ICFUT- Corinthians e Botafogo têm atletas infectados com coronavírus

Fonte: Jornal de Jundiaí – http://www.jj.com.br

Pouco antes de reiniciar os treinos presenciais no Estádio Nilton Santos ontem (20), o Botafogo divulgou o resultado de 353 testes para identificar o novo coronavírus, feitos semana passada por funcionários, jogadores e respectivos familiares. Ao todo, 17 pessoas testaram positivo para covid-19: cinco atletas, seis familiares e seis membros da comissão técnica.

De acordo com nota oficial, publicada no site do Alvinegro Carioca, os atletas já iniciaram o período de isolamento social e estão com acompanhamento diário do Departamento Médico. Os atletas que testaram positivo começaram a treinar de forma on-line.

Outro clube que divulgou resultados dos testes de covid-19 ontem (20) foi o Corinthians. Em nota oficial, o Timão revelou que dos 190 testes realizados entre os dias 18 e 19 da semana passada, 13 deram positivo. São oito atletas infectados – os nomes não foram divulgados – que estão assintomáticos. Eles ficarão afastados das atividades do Centro de Treinamento (CT) por dez dias e serão submetidos a novos exames. Além dos oito jogadores em tratamento, outros 13 atletas do elenco profissional já contraíram a doença e estão recuperados.

Outras cinco pessoas da comissão técnica e de outros departamentos do CT também foram diagnosticadas com o vírus e seguirão o mesmo cronograma de avaliações dos atletas. Entre elas, o massagista Raimundo “Ceará”, o único que teve o nome divulgado na nota oficial do Corinthians. Ceará apresentou sintomas da doença, chegou a ser hospitalizado, mas vem se recuperando. Como o massagista faz parte do grupo de risco – acima dos 60 anos -, ele não retornará às atividades, assim como os demais funcionários do CT.

O atacante Jô, recém-contratado, ainda não foi testado, o que deve ocorrer nos próximos dias.

Amanhã (22) está prevista a reapresentação de 19 jogadores, apenas para retirarem equipamentos de proteção individual (EPIs) e materiais de treino – uniformes e chuteiras devem ser higienizados pelos atletas em suas casas. As atividades físicas presenciais estão programadas para recomeçarem na terça-feira (23).

ICFUT – Inter lança camiseta e doará renda a hospitais em combate ao coronavírus

Fonte: Globoesporte.com

Ideia do clube é auxiliar pacientes em tratamento contra a Covid-19

O Internacional vai lançar nos próximos dias a camiseta especial para arrecadar fundos para hospitais que combatem o novo coronavírus. O GloboEsporte.com teve acesso ao modelo que será vendido para reverter toda a renda ao tratamento dos pacientes com Covid-19.

A camiseta tem o goleiro Marcelo Lomba, o zagueiro Víctor Cuesta, o meia D’Alessandro e o centroavante Paolo Guerrero, referências do atual elenco colorado, junto com a frase “Juntos vencemos”. A peça já está à venda no site do clube por R$ 49,90.
O lançamento das camisetas não é uma ação isolada do clube. Desde a paralisação do futebol, o Inter usa suas redes sociais para conscientizar a torcida sobre os riscos do coronavírus e também para entreter com brincadeiras e interações com jogadores.

A diretoria também tem dois projetos para ajudar profissionais autônomos e pequenos empresários com venda de créditos a ser usado no futuro. Recentemente, o clube doou cestas básicas arrecadadas por meio de sistema “drive-thru”. Os torcedores precisavam apenas ir de carro até o Centro de Eventos do Beira-Rio, e voluntários retiravam os produtos sem contato físico

ICFUT – Flamengo busca empréstimo de R$ 40 mi para ganhar fôlego durante pandemia

Fonte: O Globo

Objetivo é dar tranquilidade para o rubro-negro calcular os impactos da crise do novo coronavírus no clube

Nem mesmo o Flamengo está livre dos problemas financeiros causados pelo novo coronavírus. Para se proteger, o rubro-negro recorreu a uma linha de crédito pré-aprovada para fazer um empréstimo bancário de R$ 40 milhões. A intenção é manter o fluxo de caixa e ganhar fôlego durante a pandemia.
A informação foi inicialmente divulgada pelo jornalista Gustavo Henrique e confirmada pelo GLOBO. Internamente, a avaliação é que o empréstimo dará tranquilidade para o Flamengo agir e calcular os impactos que a pandemia trará sobre as finanças dos clube. A manobra é considerada normal.
Até o momento, além da ausência de jogos que trouxe problemas para bilheteria e sócio-torcedor, o rubro-negro viu a Adidas, fornecedora de material esportivo do clube, não depositar uma das parcelas semestrais que deve pagar ao Flamengo por contrato. O valor gira em torno de torno de R$ 8,8 milhões.
O Azeite Royal, empresa que tinha patrocínio no calção do uniforme rubro-negro, pediu a rescisão unilateral do contrato.
Anteriormente, o blog Dinheiro FC, do GLOBO, revelou que o Flamengo publicou em seu balanço financeiro de 2019 uma projeção a respeito das finanças do clube diante da pandemia do novo coronavírus. Na visão da diretoria rubro-negra, os impactos são “absorvíveis”.
“Em relação à pandemia do COVID 19 que se alastrou pelo mundo e começou a impactar a região em meados de março, a Administração do CRF fez um teste de stress usando as informações disponíveis e projetando um cenário de interrupção de jogos por até 3 meses. A conclusão é de que os impactos financeiros são absorvíveis e não representam risco de continuidade nas operações.
Acredita-se que a situação é transitória e que as receitas do clube, com exceção de bilheteria não sofrerão alterações significativas neste período, podendo ser compensados ainda ao longo do ano”, diz a publicação.
Em 2019, o Flamengo atingiu R$ 950 milhões de receita bruta. O número final é maior do que o estimado pelo clube no relatório de gestão, documento publicado antes da auditoria.