DAS ANTIGAS – Internacional de Limeira Campeão Paulista de 1986

O Campeonato Paulista de Futebol de 1986 teve como campeã a Internacional de Limeira, o primeiro time do interior paulista a sagrar-se campeão estadual. O vice-campeão foi o Palmeiras.

O artilheiro da competição foi Kita, da própria Inter, com 23 gols.

Comercial e Paulista foram rebaixados, e ficaram quase um ano sem disputar competições oficiais, porque a recém-criada Divisão Intermediária de 1987 só foi disputada no segundo semestre daquele ano.

Regulamento

O regulamento era o mesmo do ano anterior: uma primeira fase em que os vinte clubes jogavam todos contra todos, em turno e returno. Cada turno teve contagem de pontos independente, e os campeões de cada um deles classificaram-se para a semifinal. Os dois times com mais pontos obtidos na soma dos turnos (excetuando os campeões dos turnos, já classificados), também se classificaram para as semifinais.

O primeiro colocado na soma total de pontos enfrentou o de quarta melhor pontuação, e o segundo maior pontuador enfrentou o terceiro em dois jogos, de ida e volta. Em caso de igualdade após os jogos haveria prorrogação. A mesma regra valeu para a final.

Os dois últimos colocados na soma de pontos dos dois turnos foram rebaixados.

Disputa do título

O Santos ganhou o primeiro turno, classificando-se direto para as semifinais, porém o time relaxou e seu futebol caiu muito no segundo, o que se refletiu nas semifinais.

No segundo turno, o destaque foi o surpreendente time da Internacional de Limeira, que o venceu com uma rodada de antecedência, além de terminar como primeiro colocado na soma dos dois turnos. Enfrentou nas semifinais o Santos, pior colocado entre os quatro na soma de pontos totais, que, em decadência, perdeu os dois jogos e foi eliminado.

Na outra semifinal, um polêmico Corinthians e Palmeiras, que teve na vitória corintiana por 1 a 0 uma grande interferência da arbitragem no resultado[4]. No jogo de volta, o Palmeiras devolveu o 1 a 0 no tempo normal e fez mais dois na prorrogação, garantindo os 3 a 0 (com direito a gol olímpico de Éder) e a vaga na final.

Obviamente, o Palmeiras era o favorito diante da Inter, até porque jamais um time do interior havia ganho um Paulistão, e mais ainda quando as duas finais foram marcadas para o Morumbi (sob a alegação que o estádio em Limeira não tinha condições para uma final), que se lotou de palmeirenses. No primeiro jogo, um 0 a 0, e na finalíssima, uma vitória por 2 a 1 para a Inter, materializaram a façanha histórica, além de condenar o Palmeiras ao seu décimo ano sem ganhar títulos.

O time titular da Internacional de Limeira era composto por: Silas; João Luís, Juarez, Bolívar e Pecos; Manguinha, Gilberto Costa e João Batista; Tato, Kita e Lê. Técnico: Pepe

Fase final
Semifinais

Corinthians 1 0 1
Palmeiras    0 3 3

 

Santos           0 1 1
Internacional 2 2 4

Palmeiras       0 1 1
Internacional 0 2 2   Finais

 

 

Campeão Paulista de 1986
Limeira

(1º título)