ICFUT – EM JOGO FESTIVO COM A PRESENÇA DE SAMUEL ETO – COMEFOGO TERMINA EMPATADO EM RIBEIRÃO PRETO

f_328101

untitled-1

Ficha técnica

Botafogo 3 x 3 Comercial
Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto-SP
Árbitro: Sálvio Spínola Fagundes Filho
Gols: Túlio Souza, aos 19’/1ºT, Eto’o, aos 29’/2ºT e 41’/2ºT (Botafogo); Eto’o, aos 39’/1ºT, Gaspar, aos 9’/2ºT e Acleisson, aos 34’/2ºT (Comercial);
Cartões amarelos: Edson (Botafogo);
Público: 3.179 pagantes
Renda: R$ 53.535,00

Botafogo
Talles; João Vitor, João Neto, Túlio Souza (Micael) e Mayc (Matheus) (Boiadeiro); Edson, Giovani (Sousa), Léo Coca e Raí (Thaylan); Lucas (Pedro Tonzar) e Paulinho (Eto’o). Técnico: Thiago Kosloski.

Comercial
Cesar; Messias, Gaspar, Arouca e Messi; Acleisson, Mauricinho (Estevão) (Glauco), Rogerinho e Vagner Mancini (Luketa); Eto’o (Leo) e Leo (Rogerinho). Técnico: Gustavo Marciano.

ICFUT–PAULISTÃO: Resultados, gols e classificação

Resultados

5ª RODADA
4/02 – 17h00 Mirassol 3 x 0 Botafogo
4/02 – 19h30 Portuguesa 1 x 1 Ituano
4/02 – 19h30 Paulista 3 x 1 Catanduvense
4/02 – 19h30 Comercial 1 x 3 Mogi Mirim
5/02 – 17h00 Santos 1 x 2 Palmeiras
5/02 – 17h00 Corinthians 1 x 1 Bragantino
5/02 – 19h30 Linense 4 x 2 Guaratinguetá
5/02 – 19h30 São Caetano 0 x 1 Guarani
5/02 – 19h30 Ponte Preta 1 x 3 São Paulo
5/02 – 19h30 XV de Piracicaba 2 x 1 Oeste

 

Gols

 

 

 

 

Classificação

Clube PG JG VI EM DE GP GC SG %A
1  São Paulo 13 5 4 1 0 13 5 8 86.7
2  Paulista 13 5 4 1 0 11 3 8 86.7
3  Corinthians 13 5 4 1 0 7 2 5 86.7
4  Palmeiras 11 5 3 2 0 8 4 4 73.3
5  Guarani 10 5 3 1 1 6 5 1 66.7
6  Ponte Preta 9 5 3 0 2 11 7 4 60.0
7  Mogi Mirim 9 5 3 0 2 9 6 3 60.0
8  Linense 7 5 2 1 2 12 11 1 46.7
9  Comercial 6 5 2 0 3 8 12 -4 40.0
10  Santos 6 5 1 3 1 6 6 0 40.0
11  Portuguesa 6 5 1 3 1 5 6 -1 40.0
12  Mirassol 5 5 1 2 2 6 5 1 33.3
13  XV de Piracicaba 5 5 1 2 2 7 8 -1 33.3
14  São Caetano 5 5 1 2 2 6 7 -1 33.3
15  Bragantino 5 5 1 2 2 7 11 -4 33.3
16  Ituano 4 5 1 1 3 5 6 -1 26.7
17  Guaratinguetá 3 5 1 0 4 5 12 -7 20.0
18  Botafogo 3 5 1 0 4 4 12 -8 20.0
19  Oeste 2 5 0 2 3 5 8 -3 13.3
20  Catanduvense 2 5 0 2 3 4 9 -5 13.3
LegendaPG – Pontos Ganhos | JG – Jogos Disputados | VI – Vitórias | EM – Empates
DE – Derrotas | GP – Gols Pró | GC – Gols Contra | SG – Saldo de Gols
%A – Porcentual de Aproveitamento de Pontos


 
 
Classificados à 2.ª fase
 
 
Rebaixados

Por Cleber Aguiar – Campeão mundial pelo São Paulo, Fabão acerta com o Comercial-SP

Fonte: Globo.com

Zagueiro de 35 anos é reforço para o Campeonato Paulista de 2012

Por EPTV.COM e GLOBOESPORTE.COMRibeirão Preto, SP

fabão e ronaldo, guarani x corinthians (Foto: Marcos Ribolli / Globoesporte.com)Fabão disputou o Brasileirão de 2010 pelo Guarani
(Foto: Marcos Ribolli / Globoesporte.com)

Fabão é o novo reforço do Comercial para o Campeonato Paulista. O zagueiro, de 35 anos, foi aprovado nos exames médicos e assinou contrato na quinta-feira.

Campeão mundial pelo São Paulo em 2005, Fabão estava no Henan Jianye, da China, onde atuou por toda a temporada 2011. No Brasil, ainda defendeu Bahia, Flamengo, Goiás, Santos e Guarani, clube pelo qual foi rebaixado para a Série B em 2010.

Agora, o Comercial conta com Marcel, Rafael Tavares, Oliveira e Leandro Camilo para o setor defensivo. O jogador será apresentado nesta sexta-feira, às 11h30m (horário de Brasília), no CT Santa Iria, em Ribeirão Preto.

Por Cleber Aguiar – Comercial-SP está perto de anunciar o meia Gilberto, de 35 anos

Fonte: Globo.com

Ex-jogador de Cruzeiro, Grêmio, Vasco e Vitória seria o ‘reforço de peso’ prometido pela diretoria do clube de Ribeirão Preto para o Paulistão

Por EPTV.COM Ribeirão Preto, SP

gilberto com camisa nova do vitoria (Foto: Eric Luis Carvalho/Globoesporte.com)Gilberto disputou a Série B pelo Vitória em 2011
(Foto: Eric Luis Carvalho/Globoesporte.com)

O reforço de “peso” prometido pela diretoria do Comercial para o Paulistão está prestes a ser anunciado. O meia Gilberto, ex-Cruzeiro e Seleção Brasileira, pode acertar com o Leão nos próximos dias.

– Eu estou confiante. Diria que há 99% de chances dele jogar aqui no Paulistão. Há tempos estamos conversando com ele e será um grande reforço para o Márcio Fernandes – afirmou Rogério Vieira, diretor do Comercial.

Mas para anunciar oficialmente a contratação de Gilberto, o Leão aguarda o jogador, que também negocia com um time que disputa a Taça Libertadores da América. Caso não acerte com essa equipe, o Comercial será o seu destino.

– Ele disse que o prazo para fechar com esse time é até sábado (7), mas já acertamos salário, está tudo praticamente certo – confirmou Vieira.

O diretor comercialino evitou falar no valor do salário que seria pago a Gilberto.

– Ele não vem por conta de um alto salário, não vai ganhar muito. O que chamou a atenção dele é que o Comercial paga certo e em dia – contou.

Gilberto está com 35 anos e disputou a Série B do Campeonato Brasileiro pelo Vitória (BA). Em 2010, o meia/lateral foi convocado pelo então técnico da Seleção, Dunga e fez parte do grupo que disputou a Copa do Mundo. Ainda pelo Brasil, ele participou da Copa de 2006, na Alemanha. O jogador também já passou por Hertha Berlim (ALE), Inter de Milão (ITA), Tottenham, São Caetano, Vasco, Grêmio e Flamengo.

Além de Gilberto, Rogério Vieira revelou que o clube procura jogadores do mesmo nível para a zaga e o ataque.

– Queremos um homem de área. Tentamos o Washington (ex-Palmeiras e que estava no Ceará), mas infelizmente as negociações não evoluíram. Estamos buscando e temos bons nomes. Queremos montar um grande time para o Paulistão – disse.

ICFUT – Em ano centenário, Comercial volta à elite; Guarani e XV de Piracicaba também sobem

Fonte: uol.com.br

O Comercial, tradicional equipe do estado de São Paulo, está de volta à Série A1 do Paulistão. Após ficar 25 anos longe da elite, o Leão retorna no ano do seu centenário após vencer o São José por 1 a 0 no sábado e contar com resultados favoráveis neste domingo. Com o retorno, em 2012, teremos o clássico Come-Fogo, como é conhecido o dérbi de Ribeirão Preto. XV de Piracicaba e Guarani também garantiram o acesso neste domingo.

Outra equipe tradicional do interior, o XV de Piracicaba também está de volta após vencer o Monte Azul por 4 a 1, fora de casa. O time estava fora da elite do futebol paulista desde 1995.

Quem também está de volta é o Guarani, que foi rebaixado em 2009. No ano passado, o time de Campinas disputou a Primeira Divisão do Brasileiro, mas foi rebaixado e neste ano disputará a Série B. Neste domingo, o Bugre venceu o Rio Preto por 4 a 2 e se garantiu na elite.

Pelo Grupo 3 da segunda fase, o XV de Piracicaba lidera com nove pontos e não pode mais ser alcançado pelo terceiro colocado Atlético Sorocaba, com cinco pontos, faltando uma rodada para o fim da competição. O segundo colocado Catanduvense soma oito pontos e pode garantir o acesso na próxima rodada. Monte Azul também soma cinco pontos.

Pelo Grupo 4, o Guarani chegou aos 11 pontos, seguido pelo Comercial com nove pontos. São José com quatro pontos e Rio Preto com três não podem mais alcançar os dois líderes da chave.

ICFUT – Comercial-PI x Palmeiras-SP – Copa do Brasil 2011

Fonte: Folha Online

Um mês após assumir, presidente do Palmeiras caça atacante

RODOLFO STIPP MARTINO
DE SÃO PAULO

O novo presidente do Palmeiras, Arnaldo Tirone, fez um balanço do primeiro mês de sua gestão, comentou os problemas financeiros do clube e afirmou que continua na busca de um atacante para reforçar a equipe.

“Centroavante é o que está faltando no elenco. Não está fácil contratar jogador, mas nós estamos procurando”, disse o dirigente, sem citar nomes.

Eduardo Anizelli 20.jan.2011/Folhapress
Arnaldo Tirone, em entrevista após ser eleito presidente
Arnaldo Tirone, em entrevista após ser eleito presidente

Para o cartola, a cômoda situação da equipe no Campeonato Paulista ajudou a acalmar os ânimos e as cobranças dos torcedores.

“Olha, a gente é assediado naturalmente. Mas perdemos um jogo só desde o início e isso deu mais tranquilidade.”

Ele também declarou que pagou os salários e os direitos de imagens atrasados dos jogadores e que fez questão de explicar a situação para os atletas.

“Conseguimos pagar e tivemos uma conversa com o elenco. Dissemos que tentaríamos dar uma melhor organização no clube. Não houve tumulto, e estamos tentando passar certa tranquilidade”, falou.

O dirigente informou que neste período no comando do clube alviverde ele não procurou ficar muito perto dos atletas.

“Não adianta ficar falando todo dia com jogador de futebol. O Frizzo [Roberto, vice-presidente] está presente, está tocando o departamento [de futebol], está no dia a dia. A gente está tentando no primeiro momento organizar toda a parte administrativa do clube. Estava muito tumultuada, tinha a eleição, tinha muito bochicho.”

Tirone chegou à presidência palmeirense, substituindo Luiz Gonzaga Belluzzo, com a vitória na eleição do dia 19 de janeiro. Ele concorreu pela oposição.

“O primeiro mês [de mandato] foi de tentar dar uma organizada [no clube]. No primeiro momento, assumimos tentando fazer ajustes, ver o que dá para diminuir de custos, fazer alguns cortes, renegociar algumas coisas, alguns valores”, afirmou.

O dirigente comentou que ainda pretende conhecer melhor a situação econômica do clube. “Estamos organizando, fazendo uma auditoria para poder depois nos manifestarmos sobre a situação real do clube e ver o que o nós podemos fazer.”

Rival do Palmeiras não disputa partida oficial há 8 meses

THIAGO BRAGA
COLABORAÇÃO PARA A FOLHA

Quando o Comercial-PI entrar no gramado do Albertão, em Teresina, para enfrentar o Palmeiras, hoje, o time fará história. Será a sua estreia em competições nacionais.

Até então a equipe, que tem 65 anos de idade, só havia disputado competições estaduais e regionais.

Mas o feito não poderia vir em pior hora, já que o adversário do Palmeiras não disputa uma partida oficial desde a final do Piauiense, em junho de 2010. Na ocasião, venceu o Flamengo-PI e sagrou-se campeão estadual –sua maior conquista.

Lá se vão oito meses sem disputar uma partida oficial.

Mas essa não é maior dificuldade do clube da cidade de Campo Maior, que fica a 80 quilômetros de Teresina, onde será o jogo de hoje.

Sem patrocínio, o Comercial sobrevive graças a doações de torcida, dirigentes e comerciantes da cidade.

Uma farmácia fornece medicamentos para os atletas. Torcedores doam alimentos e dinheiro, em valores que variam de R$ 500 a R$ 2.000.

Só assim é possível manter a folha de pagamento do clube, de R$ 40 mil mensais.

Para ajudar no orçamento, o Comercial aluga a Toca do Bode, sede social do clube que tem capacidade para 10 mil pessoas, para shows em datas especiais, geralmente de bandas de forró.

Para o jogo de hoje, o time obteve quatro patrocínios de ocasião, que renderam R$ 45 mil, por meio de uma empresa paulista especializada nesse tipo de negócio.

A expectativa do presidente do Comercial, Chico Wilson, é a de que o time garanta o jogo de volta, em São Paulo. Só assim a equipe receberá a renda de hoje. Se for eliminada, ficará só com 40% da renda líquida.