Por Cleber Santista – Vejam as celebridades do futebol que não conseguiram se eleger nessas eleições de 2014

Roberto Dinamite – O ex-jogador e atual presidente do Vasco teve 9.452 votos para deputado estadual no Rio de Janeiro, pelo PMDB. Ele não conseguiu ser eleito.

Mazaropi – O ex-goleiro do Grêmio tentou ser eleito deputado estadual pelo PC do B, mas não conseguiu. No Rio Grande do Sul, ele teve 4.721 votos.

Reinaldo – Que conseguiu pouco mais de 800 votos na campanha para a Câmara Federal.

Marcelinho Carioca  – Fracassou em mais uma tentativa de entrar no mundo da política. O ex-jogador do Corinthians com 43 mil votos.

Tarciso Flecha Negra – O ex-ponta direita do Grêmio não conseguiu se tornar deputado estadual no Rio Grande do Sul. Ele é do PSD e obteve 10422 votos.

Sandro Sotilli – O ex-atacante teve 7.689 votos para deputado estadual no Rio Grande do Sul. Ele é do PSB.

Dinei – Ex-jogador do Corinthians, Claudinei Alexandre Pires, o Dinei, concorreu a deputado federal pelo Solidariedade em São Paulo e teve 1.541 votos. Não foi eleito.

Washington Coração Valente – O ex-centroavante do Atlético-PR, Grêmio, Ponte Preta, Fluminense e São Paulo, entre outros, Washington Stecanela Cerqueira, disputou cargo de deputado federal pelo PDT do Rio Grande do Sul. Obteve 33.492 votos mas não conseguiu se eleger.

Esquerdinha, o massagista que invadiu o campo – Não deu certo, para   e impediu um gol do Tupi contra o Aparecidense em partida da Série D de 2013. Candidato a deputado estadual em Goiás, ele amargou uma bola fora: apenas 136 votos.

Jamelli –  Ex – Santos e São Paulo, obteve somente 2.033 votos pelo PCdoB.

O ex-jogador Iranildo, candidato derrotado a uma vaga na Câmara Legislativa do DF

Paulo Rink – Ex-jogador do Atlético-PR e Santos, Paulo Rink, que chegou a se naturalizar alemão para jogar pela seleção da Alemanha, não conseguiu se eleger deputado federal no Paraná. Ele concorreu pelo PPS e obteve 19.307 votos.

Zé Augusto – Ex-jogador do Paysandu nos anos 90, José Augusto da Conceição, o Zé Augusto, concorreu a deputado estadual no Pará pelo PTdoB, e obteve 14.721 votos. Não conseguiu se eleger.

Marques – Ex – Atlético Mineiro e Corinthians, obteve 39.027 pelo PTB.

Ademir da Guia – O ex-jogador do Palmeiras teve 23.195 votos para deputado estadual, em São Paulo. O Divino, como é chamado, teve 0,11% dos votos, pelo PRP.

Raul Plassmann – O ex-goleiro do Cruzeiro e Flamengo nos anos 70/80 disputou as eleições para deputado federal em Minas Gerais pelo PSC. Obteve 9.082 votos e não se elegeu.

Por Cleber Santista – Vejam as celebridades do futebol que foram eleitas nas eleições de 2014

Romário – Foi eleito senador pelo PSB do Rio de Janeiro com 4,6 milhões de votos.

Danrlei – O ex-goleiro do Grêmio ficou entre os candidatos a deputado federal com mais votos no Rio Grande do Sul. O deputado do PSD teve 158.520 votos e foi reeleito

Bebeto – O ex-atacante da seleção brasileira foi votado por 61.079 eleitores. Ele foi eleito deputado estadual pelo Solidariedade.

Jardel – O ex-camisa 9 do Grêmio teve 41.227 votos no Rio Grande do Sul e conseguiu ser eleito deputado estadual pelo PSD.

Bobô – Raimundo Tavares, o ex-jogador do Fluminense, São Paulo, Corinthians e Bahia, teve 25.892 votos para deputado estadual pelo  PC do B da  Bahia. Ele foi eleito.

Deley – Ex-jogador do Fluminense  Wanderley Alves de Oliveira recebeu 48.874 votos e foi eleito deputado federal pelo Rio de Janeiro concorrendo pelo PTB. Será o quarto mandato dele na Câmara dos Deputados

Evandro Leitão – O presidente do Ceará, que já ocupava uma cadeira na Assembleia Legislativa (AL) como suplente, agora ganha um mandato de quatro anos pelo PDT.

Osmar Baquit – Já o presidente do Fortaleza foi reeleito e terá mais quatro anos na AL como parlamentar do PSD.

 Andrés Sanchez – O ex-presidente do Corinthians, foi eleito deputado federal pelo PT  em  São Paulo com mais de 168 mil votos.

Fernando B. Coelho – ex-presidente do Santa Cruz e ex-ministro da Integração Nacional, foi eleito senador pelo PSB de  Pernambuco

Evandro Roman – Deputado Federal eleito Evandro Roman (PSD), Roman foi secretário de Esporte e Turismo do Paraná, e também árbitro de futebol.

João Leite – ex-Atlético-MG, Eleito deputado pelo PSDB de Minas com 63.623 votos.

Gustavo Carvalho –  Presidente do América-RN, eleito Deputado estadual pele PROS com 57.757 votos.

Sérgio Frota –  Que preside o Sampaio Corrêa-MA eleito Deputado Estadual pelo PSDB com 30.525 votos.

Marcos Barbosa –  Presidente do CRB-AL, eleito Deputado Estadual pelo PPS com 27.892 votos.