RETRÔ ICFUT – Campeonato Mineiro 2011

Campeão
Cruzeiro
Cruzeiro

Estatísticas

Melhor Ataque Cruzeiro 45 Gols
Pior Ataque Caldense 9 Gols
Melhor Defesa Cruzeiro 12 Gols sofridos
Pior Defesa América T.O. 31 Gols sofridos
Mais Goleadas Cruzeiro 6 Goleadas
Mais Vitórias Cruzeiro 12 Vitórias
Menos Vitórias Democrata-GV 1 Vitórias
Mais Empates Uberaba 4 Empates
Mais Derrotas Funorte 8 Derrotas
Menos Derrotas Cruzeiro 2 Derrotas
Max. Jogos sem Perder Cruzeiro 10 Jogos
1ª Fase
 Clube PG JG VI EM DE GP GC SG %A
1  Cruzeiro 28 11 9 1 1 29 8 21 84.8
2  Atlético 26 11 8 2 1 32 15 17 78.8
3  América 23 11 7 2 2 25 17 8 69.7
4  América-TO 21 11 6 3 2 23 18 5 63.6
5  Villa Nova 16 11 4 4 3 17 14 3 48.5
6  Tupi 15 11 4 3 4 15 15 0 45.5
7  Caldense 13 11 3 4 4 9 13 -4 39.4
8  Guarani 10 11 3 1 7 18 22 -4 30.3
9  Uberaba 10 11 2 4 5 14 22 -8 30.3
10  Democrata-GV 7 11 1 4 6 17 28 -11 21.2
11  Ipatinga 7 11 1 4 6 10 21 -11 21.2
12  Funorte 5 11 1 2 8 10 26 -16 15.2

Final

1ª RODADA
8/05 – 16h00 Atlético 2 x 1 Cruzeiro
2ª RODADA
15/05 – 16h00 Cruzeiro 2 x 0 Atlético
Semifinais
1ª RODADA
23/04 – 18h30 América-TO 1 x 8 Cruzeiro
24/04 – 16h00 América 1 x 3 Atlético
2ª RODADA
30/04 – 18h30 Atlético 2 x 1 América
1/05 – 16h00 Cruzeiro 5 x 1 América-TO

ICFUT – MINEIRO: América-MG vence o clássico contra Atlético-MG e assume liderança

Fonte: ig.com.br

O artilheiro Fábio Júnior roubou a cena e marcou duas vezes, enquanto Diego Tardelli perdeu pênalti

O América-MG quebrou a série de cinco vitórias seguidas do Atlético-MG na temporada e venceu o clássico desse domingo, de virada, na Arena do Jacaré, por 2 a 1. O nome do jogo foi o atacante americano Fábio Júnior, que marcou duas vezes e se isolou na artilharia do Campeonato Mineiro.

A vitória do time de Mauro Fernandes também significou a quebra de um tabu, já que o América não vencia o rival desde 2005. O resultado colocou o time americano na liderança da competição, empurrando o Atlético para a segunda posição.

O América começou o clássico assustando, com um chute venenoso de Fábio Júnior que levou perigo ao gol de Renan Ribeiro. O time alviverde quase marcou novamente, depois que Renan Ribeiro deu rebote em chute de Sheslon e Luciano perdeu de dentro da pequena área.

A primeira chance atleticana foi de Diego Tardelli, que arriscou da intermediária e obrigou Flávio a trabalhar pela primeira vez. Logo em seguida, Luciano soltou a bomba exigindo nova intervenção de Renan Ribeiro.

Mas se o América perdia suas chances, o Atlético mostrou que a pontaria do melhor ataque do Campeonato Mineiro continua afiada. Depois de bela jogada de Diego Tardelli, Renan Oliveira avançou pela esquerda e cruzou para Neto Berola bater com precisão para abrir o placar.

O troco foi imediato. Luciano recebeu belo lançamento e cruzou para Fábio Júnior. O experiente artilheiro precisou chutar duas vezes para empatar a partida, para delírio da pequena torcida americana que compareceu à Arena do Jacaré.

Neto Berola estava mesmo inspirado. Depois de belo drible pela esquerda, o atacante lançou Richarlyson, que se enrolou com a bola e perdeu chance clara. Já no fim da primeira etapa, Tardelli recebeu em velocidade na área e Flávio fez grande defesa para evitar o gol atleticano.

Foto: Gazeta Press

Veterano Fábio Júnior comemora um dos seus gols pelo América na partida deste domingo

A defesa do Atlético seguia mal nos contra-ataques do América. Fábio Júnior recebeu sozinho e soltou uma bomba, só que sem o rumo do gol. O primeiro tempo terminou mesmo empatado em 1 a 1.

A segunda etapa começou com o Atlético pressionando. Primeiramente foi Renan Oliveira que chutou por cima do gol. Depois, Serginho penetrou com velocidade e foi derrubado em lance polêmico pelo goleiro americano. O juiz assinalou a penalidade para a revolta dos americanos. Diego Tardelli foi para a cobrança e Flávio, o mesmo que cometera a penalidade, fez grande defesa, incendiando o clássico na Arena do Jacaré.

O clima de tensão persistia em Sete Lagoas. De tanto reclamar da arbitragem, o técnico do América, Mauro Fernandes foi expulso e invadiu o gramado. Na saída do campo de jogo, disparou. “Você é vagabundo rapaz. Não é a primeira vez que ele me rouba”, disse irado.

Para apimentar ainda mais o clássico, Fábio Júnior marcou um gol que foi anulado pelo bandeira. Mas a tarde era mesmo do atacante americano. Depois de receber passe na entrada da área, soltou a bomba e Renan Ribeiro aceitou. Foi o sétimo gol de Fábio Júnior no Campeonato Mineiro, artilheiro isolado da competição. A partir daí o Atlético partiu para o ataque, tentando empatar de qualquer maneira. Mas a retranca americana funcionou e garantiu a vitória no clássico.

Veja os gols