ICFUT ESTÁDIOS – Estádio Doutor Jayme Cintra – Paulista FC – Jundiaí

Fonte: Wikipedia.com

O Estádio Doutor Jayme Pinheiro de Ulhôa Cintra, conhecido como Estádio Jayme Cintra, é um estádio de futebol brasileiro, precisamente paulista. Localizado na cidade de Jundiaí, é propriedade do Paulista Futebol Clube, para seus jogos de futebol. Fica localizado na Praça Doutor Salim Gebran, 1 – Jundiaí (SP).

Foi inaugurado em 30 de maio de 1957, com um amistoso entre Paulista e Palmeiras, no qual o Paulista venceu por 3 a 1. O primeiro gol do estádio foi marcado pelo atacante Belmiro, do time da casa.

Quem foi Jayme Cintra?
Busto do Dr. Jayme Pinheiro de Ulhôa Cintra localizado no Complexo Fepasa em Jundiaí

O nome do estádio é oriundo de um ex-presidente da antiga e extinta Companhia Paulista de Estradas de Ferro, cujos funcionários fundaram o clube em 1909.

Jayme Pinheiro de Ulhôa Cintra nasceu no dia 1º de maio de 1886, na cidade de Campinas. Formou-se engenheiro civil em 1907 pela Escola Politécnica, atualmente da Universidade de São Paulo, como primeiro aluno da turma, situação única que lhe garantiu colocação na Companhia Paulista de Estradas de Ferro, como engenheiro praticante, em 1908.

Exerceu o cargo de presidente da Companhia de 1º de janeiro de 1950 a 1º de junho de 1961. Faleceu em 1º de junho de 1962.

Foi um dos principais responsáveis pela construção e iluminação do estádio.

Final da Copa do Brasil 2005

ICFUT – Acidente nas obras do estádio do Corinthians deixa mortos

Fonte: globo

Estrutura caiu sobre arquibancadas na tarde desta quarta-feira (27).
Helicópteros da PM foram encaminhados para socorrer feridos..

Um acidente nas obras do estádio do Corinthians, ocorrido na tarde desta quarta-feira (27), deixou três pessoas mortas, de acordo com o Corpo de Bombeiros. Uma estrutura, que seria um guindaste e estava do lado de fora do estádio, tombou e atingiu parte da estrutura das arquibancadas. Em nota, o Corinthians lamentou o acidente no estádio que vai abrir a Copa do Mundo 2014. A construtora Odebrecht, que lidera o consórcio que faz a obra, informou que ainda vai se pronunciar sobre o acidente.

O acidente mobilizou equipes dos bombeiros, do Samu e da Polícia Militar (PM). Às 13h45, o PM tenente Gonzaga,  que estava na obra, informava que, além dos mortos, havia uma pessoa presa nas ferragens e um helicóptero da corporação aguarda a remoção para fazer o resgate.

Mapa estádio Itaquerão (Foto: Editoria de Arte/G1)

Um caminhão que estava nesta área externa foi atingido e um operário, que ficou preso dentro da cabine, morreu, de acordo com os bombeiros.

A PM chegou a informar, por volta das 13h20, que socorreu duas pessoas feridas com ajuda do helicóptero Águia da PM. Segundo coronel Maria Yamamoto, chefe da comunicação da PM, os dois funcionários se feriram após duas gruas da obra se desprenderem e os atingirem.

O estádio do Corinthians foi o local escolhido pela Fifa para o jogo de abertura da Copa do Mundo no dia 12 de junho de 2014, que será entre a seleção brasileira e um adversário a ser definido no sorteio das chaves do Mundial no dia 6 de dezembro, na Costa do Sauipe (BA).
O acidente
Os bombeiros afirmaram ter sido chamados para atender ocorrência na  Avenida Miguel Ignácio Curi, 900, Itaquera, São Paulo, às 12h54. No horário, operários faziam a colocação de estruturas em um arco na fachada do estádio.

Os operários foram dispensados e deixavam o estádio por volta das 13h45. Adilan Freitas, de 30 anos, que trabalha na obra, relatou que o acidente aconteceu quando um guindaste subia a última peça da cobertura. “Ouvi só o barulho de trincar o painel”, relatou. Ele contou que estava distante, mas que mesmo assim foi possível ouvir o barulho.

Almoço evitou tragédia maior
Operário da obra do estádio do Corinthians José Mário da Silva ,48 anos, afirmou que haveria mais mortes em acidente com guindaste na tarde desta quarta-feira  se a maioria dos funcionários não estivesse em horário de almoço.

Passei embaixo da estrutura para ir almoçar. Se não tivesse sido na hora do almoço muito mais gente poderia ter morrido. Eu poderia não estar vivo"

José Mario da Silva, operário

"Passei embaixo da estrutura para ir almoçar. Se não tivesse sido na hora do almoço muito mais gente poderia ter morrido. Eu poderia não estar vivo. Só ouvi o barulho. Ele colocava a última peça da cobertura, que era a mais pesada", disse Silva que trabalha há quatro anos na obra.

Corinthians lamenta mortes
A assessoria de imprensa do Corinthians confirma a ocorrência do acidente que deixou funcionários que trabalhavam no Itaquerão feridos, mas não soube informar detalhes. "A diretoria do Sport Club Corinthians Paulista vem a público lamentar profundamente o acidente ocorrido há pouco na Arena Corinthians. Não existem outra informações no momento", informou em nota.

Policiais civis do 65º DP, Artur Alvim, foram ao local do acidente pelo fato dele ter ocorrido na área de atuação da delegacia.

Terceiro acidente fatal em estádios da Copa
Este foi o terceiro acidente com mortes em estádios que estão sendo construídos ou reformados para a Copa do Mundo de 2014, que será realizada no Brasil. O primeiro foi no Estádio Nacional de Brasília, em junho de 2012, com a morte de um operário de 21 anos que caiu de 30 metros de altura. A segunda foi na Arena da Amazônia, em Manaus, em março deste ano, quando morreu outro trabalhador que caiu de uma altura de cinco metros.

Em abril, outra morte de operário foi registrada nas obras do novo estádio do Palmeiras, que não vai ser usado na Copa do Mundo.

Um caminhão que estava do lado de fora do estádio foi atingido e um operário ficou preso dentro da cabine morreu, de acordo com os bombeiros. Dois feridos foram socorridos pelo helicóptero Águia da PM. (Foto: Reprodução/TV Globo)Um caminhão que estava do lado de fora do estádio foi atingido e um operário ficou preso dentro da cabine morreu, de acordo com os bombeiros. Dois feridos foram socorridos pelo helicóptero Águia da PM. (Foto: Reprodução/TV Globo)

Por Cleber Aguiar – Fifa define hoje vagas para o mundial do Brasil 2014.

Fonte: O Estado de São Paulo

Fifa define hoje as vagas para o Mundial

Distribuição dos lugares é feita por continente; África e Concacaf brigam para ter mais seleções em relação a 2010

ZURIQUE

Fifa vai definir hoje, em reunião do Comitê Executivo, o número de vagas para cada continente na Copa do Mundo de 2014. É possível que ocorra alteração em relação à distribuição feita para o Mundial da África do Sul. São 32 vagas, que serão divididas por Europa, América, Ásia, África e Oceania.

A reunião pode ter alguma tensão, pois África e Concacaf reivindicam o aumento de vagas em relação à competição de 2010. Os africanos puderam classificar cinco países, mais a anfitriã África do Sul e querem conservar as seis posições. Não será fácil.

Na teoria, a Concacaf (mandou três seleções e quer ter quatro representantes no Brasil) tem mais chances. Isso, porém, poderia influir no número de vagas da América do Sul -cinco em 2010, uma vez que o Uruguai entrou na repescagem, ao bater um representante da Concacaf, a Costa Rica.

A Fifa está dividida. As alternativas iniciais que estuda são: dar cinco vagas diretas à América do Sul por meio das Eliminatórias, o que deixaria o continente com seis representantes, pois o Brasil está garantido; manter as quatro vagas diretas e também a repescagem entre o quinto das Eliminatórias e o quarto da Concacaf; ou reviver a repescagem entre América do Sul (o quinto colocado) e a Oceania, para dar mais uma vaga à Concacaf.

Em 2010, as vagas na Copa foram distribuídas da seguinte maneira: 13 para a Europa, quatro para a América do Sul, três para a Concacaf, cinco para a da África, quatro para a Ásia, além de vagas na repescagem (Uruguai e Nova Zelândia) e da África do Sul (país-sede).

Na reunião de hoje, em Zurique, também serão escolhidas as sedes dos Congressos da Fifa em 2012 e 2013 e os países que receberam, de 2012 a 2015, Mundiais sub-17, sub-20 e feminino.

Confederações: cidades e datas saem em julho

A Fifa vai decidir até o final do mês de julho as cinco cidades brasileiras que vão receber jogos da Copa das Confederações, assim como o período de disputa. O torneio deve ser realizado entre os meses de junho e julho e vai servir como teste para a Copa do Mundo de 2014. Serão, no total, 16 partidas.

A intenção é de que só sejam escolhidas para a Copa das Confederações cidades cujos estádios para o Mundial estejam concluídos até dezembro de 2012. Pode haver exceção, porém. São Paulo, por exemplo, não deve ter o Itaquerão pronto antes de abril de 2013, quase às vésperas do torneio preparatório.

Mesmo assim, é forte o trabalho para que o Estado seja incluído no torneio pré-Copa. O Palmeiras já ofereceu a Arena Palestra como alternativa. Mas o estádio também só deverá ficar pronto em abril de 2013.

Brasil, Espanha e Japão estão confirmados na Copa das Confederações.

ICFUT – FPF libera mais três estádios para o Paulistão 2011

Fonte: http://www.futebolinterior.com.br

Assim, Mirassol, São Bernardo e Paulista podem receber as partidas da primeira rodada

A Federação Paulista de Futebol (FPF) divulgou na tarde desta terça-feira que mais três estádios foram liberados pelo Ministério Público de São Paulo para receberem partidas do Campeonato Paulista de 2011.

O Primeiro de Maio, do São Bernardo, o Jayme Cinta, do Paulista de Jundiaí, e o José Maria de Campos Maia, do Mirassol, já estão regularizados. Assim, Tigre, Galo do Japi e o Leão da Araraquarense poderão receber os jogos na estreia da competição.

O São Bernardo recebe o Grêmio Prudente, no próximo sábado, pela primeira rodada do Paulistão, enquanto o Mirassol terá pela frente a Ponte Preta, no domingo, no José Maria de Campos Maia, o Maião. Já o Paulista enfrenta o Ituano também no domingo, em Jundiaí.

Assim, apenas quatro estádios ainda não foram liberados oficialmente pela FPF, são eles: Moisés Lucarelli, da Ponte Preta, Bruno José Daniel, do Santo André, Novelli Junior, do Ituano, e Nabi Abi Chedid, do Bragantino.

ICFUT – Fifa pede silêncio ao Corinthians sobre estádio

Fonte: http://www.terra.com.br

Projeto original de Itaquera não atende capacidade exigida para abertura

Segundo informações publicações no jornal Folha de S. Paulo, a Fifa e o Comitê Organizador da Copa do Mundo de 2014 enviaram um e-mail ao departamento de marketing do Corinthians pedindo silêncio sobre o estádio de Itaquera, cotado pare receber a abertura do Mundial.

Com o início da construção previsto para março, o estádio ainda tem indefinições – a principal delas é quanto à capacidade, o que interfere em sua participação na Copa. Para evitar novas polêmicas, a entidade pediu que o clube “não divulgue nada referente ao Itaquerão”, informa o jornal.