esperado na cerimônia anual da Fifa.

Rival de Marta na eleição de melhor do mundo, a alemã Birgit Prinz reclamou da votação antes do resultado.

“Acho que poderia ser feita uma avaliação melhor, um acompanhamento melhor durante o ano. Há muita gente que entende de futebol feminino e há gente que poderia estar aqui [como finalista do prêmio]”, declarou.

Marta preferiu elogiar as três finalistas, mas concorda que não é tão fácil renovar as duas melhores do mundo –a brasileira ganhou com 38,2% dos votos, Prinz teve 15,18% e a “novidade” Bajramaj, alemã, recebeu 9,96%.

“As três que estiveram aqui fizeram por merecer. Minhas concorrentes eram fortes. Mas é difícil olhar algumas ligas do futebol feminino. Eu acho que uma das grandes jogadoras do mundo e que tem um grande futuro é a Maurine, do Santos e da seleção brasileira”, afirmou.

Marta, 24, não sabe sobre seu futuro. “Vamos ver como vai ficar a coisa no Santos. Espero que o time possa jogar na liga norte-americana. Este ano é importante para o futebol feminino, com Mundial e Pan-Americano.”