ICFUT – Galo vence no último minuto.

Fonte: Superesportes.com.br

No último lance, Galo arranca a classificação na Sul-Americana

Com gol de Ricardinho aos 47 minutos do segundo tempo, Alvinegro vence o Grêmio Prudente e avança à próxima fase


Não faltou sofrimento para o torcedor do Atlético. Foi sofrido ver o time criar com dificuldades os lances de ataque. Foi sofrido esperar até aos 47 minutos do segundo tempo para o gol sair, num chute de Ricardinho. Mas o Atlético voltou a vencer depois de seis jogos e superou o Grêmio Prudente (1 a 0) pela primeira fase da Copa Sul-Americana, no Ipatingão.

Na próxima fase, o adversário do Galo será o vencedor do confronto entre Caracas (VEN) e o ganhador de Deportivo Lara (VEN) e Independiente Santa Fé (COL), que ainda se enfrentam pela fase preliminar.

Antes, o Alvinegro volta as atenções para o Campeonato Brasileiro. A expectativa da torcida que é a vitória desta quarta-feira marque o início da reação da equipe, vice-lanterna do Brasileirão. No sábado, o time pega o Guarani, novamente no Ipatingão.


Para quem esperava o Atlético tomando conta do jogo, a realidade em campo foi bem mais próxima do momento do time que da sua necessidade. O Galo até teve maior domínio de bola, mas esteve longe de sufocar o Prudente.

Pouco criativo, o time teve muitas dificuldades para penetrar na área adversária. Tentou chegar ao gol levantando bolas na área, sem sucesso. Luxemburgo ainda tentou aumentar a força ofensiva, sacando o zagueiro Jairo Campos, que reclamou dores na coxa direita, para a entrada de Neto Berola.

Mesmo assim, o Atlético teve grandes chances e foi desperdiçando. Na primeira, depois da cobrança do escanteio, Diego Souza dominou e Ricardo Bueno, na cara do gol, chutou para a excelente defesa de Giovanni.

Aos 34, foi a vez de Diego Souza perder oportunidade incrível. Ele recebeu passe de Fernandinho na marca do pênalti, mas chutou para fora. Aos 44, novamente Diego Souza teve a chance, mas a finalização de cabeça saiu rente à trave.

O Grêmio Prudente se limitou a marcar e sair no contra-ataque. Por pouco não marcou aos 28 minutos, quando Wanderley foi travado no momento do chute por Jairo Campos.

No segundo tempo, o quadro não mudou. O Atlético seguiu perdendo chances e os paulistas levando perigo no contragolpe. Aos 20 minutos, Neto Berola, em boas condições, bateu e o goleiro pegou. Nove minutos depois, o atacante dominou na entrada da área e chutou forte, para nova defesa de Giovanni. Já aos 44 minutos, o Prudente quase balançou as redes, num chute de Willian que Fábio Costa pegou.

O gol salvador saiu aos 47 minutos. Ricardinho recebeu na entrada da área e bateu rasteiro, no canto. Um grito de gol que estava preso na garganta do torcedor há muito tempo.