ICFUT – Adversário do Brasil na Copa, Camarões pode enfrentar greve

Fonte: lancenet

Jogadores da seleção africana estão insatisfeitos com a premiação oferecida pelos dirigentes pela disputa da Copa do Mundo. Eto’o é o líder do movimento grevista

Eto'o - Camarões - Gols pela seleção: 55 (Foto: Alessandro Bianchi/REUTERS)
Eto’o e seus companheiros querem um prêmio melhor (Foto: Alessandro Bianchi/REUTERS)

Mais uma vez a seleção de Camarões se vê às voltas com problemas de bastidores e ameaça de greve. A equipe africana é a terceira adversária do Brasil na primeira fase da Copa do Mundo. Segundo a imprensa camaronesa, o problema está em torno do prêmio a ser pago aos jogadores que disputarem o Mundial.

O Ministério dos Esportes e a Federação Camaronesa de Futebol teriam oferecido inicialmente 40 milhões de francos CFA (equivalente a R$ 50 mil) a cada jogador pela disputa da Copa. O valor, porém, foi rejeitado pelos atletas.

Um dos líderes do movimento é o atacante do Chelsea, Eto’o. A proposta chegou a ser aumentada para quase R$ 57 mil, mas novamente foi rejeitada. Os jogadores camaroneses ameaçam não entrar em campo no amistoso do próximo dia 1º de junho, contra o Borussia Mönchengladbach, na Alemanha.

Uma nova reunião entre jogadores e dirigentes ocorrerá na próxima quinta-feira. A seleção de Camarões já entrou em greve anteriormente, também liderada por Eto’o, por conta de premiações. Na ocasião os jogadores se recusaram a disputar um amistoso contra a Argélia em 2011. Camarões está no Grupo A, ao lado de Brasil, Croácia e México.

Por Edgar – Drogba é homenageado, mas cai diante de Chelsea.

Drogba é ovacionado, mas, em campo, acaba ofuscado por Eto’o

Os holofotes estavam todos em Didier Drogba. Afinal, o marfinense voltava pela primeira vez ao Stamford Bridge, desta vez vestindo a camisa do Galatasaray. Mas, pelos Blues, outro africano tratou de brilhar. Escalado como titular, Samuel Eto’o abriu o placar da vitória dos ingleses por 2 a 0, jogou bem e travou um duelo de opostos com a estrela da equipe turca.

Torcida Drogba Chelsea x Galatasaray (Foto: AFP)