ICFUT – Mundiais do passado são ignorados pela Fifa e até por seu palco principal

Fonte: globo

Pôster da decisão de 1999 é única referência de Copa Intercontinental no Estádio Nacional de Tóquio. Campeões não são citados em material atual

 

Relíquias museu Tóquio Taça Intercontinental (Foto: Cahê Mota / Globoesporte.com)Cartaz da Taça Intercontinental dá destaque à
decisão de 99 (Cahê Mota / Globoesporte.com)

Uma história ignorada pela Fifa e praticamente esquecida pelo palco de suas maiores glórias. Enquanto Yokohama e Toyota recebem o Mundial de Clubes organizado pela entidade máxima do futebol em sua nona edição, a disputa que antecedeu o modelo atual passa despercebida no Oriente. Casa da Copa Intercontinental, que reunia os campeões europeus e sul-americanos por 22 anos (1980 até 2001), o Estádio Nacional de Tóquio guarda uma única recordação da competição atualmente: um pôster do duelo entre Palmeiras eManchester United na decisão de 1999.

Disputada entre 1960 e 2004, a Copa Intercontinental foi vencida duas vezes por Santos e São Paulo, além de contar ainda com conquistas de Flamengo e Grêmio. Assim como todos os outros 21 campeões, o quarteto brasileiro ostenta o troféu como Mundial de Clubes, mas a Fifa reluta em validar tal condição. Todo material relacionado ao evento deste ano, por exemplo, inclui apenas os vencedores no modelo atual, que teve edição isolada em 2000, vencida pelo Corinthians, e passou a se tornar anual em 2005.

Disputada em jogos de ida e volta nos primeiros 20 anos, a Copa Intercontinental se mudou para o Japão em 1980, com o Nacional, do Uruguai, se sagrando o primeiro campeão, após vitória por 1 a 0 sobre os ingleses do Nottingham Forrest. A longa trajetória em Tóquio, entretanto, parece não ter cativado os responsáveis pelo museu do Estádio Nacional. Voltado principalmente para recordações olímpicas, o local, que recebeu os Jogos de 1964, conta ainda com referências marcantes de outros eventos realizados no estádio. Uniformes e relíquias de jogadores de beisebol, rúgbi e competidores de atletismo compõem o acervo, que pouco tem de futebol.

Estádio Nacional Tóquio (Foto: Cahê Mota / Globoesporte.com)Estádio Nacional de Tóquio recebeu as finais da Taça Intercontinental entre 1980 e 2001 (Foto: Cahê Mota)

A parte destinada à modalidade, por sinal, conta até com algumas curiosidades. Um pôster de Maradona em ação diante da Bélgica, na Copa do Mundo de 86, decora o setor, mesmo sem qualquer artigo doado pelo argentino ou até mesmo alguma história de exibição do Pibe no estádio. Além disso, uma foto de um jogador japonês em ação acima de uma bandeira é uma das poucas sem legenda em inglês, dificultando a identificação por parte de estrangeiros.

Zico é ignorado

Relíquias museu Tóquio (Foto: Cahê Mota / Globoesporte.com)Olimpíadas também são lembradas: Tóquio foi
sede em 1964 (Cahê Mota / Globoesporte.com)

Nem só o que aconteceu no estádio é homenageado no museu, mas também fatos relevantes na história do esporte japonês. E se no Brasil há o senso comum de que Zico foi o grande revolucionário do futebol nipônico, quem é reverenciado por isso no local é o alemão Dettmar Cramer. Bicampeão da Liga dos Campeões da Europa dirigindo o Bayern de Munique na década de 70, ele é apontado como precursor e responsável pela formação da equipe que garantiu ao Japão a medalha de bronze nos Jogos Olímpicos da Cidade do México-1968.

O Galinho de Quintino, inclusive, é completamente ignorado, de forma até certo ponto surpreendente. Entre seus feitos, o único que é timidamente lembrado é justamente a vitória por 3 a 0 sobre o Liverpool na decisão da Copa Intercontinental de 1981. O título é citado no cartaz do duelo entre Manchester United e Palmeiras, vencido por 1 a 0 pelos ingleses, em 1999. O pedacinho destinado ao Mundial conta ainda com uma fotografia da partida do Verdão, do momento em que David Beckham se livra da marcação do palmeirense Júnior.

O último campeão no Estádio Nacional de Tóquio foi o Bayern de Munique, que fez 1 a 0 no Boca Juniors na final de 2001. A partir do ano seguinte, após a Copa do Mundo, o evento se mudou para Yokohama, onde permaneceu até 2004.

Em 2000, ano que o Corinthians conquistou o primeiro Mundial organizado pela Fifa, no Brasil, o Boca Juniors venceu o Real Madrid em Tóquio e conquistou a Copa Intercontinental. Somente em 2005 a Fifa voltou a organizar um Mundial e juntou forças com a Toyota, que organizava a Copa Intercontinental, passando a ter apenas um torneio para decidir o campeão do mundo.

O torneio oficial da Fifa já passou também pelos Emirados Árabes, em 2009 e 2010, e as duas próximas edições (2013 e 2014) serão no Marrocos.

Relíquias museu Tóquio foto Beckham (Foto: Cahê Mota / Globoesporte.com)Imagem de David Beckham contra o Palmeiras é uma das poucas referências à Taça Intercontinental

Por Cezar Alvarenga – Timão revela lista de convocados para o Mundial.

Fonte: UOL Esportes

O Corinthians divulgou nesta segunda-feira  lista dos 23 jogadores relacionados para o Mundial de Clubes, que acontece em dezembro no Japão. Contratado por indicação do marketing do clube, o meia-atacante Chen Zizao não foi chamado.

A relação deixou o registro do volante Guilherme ainda pendente. O clube questiona o prazo da Fifa para inscrições. Guilherme veio da Portuguesa após a Libertadores.

O Corinthians anexou documentos à Fifa para reforçar a condição legal de Guilherme, inclusive o registro junto à CBF.

Caso a entidade não aceite o registro do volante, ele será substituído por Willian Arão.

Tite deu preferência a quem foi utilizado com frequência no Nacional.

O treinador já havia indicado no fim de semana que sua única dúvida estava direcionada à disputa entre o zagueiro Felipe e o volante Willian Arão, ambos reservas.

O time paulista estreia no Mundial no dia 12, pelas semis, em Toyota, ainda sem adversário definido.

O Corinthians volta a jogar no dia 16 de dezembro, em Yokohama.

A entrega da lista do Corinthians ocorre no último dia concedido pela Fifa aos clubes participantes do torneio.

O Chelsea, campeão europeu, estreia no dia 13 de dezembro.

Corinthians enviou documentos à Fifa para mostrar que Guilherme foi contratado a tempo de disputar o Mundial de Clubes.

OS REPRESENTANTES DO CORINTHIANS NO MUNDIAL

GOLEIROS

Cássio (foto)

Julio Cesar

Danilo Fernandes

LATERAIS

Alessandro

Fábio Santos (foto)

Guilherme Andrade

ZAGUEIROS

Chicão (foto)

Paulo André

Wallace

Anderson Polga

Felipe

VOLANTES

Paulinho (foto)

Ralf

Edenilson

Guilherme (pendente)

Willian Arão (caso a Fifa mantenha veto em Guilherme)

MEIAS

Danilo (foto)

Douglas

Giovanni

ATACANTES

Emerson (foto)

Romarinho

Martínez

Guerrero

Jorge Henrique

ICFUT – Espanha segue liderando ranking da Fifa; Brasil cai para 14º

Fonte: yahoo

Redação Central, 3 out (EFE).- A nova atualização do ranking da Fifa traz novamente a seleção espanhola na liderança, enquanto o Brasil segue seu calvário na lista e agora figura apenas na 14ª posição, atrás de países como Colômbia, Grécia e Croácia.

As vitórias nos amistosos contra África do Sul (1 a 0), China (8 a 0) e Argentina (2 a 1) no último mês não foram suficientes para impedir que a Seleção caísse duas posições na classificação, ampliando sua pior marca na história.

No topo do ranking, a Espanha lidera com folga, seguida, na ordem, por Alemanha, Portugal, Argentina e Inglaterra.

A maior surpresa da nova lista foi o retorno da Colômbia às dez primeiras posições após dez anos, graças a seus triunfos perante Chile e Uruguai nas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2014.

Confira os 20 primeiros classificados:.

.1. Espanha 1611 pontos.

.2. Alemanha 1459.

.3. Portugal 1259.

.4. Argentina 1208.

.5. Inglaterra 1196.

.6. Holanda 1141.

.7. Uruguai 1140.

.8. Itália 1106.

.9. Colômbia 1102.

10. Grécia 1029.

11. Croácia 1023.

12. Rússia 1014.

13. França 1011.

14. Brasil 1001.

15. Suíça 983.

16. Costa do Marfim 951.

17. Chile 948.

18. Dinamarca 944.

19. México 925.

20. Equador 902. EFE

ICFUT – Fifa anunciará sua segunda Copa do Mundo com meia-entrada, ambas no Brasil

Fonte: uol

Copa de 2014 será a primeira com meia-entrada desde 1950, também no Brasil

Copa de 2014 será a primeira com meia-entrada desde 1950, também no Brasil

A Fifa divulgará no meio de outubro, entre 16 e 19, a política de ingressos para a Copa do Mundo-2014 e para a Copa das Confederações-2013. No pacote, só faltarão os preços do Mundial. E, pela segunda vez em sua história, a entidade terá de fazer um sistema com meia-entrada.

Desta vez, em 2014, o processo incluirá meia-entrada para idosos como previsto em legislação nacional. A questão dos estudantes será determinada por leis estaduais a princípio.

Os arquivos indicam que apenas na Copa-1950, também no Brasil, houve meia-entrada. Retirado dos arquivos da Fifa, o relatório da CBD (antiga Confederação Brasileira de Desportos) mostra que estudantes e militares pagam ingressos com descontos naquela época.

O relatório da CBD revelou que 21.449 militares entraram pagando apenas metade, e outros 5.617 estudantes fizeram o mesmo. Mas há ainda registro de meias-entradas na arquibancada (7.093) e na geral (4.637). O número é pequeno perto do cerca de 1 milhão de ingressos vendidos.

Para 2014, a Fifa anunciará as quatro categorias de bilhetes e suas regras no meio de outubro. Uma delas tem uma tarifa social, destinada a brasileiros como foi feito na África do Sul. Os preços ainda não foram definidos.

Também serão anunciados as categorias e os preços da Copa das Confederações, cujos bilhetes terão de ser vendidos até ao final do ano. A intenção é que as entradas para a Copa sejam comercializadas um pouco depois dessa competição.

ICFUT – Fifa ganha isenção de R$ 559 milhões para realizar Copa do Mundo no Brasil

Fonte: uol

Presidente da Fifa, Joseph Blatter, recebeu garantia do governo sobre isenção

Presidente da Fifa, Joseph Blatter, recebeu garantia do governo sobre isenção

A Fifa ganhou uma isenção fiscal de R$ 558,83 milhões para realizar a Copa do Mundo de 2014 no Brasil. O valor do benefício diz respeito só a impostos federais que a entidade máxima do futebol deixou e deixará de pagar até 2015, e foi estimado pela Receita Federal.

De acordo com a Receita, a Fifa se beneficiará de isenções de oito tipos de tributos: Imposto de Importação, Imposto sobre Produtos Industrializados, Imposto de Renda de Pessoa Jurídica e até Imposto de Renda de Pessoa Física de funcionários da entidade, entre outros.

Todos os benefícios estão previstos na Lei 12.350, de 2010, sancionada pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Essa mesma lei criou o programa de incentivos fiscais à construção ou reforma de estádios da Copa do Mundo, o Recopa.

O Recopa desonera a compra de materiais e a contratação de serviços usados nas obras das arenas do Mundial. Todos os 12 estádios da Copa pediram enquadramento no programa. A Receita estima uma desoneração fiscal de até R$ 329,28 milhões por meio do Recopa até 2014. Esse valor representa pouco menos de 60% do total da isenção de impostos que o governo federal dará à Fifa por causa da Copa.

Itaquerão, em São Paulo, tem 48% de sua construção já concluída Ministério do Esporte/Divulgação

A isenção de impostos à Fifa foi garantida pelo governo brasileiro em 2007, quando o país ainda era candidato a país-sede da Copa de 2014. Em maio, o presidente Lula enviou ao presidente da Fifa, Joseph Blatter, um documento assumindo 11 compromissos com a entidade máxima do futebol para receber o torneio. Em outubro, o Brasil foi confirmado como sede do Mundial.

Além da garantia de isenção de impostos, o governo assumiu o compromisso de conceder vistos de entrada no país a organizadores e espectadores da Copa, dar segurança a eles, proteger as marcas da Fifa e de seus patrocinadores, entre outras coisas. Boa parte dessas medidas está prevista na Lei Geral da Copa, sancionada pela presidente Dilma Rousseff neste ano.

Com esses direitos garantidos e os benefícios fiscais aprovados, a Fifa deve realizar no Brasil a Copa do Mundo mais lucrativa da história. A entidade espera que o evento gere um faturamento de 3,8 bilhões de dólares (R$ 7,6 bilhões). Isso é 600 milhões de dólares (R$ 1,2 bilhão) a mais do que a receita gerada na Copa de 2010, na África do Sul, e quase o triplo da receita da Copa de 2006, na Alemanha.

De acordo com o balanço da Fifa referente ao ano de 2011, a Copa do Mundo de 2014 já rendeu um faturamento de cerca de R$ 1,6 bilhão para a entidade. Só de lucro a Fifa teve no ano passado aproximadamente R$ 68 milhões.

Ministro do Esporte, Aldo Rebelo participou de entrevista coletiva ao lado do presidente da Fifa, Joseph Blatter AFP PHOTO/ FABRICE COFFRINI

ICFUT – Sem jogos oficiais, Brasil cai para 13º no ranking da Fifa e Espanha segue líder

Fonte: uol

As vitórias nas Olimpíadas não são computadas no ranking da Fifa; Brasil é o 13º

As vitórias nas Olimpíadas não são computadas no ranking da Fifa; Brasil é o 13º

Apesar de não ter disputado jogos oficiais no último mês, a seleção brasileira caiu mais dois lugares no ranking da Fifa. Depois de figurar fora do top 10 pela primeira vez na última contagem, o Brasil conseguiu piorar e agora amarga a 13ª colocação, pior colocação na história. Cróacia, Dinamarca, Rússia e Grécia, seleções que disputaram a Eurocopa no último mês, estão a frente da seleção de Mano Menezes.

OS 20 PRIMEIROS DA LISTA
1 – Espanha – 1605 11 – Rússia – 1016
2 – Alemanha – 1474 12 – Grécia – 1003
3 – Inglaterra – 1294 13 – Brasil – 991
4 – Uruguai – 1236 14 – França – 980
5 – Portugal – 1213 15 – Chile – 953
6 – Itália – 1192 16 – C. do Marfim – 939
7 – Argentina – 1098 17 – Suécia – 909
8 – Holanda – 1053 18 – México – 862
9 – Croácia – 1050 19 – Rep. Tcheca – 854
10 – Dinamarca – 1017 20 – Equador – 836

Na ponta, a bicampeã do torneio europeu, a Espanha, segue na liderança com tranquilidade.

A Fúria agora tem 1.605 pontos, 131 à frente da Alemanha e com 311 de vantagem sobre a Inglaterra. Completam as cinco primeiras posições Uruguai (1.236 pontos) e Portugal (1.213).

Vale lembrar que os Jogos Olimpícos não computam pontos para a organização, uma vez que é disputado por jogadores com até 23 anos de idade. Assim, a próxima partida da seleção que contará pontos para o ranking será o amistoso contra a Suécia no próximo dia 15.

O jogo será disputado em Solna e marcará a despedida do Estádio Rasunda, palco do primeiro título mundial da seleção em 1958.

ICFUT – FIFA aprova sistemas de detecção de gols; Mundial de Clubes no fim do ano estreará a tecnologia

Fonte: gizmodo

A IFAB se reuniu hoje, em Zurique, Suíça, para decidir qual sistema GLT, ou seja, que determina automaticamente se a bola entrou ou não no gol. Dos nove que apresentaram projetos do tipo, apenas dois foram “classificados”: o Hawk-eye e o GoalRef, que vimos ontem. Quem ganhou? Os dois.

A decisão foi pelas duas tecnologias e a FIFA/IFAB concedeu às duas empresas uma licença de 12 meses para prover a tecnologia para o futebol. Nesse meio tempo, as outras, rejeitadas dessa vez, poderão melhorar seus sistemas e ganhar licenças também.

O primeiro evento a contar com os sistemas (pelo menos um em cada um dos dois estádios) será o Mundial de Clubes, no final do ano no Japão. Correndo tudo bem lá, a FIFA usará a tecnologia na Copa das Confederações de 2013 e na Copa do Mundo de 2014. A novidade não terá impacto nos orçamentos, como explicou o secretário geral da FIFA Jérôme Valcke:

“No que se refere à Copa das Confederações e à Copa do Mundo, vamos assumir os custos e deixar os sistemas nos estádios do Brasil depois. Ou seja, já terão as tecnologias instaladas. Os custos na atualidade oscilam entre US$ 150 mil e US$ 250 mil por sistema instalado. Antigamente, uma TV de plasma custava € 10 mil e hoje é possível achar por € 500. Com o tempo o valor reduzirá. Mas repito, não é obrigatório”

A FIFA também tratou de assegurar que o sistema não será obrigatório para as federações e que ajudará em alguns casos, mas que prioridades devem ser respeitadas. Outro ponto bastante enfatizado no anúncio de hoje é que, independente de sistemas, a decisão fica sempre com o árbitro. Caso ele opte por utilizar o sistema, deverá obrigatoriamente testá-lo antes do início da partida. Um detalhe, mas que faz toda a diferença — já imaginou se descobrem que esqueceram de “ligar as traves” só depois que a partir termina?

O encontro da FIFA também serviu para a tomada de outas decisões, como a manutenção dos auxiliares nas linhas de fundo e a aprovação do uso de véus no futebol feminino.

Não será por um gol duvidoso não marcado que o Corinthians perderá o Mundial no fim do ano. Só precisa ganhar do Chelsea e… é, vai ser difícil. [Globo Esporte. Foto: AP]

ICFUT – Neymar e Messi são destaques entre candidatos a gol mais bonito do ano. Confira todos

Prêmio Puskas

Nesta sexta-feira a Fifa divulgou quais serão os dez gols que concorreram ao prêmio dos melhores do ano. Entre os feitos, destaque para o gol do atacante santista Neymar, contra o Flamengo, no Campeonato Brasileiro e o de Lionel Messi, contra o Arsenal, pela Uefa Champions League.
Além dos badalados atacantes, estão também o gol de Ibrahimovic, do Milan, contra o Lecce no Campeonato Italiano e também o da estado unidense Heather O’Reilly, na Copa do Mundo feminina de 2011.

ICFUT – Marta mais uma vez na disputa pela Bola de Ouro

Fonte: lancenet

Brasileira foi eleita a melhor jogadora de futebol do mundo nos últimos cinco anos

Marta após eliminação para os Estados Unidos (Foto: Fabrizio Bensch/Reuters) Marta mais uma vez será favorita ao prêmio Bola de Ouro (Foto: Fabrizio Bensch/Reuters)

A brasileira Marta encabeça a lista de candidatas ao prêmio Bola de Ouro do futebol feminino. A premiação é organizada pela Fifa e pela revista francesa "France Football".

Marta é a única brasileira indicada ao título de melhor jogadora do mundo. Ela venceu as últimas cinco edições do prêmio.

Também concorrerão à Bola de Ouro as francesas Bompastor e Necib; a alemã Garefrekes, as japonesas Miyama e Sawa, a sueca Schelin e as americanas Hope Solo e Wambach.

A melhor jogadora do mundo será conhecida na festa que a Fifa realizará no dia 9 de janeiro, em Zurique, na Suíça. Na ocasião também será anunciado o ganhador do prêmio no futebol masculino.

ICFUT – Blatter: “Com shorts mais justos, as mulheres ficam mais bonitas”

Fonte: lancenet (futebolparameninas)

Presidente da Fifa disse durante evento que uniforme das jogadoras de futebol devem mudar. Confira!

 

Uma declaração de Joseph Blatter, presidente da Fifa, pode começar a abrir uma discussão que há muito tempo já se fala nos bastidores do futebol feminino: um novo modelo de uniforme para as meninas. É que de acordo com o jornal “La Nácion”, da Argentina, o dirigente teria dito, durante um evento em Zurique, na Suíça, que “com shorts mais justos, as mulheres ficam mais bonitas”.

 

 

“Por que não somar futebol e moda?”, indagou ainda Blatter, que usou como exemplo as seleções de vôlei, que durante um tempo usaram shortinhos bem justos e curtos com  as camisas dos times, os chamados Hot Pants (veja foto da Mulher Maravilha, personagem mais famosa que usou o modelo de roupa). Atualmente, elas usam short maior, mas muito justo que o do futebol. No basquete, assim como em outros esportes disputados por mulheres – como remo, maratonas, handebol… -  as vestimentas são realmente mais curtas do que no mundo do futebol.

 

As famosas Hot Pants usadas pela Mulher Maravilha e que chegaram a ser usadas pela Seleção feminina de vôlei

Atualmente, meninas do vôlei usam shortinhos bem curtinhos, mas sem mostrar o que não deve

Meninas do handebol também usam shorts curtos, mas mais larguinhos. Parecem confortáveis!

A troca de uniforme seria uma mudança e tanto para o universo do futebol feminino, ainda que não seja vista com bons olhos por alguns, por explorar demais a sexualidade. As meninas do vôlei, inclusive, reclamaram muito na época em que tiveram que usar as roupas e atletas como Virna e Leila chegaram a pedir na Federação do esporte para que voltassem a usar o uniforme antigo.

E aí, o que você acha?