ICFUT–AMISTOSO: BRASIL 2 X 0 CORÉIA DO SUL

Fonte: lancenet

Neymar e Oscar fazem os gols da Seleção em amistoso na Ásia

Neymar durante o jogo com a Corea. (Foto: Mowa Press)
Neymar comemora durante o jogo com a Coreia (Foto: Mowa Press)

O dia das crianças começou do outro lado do mundo com uma celebração com a Seleção Brasileira. Neymar e Oscar, os dois jogadores mais jovens da equipe escalada por Luiz Felipe Scolari marcaram na vitória por 2 a 0 em cima da Coreia do Sul, em amistoso neste sábado de manhã em Seul, em partida em que os rivais abusaram das faltas.

O JOGO
Felipão optou por utilizar o esquema que usou na Copa das Confederações. Da base que venceu o torneio, colocou apenas Dante e Jô nos lugares dos lesionados Thiago Silva e Fred, o resto do time, era o mesmo. E o Brasil começou melhor e pressionando. Logo no início, Marcelo levantou para David Luiz, que não alcançou, e Hulk que teve boa, chance, mas chutou em cima de Sung-Ryong.

Ao ver a ofensividade do Brasil, a Coreia começou a bater. Apenas nos primeiros 10 minutos, Neymar tinha apanhado três vezes. A Seleção, que não estava lá tão organizada, ou até não muito interessada no jogo mesmo, acabou mostrando certo nervosismo, e os asiáticos cresceram no jogo, e até ensaiaram uma pressão com boas chances.

A Coreia bateu tanto, que foi penalizada com um gol de falta do Brasil. Neymar, de 21 anos, o mais jovem do time titular, cobrou bem no cantinho, e o goleiro demorou a pular. Acabou aceitando.

SEGUNDO TEMPO
Para a etapa final, Felipão resolveu mudar o esquema e tirou Hulk para colocar Ramires e povoar o meio-campo. Logo no primeiro minuto, a Coreia teve logo uma chance, e Jefferson fez boa defesa.

Na sequência, o Brasil conseguiu logo demonstrar sua superioridade e saiu o gol do segundo mais jovem da equipe que começou o jogo: Oscar, com 22 anos. Recebeu ótimo lançamento de Paulinho, e finalizou na saída de Sung-Ryong.

Daí para o fim, a Coreia voltou a tentar a atacar, mas não conseguiu, e as seleções começaram a fazer aquelas várias substituições típicas dos amistosos. Até tiveram algumas chances, mas nenhuma muito clara, e o resultado ficou mesmo no 2 a 0 para o Brasil, apesar dos erros sucessivos de passes do Brasil na reta final.

Na próxima terça-feira, a Seleção enfrenta a Zâmbia na China.

Melhores momentos e gols

ICFUT–AMISTOSO: Coreia do Sul x Brasil e links ao vivo

Fonte: futebolinterior

Será o penúltimo amistoso do time canarinho no ano

Campinas, SP, 11 (AFI) – Os amantes do futebol brasileiro terão de acordar cedo neste sábado. A Seleção Brasileira fará o seu 10º amistoso do ano contra a Coreia do Sul, às 8 horas, no estádio World Cup Stadium, em Seoul, capital da Coreia do Sul. O estádio é o mesmo em que o Brasil venceu a Turquia na semifinal da Copa do Mundo de 2002. Será o penúltimo amistoso do time canarinho no ano e muito provavelmente o antepenúltimo antes da Copa do Mundo.

A Rádio Futebol Interior trará todas as emoções desta partida com a sua equipe campeã. Júlio Nascimento vai narrar, com comentários de Miguel Salek e reportagens de Thiago Farias. O Placar Ao Vivo também estará acompanhando o jogo.

Por mais que seja uma seleção de desconhecidos para a maioria dos jogadoresbrasileiros, a Coreia do Sul é encarada pelo técnico Felipão como um adversário forte. Presente em todas as Copas do Mundo desde 1986, Os Tigres Asiáticos, como são conhecidos os jogadores da seleção coreana, já garantiram a vaga para a Copa de 2014, no Brasil. Por isso, o confronto deste sábado colocará frente a frente duas seleções com muita experiência no campeonato mundial.

Vindo de uma vitória convincente contra Portugal por 3 a 1, a seleção Brasileira chegou com bastante antecedência em Seoul para que os jogadores se adaptassem ao fuso horário. Mesmo assim, o lugar escolhido para o amistoso recebeu duras críticas de Felipão. Na entrevista coletiva concedida na última quinta-feira, o treinador brasileiro reclamou da empresa que detém os direitos dos amistosos da Seleção. Na visão de Felipão, jogar tão longe do país causa muitos desgastes aos jogadores.

Neymar deu susto, mas joga
Depois de um encontrão com Hernanes no treinamento de quinta-feira, o atacante Neymar, principal estrela da Seleção Brasileira precisou sair com o auxílio dos médicos e foi poupado do restante da atividade. Com isso, ficou no grupo a expectativa sobre a presença do craque entre os titulares, suspense que terminou na sexta-feira, quando o atacante treinou normalmente.

Com isso, a Seleção Brasileira entrará em campo com a base que disputou a Copa das Confederações. As únicas mudanças são Jefferson, no lugar de Júlio César e Dante no lugar de Thiago Silva. As duas mudanças acontecem por motivo de lesão.

“Em princípio, eu devo sair com a equipe base da Copa das Confederações. Com o passar do jogo, vou fazer as trocas que eu acho necessárias. Coisas que eu quero observar nesses dois jogos”, destacou Felipão.

Em relação ao time que venceu Portugal no último amistoso, a principal mudança será a volta de Hulk no lugar de Bernard. O ex-jogador do Galo foi muito elogiado na ocasião, mas Felipão mostra que ainda cofia muito em Hulk e no esquema com três atacantes.

Olho vivo no ataque sul-coreano
Se o time da Coreia do Sul até alguns anos atrás era todo formado por jogadores que atuavam no próprio país, a realidade atual mudou. Nos convocados que enfrentaram o Brasil neste sábado há jogadores que atuam na Inglaterra, na Alemanha, no Oriente Médio e também no Japão. O principal destaque dos Tigres Asiáticos está no ataque, Ji Dong-Won, que atua no Sunderland, da Inglaterra é apontado como um dos maiores jogadores do país nos últimos tempos. Ao lado dele, atua outro jogador “estrangeiro”, Koo Jacheol, do Wolfsburg, da Alemanha.

A equipe ficou na segunda colocação do Grupo A nas eliminatórias asiáticas. Além dos coreanos, Irã, Austrália e Japão também garantiram vaga pelo continente.

links ao vivo