Por Cleber Aguiar – Botafogo perde para o Boa Vista e fica longe da fase final do carioca.

FICHA TÉCNICA 
BOAVISTA 2 X 1 BOTAFOGO

Local: Estádio Eucy Resende, em Saquarema (RJ)
Data: 15 de março de 2014 (Sábado)
Horário: 16 horas(de Brasília)
Árbitro: André Rodrigo Rocha (RJ)
Assistentes: Gilberto Pereira (RJ) e Daniel Parro (RJ)
Renda: R$ 22.945,00
Público: 1.012 pagantes

Cartões amarelos: Bruno Costa e Jeferson (Boavista); Sidney (Boavista)

GOLS:
BOAVISTA: Jeferson, aos 35min do primeiro tempo e 36min do segundo tempo
BOTAFOGO: Zeballos, aos 8min do segundo tempo

BOAVISTA: Getúlio Vargas, Barrach (Vitor Hugo), Gustavo, Bruno Costa (Victor) e Romarinho; Cascata, Thiago Silva, Jeferson e Maranhão; André Luis e Gilcimar (Diogo)
Técnico: Américo Faria

BOTAFOGO: Renan, Alex, Mario Risso, Matheus Menezes e Junior Cesar; Bolatti, Dedé (Daniel), Fabiano (Sidney), Gegê e Zeballos; Henrique (Cidinho)
Técnico: Eduardo Húngaro

Por Cezar Alvarenga – Botafogo domina premiação no Campenato Carioca 2013.

Fonte: Yahoo! Esportes

Taça Rio foi erguida por Jéfferson, que comemorou o título estadual do Botafogo. (Foto: Satiro Sodré/AGIF)

A festa de premiação do Campeonato Carioca também pôde ser chamada de ‘festa do Botafogo’. Após dominar estadual, vencendo os dois turnos, o Glorioso confirmou a soberania ao ser a base da seleção da competição. De todas as 14 categorias, o Botafogo venceu  sete categorias, tendo tido jogadores indicados em 12.

Na cerimônia realizada nesta segunda-feira (20), no hotel Windsor, na Barra da Tijuca, a grande ausência foi dos jogadores do Fluminense, segundo time que mais teve jogadores indicados, num total de nove. A comissão técnica do Tricolor optou por antecipar em um dia a concentração do jogo contra o Olimpia, pela Libertadores. Escolha qu irritou o presidnete da Federação de Futebol do Rio de Jnaeiro, Rubens Lopes.

A seleção do Carioca foi formado por: Jefferson (Botafogo), Lucas (Botafogo), Bolívar (Botafogo), Dória (Botafogo), Carlinhos (Fluminense), Gabriel (Botafogo), Jean (Fluminense), Seedorf (Botafogo), Lodeiro (Botafogo), Hernane (Flamengo), Fred (Fluminense).  Técnico: Oswaldo de Oliveira(Botafogo).

Vitinho, do Botafogo, foi eleito a revelação do campeonato e Seedorf, o líder alvinegro, foi aclamado como o melhor jogador da Carioca. O holândes, que era dúvida para a festa, não escondeu a alegria.

“É um momento importante para todos os jogadores. É sempre bom receber prêmios, sempre bom levantar taça. Agradeço a todos, principalmente a meus companheiros, porque todos os troféus individuais vêm pelo trabalho do grupo”, exclamou Seedorf.

Por Cezar Alvarenga – Com interdição do Engenhão, Prefeitura busca culpados e Botafogo

Fonte: UOL Esportes

Prefeito anuncia auditoria para definir de quem é a responsabilidade por falha estrutural

A interdição do Engenhão mexeu com o futebol carioca, mas também trouxe problemas para a Prefeitura do Rio de Janeiro. Eduardo Paes, que fez o anúncio do fechamento do estádio por problemas na cobertura, descartou haver chance de demolição da arena nesta quarta-feira. Em entrevista à TV Globo, o prefeito também anunciou uma auditoria para definir de quem é a responsabilidade pelo erro que determinou a interdição do Engenhão.

De acordo com Paes, a prefeitura não trabalha com a possibilidade de colocar o estádio abaixo. O prefeito ressaltou que espera uma resposta rápida para poder liberar o Engenhão para receber as partidas dos clubes do Rio.

Não há esse risco [de demolição]. Há esse problema na cobertura. Para mim, risco é risco e 5% já é um risco enorme. Passou da margem aceitável e, portanto, essa decisão de fechar é por isso. Mas é um problema que tem solução e não vai precisar desmoronar ou desmontar o estádio de forma nenhuma”, reforçou Paes.

O prefeito exige rapidez, mas não coloca um prazo para o retorno das partidas no estádio administrado pelo Botafogo. “A gente vai ter o Engenhão para as Olimpíadas [de 2016] e queremos ter o Engenhão de volta o mais rápido possível para servir ao futebol carioca”, completou.

Com o laudo oficial a respeito das condições do Engenhão em mãos nesta quarta-feira, o prefeito assegura que as responsabilidades serão determinadas para iniciar o planejamento de reestruturação da arena. Uma auditoria será realizada pela prefeitura para procurar os responsáveis pelos problemas na cobertura. O Botafogo também deseja apurar o caso para se defender de prejuízos com o Engenhão fechado por longo período.

“Vai ter que fazer [auditoria]. Eu não era prefeito ainda, mas o sujeito que construiu o estádio me diz que tem estudo que aponta risco e temos que checar. Se for um problema de projeto, a responsabilidade é da prefeitura, se for um problema de execução, a responsabilidade é de quem fez. Portanto, vamos apurar. O detalhe é que ainda não há uma solução apontada”, lembrou Paes.

O Engenhão foi construído pela Odebrecht e a OAS. Nesta terça, as empresas disseram que estão participando das discussões sobre a situação do estádio e aguardam um pronunciamento técnico da prefeitura para tomar qualquer atitude.

Sem o Engenhão, a Ferj (Federação de Futebol do Rio de Janeiro) anunciou na noite desta terça-feira o remanejamento dos jogos Fluminense x Macaé e Botafogo x Friburguense, válidos pela 3ª rodada da Taça Rio, para o estádio de São Januário.

ICFUT – Na primeira final de Seedorf, Botafogo conquista a Taça Guanabara

Fonte: lancenet

Lateral-direito Lucas faz o gol do título alvinegro sobre o Vasco no Engenhão e craque holandês estreia em decisão com a camisa do Fogão com o pé direito

HOME - Botafogo campeão da Taça Guanabara (Foto: Cleber Mendes/LANCE!Press)
Botafogo levanta a Taça Guanabara no Engenhão (Foto: Cleber Mendes/LANCE!Press)

O Botafogo mais uma vez precisava vencer. Assim como na semifinal contra o Flamengo, tinha contra o resultado do empate. E mais uma vez, foi atrás do único resultado que interessava. Diante de um Engenhão lotado, o Fogão derrotou o Vasco por 1 a 0 neste domingo, levantou a Taça Guanabara pela sétima vez e garantiu vaga na final do Campeonato Carioca.

O lateral-direito Lucas foi o heroi alvinegro. Próximo do fim da partida, aos 35 minutos, o camisa 2 estufou as redes do goleiro Alessandro para explodir a torcida botafoguense no Engenhão. O jogo deste domingo também marcou a primeira decisão do holandês Clarence Seedorf desde que decidiu defender as cores do Glorioso, em julho do ano passado. O craque começa com o pé-direito em General Severiano.

Os dois clubes voltam a campo já no próximo fim de semana, pela estreia na Taça Rio, segundo turno do Estadual. O campeão da Taça Guanabara enfrenta o Quissamã no sábado, às 18h30, no Engenhão. Já o Cruz-Maltino recebe o Volta Redonda no domingo, às 16h, em São Januário.

O JOGO

Com a vantagem de levantar o caneco empatando a decisão da Taça Guanabara, o Vasco começou a partida de forma recuada. Sim, o Cruzmaltino conseguiu esta vantagem por ter feito uma melhor campanha na fase de grupos em relação ao Botafogo, benefício do regulamento do Carioca deste ano, mas é decepcionante não a só o seu torcedor, mas como a todas as pessoas que gostam de futebol, a falta de ofensividade em jogos que apresentem esta situação.

Apesar de estar recuado, a primeira boa chance de gol na partida desta tarde no Engenhão foi a favor do Vasco. Aos nove minutos da etapa inicial, Nei tocou para Eder Luis, que cruzou para Carlos Alberto sozinho na pequena área. Porém, sem ângulo para uma boa finalização, ele acabou mandando a bola na rede pelo lado de fora.

O Botafogo estava mais presente no campo de ataque durante grande parte do tempo – tanto que teve 62% de posse de bola no primeiro tempo, contra 38% de posse do Vasco – mas esbarrava em erros no último passe e em até defesas de Alessandro, goleiro cruzmaltino, que foi um dos nomes da decisão por parte do clube de São Januário.

A primeira prova disto foi aos 35 minutos. Bolívar achou Fellype Gabriel na entrada da área, que chutou forte, mas a bola acabou subindo demais. Quatro minutos após, foi a vez do goleiro Alessandro fazer milagre em finalização de Lodeiro. O primeiro tempo da final do primeiro turno do Campeonato Carioca terminou sem gols e com título indo para o Vasco.

O panorama do segundo tempo permaneceu praticamente o mesmo do apresentado antes do intervalo. O Botafogo continuava mais ofensivo, enquanto o Vasco seguia recuado por ter a vantagem do empate para conquistar o título. E a primeira chance do Alvinegro apareceu aos cinco minutos, quando Seedorf cobrou falta na cabeça de Bolívar, que cabeceou para baixo, obrigando Alessandro a fazer mais uma grande defesa, apesar do auxiliar assinalar impedimento de forma correta.

Mais dois lances importantes para o Botafogo aconteceram aos dez e 12 minutos da etapa final. No primeiro, Lodeiro foi lançado na área e Alessandro chegou forte e derrubou o jogador do Alvinegro dentro da grande área. Os torcedores pediram a marcação da penalidade, mas o árbitro Wagner do Nascimento Magalhães acabou mandando o lance seguir. De forma errada, já que o goleiro do Vasco acertou a bola e também o Lodeiro. Na segunda, Lucas cruzou para Vitinho, que desviou para fora e desperdiçou uma ótima chance. Era para ter trabalhado mais a finalização nesta jogada.

Aos 26 minutos, Carlos Alberto e Bernardo, os dois jogadores do Vasco, acabaram se desentendendo após o lance em que o Bernardo mandou a bola para Carlos Alberto que, ao invés de bater, tentou passar por três e acabou tocando de volta para Bernardo. Porém, estava em posição de impedimento. Uma jogada equivocada que acabou mexendo com o ânimo do Vasco nos minutos seguintes.

E o retrato disso ficou claro aos 35 minutos, quando o Botafogo, que foi mais ofensivo do que o Vasco desde o início da partida, marcou o gol do título com Lucas. Seedorf começou a jogada dando um bonito passe de calcanhar para Julio Cesar, que mandou a bola na área. Ela passou por todos e Bolívar a pegou. O zagueiro rolou para Lucas que não desperdiçou desta vez e colocou o 1 a 0 no marcador a favor do Botafogo.

O Vasco chegou a empatar novamente a partida aos 38 minutos, mas o gol foi anulado de forma correta pela arbitragem, que assinalou impedimento de Renato Silva, após rebote de Jefferson em cobrança de falta de Fellipe Bastos. Não deu tempo de mais nada. Botafogo campeão da Taça Guanabara 2013 e de forma merecida, já que buscou o gol a todo minuto. Que o Vasco use o jogo deste domingo de lição para quando novamente tiver com vantagem do empate no futuro, não ficar tão recuado e buscar fazer o simples para sair campeão.

Melhores momentos e o gol

FICHA TÉCNICA
VASCO 0 X 1 BOTAFOGO

Estádio: Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 10/03/2012 – 16h (de Brasília)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
Auxiliares: Luiz Antonio Muniz de Oliveira (RJ) e Michael Correia (RJ)
Renda/público: R$ 1.617.180,00 / 32.770 pagantes
Cartões amarelos: Wendel, Eder Luis, Thiago Feltri, Abuda, Carlos Alberto (VAS) e Marcelo Mattos, Seedorf, Jefferson (BOT)

GOL: Lucas 35’/2ºT (0-1)

VASCO: Alessandro, Nei, Dedé, Renato Silva e Thiago Feltri (Fellipe Bastos 28’/2ºT); Abuda, Wendel (Dakson 38’/2ºT), Pedro Ken e Carlos Alberto; Bernardo (Romário 38’/2ºT) e Eder Luis. Técnico: Gaúcho.

BOTAFOGO: Jefferson, Lucas, Dória, Bolívar e Julio Cesar; Marcelo Mattos (Vitinho intervalo), Gabriel, Fellype Gabriel, Seedorf e Lodeiro (André Bahia 45’/2ºT); Rafael Marques (Bruno Mendes 21’/2ºT). Técnico: Oswaldo de Oliveira.

Por Cezar Alvarenga – Após perde gol impossível, Deivid vira hit no Twitter

Fonte: UOL Esportes

O atacante Deivid, do Flamengo, perdeu um gol incrível no clássico contra o Vasco na noite da última quarta-feira pela semifinal da Taça Guanabara. O camisa 9 recebeu o passe após boa jogada do lateral Leo Moura pela direita e de frente para o gol vazio, a pouco centímetros da linha, mas acertou a trave. A partida terminou com a vitória do Vasco por 2 a 1, de virada.

Após o lance, o jogador se tornou o novo “ídolo” vascaíno e ainda foi alvo de muitas piadas no Twitter. Os rivais criaram até a hashtag #deividfacts para tirar uma onda para cima do centroavante da equipe de Gávea.

@Pablo_Peixoto O que o Deivid e a Fiat têm em comum? Nenhum dos dois faz gol.#DeividFacts”.

@gus_maldonado Deivid nunca recebeu um e-mail com virus falando q é promoção, pq até lá ele perde #DEIVIDFACTS”.

Ao final do jogo, Deivid lamentou o lance e reconheceu que foi o “gol mais perdido da sua vida”. Porém, enquanto não faz as pazes com a torcida do Flamengo, o atacante terá que aguentar as brincadeiras dos rivais.

Veja outras piadas dos internautas sobre Deivid:

@adenor_tite: Errar é humano. Acertar a trave é Deivid.

@AsPatadas
: Deivid só viaja de TAM, porque se for de GOL ele perde!

@Ousadia7Alegria: O antônimo de gol é Deivid.

 @marcelowames: Unidos da Bola na Trave : Porta Bandeira : Deivid

@aresta43: Chegado de viagem, fui aos lances da eliminação rubronegra. Sobre a “jogada” do Deivid, só uma coisa a declarar: OBINA, SAUDADES ETERNAS!

@ALFC_94: O Messi usa um chip na chuteira para melhorar seu desempenho. Será que a Nike não tem um desse para o Deivid?

@joaofoxsports: Roberto dinamite, Edmundo, Ademir Menezes, Juninho e DEIVID. GRANDES ÍDOLOS VASCAINOS!!!!!

@adenor_tite: Deivid brincava de ‘rebatida’ quando menino. Bola na trave vale por 2. Geniabilidade.

@DarkRonaldo: o Deivid é o serial killer do futebol brasileiro pois ele mata todas as jogadas.

@10ordeiro: Deivid perde gols assim como o Corinthians perde Libertadores

@BlogAlvinegro: Caixa anuncia novo slogan da mega sena: Mais fácil ganhar, do que perder o gol que o Deivid perdeu.

@Pablo_Peixoto: Deivid não consegue fazer upload pq é incapaz de colocar qualquer coisa na rede. #DeividFacts

 @Rafaelfaek: Quando alguém faz gol com o Deivid no PlayStation, o jogo trava.#DeividFacts

@FelipeDelfim: “Para o Deivid, não existe gol feio. E muito menos gol bonito.” #DeividFacts

@ditonobar: Jogar com o Deivid na zaga é mole quero ver jogar com ele no ataque.#DeividFacts

@BetoChacur: O Vasco será desclassificado por ter jogado com 2 goleiros. #DeividFacts

 

RETRÔ ICFUT – Campeonato Carioca 2011

 

Campeão Artilheiro
Flamengo
Flamengo
Brasil Frontini
Boavista-RJ
Atacante
1981-08-19
10 Gols

Estatísticas

Melhor Ataque Fluminense 36 Gols
Pior Ataque America-RJ 13 Gols
Melhor Defesa Flamengo 13 Gols sofridos
Pior Defesa America-RJ 37 Gols sofridos
Mais Goleadas Botafogo 3 Goleadas
Mais Vitórias Flamengo 12 Vitórias
Menos Vitórias Cabofriense 2 Vitórias
Mais Empates Flamengo 7 Empates
Mais Derrotas America-RJ 11 Derrotas
Menos Derrotas Flamengo 0 Derrotas
Max. Jogos sem Perder Flamengo 19 Jogos
Taça Rio
Grupo A
 Clube PG JG VI EM DE GP GC SG %A
1  Vasco da Gama 17 8 5 2 1 19 10 9 70.8
2  Flamengo 16 8 4 4 0 13 7 6 66.7
3  Americano 14 8 4 2 2 10 14 -4 58.3
4  Boavista 13 8 4 1 3 13 8 5 54.2
5  Volta Redonda 11 8 3 2 3 11 12 -1 45.8
6  Resende 8 8 2 2 4 12 12 0 33.3
7  Nova Iguaçu 7 8 2 1 5 7 12 -5 29.2
8  América 4 8 1 1 6 7 15 -8 16.7
Grupo B
 Clube PG JG VI EM DE GP GC SG %A
1  Fluminense 17 8 5 2 1 13 6 7 70.8
2  Olaria 15 8 4 3 1 11 6 5 62.5
3  Botafogo 14 8 4 2 2 13 8 5 58.3
4  Madureira 11 8 3 2 3 16 15 1 45.8
5  Duque de Caxias 11 8 3 2 3 10 14 -4 45.8
6  Macaé 8 8 2 2 4 11 14 -3 33.3
7  Bangu 7 8 2 1 5 9 15 -6 29.2
8  Cabofriense 4 8 1 1 6 7 14 -7 16.7
Taça Guanabara
Grupo A
 Clube PG JG VI EM DE GP GC SG %A
1  Flamengo 21 7 7 0 0 14 4 10 100.0
2  Boavista 13 7 4 1 2 15 11 4 61.9
3  Resende 13 7 4 1 2 9 5 4 61.9
4  Nova Iguaçu 11 7 3 2 2 12 11 1 52.4
5  Vasco da Gama 7 7 2 1 4 16 9 7 33.3
6  Volta Redonda 5 7 1 2 4 4 7 -3 23.8
7  Americano 5 7 1 2 4 7 14 -7 23.8
8  América 4 7 1 1 5 6 22 -16 19.0
Grupo B
 Clube PG JG VI EM DE GP GC SG %A
1  Fluminense 18 7 6 0 1 20 9 11 85.7
2  Botafogo 17 7 5 2 0 19 7 12 81.0
3  Olaria 10 7 3 1 3 10 14 -4 47.6
4  Bangu 9 7 2 3 2 7 7 0 42.9
5  Duque de Caxias 7 7 2 1 4 13 14 -1 33.3
6  Macaé 7 7 1 4 2 11 13 -2 33.3
7  Madureira 5 7 1 2 4 8 13 -5 23.8
8  Cabofriense 4 7 1 1 5 7 18 -11 19.0
Final Taça Rio
1/05 – 16h00 Vasco da Gama 0 x 0 Flamengo

 

Troféu Carlos Alberto Torres
23/04 – 15h30 Americano 1 x 2 Madureira
23/04 – 16h00 Botafogo 2 x 5 Boavista

 

Final Carlos Alberto Torres
1/05 – 13h15 Boavista 1 x 3 Madureira

 

Semifinal Taça Rio
23/04 – 18h30 Vasco da Gama 1 x 0 Olaria
24/04 – 16h00 Fluminense 1 x 1 Flamengo

 

Taça Rio

 

Grupo A
1ª RODADA
3/03 – 16h00 América 2 x 0 Cabofriense
3/03 – 16h00 Duque de Caxias 2 x 2 Americano
3/03 – 16h00 Boavista 3 x 1 Bangu
3/03 – 16h00 Madureira 3 x 1 Nova Iguaçu
4/03 – 19h30 Macaé 3 x 1 Vasco da Gama
5/03 – 16h00 Botafogo 4 x 2 Volta Redonda
5/03 – 16h20 Flamengo 3 x 2 Olaria
5/03 – 18h30 Resende 1 x 2 Fluminense
2ª RODADA
9/03 – 16h00 Cabofriense 2 x 1 Resende
9/03 – 16h00 Olaria 2 x 0 Boavista
9/03 – 16h00 Americano 2 x 1 Macaé
9/03 – 17h00 Nova Iguaçu 0 x 1 Botafogo
9/03 – 19h30 Fluminense 3 x 1 América
9/03 – 21h50 Vasco da Gama 4 x 2 Duque de Caxias
10/03 – 19h30 Bangu 1 x 2 Flamengo
10/03 – 20h00 Volta Redonda 3 x 2 Madureira
3ª RODADA
12/03 – 16h00 Boavista 3 x 1 Cabofriense
12/03 – 16h00 Resende 1 x 2 Olaria
12/03 – 18h30 Botafogo 4 x 0 Americano
13/03 – 16h00 Madureira 2 x 4 Vasco da Gama
13/03 – 16h00 América 1 x 3 Bangu
13/03 – 16h00 Duque de Caxias 0 x 0 Volta Redonda
13/03 – 17h00 Macaé 0 x 1 Nova Iguaçu
13/03 – 18h30 Flamengo 0 x 0 Fluminense
4ª RODADA
19/03 – 16h00 Americano 2 x 1 Madureira
19/03 – 16h00 Nova Iguaçu 1 x 2 Duque de Caxias
19/03 – 16h00 Volta Redonda 2 x 1 Macaé
19/03 – 16h00 Olaria 1 x 0 América
19/03 – 18h30 Fluminense 0 x 2 Boavista
20/03 – 16h00 Cabofriense 0 x 0 Flamengo
20/03 – 16h00 Bangu 0 x 1 Resende
20/03 – 18h30 Vasco da Gama 2 x 0 Botafogo
5ª RODADA
26/03 – 15h30 Olaria 2 x 0 Nova Iguaçu
26/03 – 18h30 Boavista 0 x 0 Botafogo
27/03 – 15h30 Cabofriense 0 x 1 Americano
27/03 – 15h30 América 1 x 2 Duque de Caxias
27/03 – 15h30 Bangu 2 x 1 Volta Redonda
27/03 – 15h30 Resende 5 x 2 Macaé
27/03 – 16h00 Flamengo 3 x 3 Madureira
27/03 – 18h30 Fluminense 0 x 0 Vasco da Gama
6ª RODADA
2/04 – 15h30 Nova Iguaçu 3 x 2 Cabofriense
2/04 – 15h30 Madureira 2 x 0 América
2/04 – 16h00 Volta Redonda 1 x 2 Fluminense
2/04 – 18h30 Duque de Caxias 0 x 2 Flamengo
2/04 – 18h30 Macaé 2 x 1 Boavista
3/04 – 15h30 Americano 0 x 0 Olaria
3/04 – 16h00 Vasco da Gama 4 x 0 Bangu
3/04 – 18h30 Botafogo 1 x 1 Resende
7ª RODADA
9/04 – 15h30 Volta Redonda 0 x 0 Olaria
9/04 – 15h30 Madureira 2 x 1 Boavista
9/04 – 15h30 Nova Iguaçu 1 x 1 Bangu
9/04 – 18h30 Vasco da Gama 2 x 1 Cabofriense
9/04 – 18h30 Macaé 1 x 1 América
10/04 – 15h30 Duque de Caxias 2 x 1 Resende
10/04 – 16h00 Americano 1 x 5 Fluminense
10/04 – 18h30 Botafogo 0 x 2 Flamengo
8ª RODADA
17/04 – 15h30 Resende 1 x 1 Madureira
17/04 – 15h30 Cabofriense 1 x 2 Volta Redonda
17/04 – 15h30 Bangu 1 x 2 Americano
17/04 – 16h00 Fluminense 1 x 0 Nova Iguaçu
17/04 – 16h00 Flamengo 1 x 1 Macaé
17/04 – 16h00 América 1 x 3 Botafogo
17/04 – 16h00 Olaria 2 x 2 Vasco da Gama
17/04 – 16h00 Boavista 3 x 0 Duque de Caxias

 

Grupo B
1ª RODADA
3/03 – 16h00 América 2 x 0 Cabofriense
3/03 – 16h00 Duque de Caxias 2 x 2 Americano
3/03 – 16h00 Boavista 3 x 1 Bangu
3/03 – 16h00 Madureira 3 x 1 Nova Iguaçu
4/03 – 19h30 Macaé 3 x 1 Vasco da Gama
5/03 – 16h00 Botafogo 4 x 2 Volta Redonda
5/03 – 16h20 Flamengo 3 x 2 Olaria
5/03 – 18h30 Resende 1 x 2 Fluminense
2ª RODADA
9/03 – 16h00 Cabofriense 2 x 1 Resende
9/03 – 16h00 Olaria 2 x 0 Boavista
9/03 – 16h00 Americano 2 x 1 Macaé
9/03 – 17h00 Nova Iguaçu 0 x 1 Botafogo
9/03 – 19h30 Fluminense 3 x 1 América
9/03 – 21h50 Vasco da Gama 4 x 2 Duque de Caxias
10/03 – 19h30 Bangu 1 x 2 Flamengo
10/03 – 20h00 Volta Redonda 3 x 2 Madureira
3ª RODADA
12/03 – 16h00 Boavista 3 x 1 Cabofriense
12/03 – 16h00 Resende 1 x 2 Olaria
12/03 – 18h30 Botafogo 4 x 0 Americano
13/03 – 16h00 Madureira 2 x 4 Vasco da Gama
13/03 – 16h00 América 1 x 3 Bangu
13/03 – 16h00 Duque de Caxias 0 x 0 Volta Redonda
13/03 – 17h00 Macaé 0 x 1 Nova Iguaçu
13/03 – 18h30 Flamengo 0 x 0 Fluminense
4ª RODADA
19/03 – 16h00 Americano 2 x 1 Madureira
19/03 – 16h00 Nova Iguaçu 1 x 2 Duque de Caxias
19/03 – 16h00 Volta Redonda 2 x 1 Macaé
19/03 – 16h00 Olaria 1 x 0 América
19/03 – 18h30 Fluminense 0 x 2 Boavista
20/03 – 16h00 Cabofriense 0 x 0 Flamengo
20/03 – 16h00 Bangu 0 x 1 Resende
20/03 – 18h30 Vasco da Gama 2 x 0 Botafogo
5ª RODADA
26/03 – 15h30 Olaria 2 x 0 Nova Iguaçu
26/03 – 18h30 Boavista 0 x 0 Botafogo
27/03 – 15h30 Cabofriense 0 x 1 Americano
27/03 – 15h30 América 1 x 2 Duque de Caxias
27/03 – 15h30 Bangu 2 x 1 Volta Redonda
27/03 – 15h30 Resende 5 x 2 Macaé
27/03 – 16h00 Flamengo 3 x 3 Madureira
27/03 – 18h30 Fluminense 0 x 0 Vasco da Gama
6ª RODADA
2/04 – 15h30 Madureira 2 x 0 América
2/04 – 15h30 Nova Iguaçu 3 x 2 Cabofriense
2/04 – 16h00 Volta Redonda 1 x 2 Fluminense
2/04 – 18h30 Duque de Caxias 0 x 2 Flamengo
2/04 – 18h30 Macaé 2 x 1 Boavista
3/04 – 15h30 Americano 0 x 0 Olaria
3/04 – 16h00 Vasco da Gama 4 x 0 Bangu
3/04 – 18h30 Botafogo 1 x 1 Resende
7ª RODADA
9/04 – 15h30 Madureira 2 x 1 Boavista
9/04 – 15h30 Nova Iguaçu 1 x 1 Bangu
9/04 – 15h30 Volta Redonda 0 x 0 Olaria
9/04 – 18h30 Vasco da Gama 2 x 1 Cabofriense
9/04 – 18h30 Macaé 1 x 1 América
10/04 – 15h30 Duque de Caxias 2 x 1 Resende
10/04 – 16h00 Americano 1 x 5 Fluminense
10/04 – 18h30 Botafogo 0 x 2 Flamengo
8ª RODADA
17/04 – 15h30 Cabofriense 1 x 2 Volta Redonda
17/04 – 15h30 Bangu 1 x 2 Americano
17/04 – 15h30 Resende 1 x 1 Madureira
17/04 – 16h00 Fluminense 1 x 0 Nova Iguaçu
17/04 – 16h00 Flamengo 1 x 1 Macaé
17/04 – 16h00 América 1 x 3 Botafogo
17/04 – 16h00 Olaria 2 x 2 Vasco da Gama
17/04 – 16h00 Boavista 3 x 0 Duque de Caxias

 

Final Washington Rodrigues
27/02 – 13h30 Resende 1 x 1 Olaria

 

Final
27/02 – 16h00 Flamengo 1 x 0 Boavista

 

Troféu Washington Rodrigues
19/02 – 14h45 Resende 1 x 1 Bangu
20/02 – 13h45 Nova Iguaçu 1 x 3 Olaria

 

Semifinal
19/02 – 17h00 Fluminense 2 x 2 Boavista
20/02 – 16h00 Flamengo 1 x 1 Botafogo

 

Taça Guanabara

 

Grupo A
1ª RODADA
19/01 – 17h00 Boavista 1 x 1 América
19/01 – 19h30 Vasco da Gama 0 x 1 Resende
19/01 – 22h00 Flamengo 2 x 0 Volta Redonda
20/01 – 17h00 Americano 1 x 1 Nova Iguaçu
2ª RODADA
22/01 – 17h00 América 1 x 3 Flamengo
22/01 – 17h00 Volta Redonda 0 x 1 Boavista
23/01 – 17h00 Nova Iguaçu 3 x 2 Vasco da Gama
23/01 – 17h00 Resende 1 x 1 Americano
3ª RODADA
26/01 – 17h00 América 1 x 4 Resende
26/01 – 17h00 Volta Redonda 1 x 1 Nova Iguaçu
26/01 – 19h30 Flamengo 2 x 0 Americano
27/01 – 17h00 Boavista 3 x 1 Vasco da Gama
4ª RODADA
29/01 – 17h00 Nova Iguaçu 2 x 0 América
29/01 – 17h00 Resende 1 x 0 Volta Redonda
30/01 – 17h00 Americano 2 x 3 Boavista
30/01 – 19h30 Vasco da Gama 1 x 2 Flamengo
5ª RODADA
2/02 – 17h00 América 3 x 1 Americano
2/02 – 17h00 Boavista 0 x 1 Resende
2/02 – 22h00 Flamengo 1 x 0 Nova Iguaçu
3/02 – 19h30 Vasco da Gama 0 x 0 Volta Redonda
6ª RODADA
5/02 – 17h00 Resende 1 x 2 Nova Iguaçu
6/02 – 17h00 Volta Redonda 2 x 0 América
6/02 – 17h00 Vasco da Gama 3 x 0 Americano
6/02 – 17h00 Boavista 2 x 3 Flamengo
7ª RODADA
12/02 – 19h30 América 0 x 9 Vasco da Gama
13/02 – 17h00 Nova Iguaçu 3 x 5 Boavista
13/02 – 17h00 Americano 2 x 1 Volta Redonda
13/02 – 17h00 Flamengo 1 x 0 Resende

 

Grupo B
1ª RODADA
20/01 – 17h00 Olaria 1 x 0 Madureira
20/01 – 17h00 Botafogo 2 x 1 Duque de Caxias
20/01 – 19h30 Bangu 0 x 1 Fluminense
20/01 – 19h30 Macaé 3 x 0 Cabofriense
2ª RODADA
23/01 – 17h00 Duque de Caxias 4 x 1 Macaé
23/01 – 17h00 Madureira 0 x 1 Bangu
23/01 – 19h30 Cabofriense 0 x 5 Botafogo
23/01 – 19h30 Fluminense 6 x 2 Olaria
3ª RODADA
26/01 – 17h00 Bangu 1 x 0 Duque de Caxias
26/01 – 17h00 Olaria 2 x 0 Cabofriense
26/01 – 22h00 Botafogo 4 x 1 Madureira
27/01 – 19h30 Fluminense 3 x 1 Macaé
4ª RODADA
29/01 – 17h00 Botafogo 3 x 1 Olaria
29/01 – 17h00 Duque de Caxias 3 x 3 Madureira
30/01 – 17h00 Cabofriense 2 x 4 Fluminense
30/01 – 19h30 Macaé 2 x 2 Bangu
5ª RODADA
2/02 – 17h00 Madureira 2 x 1 Cabofriense
2/02 – 17h00 Olaria 1 x 1 Macaé
2/02 – 19h30 Bangu 1 x 1 Botafogo
3/02 – 19h30 Fluminense 3 x 1 Duque de Caxias
6ª RODADA
5/02 – 17h00 Bangu 2 x 2 Cabofriense
5/02 – 19h30 Macaé 2 x 2 Madureira
6/02 – 17h00 Duque de Caxias 4 x 2 Olaria
6/02 – 19h30 Fluminense 2 x 3 Botafogo
7ª RODADA
13/02 – 17h00 Olaria 1 x 0 Bangu
13/02 – 17h00 Cabofriense 2 x 0 Duque de Caxias
13/02 – 17h00 Botafogo 1 x 1 Macaé
13/02 – 17h00 Madureira 0 x 1 Fluminense

ICFUT – Flamengo vence Fluminense e decide título da Taça Rio

Fonte: futebolinterior

Vasco será o adversário do Mengão, no próximo domingo, no Rio de Janeiro

O goleiro Felipe, novamente, deixou o Engenhão como herói. A exemplo da semifinal da Taça Guanabara (primeiro turno do Campeonato Carioca), o camisa 1 brilhou na disputa por pênaltis, desta vez contra o Fluminense, e ajudou a levar o Flamengo para a decisão da Taça Rio (segundo turno). Após empate no tempo regulamentar por 1 a 1, a torcida rubro-negro entoou o nome de "Felipe" várias vezes, numa demonstração de extrema confiança. Ele se agigantou, defendeu duas cobranças – uma de Araújo e outra de Tartá – e o time da Gávea venceu por 5 a 4 nas penalidades.

Se vencer a final contra o Vasco, no próximo domingo, novamente no Engenhão, o Flamengo vai se sagrar campeão carioca por antecipação, pois ganhará os dois turnos. "Pênalti é loteria, é acertar o canto e, graças a Deus, deu tudo certo", disse o goleiro, que, antes das batidas, rezou muito com um terço nas mãos.
"Enquanto estiver dando resultado, excelente. Mas, domingo, contra o Vasco, não quero que vá para os pênaltis não. Desejo que o Flamengo seja campeão durante os 90 minutos", afirmou Felipe, enquanto era cumprimentado por companheiros de equipe.
A cada entrevista, os jogadores do Flamengo ressaltaram a união e o poder de superação do time, que atuou sem Ronaldinho Gaúcho e Maldonado, machucados, e ainda perdeu o lateral-direito Leonardo Moura, contundido, no início do clássico.
O jogo foi tenso, emocionante e teve até a apagão. Aos 12 minutos de bola rolando, os refletores do Engenhão se apagaram por conta da forte chuva. O confronto, então, foi paralisado. Após alguns minutos, o árbitro Péricles Bassols Cortez retomou a partida, apesar da iluminação parcial no estádio. Em seguida, os dois goleiros reclamaram da baixa visibilidade e o clássico parou novamente.
Assim que o duelo recomeçou, o Fluminense fez 1 a 0. Marquinho lançou a bola na área, o zagueiro Gum ajeitou de cabeça e Rafael Moura, em posição irregular (estava impedido), desviou para o fundo da rede.
A equipe tricolor foi melhor na primeira etapa e poderia ter ampliado o placar. Não fez isso e pagou caro. Talvez por causa do desgaste provocado pela classificação épica na Copa Libertadores da América na última quarta-feira, o Fluminense deixou o Flamengo crescer no segundo tempo e sofreu o empate: gol do meia Thiago Neves, de cabeça.
Com a derrota na disputa por pênaltis, o Fluminense foi eliminado do Campeonato Carioca e agora só resta ao clube tricolor reerguer a cabeça para mais uma "decisão": recebe o Libertad, do Paraguai, na próxima quinta, no Engenhão, no primeiro jogo pelas oitavas de final da Libertadores.

Veja os gols da partida:

Confira todos os penaltis:

ICFUT – CARIOCA: À sombra de Adriano, Flamengo vence com gol no fim e segue 100%

Ainda, o Volta Redonda derrotou o Madureira, por 3 a 2, de virada, no encerramento da rodada

Com a sombra de Adriano rondando a Gávea, o Flamengo foi a Macaé enfrentar o Bangu nesta noite. Mas nem assim conseguiu manter-se longe das especulações. Com torcedores erguendo faixas pedindo o retorno do problemático atacante, o time rubro-negro sofreu para vencer o Bangu por 2 a 1, com um gol aos 51 minutos do segundo tempo. Diego Maurício foi o herói. Ronaldinho Gaúcho fez o primeiro de pênalti.

"Não há expectativa nenhuma porque não há conversa. Não existe nenhuma proposta por enquanto. Não conversei ainda com o Luxemburgo, mas vamos deixar as coisas evoluírem", disse a presidente Patrícia Amorim, cercada por repórteres, no intervalo, sobre a possibilidade de contratar Adriano.

A vitória leva o Flamengo a seis pontos e à liderança do Grupo A. O Americano é o segundo com quatro. O Bangu segue sem pontos na chave B.

O jogo
Debaixo de chuva forte, as equipes empreenderam um forte ritmo de início. Em três minutos, Thiago Neves já havia levado perigo em duas oportunidades, após boas tramas ofensivas. Liderados por Pipico, os jogadores do Bangu também não se intimidaram e foram ao ataque. O habilidoso meia obrigou Felipe a duas boas intervenções, um chute de longa distância e outro à queima-roupa.

A parada técnica deu uma refrescada no ímpeto e o toque de bola passou a prevalecer aos avanços em velocidade. Aos 23, Leo Moura fez boa jogada e foi derrubado por Fabiano Silva na área. O juiz Djalma Beltrami marcou um pênalti bem duvidoso. Ronaldinho cobrou com perfeição e abriu o placar.

A mesma fórmula foi utilizada por Pipico. O meia foi para cima de Welinton e caiu na área. Mais um pênalti questionável, que o próprio Pipico cobrou e converteu, dois minutos depois de o Flamengo abrir o placar.

Luxemburgo decidiu sacar Leonardo Moura e Willians, advertidos com o cartão amarelo, pensando no clássico de domingo com o Fluminense. Com isso o Flamengo perdeu grande força ofensiva pela direita, mesmo com a entrada de Diego Maurício no setor.Mas Ronaldinho Gaúcho, mostrando que ainda havia gás depois da badalação do carnaval, melhorou no segundo tempo. Ele encontrou Thiago Neves na área, que chutou rasteiro, na trave, aos 10.

A partir daí, o Bangu passou a ditar o ritmo: velocidade nos contra-ataques e muita marcação. O time rubro-negro tinha dificuldades para finalizar e pouco trabalho deu ao goleiro Thiago Leal até os minutos finais, quando uma blitz resultou na vitória. Thiago Neves fez ótima jogada, aos 49, mas chutou para fora. Aos 50, Wanderley obrigou o goleiro a defesa espetacular. Na cobrança do escanteio, Diego Maurício fez de cabeça.

Bangu 1 x 2 Flamengo

ICFUT – Derrota na abertura da Taça Rio pode provocar mudanças no Vasco

Fonte: ig.com.br

Técnico Ricardo Gomes está disposto a testar Elton no ataque contra o Duque de Caxias, na quarta-feira

A derrota de 3 a 1 para o Macaé, na abertura da Taça Rio, pode provocar mudanças no Vasco. Antes, o técnico Ricardo Gomes era fiel à formação que vinha de três goleadas consecutivas. Mas a postura do time na segunda etapa, na noite desta sexta-feira na Região dos Lagos, criou um ponto de interrogação na cabeça do treinador.

Marcel, artilheiro da temporada com quatro gols, foi substituído no intervalo por Elton, que precisou de apenas sete minutos para balançar a rede. Gomes promoveu ainda outras duas alterações: Bernardo no lugar de Jeferson e Márcio Careca na vaga de Felipe.

O ataque certamente sofrerá alteração. A dupla titular hoje é formada por Marcel e Eder Luis, mas em breve, além de Elton, Gomes terá à disposição Leandro. Para o compromisso de quarta-feira, em São Januário, frente ao Duque de Caxias, Elton, mesmo começar entre os 11, será aproveitado. Gomes quer dar ritmo do atacante, repatriado do futebol português no começo da temporada.

A expectativa pela entrada de Leandro é de pelo menos mais duas semanas. O jogador disputou apenas de dois treinos coletivos, e assim mesmo entre os reservas e juniores. Falta ser testado diante dos olhos do treinador.