ICFUT – Iniesta é eleito Bola de Ouro da Eurocopa

Fonte: terra

Mesmo sem marcar na Euro 2012, Iniesta comandou a seleção da Espanha ao título. Foto: Geety Images

Mesmo sem marcar na Euro 2012, Iniesta comandou a seleção da Espanha ao título
Foto: Geety Images

Direto de Kiev (Ucrânia)

Mesmo às 5h da manhã em Kiev, quatro torcedores espanhóis, já a caminho da ressaca, cantam o inconfundível "André Iniesta" ao som de "I love you baby". Sinal da idolatria ao herói do título da Copa do Mundo 2010 e que, na segunda-feira, deve ter novamente o nome marcado na história do futebol. Eleito o melhor da final da Eurocopa pelo placar de 4 a 0 contra a Itália no último domingo, também foi apontado o Bola de Ouro da competição.

Iniesta foi o único do torneio a levar o troféu de melhor em campo em três jogos. Ele também ganhou os troféus em jogos contra a Itália, mas na estreia, e Croácia, ao fim da primeira fase. Curiosamente, o meio-campista foi eleito o melhor jogador sem sequer ter feito gols na Eurocopa. Nada, ele assegura, que possa diminuir sua alegria pelo quinto título de primeiríssima linha que conseguiu junto de Xavi ao quinto ano seguido: Euro (08 e 12), Copa do Mundo (10) e Liga dos Campeões com o Barcelona (09 e 11).

"Estou muito contente pelo modo com saíram as coisas. Estou feliz por sermos campeões. Tanto faz quem marca os gols. Não jogo por Bolas de Ouro, jogo para ser feliz. Se me valorizam pelo que faço, já fico encantado".

Fiel escudeiro da Xavi na armação das jogadas, ele voltou a encontrar seu espaço no campo pela ponta esquerda e ajudou diretamente para o estilo ratificado de muitos passes de pé em pé e facilidade para retomar a bola. E também defendeu: "cada um tem sua forma de ver as coisas, sua opinião. Não estamos aqui para dizer que o futebol que jogamos é o mais bonito. Hoje (domingo) jogamos bem e fomos fieis ao nosso estilo. É uma conquista mágica e irrepetível. Continuamos sem ter a dimensão da grandeza".

Aos 28 anos e com o terceiro grande título pela seleção, Iniesta ainda mostrou capacidade de se emocionar com os próprios feitos, individuais e coletivos. "Nunca pensei que conquistaria tudo isso. Sempre pensei em desfrutar do meu trabalho e chegar a ser jogador profissional. Espero nos próximos anos seguir sendo feliz com meu trabalho".

Iniesta, que sucede na premiação Xavi, melhor jogador do torneio em 2008, foi nomeado por um comitê técnico de 11 pessoas e lidera a lista dos 23 jogadores do torneio, que conta com 10 espanhóis. Já o atacante Fernando Torres foi anunciado como o Chuteira de Ouro. Ele fez três gols na Eurocopa, assim como Mario Gómez (Alemanha), Mario Balotelli (Itália), Cristiano Ronaldo (Portugal), Alan Dzagoev (Rússia) e Mario Mandzukic (Croácia).

Torres e Gómez levaram vantagem por uma assistência para gol cada. O espanhol superou o alemão no segundo critério de desempate: menos minutos em campo (189 contra 280).

Confira a lista dos 23 melhores jogadores da Eurocopa 2012:

Goleiros: Gianluigi Buffon (ITA), Iker Casillas (ESP), Manuel Neuer (ALE)
Defensores: Gerard Piqué (ESP), Fabio Coentrão (POR), Philipp Lahm (ALE), Pepe (POR), Sérgio Ramos (ESP), Jordi Alba (ESP)
Meio-campistas: Daniele De Rossi (ITA), Steven Gerrard (ING), Xavi (ESP), Andres Iniesta (ESP), Sami Khedira (ALE), Sergio Busquets (ESP), Mesut Özil (ALE), Andrea Pirlo (ITA), Xabi Alonso (ESP)
Atacantes: Mario Balotelli (ITA), Cesc Fábregas (ESP), Cristiano Ronaldo (POR), Zlatan Ibrahimovic (SUE), David Silva (ESP)

ICFUT–EUROCOPA: Balotelli decide e coloca Itália na final da Euro e na Copa das Confederações

Fonte: globo

Com a vitória por 2 a 1 sobre a Alemanha, Azurra vai encarar a Espanha no domingo.

 

De garoto problema a salvador da pátria. Apontado por muitos como um jogador que aparece mais por suas polêmicas do que pelo futebol, Mario Balotelli foi o herói da Itália nesta quinta-feira. Com dois gols do atacante do Manchester City, a Azzurra derrotou a favorita Alemanha por 2 a 1, no estádio Nacional de Varsóvia, na Polônia, e se garantiu na final da Eurocopa contra a Espanha, domingo. Özil, cobrando pênalti nos acréscimos do segundo tempo, descontou.

De quebra, os italianos, que contaram também com um atuação soberba de sua defesa e do goleiro Buffon, asseguraram uma vaga na Copa das Confederações de 2013, no Brasil, já que a campeã mundial Espanha tem lugar garantido. Além disso, mantiveram a “freguesia” diante dos germânicos: nunca perderam para o rival em competições oficiais (oito jogos, quatro vitórias e quatro empates).

O duelo entre Itália e Espanha acontece no próximo domingo, no estádio Olímpico de Kiev, na Ucrânia. A seleção da Velha Bota vai lutar pelo seu segundo título da Euro (foi campeã em 1960), já a Fúria, que levou o caneco em 1964 e 2008, tenta o tricampeonato do torneio, que, curiosamente, só a eliminada Alemanha possui. A TV Globo, o GLOBOESPORTE.COM e o SporTV transmitem a decisão ao vivo a partir das 15h45m (de Brasília).

Mario Balotelli marca gol da Itália contra a Alemanha (Foto: Reuters)Mario Balotelli marca o segundo, tira a camisa e, como "prêmio", recebe o cartão amarelo (Foto: Reuters)

Assim como fizera contra a Grécia, nas quartas de final, o técnico da Alemanha, Joachim Löw, surpreendeu outra vez na escalação. Retornou com os habituais titulares Gómez e Podolski nas vagas de Klose e Reus, respectivamente, e lançou o jovem Toni Kroos, do Bayern de Munique, no lugar que supostamente seria de Thomas Muller.

Pelo lado da Itália, sem os laterais-direitos Maggio (suspenso) e Abate (machucado), Cesare Prandelli improvisou o zagueiro Chiellini no setor e lançou Bonucci na zaga.

Com mais torcida, a Alemanha, assim como dissera Löw na véspera, começou impondo seu ritmo, encurralando a Azzurra no seu campo de defesa. Logo aos cinco, após cobrança de escanteio, Pirlo deu uma de zagueiro e, em cima da linha, salvou um arremate meio sem jeito do zagueiro Hummels.

Na sequencia, em dois lances seguidos, com Boateng e Kroos, os germânicos quase abriram o placar. No entanto, o goleiro Buffon salvou a pátria italiana.

Andrea Pirlo na partida da Itália contra a Alemanha (Foto: Reuters)Com Buffon já batido, Andrea Pirlo salva a Itália de sair atrás logo no início da partida (Foto: Reuters)

A estrela de Balotelli

Se sofria atrás, a Itália pouco incomodava na frente. Isso até os 19 minutos. Cassano fez bela jogada pela esquerda, passou por dois marcadores com um só drible, e cruzou. Balotelli, fazendo jus à camisa 9 que veste, se esquivou da marcação de Badstuber e, de cabeça, colocou no fundo da rede.

Muita festa do atacante do Manchester City, e sem nenhuma reação polêmica. Ele fez questão de abraçar efusivamente Cassano na celebração, e foi celebrado por todos companheiros, mostrando que, embora fosse um lance de comemoração,ele conta com apoio do elenco.

O gol abalou a “Nationalef”, que quase sofreu o segundo minutos depois com Montolivo. O meia, que carrega na chuteira a bandeira da Alemanha (por causa da mãe), recebeu sozinho na grande área, mas demorou a bater.

O incrível Balo

No entanto, o meia recém-contratado pelo Milan se redimiu da bobeada aos 35 e deu belo lançamento nas costas de Lahm para… Balotelli. Esperto e mortal, o atacante dominou, não deixou o lateral-direito alemão chegar a tempo e, com uma bomba de pé direito, colocou no ângulo. Golaço.

Aí não teve jeito. A comemoração teve lá sua dose de polêmica. O jogador de 21 anos tirou a camisa e estufou o peito numa pose à la Incrível Hulk, parecida com a feita por brasileiros como Adriano e Hulk, do Porto. Ele acabou advertido com cartão amarelo pelo árbitro francês Stéphane Lannoy.

Na saída para o intervalo, Balotelli recebeu cumprimentos de todos companheiros, mas levou um leve puxão de orelha de Prandelli, que, segundo pessoas próximas, disse “Pelo amor de Deus, não leva o segundo amarelo”.

Mario Balotelli e Cassano comemoram gol da Itália contra a Alemanha (Foto: EFE)Mario Balotelli e Cassano comemoram gol da Itália contra a Alemanha (Foto: EFE)

‘Brasiliano’ Thiago Motta em campo

A resposta alemã veio logo em seguida, com Reus, atleta do Borussa M’Gladbach, cobrando falta no ângulo e obrigando Buffon a se esticar todo para colocar para escanteio.

Disposto a fechar ainda mais seu time – o meia Diamanti já havia entrado minutos antes na vaga de Cassano – Prandelli sacou Montolivo e colocou o ítalo-brasileiro Thiago Motta para fechar ainda mais o meio de campo.

Mas, mesmo assim, a Itália quase fechou o caixão. Diamanti deu belo passe para Marchisio aos 22, mas o jogador do Juventus acabou arrematando para fora.

Mario Balotelli comemora gol da Itália contra a Alemanha (Foto: AP)Mario Balotelli abre o placar em Varsóvia e recebe o carinho dos companheiros de Azurra (Foto: AP)

Klose entra, mas Balotelli é quem quase marca

Na volta para o segundo tempo, Löw sacou logo dois de uma vez. Mas naquela de “seis por meia dúzia”, ou seja, atacantes por atacantes: Podolski por Reus, e Klose por Gómez.

As substituições deram mais energia aos germânicos, que partiram em busca do empate, enquanto a Itália, adotando o velho e bom “catenaccio”, ficava atrás tentando explorar contra-ataques com Balotelli e Cassano, que acabou deixando o campo aos 13, demonstrando muito cansaço, para a entrada de Diamanti.

Mesmo quando não está bem, Balotelli é um atacante que não tem medo de arriscar. Com dois gols na partida, então… Aos 15, Mario, como é chamado pelos colegas de Azzurra, driblou Lahm e chutou com perigo rente à trave do goleiro Neuer.

Mario Balotelli deixa o jogo da Itália contra a Alemanha (Foto: Reuters)Homem do jogo, Balotelli sai de maca para a entrada de Di Natale aos 25 da etapa final (Foto: Reuters)

Mostrando que se dedicou bastante, mas também dando aquela “valorizada” para gastar o tempo, Balotelli caiu no gramado sentindo cãibras, aos 24. Vaiado por quase todo estádio, menos pelos pontos azuis onde estavam os “tifosi” italianos, acabou deixando o gramado para a entrada de Di Natale. Foi para o banco recebendo o afago de todos como o grande herói da Velha Bota.

A Alemanha, por sua vez, caiu de produção vertiginosamente depois do bom começo na etapa final e nem parecia o time decantado por Löw na véspera, cheio de personalidade e confiança. De quebra, ainda levava sustos consideráveis atrás, como, quando Marchisio, mesmo diante do marcador caído (Badstuber) no chão e quase na pequena área, mandar outra vez para fora, aos 30.

Já com Thomas Müller em campo, os germânicos, na base do desespero, até tentaram conseguir furar a defesa italiana. Mas só conseguiram nos acréscimos e, mesmo assim, numa penalidade cobrada por Özil após mão na bola de Balzaretti.
Mas no fim, com sufoco e sofrimento como sempre, deu Itália. Vaga na decisão, tabu mantido, e Balotelli, que respirou aliviado após o apito derradeiro do juiz, nas manchetes. Mas não por causa de polêmicas, mas, sim, pelo bom futebol. Que continue assim.

ALEMANHA 1 X 2 ITÁLIA

Neuer; Boateng (Müller), Hummels, Badstuber e Lahm; Khedira, Schweinsteiger, Kroos, Özil e Podolski (Reus); Mario Gomez (Klose)
Buffon; Balzaretti, Barzagli, Bonucci e Chiellini; Pirlo, Marchisio, Montolivo (Thiago Motta) e De Rossi; Balotelli (Di Natale) e Cassano (Diamanti)

Técnico: Joachim Löw
Técnico: Cesare Prandelli

Gols: Balotelli, aos 20 e 36 minutos do primeiro tempo; Özil, aos 46 do segundo tempo

Cartões amarelos: Hummels (ALE); Thiago Motta, Balotelli, Bonucci e De Rossi (ITA)

Local: Estádio Nacional de Varsóvia, na Polônia. Data: 28/6/2012Árbitro: Stéphane Lannoy (FRA). Auxiliares: Frédéric Cano (FRA) e Michael Annonier (FRA)

ICFUT – EUROCOPA 2012 – GOLS,JOGOS,ARTILHARIA E LINK AO VIVO PARA ESPANHA X FRANÇA.

LINK AO VIVO ESPANHA X FRANÇA – 15:45 HS – HORÁRIO DE BRASILIA

(Deutschland)Germany VS Greece 4:2 Euro 2012/6/23 Quarterfinal All goals and highlights HD

3 GOLS
Alemanha – Mario Gomez
Croácia – Mandzukić
Portugal – Cristiano Ronaldo
Rússia – Dzagoev

2 GOLS
Dinamarca – Bendtner e Krohn-Dehli
Espanha – Fábregas e Fernando Torres
Grécia – Salpingidis
República Tcheca – Jiracek e Pilar
Suécia – Ibrahimovic
Ucrânia – Shevchenko

Quartas de Final
21/06 – 15h45 República Tcheca 0 x 1 Portugal
22/06 – 15h45 Alemanha 4 x 2 Grécia
23/06 – 15h45 Espanha x França
24/06 – 15h45 Inglaterra x Itália

ICFUT – Promessa cumprida

Fonte: Globo.com

 A modelo polonesa Natalia Siwiec, que virou musa da Eurocopa por exibir um decote à la Larissa Riquelme nas arquibancadas, foi ao estádio de Varsóvia nesta quinta-feira com a camisa de Portugal torcer por Cristiano Ronaldo na semifinal contra a República Tcheca.

Ao GLOBOESPORTE.COM, a beldade revelou que é fã do craque lusitano e que irá torcer pelo galã do Real Madrid já que a Polônia está eliminada. Só faltou o decote…

ICFUT–EUROCOPA: Resultados

Fonte: futebolinterior

República Checa e Grécia vencem e se classificam

Os checos venceram a Polônia, dona da casa, por 1 a 0, em Breslávia

Campinas, SP, 16 (AFI) – República Checa e Grécia são as primeiras classificadas para as quartas de final da Eurocopa. Neste sábado, os checos venceram a Polônia, dona da casa, por 1 a 0, em Breslávia, pela última rodada do Grupo A. Pelo mesmo placar, os gregos bateram a Rússia, em Varsóvia.

Com os resultados, a República Checa garantiu a primeira colocação da chave, com seis pontos, e nas quartas de final enfrentará o segundo colocado do Grupo B – hoje seria Portugal. Já a Grécia, entrou na rodada na última posição da chave, mas chegou aos quatro pontos e agora enfrentará quem terminar em primeiro no Grupo B – hoje, a Alemanha.

Pior para a Rússia, que chegou a ser apontada como sensação da Eurocopa, após golear a República Checa por 4 a 1 na primeira partida, e terminou a primeira fase com quatro pontos – fica atrás da Grécia por causa do confronto direto. Já a Polônia decepcionou, terminou com dois pontos e caiu diante de seus próprios torcedores, já que é sede do torneio ao lado da Ucrânia.

E os poloneses bem que se esforçaram pela classificação. Neste sábado, os donos da casa começaram a partida diante da República Checa pressionando. Dudka, Kuba e Lewandowski perderam boas chances nos primeiros dezminutos. Com o passar do tempo, no entanto, os checos equilibraram e o primeiro tempo terminou em 0 a 0.

Na volta para a etapa final, a República Checa melhorou e chegou ao gol da vitória aos 26 minutos. Jiracek recebeu bom passe de Baros e bateu cruzado, sem chance para Tyton. Atrás no placar, a Polônia foi para cima e perdeu chance inacreditável nos acréscimos. Kuba, de frente para o gol, conseguiu tirar de Cech, mas a defesa tirou em cima da linha.

Também de forma dramática, a Grécia surpreendeu a Rússia e segue viva na busca por sua segunda Eurocopa – conquistou o torneio em 2004. Os russos até começaram melhores e perderam boas oportunidades com Arshavin e Kerzhakov, mas acabaram sofrendo o gol nos acréscimos.

Aos 46 minutos da etapa inicial, a defesa da Rússia errou após cobrança de lateral da direita e deixou Karagounis sozinho. O jogador avançou, entrou na área e bateu sem chance para Malafeev, definindo o placar e a classificação.

ICFUT – EUROCOPA 2012 – GOLS,TABELA,CLASSIFICAÇÃO E LINK AO VIVO

LINK AO VIVO PARA OS JOGOS DA EUROCOPA 2012 – CLIQUE AQUI

Ukraine Vs France 0-2 All Goals And Highlights EUROCOPA 2012 15/06/2012

Sweden – England 2-3 All Goals & Highlights – Sverige 2×3 England [15.06.2012]

Grupo A
 Clube PG JG VI EM DE GP GC SG %A
1  Rússia 4 2 1 1 0 5 2 3 66.7
2  República Tcheca 3 2 1 0 1 3 5 -2 50.0
3  Polônia 2 2 0 2 0 2 2 0 33.3
4  Grécia 1 2 0 1 1 2 3 -1 16.7
Grupo B
 Clube PG JG VI EM DE GP GC SG %A
1  Alemanha 6 2 2 0 0 3 1 2 100.0
2  Dinamarca 3 2 1 0 1 3 3 0 50.0
3  Portugal 3 2 1 0 1 3 3 0 50.0
4  Holanda 0 2 0 0 2 1 3 -2 0.0
Grupo C
 Clube PG JG VI EM DE GP GC SG %A
1  Espanha 4 2 1 1 0 5 1 4 66.7
2  Croácia 4 2 1 1 0 4 2 2 66.7
3  Itália 2 2 0 2 0 2 2 0 33.3
4  Irlanda 0 2 0 0 2 1 7 -6 0.0
Grupo D
 Clube PG JG VI EM DE GP GC SG %A
1  França 4 2 1 1 0 3 1 2 66.7
2  Inglaterra 4 2 1 1 0 4 3 1 66.7
3  Ucrânia 3 2 1 0 1 2 3 -1 50.0
4  Suécia 0 2 0 0 2 3 5 -2 0.0
2ª RODADA
12/06 – 13h00 Grécia 1 x 2 República Tcheca
12/06 – 15h45 Polônia 1 x 1 Rússia
13/06 – 13h00 Dinamarca 2 x 3 Portugal
13/06 – 15h45 Holanda 1 x 2 Alemanha
14/06 – 13h00 Itália 1 x 1 Croácia
14/06 – 15h45 Espanha 4 x 0 Irlanda
15/06 – 15h45 Ucrânia 0 x 2 França
15/06 – 16h00 Suécia 2 x 3 Inglaterra
3ª RODADA
16/06 – 15h45 República Tcheca x Polônia
16/06 – 15h45 Grécia x Rússia
17/06 – 15h45 Portugal x Holanda
17/06 – 15h45 Dinamarca x Alemanha
18/06 – 15h45 Itália x Irlanda
18/06 – 15h45 Croácia x Espanha
19/06 – 15h45 Inglaterra x Ucrânia
19/06 – 15h45 Suécia x França

ICFUT–EUROCOPA: Resultados e classificação

Fonte: futebolinterior

Espanha joga bem, goleia a Irlanda e fica perto da vaga

O atacante Fernando Torres desencantou e marcou dois gols na goleada

Campinas, SP, 14 (AFI) – A atual campeã mundial e europeia está de volta. Nesta quinta-feira, a Espanha voltou a jogar em alto nível, venceu a Irlanda por 4 a 0 em Gdansk, na Polônia, e encaminhou a classificação para a segunda fase no Grupo C da Eurocopa. Fernando Torres, com dois gols, foi o grande nome da partida, mostrando que está recuperando a velha forma.

O resultado coloca a Espanha na liderança do grupo, com quatro pontos, à frente da Croácia, que tem a mesma pontuação, pelo saldo de gols. Em seguida aparece a Itália, com dois, e a Irlanda, já eliminada, sem nenhum. Com isso, os espanhóis precisam apenas empatar com os croatas, segunda-feira que vem, na última rodada, para avançar à segunda fase. Se perder e a Itália não vencer a Irlanda, a Espanha também passa.

Sem o machucado David Villa, que nem foi à Eurocopa, Vicente Del Bosque havia escalado a Espanha contra a Itália, na primeira rodada, sem um centroavante de ofício. E foi criticado por isso. Nesta quinta-feira, mudou a equipe, com a entrada de Fernando Torres no lugar de Fábregas. E o atacantedo Chelsea, tão contestado, fez a parte dele.

Logo aos 4 minutos de bola rolando, Xavi deu bela enfiada para David Silva. O atacante perdeu a bola, mas ela sobrou para Torres, que apareceu na cara do goleiro e fez 1 a 0. Depois, a Espanha sobrou em campo, mas não balançou as redes novamente, o que só foi conseguir aos 3 minutos da segunda etapa.

E a jogada foi novamente de Torres, que chutou forte, Given não segurou, e Silva fez no rebote. O show continuava e o terceiro gol saiu aos 25, com Torres, que recebeu do seu companheiro de ataque e bateu na saída da goleiro. Aos 37, Fábregas, substituto de Torres, fez jogada individual na área, chutou forte, e fechou o placar. A Irlanda, derrotada, é a primeira eliminada da Eurocopa.

 

Itália empata com Croácia e fica ameaçada

Assim, a seleção italiana somou apenas dois pontos em duas partidas

A Itália está ameaçada de ser eliminada na primeira fase da Eurocopa. Nesta quinta-feira, a equipe apenas empatou por 1 a 1 com a Croácia em Poznan, na Polônia, pela segunda rodada do Grupo C, e segue sem vencer nesta edição do torneio continental. Assim, a seleção italiana somou apenas dois pontos em duas partidas, enquanto a equipe croata está com quatro pontos.

A seleção italiana começou a partida mais ofensiva e criou várias chances de gol nos 15 minutos iniciais, principalmente com o atacante Balotelli, que, inclusive, obrigou o goleiro Pletikosa a fazer uma boa defesa. A Croácia ainda tentou equilibrar a partida ao apostar em contra-ataques velozes, mas não teve sucesso nas tentativa de ameaçar a meta defendida por Buffon.

Já a Itália permaneceu no ataque, com Cassano dando trabalho a Pletikosa. O goleiro, porém, não conseguiu evitar o gol da Itália aos 39 minutos. Em cobrança de falta da entrada da área, Pirlo acertou o canto direito da meta defendida pelo goleiro croata.

Em desvantagem, a Croácia voltou mais ofensiva no segundo tempo, conseguiu equilibrar o duelo e até mesmo dominar a Itália em alguns momentos. Assim, aos 26 minutos, a equipe empatou o duelo. Vokujevic cruzou para Mandzukic, que finalizou para igualar o duelo com o seu terceiro gol nesta edição da Eurocopa. Assim, ele passou a dividir a artilharia da competição com o russo Alan Dzagoev e o alemão Mario Gomez.

A segunda rodada do Grupo C da Eurocopa prossegue nesta quinta-feira com o duelo entre Espanha e Irlanda. Na última rodada da chave, na segunda-feira, a Itália vai enfrentar a seleção irlandesa, enquanto os croatas medirão focas com os espanhóis.

 

Classificação

Grupo A
Clube PG JG VI EM DE GP GC SG %A
1  Rússia 4 2 1 1 0 5 2 3 66.7
2  República Tcheca 3 2 1 0 1 3 5 -2 50.0
3  Polônia 2 2 0 2 0 2 2 0 33.3
4  Grécia 1 2 0 1 1 2 3 -1 16.7
 
Grupo B
Clube PG JG VI EM DE GP GC SG %A
1  Alemanha 6 2 2 0 0 3 1 2 100.0
2  Dinamarca 3 2 1 0 1 3 3 0 50.0
3  Portugal 3 2 1 0 1 3 3 0 50.0
4  Holanda 0 2 0 0 2 1 3 -2 0.0
 
Grupo C
Clube PG JG VI EM DE GP GC SG %A
1  Espanha 4 2 1 1 0 5 1 4 66.7
2  Croácia 4 2 1 1 0 4 2 2 66.7
3  Itália 2 2 0 2 0 2 2 0 33.3
4  Irlanda 0 2 0 0 2 1 7 -6 0.0
 
Grupo D
Clube PG JG VI EM DE GP GC SG %A
1  Ucrânia 3 1 1 0 0 2 1 1 100.0
2  Inglaterra 1 1 0 1 0 1 1 0 33.3
3  França 1 1 0 1 0 1 1 0 33.3
4  Suécia 0 1 0 0 1 1 2 -1 0.0
LegendaPG – Pontos Ganhos | JG – Jogos Disputados | VI – Vitórias | EM – Empates
DE – Derrotas | GP – Gols Pró | GC – Gols Contra | SG – Saldo de Gols
%A – Porcentual de Aproveitamento de Pontos


 
 
Classificados às Semifinais