ICFUT – Copa Sul-Americana 2018 : Segunda Fase

Os confrontos são os seguintes:

(Os times à esquerda fazem o primeiro duelo em casa)

O1: General Diaz (PAR) x Millonarios (COL)
O2: Nacional (PAR) x Botafogo
O3: Sol de América (PAR) x Nacional (URU)
O4: São Paulo x Colón (ARG)
O5: Boston River (URU) x Banfield (ARG)
O6: Fluminense x Defensor (URU)
O7: Atlético-PR x Peñarol (URU)
O8: Deportivo Cali (COL) x Bolivar (BOL)
O9: LDU (EQU) x Vasco
O10: Caracas (VEN) x Sport Huancayo (PER)
O11: Deportivo Cuenca (EQU) x Jorge Wilstermann (BOL)
O12: Defensa y Justicia (ARG) x El Nacional (EQU)
O13: Lanús (ARG) x Junior Barranquilla (COL)
O14: San Lorenzo (ARG) x Deportes Temuco (CHI)
O15: Bahia x Atlético Cerro (URU)
O16: Rampla Juniors (URU) x Independiente Santa Fe (COL)

ICFUT – Em jogo marcado por violência na arquibancada, Cerro elimina o Colón

Fonte: lancenet

Torcida do clube argentino causa grande confusão no estádio em Assunção

Confusão na arquibanca durante jogo Colon x Cerro Porteño (Foto: Norberto Duarte/AFP)
Confusão na arquibanca durante jogo entre Cerro Porteño e Colón (Foto: Norberto Duarte/AFP)

O Cerro Porteño garantiu sua vaga nas quartas de final da Copa Sul-Americana ao vencer, nesta terça-feira, o Colón em Assunção por 2 a 1, mesmo placar do jogo de ida, mas o que mais chamou a atenção foi a cena lamentável de violência no fim da partida. Já nos últimos minutos, quando a equipe argentina estava perto de ser eliminada, alguns torcedores começaram uma verdadeira baderna na arquibancada.

Aos 31 minutos do segundo tempo, a torcida começou a depredar a arquibancada, a quebrar alguns setores, a polícia teve que utilizar armas de efeito moral. A cena do goleiro do Colón, Pozo, agredindo torcedores e guardas vai ficar marcada.

Depois de mais de 15 minutos de jogo interrompido, a torcida do Cerro Porteño começou a provocar os argentinos, que já estavam do lado de fora, mas existia contato pela parte de cima da arquibancada. Mesmo sem a menor condição de continuar a partida, o juiz mandou seguir.

Para falar um pouco de futebol, o Colón abriu o placar logo no primeiro minuto, com Gigliotti. Pouco depois, Nanni empatou em bonita jogada, com direito a toque de calcanhar.

Já no segundo tempo, o Cerro virou com um gol polêmico. Santos finalizou, a bola entrou, mas o zagueiro argentino tinha tirado com a mão. O juiz não tinha visto que a bola já tinha entrado, e chegou a dar pênalti e expulsar o jogador. Mas o auxiliar o alertou, e foi validado.

Na volta, o árbitro expulsou dois jogadores, inclusive o goleiro Pozo. O Colón teve que ficar com um jogador de linha no gol. Mesmo assim, os paraguaios não forçaram, e ficou mesmo no 2 a 1.

Na próxima fase, o Cerro Porteño vai pegar o vencedor de Deportivo Quito ou Tigre.