ICFUT – GRUPO A – CROÁCIA ELIMINA OS CAMARÕES !

 

 

FICHA TÉCNICA

CAMARÕES 0 x 4 CROÁCIA

CAMARÕES – Itandje; Mbia, Chedjou (Nounkeu), N’Koulou e Assou-Ekotto; Matip, Alex Song e Enoh; Choupo-Moting (Edgard Salli), Aboubakar (Webo) e Moukandjo. Técnico: Volker Finke.

CROÁCIA – Pletikosa; Srna, Corluka, Lovren e Pranjic; Modric, Rakitic, Sammir e Perisic (Rebic); Olic (Eduardo da Silva) e Mandzukic. Técnico: Niko Kovac.

GOLS – Olic, aos 11 minutos do primeiro tempo; Perisic, aos 2, e Mandzukic, aos 16 e aos 27 minutos do segundo tempo.

CARTÃO AMARELO – Eduardo da Silva (Croácia).

CARTÃO VERMELHO – Alex Song (Camarões).

ÁRBITRO – Pedro Proença (Fifa/Portugal).

RENDA – Não disponível.

PÚBLICO – 39.982 pessoas.

LOCAL – Arena Amazônia, em Manaus (AM).

Grupo A

classificação p j v e d gp gc sg %
1. Brasil 4 2 1 1 0 3 1 2 66.7%
2. México 4 2 1 1 0 1 0 1 66.7%
3. Croácia 3 2 1 0 1 5 3 2 50.0%
4. Camarões 0 2 0 0 2 0 5 -5 0.0%

ICFUT – APESAR DE PREJUDICADO,MÉXICO BATE CAMARÕES !

FICHA TÉCNICA
MÉXICO 1 X 0 CAMARÕES

Local: Arena das Dunas, em Natal (RN)
Data: 13 de junho de 2014, sexta-feira
Horário: 13h (de Brasília)
Árbitro: Wilmar Roldán (COL)
Assistentes: Humberto Clavijo (COL) e Eduardo Díaz (COL)
Cartões amarelos: Héctor Moreno (México); Nounkeu (Camarões)

Gol:
México: Peralta, aos 15 minutos do segundo tempo

MÉXICO: Ochoa, Rodríguez, Héctor Moreno e Rafa Márquez; Aguilar, Herrera (Salcido), Vázquez, Guardado (Fabián) e Miguel Layún; Giovani dos Santos e Peralta (Hernández)
Técnico: Miguel Herrera

CAMARÕES: Itandje, Assou-Ekotto, Chedjou, N’Koulou e Djeugoue (Nounkeu); M’Bia, Song (Webó), Enoh, Choupo-Moting e Moukandjo
Técnico: Volker Fincke

Grupo A

classificação p j v e d gp gc sg %
1. Brasil 3 1 1 0 0 3 1 2 100.0%
2. México 3 1 1 0 0 1 0 1 100.0%
3. Camarões 0 1 0 0 1 0 1 -1 0.0%
4. Croácia 0 1 0 0 1 1 3 -2 0.0%

ICFUT – Adversário do Brasil na Copa, Camarões pode enfrentar greve

Fonte: lancenet

Jogadores da seleção africana estão insatisfeitos com a premiação oferecida pelos dirigentes pela disputa da Copa do Mundo. Eto’o é o líder do movimento grevista

Eto'o - Camarões - Gols pela seleção: 55 (Foto: Alessandro Bianchi/REUTERS)
Eto’o e seus companheiros querem um prêmio melhor (Foto: Alessandro Bianchi/REUTERS)

Mais uma vez a seleção de Camarões se vê às voltas com problemas de bastidores e ameaça de greve. A equipe africana é a terceira adversária do Brasil na primeira fase da Copa do Mundo. Segundo a imprensa camaronesa, o problema está em torno do prêmio a ser pago aos jogadores que disputarem o Mundial.

O Ministério dos Esportes e a Federação Camaronesa de Futebol teriam oferecido inicialmente 40 milhões de francos CFA (equivalente a R$ 50 mil) a cada jogador pela disputa da Copa. O valor, porém, foi rejeitado pelos atletas.

Um dos líderes do movimento é o atacante do Chelsea, Eto’o. A proposta chegou a ser aumentada para quase R$ 57 mil, mas novamente foi rejeitada. Os jogadores camaroneses ameaçam não entrar em campo no amistoso do próximo dia 1º de junho, contra o Borussia Mönchengladbach, na Alemanha.

Uma nova reunião entre jogadores e dirigentes ocorrerá na próxima quinta-feira. A seleção de Camarões já entrou em greve anteriormente, também liderada por Eto’o, por conta de premiações. Na ocasião os jogadores se recusaram a disputar um amistoso contra a Argélia em 2011. Camarões está no Grupo A, ao lado de Brasil, Croácia e México.

Por Edgar – CR7 ultrapassa Pauleta, Eusébio e Figo

Portugal 5×1 Camarões, CR7 faz 2 e se torna maior goleador da seleção de Portugal

CR7 Portugal Maior Artilheiro

Cristiano Ronaldo provou mais uma vez que vive mesmo uma temporada melhor do que o rival. Nesta quarta-feira, no estádio Doutor Magalhães Pessoa, em Leiria, fez um belo gol, o de abertura do placar, e marcou outro mais ‘simples’ para selar a vitória arrasadora de Portugal por 5 a 1 sobre Camarões, adversário do Brasil na fase de grupos da Copa de 2014. Ao balançar a rede duas vezes, o melhor do mundo se isolou na artilharia de todos os tempos da seleção lusa, com 49, deixando Pauleta para trás, com 47 – morto em fevereiro, Eusébio é o terceiro da estatística, com 41, seguido por Figo, com 32.

Texto: Globoesporte.com