DOUTORES DA BOLA: Programa # 02

Icfutistas um programa novo de futebol e diversos assuntos agora no TV WEB do Jornal o Pêndulo, uma parceria do Site ICFUT e O Pêndulo de Campo Limpo Paulista.

Os Doutores da Bola André ( Palmeirense ), Douglas ( São Paulino ), Cleber Aguiar ( Santista ) e o Penetra Thiago ( Juventino ) discutem assuntos sobre futebol e diversos, com muito bom humor e informação. Agora toda Sexta – Feira das 19:00 ás 20:00 ao vivo no TV WEB Pêndulo os Doutores da Bola.

DOUTORES DA BOLA: Um programa de Futebol?… de Séries?…de Política?…ou de tudo um pouco?

Amigos do Botujuru um programa novo de futebol e diversos assuntos agora no TV WEB do Jornal o Pêndulo, uma parceria do Site ICFUT e O Pêndulo de Campo Limpo Paulista.

Os Doutores da Bola André ( Palmeirense ), Douglas ( São Paulino ), Cleber Aguiar ( Santista ) e o Penetra Thiago ( Juventino ) discutem assuntos sobre futebol e diversos, com muito bom humor e informação. Agora toda Sexta – Feira das 19:00 ás 20:00 ao vivo no TV WEB Pêndulo os Doutores da Bola.

ICFUT – Champions League 2017/2018 – QUARTAS DE FINAIS

Roma 3 x 0 Barcelona – Champions League – 10/04/2018 – Liga dos Campeões

Manchester City 1 x 2 Liverpool – Champions League – 10/04/2018

Bayern de Munique 0 x 0 Sevilla – Champions League – 11/04/2018

Real Madrid 1 x 3 Juventus – Champions League – 11/04/2018

ICFUT – Champions League 2017/2018 – QUARTAS DE FINAIS

Juventus 0 x 3 Real Madrid – Melhores Momentos – Champions League (03/04/2018)

Sevilla 1 x 2 Bayern – Melhores Momentos – Champions League (03/04/2018)

Barcelona 4 x 1 Roma – Melhores Momentos – Champions League – 04/04/2018

Liverpool 3 x 0 Manchester City – Melhores Momentos – Champions League – 04/04/2018

Por Edgar – Liga Europa, Benfica segura e Sevilla sofre para chegarem a final

Valencia 3 – 1 Sevilla

Dominado pelo Valencia por 93 minutos, o Sevilla conseguiu a classificação para a decisão da Liga Europa a poucos segundos do fim da partida. Após a derrota por 2 a 0 na ida, o Alvinegro fez sua parte, jogou bem, foi amplamente superior ao rival, marcou os três gols que o colocaria na final, mas, em um raro descuido aos 49 minutos da etapa final, deixou a vaga escapar. O adversário dos Rojiblancos será o Benfica. As duas equipes se enfrentarão no dia 14 de maio, no Juventus Stadium.

O Sevilla tentará o vencer o terceiro título da competição diante de um time que disputou a final na última temporada. também nesta quinta, os Encarnados eliminaram o Juventus após empate sem gols. Na ida, os portugueses venceram por 2 a 1.

Os brasileiros Jonas e Diego Alves foram dois dos principais destaques do Valencia na partida. O atacante marcou um dos gols da vitória, e o goleiro fez defesas importantes. O chileno Vargas, ex-Grêmio, participou do primeiro gol.

Juventus vs Benfica

O Benfica tem mais uma chance de conquistar a Liga Europa. Após segurar o empate em 0 a 0 com o Juventus, em Turim, o time português garantiu uma vaga na decisão da competição pela segunda vez consecutiva, já que na temporada passada foi derrotado pelo Chelsea. Para tornar o feito mais heróico, os encarnados jogaram boa parte do segundo tempo com um homem a menos, já que Enzo Pérez foi expulso aos 21 minutos da etapa final.

No duelo de ida, o Benfica havia vencido o jogo por 2 a 1. Na final, a equipe lusitana vai encarar o Sevilla, que foi derrotado por 3 a 1 pelo Valencia, mas se classificou graças ao gol marcado fora de casa – Mbia anotou, já nos acréscimos do jogo. A partida está marcada para o dia 14 de maio. Ironicamente, acontecerá no mesmo Juventus Stadium em que os encarnados deram uma aula defensiva para superar a equipe italiana.

Por Edgar – Brasileiro Lima faz gol da vitória do Benfica sobre o Juventus na Liga Europa

Herói entra no segundo tempo e garante triunfo da equipe portuguesa sobre a Velha Senhora, em casa, por 2 a 1. Encarnados podem empatar na partida de volta

O atacante Lima foi o herói do Benfica na vitória por 2 a 1 sobre o Juventus, nesta quinta-feira, na partida de ida da semifinal da Liga Europa, no Estádio da Luz, em Lisboa. O brasileiro entrou no segundo tempo e marcou o gol do triunfo encarnado sobre a Velha Senhora, que deixou o time português em vantagem na eliminatória. Garay também marcou para os lusos, enquanto Tévez, numa bela jogada, descontou.

O triunfo deixou o Benfica com a vantagem do empate no jogo de volta, marcado para a próxima quinta-feira, em Turim. Entretanto, o Juventus precisa apenas de uma vitória simples, por 1 a 0, para se classificar para a decisão, que, curiosamente, será disputada no próprio estádio da Velha Senhora.

Texto: Globoesporte.com

Por Cezar Alvarenga – Bayern joga melhor, encurrala a Juventus e vence por 2 a 0.

Fonte: Yahoo! Esportes

Muller comemora o segundo da vitória do Bayern sobre a Juventus nas quartas de final da Liga dos Campeões.

Bayern e Juventus abriram o confronto de gigantes nas quartas de final da Liga dos Campeões. A Velha Senhora nunca havia perdido uma partida nessa fase da competição. Talvez, por isso, os bávaros tenham entrado para atropelar neste duelo. A camisa bianconera não entrou em campo, já a do Bayern engoliu o que tinha pela frente. No fim, vitória para o Bayern de Robben e Ribery por 2 a 0. Pouco para quem criou o jogo inteiro e viu seu adversário atônito em campo.

A Juventus iniciou a partida, mas logo recebeu a marcação apertada dos bávaros. Na primeira oportunidade, com apenas 28 segundos de bola rolando, Schweinsteiger encontrou Alaba na entrada da área. O austríaco chutou, a bola desviou no meio do caminho e tirou Gianluigi Buffon da jogada. O goleiro foi lento, não reagiu como o torcedor esperava e viu a bola morrer no cantinho esquerdo do seu gol. 1 a 0 Bayern. Falha do ídolo Buffon, que no fim de semana passou a ser o décimo jogador que mais vezes atuou pela Juve.

O gol representou a Juve em todo o primeiro tempo. Atordoada, confusa, sem sintonia em campo. Já o Bayern era o Bayern, que soube ser gigante e atropelou uma acuada Velha Senhora durante todo os primeiros 45 minutos de jogo.

A Juve só chegou ao ataque aos 11 minutos em cobrança de falta do meia Pirlo, que não assustou a muralha chamada Manuel Neuer. No minuto seguinte, também em cobrança de falta, Vidal foi perigoso. A falta foi batida com força e a bola passou rente a trave. Tirando uma cabeçada por cima do gol no último minuto, a Juve só apresentou isso.

O Bayern foi rápido, talvez pela entrada de Robben no lugar de Kroos desde os 15 minutos de jogo (O alemão sentiu e teve que deixar o holandês jogar). Ribery azucrinou pela direita e deu trabalho a Lichsteiner e Vidal. Em duas oportunidades chegou a linha de fundo, depois de entortar a zaga da Juve, chutou cruzado, mas sentiu a falta de um companheiro para completar.

Aos 35 minutos, Robben quase marcou após jogada de Muller pela ponta direita. O camisa 10 chutou da altura da marca do pênalti, deslocou Buffon, mas mandou para fora. Foi a chance mais nítida do segundo gol bávaro. Mas ficou só nisso. Fim de primeiro tempo.

Já na volta do intervalo, Buffon precisou trabalhar. Luiz Gustavo deu belo lançamento nas costas da zaga e Mandzukic soltou uma bomba de dentro dá area. O goleiro da Juve foi buscar no cantinho e manteve o 1 a 0. Aos 10 minutos, o autor do primeiro gol cobrou uma falta venenosa, mas Buffon, mais uma vez praticou boa defesa.

A Juventus não mostrava ser Juventus e o Bayern continuava a ser Bayern. Oito minutos depois, mais um duro golpe foi dado pelo time bávaro. Luiz Gustavo chutou de fora da área, Buffon realizou boa defesa, mas em seguida deu rebote. Mandzukic, oportunista, foi mais rápido e rolou para Thomas Muller fazer 2 a 0 no placar.

Aos 24, Lichsteiner tentou dar um suspiro de motivação para a Juventus, mas, após boa jogada, parou dos bianconeri, parou nas mãos do goleiro Neuer. A Velha Senhora nada mais fez. O jogo ficou nervoso, principalmente, para o time italiano que futebol quase não viu mais. As discussões entre Vidal e Ribery tomaram conta do fim do enredo. Nos minutos finais, o Bayern, que já via o 2 a 0 como um bom resultado, ainda quase marcou com Schweinsteiger, um dos melhores na partida.

O resultado na Allianz Arena foi excelente para o time bávaro, que poderá perder por até 1 a 0 em Turim que se classificará para a semifinal da Liga dos Campeões. Aplausos para Ribery, aplausos para o Bayern, que dominou e trucidou a Velha Senhora.