Por Rogerinho – Coates deve chegar ao São Paulo só depois da Libertadores

Fonte – LANCENET

Tricolor ainda não conseguiu um parceiro para ajudar na transferência

 

Coates atuando pela seleção uruguaiaO São Paulo não conseguiu um parceiro para bancar os 50% dos direitos federativos de Coates. Como revelou o LANCENET! na última quinta-feira, o prazo era até esta sexta para que a negociação com o Nacional (URU) se concretizasse. Com isso, o zagueiro vai ser inscrito na Libertadores, o que não é visto como problema.

– Não tem empecilho algum. Então, pode ser que fique mesmo para depois do término da competição – afirmou o diretor de futebol João Paulo de Jesus Lopes, ao LANCENET!.

O BMG, que poderia ajudar com os valores, não gostou do negócio. O montante é de cerca de R$ 5 milhões. O Tricolor estuda a possibilidade de bancar do próprio bolso.

Opinião Pessoal – Amigos(as) ICFUTISTAS, acho melhor ele vir após o Miranda sair, assim ele já chega jogando como titular, assim também temos a oportunidade de ver o futebol dele em uma competição importante como a Libertadores;

O São Paulo tem que pensar grande, bancar a contratação, tenho certeza que vai dar retorno e lucro.

Por Rogerinho – Uruguaio Coates está cada vez mais perto do São Paulo

Parceiro vai comprar 50% dos direitos econômicos do zagueiro e repassá-lo ao clube 

FONTE – Lancenet

Coates já defendeu a Seleção sub-20
.
Com Miranda de saída e Alex Silva em fim de contrato, o São Paulo se movimenta para anunciar um zagueiro. A aposta, como já revelou o LANCENET! anteriormente, é Sebastián Coates, de 20 anos, que pertence ao Nacional (URU). O jogador já acertou salários com o Tricolor e, depois de ser aprovado por Diego Lugano, não esconde de pessoas próximas a vontade de desembarcar o quanto antes no Morumbi.

No Uruguai a negociação é dada como praticamente certa. Segundo o El País, o Nacional gostou da proposta tricolor e vai apenas fazer algumas pequenas exigências para fechar a transação. Diferentemente do que foi noticiado lá, segundo apurou a reportagem do LANCENET!, o pedido por metade dos direitos econômicos é menor do que os 5 milhões de dólares (R$ 3 milhões) divulgados.

Para anunciar o reforço, o Sampa precisa definir um parceiro, que vai comprar 50% de Coates. O BMG é o preferido. Patrocinador da camisa desde setembro do ano passado, o banco deixou em aberto a possibilidade de também participar na contratação de atletas. Se não se interessar pelo zagueiro, o São Paulo já conta com outros investidores interessados no negócio.

Esta prática que tem se tornado comum no clube. Antes acostumado a contratar jogadores em fim de vínculo, o Tricolor tem se aliado a novos parceiros para viabilizar reforços. Willian José, anunciado oficialmente na última quinta-feira, é outro exemplo (leia mais abaixo).

Nesta sexta-feira, em entrevista coletiva, Carpegiani admitiu que a diretoria está em busca de um zagueiro. Além da dupla titular, que pode ser desfeita por inteiro no meio do ano, o treinador tem Renato Silva, Bruno Uvini e Xandão como opções.

– É algo (a contratação de um zagueiro) que está em pauta, estamos atentos e tentando buscar. A direção está ciente dessa dificuldade e quer solucionar. Temos uma preocupação. O Miranda vai sair e o Alex acredito que a direção vai, no momento certo, encontrar a solução – analisou o comandante.

A diretoria prometeu anunciar mais dois reforços até o fim do mês. Coates deve ser um deles. Um lateral-direito, um volante e um atacante estão sendo procurados.
Parceiros do Tricolor

Traffic
Comprou os direitos econômicos de Fernandinho e Xandão e repassou, por empréstimo, os dois jogadores ao São Paulo. Em um futura venda, o Tricolor ficará com parte do valor arrecadado.

BMG
Patrocinador de camisa desde setembro do ano passado, tem acordo firmado para ajudar em futuras negociações. Até agora, não colaborou em nenhuma. Pode ajudar na transação de Coates. Também estampa sua marca em outros clubes e fica com o Sampa até o fim de junho. As partes devem renovar a parceria.

Juan Figer (empresário)
Nos últimos anos, ajudou a colocar alguns jogadores no Tricolor. Marlos é um deles. Alex Silva, emprestado do Hamburgo (ALE), outro, além de Cleber Santana, cujo 50% dos direitos econômicos foram adquiridos pelo clube.

Grupo Haz
Formado por três empresários, comprou parte dos direitos econômicos de Willian José e o colocou no São Paulo.