RETRÔ ICFUT – SÃO PAULO CAMPEÃO DA SUL-AMERICANA 2012

Sao-Paulo_Sulamericana_1280x1024

5 GOLS
LDU Loja-EQU – 
Fábio Renato
Universidad Catolica-CHI – Rios

4 GOLS
Liverpool-URY – Nunez
Millionarios-COL – Renteria

Final
1ª RODADA
5/12 – 21h50 Tigre-ARG 0 x 0 São Paulo-BRA
2ª RODADA
12/12 – 22h00 São Paulo-BRA 2 x 0 Tigre-ARG

 

Semifinal
1ª RODADA
22/11 – 20h15 Universidad Católica-CHL 1 x 1 São Paulo-BRA
22/11 – 22h45 Tigre-ARG 0 x 0 Millonarios-COL
2ª RODADA
28/11 – 21h50 São Paulo-BRA 0 x 0 Universidad Católica-CHL
29/11 – 22h15 Millonarios-COL 1 x 1 Tigre-ARG

 

Quartas-de-final
1ª RODADA
30/10 – 21h50 Grêmio-BRA 1 x 0 Millonarios-COL
31/10 – 21h50 Universidad do Chile-CHL 0 x 2 São Paulo-BRA
1/11 – 20h15 Cerro Porteño-PRY 1 x 0 Tigre-ARG
1/11 – 22h45 Independiente-ARG 2 x 2 Universidad Católica-CHL
2ª RODADA
7/11 – 21h50 São Paulo-BRA 5 x 0 Universidad do Chile-CHL
8/11 – 20h15 Universidad Católica-CHL 2 x 1 Independiente-ARG
8/11 – 22h45 Tigre-ARG 4 x 2 Cerro Porteño-PRY
15/11 – 22h15 Millonarios-COL 3 x 1 Grêmio-BRA

 

Oitavas-de-final
1ª RODADA
25/09 – 19h15 Deportivo Quito-ECU 2 x 0 Tigre-ARG
25/09 – 21h30 Independiente-ARG 2 x 1 Liverpool-URY
26/09 – 22h00 Barcelona -ECU 0 x 1 Grêmio-BRA
26/09 – 22h00 LDU Loja-ECU 1 x 1 São Paulo-BRA
27/09 – 21h15 Colón-ARG 1 x 2 Cerro Porteño-PRY
2/10 – 19h15 Universidad do Chile-CHL 2 x 2 Emelec-ECU
2/10 – 21h45 Palmeiras-BRA 3 x 1 Millonarios-COL
3/10 – 20h15 Universidad Católica-CHL 2 x 0 Atlético-BRA
2ª RODADA
23/10 – 20h15 Cerro Porteño-PRY 2 x 1 Colón-ARG
23/10 – 22h45 Millonarios-COL 3 x 0 Palmeiras-BRA
24/10 – 19h30 Atlético-BRA 3 x 1 Universidad Católica-CHL
24/10 – 22h00 Grêmio-BRA 2 x 1 Barcelona -ECU
24/10 – 22h00 São Paulo-BRA 0 x 0 LDU Loja-ECU
25/10 – 20h15 Liverpool-URY 1 x 2 Independiente-ARG
25/10 – 22h45 Emelec-ECU 0 x 1 Universidad do Chile-CHL
25/10 – 22h45 Tigre-ARG 4 x 0 Deportivo Quito-ECU

 

Segunda fase
1ª RODADA
31/07 – 21h15 Grêmio-BRA 1 x 0 Coritiba-BRA
1/08 – 19h30 Atlético-BRA 1 x 1 Figueirense-BRA
1/08 – 21h50 Palmeiras-BRA 2 x 0 Botafogo-BRA
1/08 – 21h50 Bahia-BRA 0 x 2 São Paulo-BRA
16/08 – 21h30 Argentinos Juniors-ARG 1 x 2 Tigre-ARG
22/08 – 19h30 Boca Juniors-ARG 3 x 3 Independiente-ARG
23/08 – 21h50 Colón-ARG 3 x 1 Racing Club-ARG
28/08 – 19h15 Cobreloa-CHL 0 x 0 Barcelona -ECU
28/08 – 21h45 Olimpia-PRY 0 x 1 Emelec-ECU
28/08 – 21h45 Envigado-COL 1 x 1 Liverpool-URY
29/08 – 19h15 LDU Loja-ECU 0 x 1 Nacional-URY
29/08 – 21h45 Universidad Católica-CHL 2 x 0 Deportes Tolima-COL
29/08 – 21h45 Mineros de Guayana-VEN 2 x 2 Cerro Porteño-PRY
30/08 – 19h15 Deportivo Quito-ECU 2 x 1 Aurora-BOL
30/08 – 21h45 Guarani-PRY 2 x 4 Millonarios-COL
2ª RODADA
21/08 – 21h15 São Paulo-BRA 2 x 0 Bahia-BRA
22/08 – 19h30 Coritiba-BRA 3 x 2 Grêmio-BRA
22/08 – 22h00 Botafogo-BRA 3 x 1 Palmeiras-BRA
23/08 – 19h30 Figueirense-BRA 1 x 1 Atlético-BRA
29/08 – 19h15 Independiente-ARG 0 x 0 Boca Juniors-ARG
30/08 – 19h15 Tigre-ARG 4 x 1 Argentinos Juniors-ARG
30/08 – 21h45 Racing Club-ARG 1 x 2 Colón-ARG
18/09 – 20h15 Aurora-BOL 1 x 3 Deportivo Quito-ECU
18/09 – 20h15 Nacional-URY 1 x 2 LDU Loja-ECU
18/09 – 22h45 Emelec-ECU 0 x 0 Olimpia-PRY
18/09 – 22h45 Deportes Tolima-COL 3 x 1 Universidad Católica-CHL
19/09 – 20h15 Barcelona -ECU 4 x 3 Cobreloa-CHL
19/09 – 22h45 Cerro Porteño-PRY 4 x 0 Mineros de Guayana-VEN
19/09 – 22h45 Millonarios-COL 1 x 1 Guarani-PRY
20/09 – 20h15 Liverpool-URY 1 x 0 Envigado-COL

 

Primeira fase
1ª RODADA
24/07 – 19h15 Danubio-URY 0 x 0 Olimpia-PRY
24/07 – 21h30 Tacuary-PRY 0 x 1 Cobreloa-CHL
25/07 – 19h15 Liverpool-URY 3 x 0 Universitário Sucre-BOL
25/07 – 21h30 Deportivo Táchira-VEN 0 x 0 Barcelona -ECU
26/07 – 19h15 Guarani-PRY 0 x 1 Oriente Petrolero-BOL
26/07 – 21h30 Aurora-BOL 2 x 1 Cerro Largo-URY
26/07 – 21h30 O’Higgins-CHL 3 x 3 Cerro Porteño-PRY
31/07 – 16h15 Unión Comercio-PER 0 x 0 Envigado-COL
31/07 – 19h00 Deportes Iquique-CHL 2 x 0 Nacional-URY
31/07 – 21h15 Emelec-ECU 1 x 0 Universidad San Martin-PER
31/07 – 23h30 Deportes Tolima-COL 3 x 1 Deportivo Lara-VEN
1/08 – 19h30 Deportivo Quito-ECU 1 x 0 León de Huánuco-PER
2/08 – 16h15 Inti Gas-PER 0 x 0 Millonarios-COL
2/08 – 19h15 La Equidad-COL 0 x 1 Mineros de Guayana-VEN
2/08 – 21h30 Blooming-BOL 1 x 1 Universidad Católica-CHL
2/08 – 21h30 Monagas-VEN 0 x 2 LDU Loja-ECU
2ª RODADA
7/08 – 19h15 Cobreloa-CHL 2 x 2 Tacuary-PRY
7/08 – 21h45 Olimpia-PRY 2 x 1 Danubio-URY
8/08 – 19h15 Barcelona -ECU 5 x 1 Deportivo Táchira-VEN
8/08 – 21h45 Cerro Porteño-PRY 4 x 0 O’Higgins-CHL
9/08 – 19h45 Oriente Petrolero-BOL 1 x 2 Guarani-PRY
9/08 – 22h15 Mineros de Guayana-VEN 2 x 1 La Equidad-COL
9/08 – 22h15 Universidad Católica-CHL 3 x 0 Blooming-BOL
14/08 – 18h30 Cerro Largo-URY 0 x 0 Aurora-BOL
14/08 – 21h00 Nacional-URY 4 x 0 Deportes Iquique-CHL
14/08 – 23h30 Millonarios-COL 3 x 0 Inti Gas-PER
15/08 – 19h15 LDU Loja-ECU 4 x 2 Monagas-VEN
15/08 – 21h45 Envigado-COL 2 x 0 Unión Comercio-PER
16/08 – 19h00 Universitário Sucre-BOL 1 x 2 Liverpool-URY
16/08 – 21h30 Deportivo Lara-VEN 0 x 0 Deportes Tolima-COL
21/08 – 23h30 Universidad San Martin-PER 1 x 1 Emelec-ECU
23/08 – 16h00 León de Huánuco-PER 2 x 3 Deportivo Quito-ECU

Por Cleber Aguiar – Lucas se despede do São Paulo em busca de seu 1º título

Fonte: Folha Online

RAFAEL VALENTE
DE SÃO PAULO
VINÍCIUS BACELAR
COLABORAÇÃO PARA A FOLHA

Lucas chegou ao São Paulo com 13 anos, como Marcelinho, apelido que carregava da base do Corinthians. Hoje, aos 20, e conhecido nacionalmente com seu nome de batismo, disputa sua primeira e última final pelo clube.

O duelo contra o argentino Tigre, no Morumbi, pela Copa Sul-Americana pode encerrar um jejum de quatro anos sem títulos do clube. A possível alegria para os são-paulinos será dividida com tristeza por causa da despedida de Lucas.

O camisa 7 fez o último treino ontem e saiu da atividade após seus companheiros, com olhar cabisbaixo e de forma lenta. Depois, deu entrevista. Segurou as lágrimas e escolheu as palavras com o mesmo cuidado que tem ao executar uma jogada.

“Estou me segurando hoje. Passa um filme na minha cabeça: vejo desde quando saí de casa para dar meu primeiro chute até o último jogo que disputei pelo São Paulo”, disse.

  Luiz Pires – 11.dez.12/Divulgação Vipcomm  
Jogadores jogam isotônico em Lucas durante entrevista
Jogadores jogam isotônico em Lucas durante entrevista

Lucas não deu um grande depoimento sobre sua trajetória no São Paulo. Pelo contrário, foi repetitivo, mas reservou um espaço para listar e agradecer pessoas.

As lágrimas estavam sob controle, mas, ao ser surpreendido por sete colegas de time e levar um banho de isotônico, Lucas chorou.

“Cada etapa foi importante para esse momento. Tudo foi muito merecido. Lutei bastante para chegar aqui. Se não fossem os amigos, a família, as pessoas que trabalharam comigo, não teria conseguido. Cada dia procurei fazer o meu melhor.”

Lucas começou na escolinha de Marcelinho Carioca, ex-Corinthians. Depois passou pela base corintiana, mas a distância entre sua casa e o local de treino o levou para o São Paulo. Usufruiu da estrutura do CT de Cotia e estreou no profissional em 2010.

No time principal, trabalhou com Milton Cruz, Sérgio Baresi, Paulo César Carpegiani, Adilson Batista, Emerson Leão e Ney Franco. Jogou ainda com Rivaldo, Fernandão, Rogério e Luis Fabiano.

“Neste tempo, não mudei nada como pessoa. Como atleta, evoluí bastante, aprendi e melhorei na parte física e técnica, mas ainda tenho mais para evoluir.”

A principal revelação tricolor dos últimos anos ensaia sua despedida desde agosto, quando teve a venda para o Paris Saint-Germain concretizada. Independentemente da taça, Lucas vai deixar o clube com R$ 108 milhões nos cofres –preço que o time francês pagou por ele–, mas disse que sua missão é outra.

“Desde quando cheguei aqui sonho em ser campeão e agora tenho a oportunidade. Quero dar esse presente para a torcida. Dinheiro nenhum paga um título.”

NA TV
São Paulo x Tigre
21h50 – Band, Fox Sports e Globo

Por Cleber Aguiar – COM PÊNALTI NOS ACRÉSCIMOS, GRÊMIO LEVA VIRADA DO MILLONARIOS E ESTÁ FORA

Fonte: Globo.com

Derrota por 3 a 1, em Bogotá, determina fim do sonho de ser campeão da Sul-Americana e gera reclamação e confusão com árbitro Carlos Vera
A CRÔNICA

Não adiantou suportar a altitude. Fazer um gol no começo do jogo. E contar com a má pontaria dos atacantes rivais. Ao sofrer um gol aos 48 minutos do segundo tempo, em pênalti duvidoso, o Grêmio perdeu para o Millonarios, na noite desta quinta-feira, em Bogotá, e deu adeus ao sonho de ser campeão da Sul-Americana. Com o 3 a 1, foi eliminado em jogo marcado por confusão e agressão à arbitragem após o apito final.

O resultado foi suficiente para o time local, que havia perdido por 1 a 0, no último 30 de outubro, em Porto Alegre. Agora, o rival será o Tigre, da Argentina. Na outra semifinal, o São Paulo enfrentará o Universidad Católica, do Chile.

Ao Grêmio resta o Brasileirão. Domingo, às 19h30m, desafia a Portuguesa em São Paulo. Mesmo dia em que o Millonarios irá visitar o Junior, de Barranquilla, pelo Colombiano.

cosme gremio x millionarios (Foto: Reuters)

 

Grêmio parecia estar em casa

Pelo menos no primeiro tempo, não adiantou contar com a altitude de 2,6 mil metros. Não adiantou lotar o estádio. Não adiantou ter uma pressão capaz de fazer o solo tremer. A verdade é que o Millonarios foi dominado pelo Grêmio.

Desde o começo do jogo, os comandados de Luxa atuaram com tal naturalidade que pareciam estar em casa. Nem mesmo a opção de deixar Elano e Kleber e a ideia de rechear o meio com Léo Gago e Marco Antonio com apenas Marcelo Moreno no ataque – formação da vitória sobre o São Paulo, domingo, pelo Brasileirão – atrapalhou. Aliás, foi a medida certa de manter a posse de bola, evitar desgaste desnecessário e criar oportunidades de gol.

Léo Gago, com dois chutes em quatro minutos, deu o tom da proposta tricolor. Marco Antonio quase marcou ao chutar da entrada da área por cima. Então, o gol saiu. Léo Gago bateu falta, o goleiro Delgado não segurou, Moreno dividiu com o zagueiro e a bola se ofereceu a Werley. O zagueiro só completou: 1 a 0, aos 12 minutos. Foi nono gol dele na temporada. O Grêmio continuou melhor e ainda reclamou de dois pênaltis, um sofrido por Zé Roberto e outro após a bola bater na mão de Torres.

Só aos 20 o time local começou a jogar. Conseguiu equilibrar a posse de bola e passou a explorar as costas de Anderson Pico. Pela direita, as melhores chances foram criadas. Werley salvou em cima da linha chute de Rentería. Cosme e Otálvaro ainda levariam perigo ao gol de Marcelo Grohe.

A dificuldade fez surgir dois destaques. Enquanto Gilberto Silva era soberano ao afastar os cruzamentos de cabeça, Zé Roberto organizava o time em campo. Não fosse isso a superioridade rival seria transformada em gol.

Pressão, pressão e eliminação

Embora com o fim de primeiro tempo inferior, Luxa manteve o time. O que mudou foi a postura. Com o fôlego renovado, os jogadores conseguiram adiantar a marcação. E retomaram o controle da partida.

Marco Antonio quase fez o segundo, aos seis, após cruzamento de Moreno. Se esticou todo, mas não foi suficiente para completar ao gol. Porém, o lance foi ilusório. O Grêmio perdeu força ofensiva e passou a ser pressionado a todo momento.

Com envolvente troca de passes e dribles curtos, o Millonarios passou a ser inquilino da área de Grohe. Cosme errou gol livre. Renteria acertou a trave. E… Cosme, enfim, fez o gol. Aos 15 minutos, após passe de Tancredi e corta-luz de Rentería, o atacante tocou na saída do arqueiro tricolor: 1 a 1.

Luxa não demorou a agir. Apostou em Elano para segurar a bola. O Grêmio passou a respirar mais. O problema era a retenção de bola. Então, nova troca: Kleber entrou na vaga de Moreno. E? Não durou quatro minutos. O Gladiador voltou a sentir a lesão no tornozelo esquerdo e precisou sair após após apenas sofrer uma falta e trocar passes com Elano. Chance para André Lima.

O Guerreiro Imortal sofreu com uma espécie de ‘zica’. Em dividida com Ramirez, o centroavante teve o supercílio esquerdo ferido. Sangrou o precisou de atendimento fora de campo. E, com um homem a menos, veio o castigo. Aos 35, Rentería aparou cruzamento da esquerda e, de cabeça, fez o segundo e deu esperança ao estádio lotado.

A partida ganhou ares de dramaticidade. Os gremistas tiveram de suar muito para resistir. E quando pareciam que iriam conseguir, o juiz deu pênalti de Werley em Henriquez. Aos 45 minutos. Rentería cobrou e decretou os 3 a 1. Aos 48 minutos. O Grêmio perdeu o jogo e a classificação.

Após o apito final, houve confusão. Os jogadores do Grêmio pressionaram o árbitro Carlos Vera. Saimon era o mais exaltado. Um dos auxiliares caiu no chão atingido por Elano. Os ânimos foram controlados com a entrada da polícia em campo.

Por Cleber Aguiar – Luxemburgo confirma Grêmio completo para enfrentar o Millonarios

Fonte: FoxSports

Gilberto Silva, Kleber e Elano, que eram as principais dúvidas do técnico Vanderlei Luxemburgo, trabalharam com bola normalmente

No jogo de ida, disputado no último dia 30, o Grêmio venceu o Millonarios por 1 a 0, no Olímpico (Getty Images)
No jogo de ida, disputado no último dia 30, o Grêmio venceu o Millonarios por 1 a 0, no Olímpico (Getty Images)

O Grêmio deve atuar com time completo nesta quinta-feira (15 de novembro), quando visita o Millonarios, no jogo de volta das quartas de final da Copa Bridgestone Sul-Americana. O primeiro treino realizado pela equipe gaúcha em solo colombiano foi nesta terça (13). Gilberto Silva, Kleber e Elano, que eram as principais dúvidas do técnico Vanderlei Luxemburgo, trabalharam com bola normalmente e estão prontos para a partida.

Gilberto Silva e Elano, que apresentavam dores musculares há algumas semanas e vinham sendo poupados, não sentiram nada na atividade. Kleber, que havia torcido o tornozelo, também não demonstrou nenhuma limitação, movimentando-se normalmente. Serão, portanto, quatro mudanças em relação ao time que venceu o São Paulo no fim de semana. Além destes três jogadores, o zagueiro Werley, que cumpriu suspensão pelo Brasileiro, tem presença confirmada.

Com estes quatro atletas em campo, devem deixar a equipe Naldo, Saimon, Léo Gago e Marco Antônio, todos titulares na vitória sobre o Tricolor Paulista. A equipe que jogará nesta quinta, em Bogotá, terá Marcelo Grohe; Pará, Werley, Gilberto Silva e Anderson Pico; Fernando, Souza, Elano e Zé Roberto; Kleber e Marcelo Moreno.

No jogo de ida, disputado no último dia 30, o Grêmio venceu o Millonarios por 1 a 0, no Olímpico. O time gaúcho garante vaga na semifinal se vencer, empatar ou até perder por um gol de diferença, desde que marque ao menos uma vez na Colômbia. Caso passe de fase, o time gaúcho enfrenta o São Paulo na briga por uma vaga na decisão. Os jogos devem ser dia 22, no Olímpico, e 28, no Morumbi.

 

Por Cleber Aguiar – Pela primeira vez, Ceni admite interesse em renovar com o São Paulo

Fonte: Gazetaesportiva.net

Pela primeira vez, Rogério Ceni admitiu que tem o interesse em renovar seu contrato com o São Paulo por, mais ou menos, um ano, adiando a aposentadoria. O goleiro afirmou que, em breve, deverá se reunir com a diretoria do Tricolor para resolver a situação.

“Na verdade, não tem contrato pronto. Não tem nada. Está tranquilo, calmo. Não sentamos para conversar, mas isto deverá acontecer nas próximas semanas. Vamos sentar, bater um papo e resolver esta situação”, disse o arqueiro após a vitória sobre a Universidad do Chile, nesta quarta-feira.

Ceni também fez questão de revelar a vontade da cúpula são-paulina para que ele permaneça no Morumbi em 2013. “Não estou pleiteando nada. Apenas foi sinalizada a boa vontade do clube e eu tenho a intenção de permanecer. Espero ficar mais um ano no São Paulo”, garantiu.

Djalma Vassão/Gazeta Press

Rogério Ceni afirmou que tem o interesse de renovar, pelo menos por mais um ano: “Espero ficar em 2013”

99% assegurado na próxima Copa Libertadores da América, como aponta o site Infobola, o São Paulo dificilmente deixará o G-4 do Brasileirão. O título da Copa Sul-Americana ainda é mais um atrativo para Rogério Ceni, que, no entanto, fez questão de ressaltar que a sua renovaçãonão depende disto.“A vida de um profissional é analisada como um todo. Tenho 23 anos de carreira no futebol. Se for para parar, vamos ser firmes, chegou a hora. Se for para continuar, sendo campeão, não sendo, indo para a Libertadores, ou não. Mas claro que a meta é esta: fechar o ano com o título”, admitiu o goleiro.

Em 2013, Rogério Ceni, que sofreu com uma grave lesão no ombro nesta temporada, ficando seis meses longe dos gramados, completará 40 anos de idade, sendo 20 deles no Morumbi, números que o fazem pensar na aposentadoria.

Por Cleber Aguiar – São Paulo dá olé aos 30min, massacra La U no Pacaembu e vai à semi

Fonte: Gazetaesportiva.net

Tossiro Neto São Paulo (SP)

É do São Paulo a primeira vaga na semifinal da Copa Sul-americana. Jogando no Pacaembu por causa do show da cantora Lady Gaga no Morumbi, a equipe brasileira confirmou a classificação com extrema facilidade – e olé logo aos 30 minutos – ao anotar três gols rapidamente na primeira etapa e fechar a conta no segundo tempo, derrotando a Universidad por 5 a 0, na noite desta quarta-feira.

A exemplo do que ocorreu nos 2 a 0 em Santiago, a partida de volta foi resolvida rapidamente. O placar foi aberto por Jadson aos quatro minutos. Lucas e Luis Fabiano, aos 21 e aos 28 minutos, ampliaram a vantagem e empolgaram a torcida, que pouco depois começou a gritar olé a cada passe do time. Rafael Toloi, em uma forte cobrança de falta, fez o quarto gol aos 19 minutos do segundo tempo. Aos 31, Jadson fechou a conta.

O adversário na próxima fase do torneio só será confirmado em definitivo na próxima semana, pois o chaveamento pode ser invertido para evitar uma final entre clubes do mesmo país. Dos seis times ainda em disputa, quatro podem ser o rival: Independiente (ARG), Universidad Católica (CHI), Millionarios (COL) e Grêmio.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press

Dos cinco gols do São Paulo nesta quarta-feira, dois (o primeiro e o último) saíram dos pés do camisa 10 Jadson

Dois eram os desfalques do São Paulo. O zagueiro Paulo Miranda, ultimamente improvisado na lateral direita, ainda não se recuperou de entorse no joelho esquerdo, mantendo Douglas no setor. Na frente, Osvaldo acusou dor no músculo adutor da coxa esquerda, não treinou na véspera da partida e também foi vetado, dando lugar a Maicon.A entrada do meia, que tem estilo mais cadenciado e ganhou a concorrência com o veloz Ademilson, modificou o esquema tático. O técnico Ney Franco abdicou do 4-2-3-1, com um atacante em cada ponta, e armou a formação com dois meias e apenas dois homens de frente (Lucas e Luis Fabiano).

Na Universidad de Chile, que poupou titulares no clássico do fim de semana contra a Católica, a baixa foi Mena, expulso no jogo de ida. Sem surpresas, Jorge Sampaoli alinhou seu time com três zagueiros, mas nem por isso defensivo, como mostrou a titularidade do atacante Castro – a ideia era que o meio-campista Cereceda iniciasse.

Mas La U já estava eliminada, segundo grito da torcida são-paulina antes até de a bola rolar, assim que os atletas do time visitante subiram ao campo para iniciar aquecimento. E não demoraria muito mesmo para que isso se concretizasse. Aos quatro minutos, Jadson recebeu na intermediária, enganou a marcação de dois zagueiros e chutou no canto direito de Jhonny Herrera.

Precisando então de três gols, o time de Santiago foi para cima, mas sem muita eficiência, mais à base de bolas longas. Na maioria delas, Rogério Ceni teve atuação decisiva. Ora se antecipando a lançamentos, protegendo tiro de meta ou ganhando de um atacante, ora saindo da meta para agarrar bolas aéreas, o goleiro passou confiança à retaguarda e não foi ameaçado.

Muito bem no jogo, a não ser por alguns momentos de desleixo no passe, o São Paulo manteve-se ofensivo. Aos 21 minutos, Lucas disparou pela faixa central do campo, deu uma meia-lua no zagueiro González e tocou na saída do goleiro chileno. Como em Santiago, estava assegurada mais uma vitória. Mas, desta vez, os brasileiros queriam mais.

Oito minutos depois, Luis Fabiano foi lançado por Lucas em profundidade, atrás da defesa, e deu um leve toque na bola, o suficiente para encobrir Jhonny Herrera. Um belo gol, o seu primeiro em dois jogos na competição, que foi aplaudido por Rogério Ceni e muito comemorado nas arquibancadas. Xodó da torcida, o artilheiro teve o nome gritado pelos são-paulinos presentes.

A essa altura, o São Paulo precisaria levar cinco gols e não fazer mais nenhum para ser eliminado. Diante disso, Ney Franco resolveu, no início do segundo tempo, preservar dois de seus principais jogadores para o compromisso de domingo, contra o Grêmio, pelo Campeonato Brasileiro. O treinador sacou Lucas e Luis Fabiano e colocou Ademilson e Willian José, respectivamente.

Aos dez minutos, Cortez fez falta dentro da área, mas o árbitro entendeu que o lance havia ocorrido atrás da risca, para sorte de Rogério Ceni, que não foi vazado na cobrança. Ao contrário de Jhonny Herrera, nove minutos mais tarde, quando Rafael Toloi acertou uma pancada de fora da área e fez o quarto gol do São Paulo. Outro gol que causou euforia no banco de reservas.

Na metade da etapa, Jadson aplicou um chapéu na lateral, pelo campo de defesa, e irritou os chilenos, que foram para cima dele. O árbitro acalmou os ânimos, mas o meia estava empolgado. Aos 31 minutos, não desperdiçou bola atrasada por Cortez da linha de fundo e empurrou para a rede, marcando seu segundo gol, o quinto e último do São Paulo.

Aos gritos de “o campeão voltou”, o São Paulo confirmou o serviço começado em Santiago, uma semana atrás. Quatro jogos agora separam o clube desse sonho de voltar a comemorar um título.

Aos gritos de “o campeão voltou”, o São Paulo confirmou o serviço começado em Santiago, uma semana atrás. Quatro jogos agora separam o clube desse sonho de voltar a comemorar um título.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 5 X 0 UNIVERSIDAD DE CHILE

Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 7 de novembro de 2012 (quarta-feira)
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Enrique Cáceres (PAR)
Assistentes: Milcíades Saldívar (PAR) e Hugo Martínez (PAR)
Cartões amarelos: Maicon, Wellington (São Paulo); Martínez, Acevedo (Universidad de Chile)

Público: 32.636 pagantes
Renda: R$ 961.765,00

Gols:SÃO PAULO: Jadson, aos quatro, Lucas, aos 21, e Luis Fabiano, aos 28 minutos do primeiro tempo; Rafael Toloi, aos 19, e Jadson, aos 31 minutos do segundo tempo

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Douglas, Rafael Toloi, Rhodolfo e Cortez; Wellington, Denilson (Casemiro), Maicon e Jadson; Lucas (Ademilson) e Luis Fabiano (Willian José)
Técnico:Ney Franco

UNIVERSIDAD DE CHILE: Jhonny Herrera; González, Acevedo e Rojas; Matías Rodríguez, Aránguiz, Martínez (Videla) e Lorenzetti (Magalhães); Castro (Cereceda), Ubilla e Gutiérrez
Técnico: Jorge Sampaoli

Por Cleber Aguiar – Tentando mudar foco, Verdão define vaga às quartas com o Millonarios

Fonte: Gazetaesportiva.net

Thiago Bastos Ferri, especial para a GE.Net São Paulo (SP)

Ainda tentando sair da zona de rebaixamento e esboçando reação no Campeonato Brasileiro, o Palmeiras tem agora o desafio de esquecer momentaneamente a competição nacional. Nesta terça-feira, o Verdão atua às 21h45 (de Brasília), em Bogotá, diante do Millonarios, da Colômbia, para garantir sua vaga nas quartas de final da Copa Sul-americana.

Na partida de ida, no Pacaembu, o time paulista venceu por 3 a 1 e tem boa vantagem: pode perder por até um gol de diferença que se garante na fase seguinte. Além disso, tem o retrospecto em seu favor, já que dos 18 jogos que fez contra times colombianos em sua história, o Verdão conseguiu 12 vitórias, quatro empates e apenas duas derrotas.

Marcos Assunção, Maurício Ramos e Henrique foram poupados, já que o trio está no limite físico. O camisa 20, por exemplo, tem atuado com dores no joelho direito e terá mais tempo para tratar o problema que tem no local. O propósito para isto é não perdê-los na reta final do Brasileirão, em que a equipe precisa tirar quatro pontos do Bahia, primeiro clube fora da zona da degola.

A situação na competição paralela, porém, não irá influir na atuação da equipe nesta terça, segundo o goleiro Bruno. “Conseguimos mudar o foco. Acabou o jogo (com o Cruzeiro) e já tivemos dois jogos para descansar e agora voltarmos classificados. Vamos jogar para vencer como sempre. Um gol fora de casa pode ser importante, e, se tivermos que jogar atrás, faremos isso”, avisou.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press

Embora Kleina quisesse poupá-lo, o atacante Hernán Barcos pediu para jogar contra o Millonarios, nesta terça

Barcos, artilheiro do time com 25 gols no ano, também deveria ter sido poupado, mas após um pedido do jogador, será mais uma opção para o ataque. Correa e Maikon Leite, com lesões musculares, são desfalques certos. João Denoni e Patrick Vieira, atuais titulares, não estão inscritos, assim como Wesley, e aumentam a lista de problemas. Com poucas opções à sua disposição, Kleina terá apenas seis jogadores no banco e nem cogita ter que lidar com novas contusões.“Queremos classificar, não vou negar isso. Sabemos do desgaste, do sacrifício destes jogadores. O jogo é situação, esperamos não perder ninguém, mas o Maikon Leite nós estamos sofrendo também por causa da Sul-americana (no primeiro jogo, o camisa 7 levou uma pancada no tornozelo). O Millonarios é um time que marca forte, então vamos ver como a arbitragem também vai interpretar. Esperamos ser competentes”, afirmou o comandante.

Depois de duas vitórias consecutivas no Brasileirão, o Verdão tenta repetir a sequência de três triunfos seguidos. O feito foi conquistado exatamente após a primeira partida com o time da Colômbia, quando antes havia batido Figueirense e Ponte Preta, nas partidas iniciais sob o comando do atual comandante.

No Millonarios, a equipe fala em atuar com inteligência para conseguir reverter a atual desvantagem. Classificado para a fase semifinal do Campeonato Colombiano, o time terá Rentería, ex-Santos e Internacional, que não jogou o primeiro confronto com o Palmeiras por conta de uma lesão muscular.

Em seu discurso, o atacante com passagens pelo futebol brasileiro ainda adota um tom otimista em relação à classificação para as quartas de final. “Contra o Palmeiras teremos um time difícil, mas vamos fazer todo o possível para dar tudo de nós e revertermos o placar. Assim continuaremos avançando na Sul-americana”, ensinou o atleta.

Divulgação/Site Oficial

Com o apoio de sua torcida, o Millonarios tenta reverter os 3 a 1 sofridos no Pacaembu para avançar de fase

FICHA TÉCNICA
MILLONARIOS-COL x PALMEIRASLocal: estádio Nemesio Camacho, El Campín, em Bogotá (Colômbia)
Data: 23 de outubro de 2012, terça-feira
Horário: 22h45 (de Brasília)
Árbitro: Victor H. Carillo (Peru)
Assistentes: Cesar Escano e Raul Lopez Cruz (ambos do Peru)

MILLONARIOS: Delgado; Ochoa, Torres, Franco e Martínez; Ramírez, Robayo, Ortiz e Candelo; Rentería e Cosme
Técnico: Hernán Torres

PALMEIRAS: Bruno; Artur, Leandro Amaro, Thiago Heleno e Juninho; Márcio Araújo, Tiago Real e Daniel Carvalho; Luan, Barcos e Betinho
Técnico: Gilson Kleina