Por Edgar – Premier League termina com City campeão e United fora das competições europeias

Após um eletrizante campeonato inglês o City confirmou o 4º titulo inglês e deixou o Liverpool que esteve perto de quebrar seu jejum de 24 anos em segundo lugar, Chelsea e Arsenal garantiram 3º e 4º Lugar e se juntam para a disputa da champions league, Everton fica com a Liga Europa, destaque negativo para o United que fica fora das competições europeias.

Manchester City vs West Ham 2-0

Liverpool vs Newcastle 2-1

Sem título

Por Edgar – City apenas empata com lanterna e se aproxima dos Reds e Blues

Time de Manchester se salva de derrota no fim do jogo com o Sunderland, e fica a seis pontos do líder Liverpool, a quatro rodadas para o fim do Campeonato Inglês

Manchester City perdeu a oportunidade de se aproximar dos líderes Liverpool e Chelsea nesta quarta-feira e diminuiu as chances de conquistar o título do Campeonato Inglês. Em jogo atrasado da 26ª rodada, empatou por 2 a 2 com o Sunderland, lanterna da competição, no Etihad Stadium, e foi a 71 pontos, seis a menos do que os Reds, com uma partida a menos ainda – falta enfrentar o Aston Villa em jogo atrasado. Restam quatro rodadas para o fim da competição.

O volante brasileiro Fernandinho abriu o placar, mas os visitantes surpreenderam e viraram na etapa final com dois gols de Wickham. Quase no fim do jogo, Nasri empatou e, na sequência, perdeu a chance de virar o jogo.

– Feliz pelo gol marcado, mas um pouco triste pelo resultado. Começamos bem e depois diminuímos o ritmo. O Sunderland cresceu e virou o jogo, no final empatamos. Porém, já era tarde. Agora, ficou mais difícil o título, mas ainda continuamos acreditando. Não podemos perder mais nenhum ponto sequer – disse Fernandinho por meio de sua assessoria de imprensa.

Fernandinho Manchester City (Foto: Reuters)
Texto: Globoesporte.com

 

Por Edgar – Premier League – Liverpool bate City e fica perto de quebrar jejum desde 1990.

Liverpool 3vs2 Manchester City

Assim que o juiz apitou o fim da partida, o capitão Steven Gerrard foi às lágrimas. Não era tristeza, mas felicidade. Afinal, o Liverpool, no estádio Anfield lotado, derrotou o Manchester City por 3 a 2 e se estabeleceu de vez na liderança do Campeonato Inglês, dando um passo importante para conquistar seu 19º título da liga nacional, encerrando um jejum que vem desde 1990. O herói do triunfo foi o brasileiro Philippe Coutinho, autor do gol que garantiu a vitória, quando o City pressionava pela virada.

Agora, o Liverpool soma 77 pontos, contra 70 do City, que está na terceira posição, mas tem dois jogos a menos. Se antes os Citizens poderiam passar os Reds caso vencessem as partidas que ainda precisam fazer, agora terão de torcer por um tropeço do concorrente para chegarem à liderança. Em segundo lugar está o Chelsea, com 72 pontos.

Texto: Globoesporte.com

Por Edgar – Barcelona vence City por 2×1 e avança na UCL

Técnico do Barcelona comenta êxito sobre ‘rival qualificado’ e diz que não tem preferência por nenhum adversário nas quartas de final: ‘São coisas de vestiário’

Duas vitórias sobre o Manchester City por 2 a 0 e por 2 a 1 levaram o Barcelona às quartas de final da Liga dos Campeões. Satisfeito com a classificação, o técnico do time catalão, Tata Martino, valorizou o desempenho de seus comandados, que, segundo ele, bateram um adversário de alto nível.

– Depois de ter enfrentado o City nas oitavas, temos que lembrar o que se dizia. É um rival muito qualificado, coletivamente e individualmente. Depois de tudo terminado, com quatro gols para o Barcelona e só um para o Manchester City, com dois triunfos em boas partidas, está claro que, se somos capazes de jogar essas duas partidas contra esse adversário, podemos fazer também contra as equipes que vêm pela frente – disse logo depois do jogo desta quarta-feira no Camp Nou.

Tata Martino jogo Barcelona e Manchester City (Foto: EFE)Tata Martino gesticula durante o confronto entre o Barça e o City: técnico esteve agitado durante todo o jogo (Foto: EFE)

Tata preferiu não “escolher” o próximo confronto na competição. O treinador considera esse tipo de declaração inapropriada.

– Não conheço nenhum treinador que diz qual equipe gostaria de enfrentar. Isso são coisas que ficam para dentro de vestiário. Uma resposta pode significar falta de respeito ao adversário. Mas repito que depois do City podemos enfrentar qualquer um – enfatizou.

O Barcelona agora se concentra no Campeonato Espanhol, já que a equipe só entra em campo pela Champions no próximo mês. Os jogos das quartas de final serão sorteados no dia 21 de março em Nyon, na Suíça. As partidas de ida estão marcadas para 1º e 2 de abril e a decisão da vaga nas semifinais será na semana seguinte, nos dias 8 e 9.

Materia: GloboEsporte.comBarcelona, Espanha

Por Edgar – City perde para Wigan por 2×1 e está eliminado da FA CUP

Wigan vence Citizens por 2 a 1 fora de casa e vai disputar semifinal do torneio contra o Arsenal, no dia 13 de abril. Hull City e Sheffield United lutam pela outra vaga na final

O que parecia impossível aconteceu no City of Manchester neste domingo. Os donos da casa foram derrotados por 2 a 1 pelo Wigan, da Segunda Divisão inglesa, e deram adeus à disputa da Copa da Inglaterra. Com os gols de Jordi Gomez, de pênalti, e Perch, os visitantes conquistaram uma vaga na semifinal do torneio e vão encarar o Arsenal, no dia 13 de abril, em Wembley.

Manchester City x Wigan  (Foto: AFP)Jogadores do Wigan comemoram o gol marcado por Jordi Gomez. Atletas do City mostram desânimo (Foto: AFP)

 

A outra semifinal será entre Hull City, que bateu o Sunderland por 3 a 0 também neste domingo, e Sheffield United. O confronto acontecerá no dia 12 de abril. Além das semifinais do torneio, a decisão da competição também será em Wembley.

Enquanto o Wigan foi melhor durante os 90 minutos, o City parecia acreditar que poderia vencer o jogo a qualquer momento. Mas não foi isso que ocorreu. O primeiro gol dos visitantes saiu aos 26 do primeiro tempo. Demichelis cometeu pênalti bobo em Fortune. Na cobrança, Jordi Gomez deslocou o goleiro Pantilimon e fez 1 a 0.

Dzeko Manchester City x Wigan (Foto: Reuters)
Dzeko lamenta chance perdida diante do Wigan (Foto: Reuters)

Na etapa final, o City até voltou com uma postura mais ofensiva, mas foi surpreendido logo de cara com o segundo gol dos visitantes. Aos dois, após cruzamento da direita, Perch se antecipou ao lateral-esquerdo Clichy e empurrou para a rede para fazer o segundo.

Com a desvantagem no marcador, o técnico Manuel Pellegrini mexeu no time. Fez logo três alterações: sacou Negredo, Navas e Yaya Touré e apostou nas entradas de Milner, David Silva e Dzeko. As substituições surtiram efeito e o City subiu de produção. Aos 23, Nasri acertou um belo chute da entrada da área e diminuiu o placar.

A partir daí, os donos da casa tentaram o abafa em busca do gol de empate, mas em vão. No fim, os poucos torcedores do Wigan que acompanharam o time no City of Manchester foram premiados com a classificação à final da Copa das Inglaterra.

perch manchester city x wigan (Foto: Getty Images)
Perch comemora o segundo gol do triunfo do Wigan sobre o Manchester City (Foto: Getty Images)
Materia: Goboesporte.com, Video Youtube.com

Por Cezar Alvarenga – Executivo do Manchester City equipara Corinthians aos times europeus.

Fonte: Yahoo! Esportes

Para empresário catalão, Timão provou ter aprendido algumas lições para vencer o Mundial.

O empresário catalão Ferran Soriano morou no Brasil entre o final da década de 1990 e o início dos anos 2000. Atuava no País no setor de telecomunicações na mesma época em que o Corinthiansconquistava o seu primeiro título mundial. A partir de então, retornou a Europa e tornou-se dirigente esportivo – foi vice-presidente financeiro do Barcelona e atualmente é CEO do Manchester City, além de chefiar o recém-lançado New York City FC –, enquanto o clube brasileiro caiu e subiu de divisão antes de voltar a se consagrar com mais um troféu da Fifa.

Não foi tão à distância, contudo, que Ferran Soriano acompanhou as transformações do Corinthians nos últimos anos. Descendente de espanhóis, o então presidente Andrés Sanchez queria se inspirar em alguns exemplos administrativos que o empresário catalão havia implantado no Barcelona para resgatar o clube brasileiro da Série B em 2008. O diretor de finanças Raul Corrêa da Silva diz ter tirado dinheiro do próprio bolso para viajar à Espanha e conversar com Soriano, com quem trocou uniformes personalizados.

Para Ferran Soriano, que hoje se orgulha de comandar o rico Manchester City na maior liga nacional do mundo (“de longe”, nas suas palavras), o Corinthians provou ter aprendido algumas de suas lições ao conquistar o Mundial de Clubes diante de um adversário inglês, o Chelsea. Questionado pelaGazeta Esportiva se o time brasileiro já é capaz de fazer frente aos europeus não apenas dentro de campo, o empresário não hesitou em afirmar com um português fluente: “Acho que sim, e esse é o grande desafio”.

Especialista em finanças, o CEO do City apontou justamente o poderio econômico do Corinthians como trunfo para a tão sonhada internacionalização definitiva da marca. “A receita do Corinthians hoje é a mesma de Ajax, da Holanda, e de Galatasaray e Fenerbahce, os dois maiores clubes turcos. É até maior do que a de 15 dos 20 clubes do Campeonato Espanhol. Ou seja, o Corinthians já pode fazer bons investimentos nos melhores jogadores ou mantê-los por mais tempo antes de vendê-los para o futebol europeu”, analisou Soriano.

De fato, o Corinthians gastou cerca de R$ 40 milhões para tirar o atacante Alexandre Pato (ainda com mercado no futebol europeu) do Milan nesta temporada. Vendeu o volante Paulinho para o inglês Tottenham no mesmo ano, porém só depois de recusar uma proposta oficial da Internazionale. “Os clubes brasileiros devem manter os jogadores até o momento certo – isto é, quando os seus salários e preços de mercado possam ser pagos sem arriscar a viabilidade financeira das instituições”, comentou o CEO do City, antes de fazer novos elogios à gestão esportiva de equipes do Brasil.

“Nos últimos anos, houve uma mudança positiva para os clubes brasileiros. Em 1990, alguns times venderam por pouco dinheiro seus jogadores a times de campeonatos menores da Europa, como Ronaldo Nazário e Romário (ambos foram para o PSV, da Holanda), que os repassaram depois. A figura começou a mudar com a venda do Pato para o Milan, já por uma quantia bem maior, e chegou agora ao nível máximo com a saída do Neymar para o Barcelona. Os negócios principais passaram a ser feitos no Brasil, por brasileiros”, avaliou.

No Corinthians, no entanto, as maiores receitas não provêm mais das transações de atletas. O clube se beneficiou da negociação individual de direitos de transmissão televisa dos jogos de futebol no Brasil e aumentou consideravelmente os seus rendimentos. Com esse cenário, Ferran Soriano é um daqueles que acreditam em uma polarização de forças entre os times com as maiores torcidas no País – teoria já levantada pelo ex-presidente corintiano Andrés Sanchez.

“O futebol brasileiro deverá escolher o seu modelo com cuidado. Na Inglaterra, os quase € 2 bilhões de direitos de transmissão são repartidos entre os clubes também por meritocracia, com o atual campeão ganhando € 120 milhões e o último colocado, € 80 milhões. Na Espanha, a diferença é bem maior. Barcelona e Real Madrid receberão cerca de € 140 milhões agora, enquanto o último colocado terá direito a € 12 milhões. Pode-se argumentar que essa situação é injusta, mas a demanda e o tamanho das torcidas são as justificativas. O Brasil terá de escolher o seu modelo de reparte mais justo, fazendo um campeonato competitivo. É algo que deve ser estudado e discutido com profundidade”, orientou Soriano.

Os pontos de vista do CEO do Manchester City sobre esses e outros dilemas financeiros foram expostos no livro “A bola não entra por acaso”, relançado no Brasil recentemente pela Editora Lafonte. A obra não foi parar na cabeceira apenas de dirigentes do Corinthians. José Carlos Brunoro, anunciado como CEO do rival Palmeiras na gestão de Paulo Nobre, foi mais um brasileiro a prometer se espelhar na filosofia do catalão para também fazer ressurgir um time que foi parar na Série B.

Quando o assunto é o Palmeiras, no entanto, Ferran Soriano desconversa da mesma forma como faz diante de temas administrativos que vão além das finanças – ele também não se aprofundou, por exemplo, sobre o atacante argentino Tevez, vendido pelo City à Juventus depois de protagonizar algumas polêmicas na Inglaterra. O catalão crê que o modelo utilizado para o Barcelona conquistar dois títulos europeus e três espanhóis após um jejum que perdurava desde 1999 não seja o único viável para os dirigentes brasileiros.

“O que foi feito no Barcelona pode servir como inspiração, mas do mesmo jeito que você pode estudar o desenvolvimento do futebol de base do Ajax dos anos 1980 e 1990 ou a recuperação espetacular do Borussia Dortmund, passando da falência à final da Champions League. Cada clube deve encontrar o seu próprio caminho. É preciso entender o que os outros fizeram apenas para poder inovar e encontrar a sua própria estratégia”, ensinou Ferran Soriano.

Com tantos conselhos, o CEO do City seria um bom candidato a voltar ao Brasil – não mais no ramo de telecomunicações, mas como responsável por fazer a bola deixar de entrar por acaso em times do País.

“Tenho bons amigos no Brasil, para onde viajo bastante”, indicou Ferran Soriano, antes de avisar que continuará observando o Corinthians e outras equipes à distância. “Estou concentrado no City e no novo New York City FC. Não penso em outra coisa! Mas acho que o futebol brasileiro tem um futuro brilhante e vai atrair mais talentos também na gestão de clubes”.

ICFUT – ‘Mais moderno do mundo’, CT do City deve ficar pronto em dois anos

Fonte: globo

Complexo para treinamentos do clube inglês terá 17 campos e custará R$ 327,6 milhões. Intenção é focar nas categorias de base

O Manchester City vai, aos poucos, concretizando seu projeto de se tornar um dos maiores clubes do mundo. Um dos pilares de tal aspiração, seu novo centro de treinamento começou a ser construído neste mês e deve ficar pronto em cerca de dois anos. As informações são do jornal "Daily Mail".

A expectativa é que o CT do City seja o mais moderno de todo o mundo, com orçamento girando em torno de 100 milhões de libras (R$ 327,6 milhões). O centro será construído ao lado do estádio City of Manchester e contará com 17 campos de futebol, uma academia completa para a formação de jovens jogadores, além de um estádio para jogos do time reserva, com capacidade para sete mil torcedores.

CT Manchester City (Foto: Divulgação)Futuro CT do Manchester City (Foto: Divulgação)

O embaixador do projeto faraônico do City é o ex-jogador Patrick Vieira, que atuou no clube entre 2010 e 2011 e agora é dirigente dos Citizens.

– Será um dos melhores em todo o esporte. Pessoas do clube viajaram ao redor do mundo e tentaram capturar o melhor de todos os diferentes esportes. Eles viram e trouxeram para cá – disse Vieira

O centro de treinamento ocupará 323,7 mil metros quadrados e terá um de seus grandes objetivos a formação de uma "fábrica de jogadores", no modelo das categorias de base do Barcelona. Tanto que, dos 17 campos, 12 serão dedicados a jogadores entre 8 e 21 anos. Haverá, ainda, uma área aberta para o uso dos habitantes de Manchester.

CT Manchester City (Foto: Divulgação)O projeto deverá estar pronto em dois anos (Foto: Divulgação)

ICFUT- Arsenal luta, mas City vence outra e segue na liderança da Premier League

Fonte: globo.com

Gol de David Silva deixa time azul de Manchester à frente do rival United

O Manchester City pode ter perdido a sua invencibilidade no Campeonato Inglês, mas continua dono do melhor futebol da competição. Em jogo muito disputado neste domingo, os Citizens fizeram valer a sua superioridade e derrotaram um valente Arsenal por 1 a 0, no City of Mancheser, pelo fechamento da 16ª rodada.

O gol da partida veio de um dos destaques do time azul na temporada 2011/2012. Aos oito minutos do segundo tempo, Balotelli recebeu na ponta-esquerda, chutou cruzado e viu o goleiro Szczesny dar rebote. Vermaelen salvou cabeçada certa de Agüero, mas o espanhol David Silva estava na pequena área para concluir.

O resultado mantém a equipe do técnico Roberto Mancini e do milionário sheik Mansour na liderança da Premier League, com 41 pontos, dois a mais que o rival Manchester United, que derrotou o Queens Park Rangers, também neste domingo, por 2 a 0.

Já os Gunners, que pressionaram principalmente no fim, reclamaram de um pênalti não marcado e esbarraram na ótima tarde do goleiro Joe Hart, permanecem em quinto, com 29 pontos, à frente do Liverpool nos gols pró (31 a 20).

david silva aguero manchester city gol arsenal (Foto: Agência Reuters)

Confira a 16ª rodada do Campeonato Inglês:

Sábado
Blackburn 1 x 2 West Bromwich
Everton 1 x 1 Norwich
Fulham 2 x 0 Bolton
Newcastle 0 x 0 Swansea
Wolverhampton 1 x 2 Stoke City
Wigan 1 x 1 Chelsea

Domingo
Queens Park Rangers 0 x 2 Manchester United
Aston Villa 0 x 2 Liverpool
Tottenham 1 x 0 Sunderland
Manchester City 1 x 0 Arsenal

ICFUT – Jogadores brigam em treino do Manchester City

Fonte: http://www.lancenet.com.br

Adebayor e Koulo Touré tiveram de ser separados pelos companheiros de time

Jogadores do City no momento em que tentam separar a briga entre Adebayor e Kolo Touré (Crédito: Tony Spencer)

Os jogadores do Manchester City Koulo Touré e Adebayor se envolveram em uma briga no treino desta terça-feira.

A confusão ocorreu justamente na véspera do importante jogo contra o Arsenal, pelo Campenato Inglês. Curiosamente os dois já defenderam o clube de Londres.

Foram necessários oito jogadores para conseguir apartar a briga. Um deles o também ex-atleta do Arsenal, Patrick Viera.

O atacante Adebayor está em vias de deixar o City, em direção ao Real Madrid.