ICFUT – Santos recebe oferta de 13 milhões de euros por Leandro Damião, diz jornal

Fonte: lancencet

Segundo jornal espanhol, Atletico de Madrid e Inter de Milão disputam o jogador santista

Santos x Penapolense - Leandro Damião (Foto: Ivan Storti/LANCE!Press)
Jogador custou, ao Santos, 42 mihões de reais (Foto: Ivan Storti/LANCE!Press)

Treze milhões de euros (cerca de R$ 39,7 milhões) foi a quantia oferecida pelo Atlético de Madrid (ESP) por Leandro Damião, atacante do Santos. A informação é do jornal espanhol AS. Ainda segundo a publicação, a Internazionale de Milão (ITA) também teria interesse no jogador. O Santos, entretanto, espera receber 15 milhões.

Essa não é a primeira sondagem que Leandro Damião recebe do time espanhol. Na temporada passada, o clube já demonstrava interesse no jogador. A ideia é que ele possa substituir Diego Costa.

Em fevereiro deste ano, O Santos chegou a definir e divulgar o valor de venda do camisa 9. Depois de reunião com o fundo de investimento inglês Doyen Sports, chegou-se a cifra de 18 milhões de euros (cerca de R$ 57,5 milhões).

Já a multa rescisória ficou definida em 80 milhões de euros (cerca de R$ 240 milhões) para times estrangeiros e R$ 200 milhões para times brasileiros.

Leandro Damião foi comprado em janeiro de 2014, junto ao Internacional, pelo valor de 42 milhões de reais. Atualmente passa por um momento de baixa no clube alvinegro. Seu último gol com a camisa do Santos foi em 30 de março, pela semifinal do Campeonato Paulista.

ICFUT – Mancini está liberado para assinar contrato com o Atlético-MG

Fonte: esporte.ig.com.br

Meia rescindiu seu vínculo com a Inter na tarde desta quarta-feira e pode assinar quando voltar da Itália

O meia-atacante Mancini, último reforço anunciado pelo Atlético-MG, já pode assinar contrato com o clube, isso porque o atleta acertou, nesta quarta-feira, a sua rescisão contratual com a Inter de Milão. O jogador que ainda está na Itália, retorna ao Brasil e será integrado ao elenco do time mineiro para a realização da pré-temporada.

Mancini já havia sido anunciado oficialmente pelo Twitter do presidente Alexandre Kalil, mas ainda faltava o aval do time italiano. Mancini retorna ao clube que o revelou, após nove anos atuando no futebol italiano, onde defendeu Venezia, Roma, Internazionale de Milão e Milan.

O jogador tem 30 anos e surgiu no Galo atuando como lateral direito, mas não agradou a torcida inicialmente. Dessa forma, o atleta foi emprestado à Portuguesa e depois São Caetano. Em 2002 Mancini retornou ao Atlético-MG e brilhou intensamente, chamando a atenção de clubes europeus, até ser contratado pela Roma, clube em que jogou durante cinco anos.

Com a camisa alvinegra, Mancini disputou 122 jogos e marcou 19 gols, dos quais 15 foram anotados no Campeonato Brasileiro de 2002, ano em que o atleta brigou com Marques pelo posto de maior ídolo da torcida.

ICFUT – Inter de Milão lidera ranking de clubes da IFFHS; Inter-RS é 7º

Fonte: http://www.terra.com.br

Campeão da Libertadores, Inter é melhor brasileiro em ranking
Foto: EFE

A Inter de Milão ficou em primeiro no ranking mundial de clubes de 2010, segundo a Federação Internacional de História e Estatísticas do Futebol (IFFHS, na sigla em inglês). O Internacional – melhor brasileiro no ranking – ocupa a sétima colocação.

O clube italiano assegurou a primeira posição com a vitória no Mundial de clubes disputado em Abu Dhabi. Já o Barcelona, que em 2009 foi o primeiro da lista, terminou o ano passado em terceiro lugar, depois de perder a vice-liderança para o Bayern de Munique.

O melhor do mês de dezembro foi o Porto, na frente do Schalke 04, depois de os dois terminarem invictos todas as partidas e somaram a maior pontuação (38) no período.

Os países com mais equipes no “top 100” do ranking são Brasil, Espanha, Inglaterra e Itália, com sete, enquanto a Alemanha tem seis.

Cruzeiro (14º), São Paulo (16º), Corinthians (23º), Palmeiras (51º), Flamengo (63º) e Santos (74º), além do Inter, são os representantes do País entre os 100 melhores.

Confira os melhores clubes do ranking da IFFHS:

1. Inter de Milão (ITA) 300,0
2. Bayern de Munique (ALE) 268,0
3. Barcelona (ESP) 266,0
4. Atlético de Madrid (ESP) 244,0
5. Estudiantes (ARG) 235,0
6. Liverpool (ING) 232,0
7. Internacional (BRA) 231,0
8. Chelsea (ING) 222,0
9. Manchester United (ING) 222,0
10. Porto (POR) 219,5
11. Real Madrid (ESP) 218,0

ICFUT – Coutinho só volta a treinar no dia 20 e dificilmente se apresentará à sub-20

Fonte: globo.com

Leonardo, técnico do Inter de Milão, afirma que médicos do clube italiano vão conversar com os da Seleção para passar a situação do meia brasileiro

Philipe Coutinho dificilmente participará do
Sul-Americano, no Peru (Foto: Reuters)

O meia Philippe Coutinho dificilmente participará do Sul-Americano sub-20, a partir do 13 de janeiro, no Peru. Recuperando-se de um problema muscular, o jogador do Inter de Milão só voltará a trabalhar com bola daqui a três semanas e a tendência é que ele seja desconvocado pelo técnico Ney Franco logo após a reapresentação do grupo, nesta segunda-feira. A informação foi confirmada pelo técnico do clube nerazurri, o brasileiro Leonardo, que já conversou com a CBF.

De acordo com o treinador, os médicos do Inter vão conversar com os da Seleção Brasileira para informar as condições do atleta, que chegou a realizar tratamento durante o Mundial de Clubes, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes. Com isso, Coutinho sequer deverá aparecer na reapresentação da sub-20, nesta segunda-feira, às 16h, no Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro.

– O Philippe Coutinho não está OK. Ele vai precisar de mais umas duas semanas de tratamento. Hoje, ele está completamente parado, sem trabalhar com bola. A convocação foi bacana, mas falamos com a CBF, com o Ney Franco e com o Mano Menezes para passar a situação do jogador. A decisão será tomada pela CBF – afirmou Leonardo, em entrevista à Rádio CBN.

Sem Coutinho, Ney Franco terá 22 jogadores à disposição na reta final de preparação para a competição. No dia 6, ele anunciará mais dois cortes, já que apenas 20 atletas podem ser inscritos no Sul-Americano. A competição dá duas vagas para as Olimpíadas de 2012, em Londres, e quatro para o Mundial sub-20, em julho, no Peru.

ICFUT – Ídolo rival, Leonardo é apresentado no Inter de Milão: ‘Não podia dizer não’

Fonte: globo.com

Substituto de Rafa Benítez não esconde identificação com Milan: ‘Passei 13 anos lá e sempre vou agradecer ao clube onde fui jogador, diretor e treinador’

Leonardo posa com a camisa do Inter de Milão, já
com o brasão de campeão mundial Fifa (Reuters)

O Inter de Milão apresentou nesta quarta-feira o substituto de Rafael Benítez no comando técnico. Em sua primeira entrevista coletiva, Leonardo fez questão de ressaltar a identificação com o maior rival. Até porque seria difícil esconder um passado rubro-negro de mais de uma década. Desempregado desde que deixou o Milan, no primeiro semestre do ano, o brasileiro também reforçou que não estava à procura de um cargo. Simplesmente não poderia negar o convite do clube atual campeão mundial.

– Vou ser honesto. Sempre tentei estar livre e ser eu mesmo. Não é necessário ter coisas em comum para viver junto. Passei 13 anos no Milan e sempre vou agradecer ao clube onde fui jogador, diretor e treinador. Não sinto culpa de nada e nem tenho arrependimentos. Sempre disse às pessoas como eu queria viver. O desafio aqui será importante e eu não poderia dizer não – afirmou.

Leonardo preferiu não comentar sobre o trabalho antecessor, mas ratificou a importância da temporada para os nerazzurri.

– Cheguei no ano mais importante da história deste clube e estou muito feliz e motivado. Ganhar ajuda com entusiasmo, e essa é uma equipe formada com identidade própria. Tenho que colocar os jogadores em boas condições para vencer. Meu pedido é que façamos as coisas que permitiram este time a ganhar tudo – disse.

Leonardo e o presidente Massimo Moratti: técnico ‘não poderia dizer não’ ao convite (Foto: Reuters)

ICFUT – Inter de Milão terá representante para acompanhar volta de Kaká

Fonte: http://www.br.esportes.yahoo.com

Interessada na contratação de Kaká, a Inter de Milão irá enviar um representante aos dois primeiros jogos do Real Madrid em 2011 para analisar a condição física do brasileiro. Segundo o jornal Corriere dello Sport, um emissário nerazurri estará presente nos duelos do clube merengue contra o Getafe, no dia 3 de janeiro, pelo Campeonato Espanhol, e contra o Levante, no dia 6 de janeiro, pela Copa do Rei.

Se recuperando de uma cirurgia no menisco do joelho esquerdo, Kaká ainda não tem a sua participação confirmada para estas partidas, sendo que a probabilidade de o meia jogar contra o Levante é maior. O brasileiro não participa de uma partida oficial desde o último dia 2 de julho, quando atuou na eliminação do Brasil nas quartas de final da Copa do Mundo da África do Sul, na derrota por 2 a 1 para a Holanda.

Contratado como grande estrela do Real Madrid, ao lado de Cristiano Ronaldo, no segundo semestre de 2009, Kaká ainda não demonstrou o seu melhor futebol no clube merengue, o que fez com que a sua saída começasse a ser cogitada. Um dos trunfos da Inter de Milão para contar com o meia é o técnico Leonardo, que assumiu os nerazurri após a saída de Rafa Benitez e possui bom relacionamento com o jogador, com quem lidou quando era dirigente do Milan.

ICFUT – TP Mazembe 0 x 3 Inter de Milão – Campeão do mundo com trilha sonora colorada!

Fonte: http://www.futebolinterior.com.br

O título também coloca os italianos no mesmo patamar de brasileiros e argentinos

Depois de 45 anos de longa espera, o mundo volta a ficar aos pés da Internazionale de Milão. Com uma “trilha sonora colorada”, o time italiano mostrou ter aprendido a lição com Pachuca-MEX e Inter e bateu o TP Mazembe, por 3 a 0, na tarde deste sábado, no Estádio Zayed Sports City, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes, na final da sétima edição do Mundial de Clubes da Fifa.

Milan (2007), Manchester United (2008) e Barcelona (2009).

Levando em consideração a Taça Intercontinental – que era disputado entre os campeões europeus e sul-americanos -, a Inter conquista seu terceiro título mundial. Os dois anteriores foram conquistados em 1964 e 65, ambos contra o Independiente, da Argentina.

O título também coloca os italianos no mesmo patamar de brasileiros e argentinos. Agora, a “Velha Bota” passa a ter nove títulos mundiais, assim como Brasil e Argentina. O mesmo acontece com a Europa, que passa a ter 25 conquistas empatada com a América do Sul.

A conquista teve uma participação direta de quatro jogadores do Brasil: o goleiro Julio Cesar, o lateral Maicon, o zagueiro Lúcio e o volante Thiago Motta, todos titulares na final deste sábado – o meia Philippe Coutinho, outro brasileiro do elenco, não disputou a competição por estar contundido.

A Inter chegou ao Mundial sob ameaça de crise. Os resultados ruins na temporada, principalmente no Campeonato Italiano, já colocavam em risco o emprego do técnico espanhol Rafa Benitez, que assumiu o cargo no meio deste ano. Mas o time de Milão foi soberano na competição disputada em Abu Dabi, confirmando o favoritismo na semifinal contra o Seongnam (3 a 0) e na final diante do Mazembe (3 a 0).

Na decisão do título, a Inter da Milão não deu chances para surpresas. Dominou completamente o jogo e acabou com a festa do Mazembe. O time do Congo, no entanto, saiu do Mundial de Abu Dabi contente com a sua participação histórica. Depois de eliminar o mexicano Pachuca e o brasileiro Inter, se tornou o primeiro representante africano a disputar uma final de competição adulta da Fifa.

Um espetáculo a parte foi proporcionada pela torcida do Inter, mas o de Porto Alegre, no segundo tempo. Como a disputa de terceiro lugar foi no mesmo estádio, cerca de cinco mil colorados ficaram para assistir a decisão e deram uma grande demonstração de amor. Enquanto vencia o time congolês, o clube italiano era guiado pelos gritos de “olê, olê, olê… Inter! Inter!”.

Aqui, o Inter é outro…
Com uma marcação forte e saídas rápidas para o ataque, o Mazembe deixou a impressão no início de que poderia complicar a vida dos italianos. Bastou a Inter encaixar seu primeiro ataque, para acabar com este perigo. Aos 12 minutos, Eto’o fez linda assistência para Pandev, nas costas da zaga. O atacante só tirou do goleiro Kidiaba.

O time africano não teve muito tempo para se recuperar do gol sofrido. Cinco minutos depois de abrir o placar, o clube de Milão ampliou e, de novo, a estrela de Eto’o brilhou. Após receber belo passe de Zanetti, o camaronês teve tranqüilidade para dominar, girar e bater no cantinho do gol adversário.

Os dois gols em sequência liquidaram a decisão. A Inter assumiu o controle da partida e poderia ter saída para o intervalo com uma goleada, não fosse a falta de pontaria do argentino Diego Milito. Aos 24, ele recebeu nas costas da defesa e, na cara do gol, finalizou em cima de Kidiaba.

Os italianos seguiram controlando a partida, até que aos 42 minutos, Milito tornou a perder um gol inacreditável. O atacante recebeu passe de Pandev, mas demorou muito para chutar a gol e acabou desarmado pelo marcador.

Festa colorada?
Na segunda etapa, a Inter voltou dispersa e sonolenta. Isso incentivou o Mazembe a buscar mais o ataque e a levar algum perigo a meta de Júlio César. Mesmo assim, quem voltou a chegar perto de marcar novamente foram os europeus. Aos 14 minutos, Maicon escapou pela direita, cruzou e a bola explodiu no poste esquerdo.

Dois minutos depois, por pouco os africanos não diminuíram. Em um chute de longe, Singuluma obrigou Júlio César a fazer grande defesa. Aos 18, foi a vez de Kaluytuka aproveitar uma sobre do goleiro e mandar com perigo pela linha de fundo.

Após os sustos, o time de Rafa Benítez começou a tocar mais a bola e esfriou o jogo. A partir daí o espetáculo passou a ser do torcedor do Inter… mas o de Porto Alegre. Os cerca de dez colorados que permaneceram no estádio para ver a final começaram a cantar e fizeram uma bonita festa. No fim, aos 39, Biabiany ainda fez o terceiro para os italianos.

Ficha Técnica

TP Mazembe 0 x 3 Inter de Milão

Local: Estádio Zayed Sports City, em Abu Dhabi (Emirados Árabes)
Árbitro: Yuichi Nishimura-JAP
Cartões Amarelos: Bedi, Ekanga, Kaluytuka e Kasusula (Mazembe); Thiago Motta (Inter de Milão)
Gols: Pandev aos 12’/1T, Eto’o aos 16’/1T e Biabiany aos 39’/2T (Inter de Milão)

TP Mazembe
Kidiaba; Nkulukuta, Mihayo, Kimwaki e Kanda (Kasongo); Kasusula, Bedi, Singuluma e Kabangu; Ekanga e Kaluyituka.
Técnico: Lamine N’Diaye.

Inter de Milão
Julio Cesar; Maicon, Córdoba, Lúcio e Chivu (Stankovic); Cambiasso, Thiago Motta (Mariga) e Zanetti; Pandev, Eto’o e Milito (Biabiany).
Técnico: Rafael Benitez.