ICFUT – Atlético-MG 2 x 1 Tombense – Campeonato Mineiro 2020 – 1º da Final

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-MG 2 x 1 TOMBENSE

Data-Horário: 26 de agosto, às 21h30

Estádio-Local: Mineirão, Belo Horizonte(MG)

Árbitro: Marco Aurélio Augusto Fazekas (MG)

Assistentes: Guilherme Dias Camilo e Celso Luiz da Silva

Cartões amarelos: Jair(ATL), Rodrigo(TOM),Marquinhos(TOM), Keno(ATL)

Cartões vermelhos:-

Gols: Rubens, aos 17′-2ºT(0-1), Eduardo Sasha, aos 19′-2ºT(1-1), Keno, aos 52′-2ºT(2-1)

Atlético-MG: Rafael, Guga(Mariano, aos 34′-2ºT), Réver, Júnior Alonso e Guilherme Arana. Jair, Hyoran(Bruno Silva, aos 18′-2ºT), Savarino(Marquinhos-intervalo), Keno, Marrony(Alan Franco-intervalo) e Eduardo Sasha(Allan, aos 34′-2ºT). Técnico: Jorge Sampaoli

Tombense: Felipe Corrêa, David(Da Silva, aos 46′-2ºT), Admilton, Matheus Lopes e João Paulo;Rodrigo(Falcão, aos 40′-2ºT), Serginho(Ramon, aos 46′-2ºT) e Ibson; Cássio Ortega,Marquinhos(Gabriel Lima, aos 22′-2ºT) e Rubens(Maycon Douglas, aos 40′-2ºT) Técnico: Eugênio Souza

ICFUT – Dezesseis clubes da Série A assinam manifesto apoiando MP dos direitos de transmissão

Fonte: Gazetaesportiva.net

Dezesseis dos 20 clubes da Série A do Campeonato Brasileiro assinaram um manifesto nesta quinta-feira em apoio à Medida Provisória 984, que dá aos mandantes os direitos de transmissão dos jogos no Brasil.

Athletico-PR, Atlético-GO, Atlético-MG, Bahia, Ceará, Corinthians, Coritiba, Flamengo, Fortaleza, Goiás, Internacional, Palmeiras, Red Bull Bragantino, Santos, Sport e Vasco avaliam positivamente a mudança e esperam a aprovação da MP no Congresso Nacional. Na nota, os apoiadores chamam a medida de “Lei de Democratização das Transmissões de Futebol”.
Botafogo, Fluminense, Grêmio e São Paulo não assinaram a nota.
Publicada pelo governo federal no último dia 18 de junho, a resolução acaba com a lógica de direito de transmissão conjunto das duas equipes e repassa o poder aos mandantes das partidas. A MP tem um mês para ser aprovada no Congresso Nacional, com possibilidade de prorrogação de mais 30 dias para análise.

Confira o manifesto:
Por que os Clubes apoiam a MP 984 e a criação da Lei de Democratização das Transmissões de Futebol

1. Porque o torcedor é diretamente beneficiado. A MP acaba com os “apagões”, isto é, os jogos sem nenhuma transmissão, que ocorriam quando um canal tem o direito de um time e outro canal tinha o direito do outro. A situação anterior impedia, por exemplo, que mais da metade dos jogos do Campeonato Brasileiro fossem exibidos na TV fechada. Com mais partidas sendo exibidas, teremos um futebol mais democrático, mais acessível e mais barato.

2. Porque ela empodera os clubes a negociar seus direitos e incentiva a união entre as equipes. Esse formato prevalece nos principais mercados de futebol do mundo. O Brasil está pronto para esse passo libertador, que certamente será o ponto de partida para outros aprimoramentos. Com a MP, quanto mais os clubes estiverem unidos, mais vão ganhar.

3. Porque a concorrência vai aumentar. O modelo que vigorava no Brasil gerou concentração do futebol nas mãos de poucos investidores. Consequentemente, não alcançou todo o seu potencial e ainda gerou distorções no seu modelo de distribuição. A MP viabiliza a entrada de novos investidores no mercado, sem afastar os atuais, aumentando a disputa. E isso é bom para os clubes e melhor ainda para o torcedor.

4. Porque devemos seguir o exemplo de quem fez e deu certo. A legislação anterior tinha mais de 50 anos e não refletia uma forma moderna de negociação dos direitos esportivos. A ampliação de investimentos gera aumento de receitas para os clubes, viabilizando a manutenção dos nossos craques por mais tempo no país, além do investimento em estrelas internacionais.

EM RESUMO

Os torcedores ganham com o fim dos apagões de jogos, com mais craques em campo e com um melhor espetáculo no Brasil. Os clubes ganham com mais liberdade e receitas. E o país ganha com os clubes mais sólidos financeiramente, maior geração de empregos e crescimento de impostos pagos aos governos.

Por todas estas razões, APOIAMOS a MP 984/2020 e pedimos a sua CONVERSÃO imediata em Lei!

Por Cleber Aguiar – Kalil paga salários atrasados e se juntará ao Galo no Marrocos

Fonte: Gazetaesportiva.net

Wanderson Lima

0002048007786_img_thumb.jpg

Com o dinheiro da venda do meia-atacante Bernard preso na Fazenda Nacional, o Atlético-MG vinha encontrando problemas para pagar os salários dos jogadores, que estavam atrasados há quase dois meses. O presidente Alexandre Kalil, porém, conseguir quitar o débito com os atletas e vai seguir para Lisboa, em Portugal, para em seguida se juntar ao time do Galo, que vai disputar o Mundial de Clubes, no Marrocos.

“O presidente tinha de ficar aqui para pagar salário, colocar a folha em dia, que não estava e eu consegui colocar”, disse Kalil, em entrevista ao canal fechado Fox Sports.

O mandatário atleticano disse ainda que se sente orgulhoso de colocar o Galo na disputa para ser o melhor time do mundo, feito alcançado com a inédita conquista da Libertadores em 2013. Kalil, já pensa, inclusive, no bicampeonato da América.

“Vamos dormir em Lisboa e no domingo estaremos com o elenco, pensando no Mundial. Acho muito orgulho conseguir levar o Atlético-MG ao campeonato mais importante do mundo, me sinto muito orgulhoso, de estar de novo na Libertadores, mas se vier o bicampeonato vou ficar muito feliz”, declarou.

Por Cleber Aguiar – Fifa divulga lista e garante Fernandinho no Mundial de Clubes

Fonte: O Estado de São Paulo

Atlético-MG aguardava confirmação do atleta, cuja participação estava ameaçada por um imbróglio no registro do jogador

ZURIQUE – A Fifa divulgou nesta quinta-feira a lista completa com os 160 jogadores inscritos no Mundial de Clubes, que será disputado entre os dias 11 e 21 deste mês, no Marrocos. A relação oficial confirma que o Atlético Mineiro, campeão da Copa Libertadores, poderá contar com o atacante Fernandinho na competição. O clube aguardava confirmação do atleta, cuja participação no Mundial estava ameaçada por um imbróglio no registro do jogador. Fernandinho havia sido contratado pelo Atlético após a disputa da Libertadores, o que gerava dúvida sobre seu vínculo, se havia sido assinado antes ou depois da data permitida pela Fifa para transferências internacionais.

Fernandinho está confirmado no Mundial - Bruno Cantini/Divulgação
Bruno Cantini/Divulgação
Fernandinho está confirmado no Mundial

O Atlético chegou a ganhar o aval do secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, antes de divulgar sua lista final de jogadores para o Mundial. Mas ainda aguardava a ratificação desta decisão pela entidade. A oficialização enfim saiu nesta quinta, com a divulgação da lista completa de inscritos na competição.

Fernandinho é um dos 23 jogadores que o Atlético vai levar ao Marrocos. E um dos 28 brasileiros que disputarão o torneio. Além dos atleticanos, há cinco atletas do Brasil em outros três times. O Monterrey, do México, contará com o meia Lucas Silva, com passagens por Botafogo e Olaria.

O Guangzhou Evergrande, da China, terá Elkeson, outro ex-Botafogo, e Muriqui, que já defendeu o Atlético-MG. Pelo Bayern de Munique, os brasileiros que entrarão em campo são o zagueiro Dante e o lateral Rafinha.

Grande favorito ao título, o time alemão ainda conta com Arjen Robben na sua lista oficial, embora o holandês tenha sido cortado do Mundial nesta quinta. Ele sofreu lesão no joelho na quarta e precisará ficar seis semanas afastado dos gramados.

Por Cleber Aguiar – Cuca gostou do 1º tempo do Galo e vê expulsão de Victor como justa

Fonte: Gazetaesportiva.net

Wanderson Lima

O técnico Cuca lamentou o fato do Atlético-MG não ter conseguido os três pontos no duelo desta quarta-feira, contra o Criciúma, mas não deixou de enaltecer os comandado pelo empenho, mesmo atuando com um jogador a menos, já que Victor foi expulso. O treinador do Galo gostou, principalmente do primeiro tempo alvinegro, porém, cobrou capricho nas finalizações.

“O primeiro tempo nosso, acho que foi o melhor do Campeonato Brasileiro fora de casa. Um primeiro tempo muito bom, com exceção dos gols que perdemos, mas fizemos o gol e dois minutos depois em um lance casual, em que fomos infelizes, o Criciúma acabou empatando. No segundo tempo mudou completamente o jogo. Tivemos o Victor expulso, o Criciúma automaticamente adiantou o time. Foi um jogo que esteve bom, depois ruim e o final esteve bom de volta”, analisou.

O treinador atleticano acredita que a partida era para o Galo somar os três pontos, mas pontua que o jogo foi complicado para o Atlético-MG. “A gente lamenta os dois pontos perdidos, mas foi um jogo de muito contato, muito difícil. Com um jogador a menos durante grande parte do segundo tempo e pelo menos levamos um empate”, disse.

Questionado sobre a expulsão de Victor, Cuca afirmou que o árbitro acertou, e procurou minimizar o erro do goleiro. “Acertou o árbitro. O Victor não errou, tinhamos a bola na lateral esquerda, o Júnior César tentou dar um passe e foi no peito do jogador do Criciúma. É uma jogada de reflexo, e acertou o árbitro na minha opinião. Tinha que expulsar, era o último homem”, afirmou.

Por Cleber Aguiar – Atlético-MG bate Strongest na altitude, mantém 100% e se classifica

Fonte: Gazetaesportiva.net

O Atlético-MG atuou de forma inteligente na altitude de La Paz e, mesmo sofrendo pressão em alguns momentos, o Atlético-MG conseguiu superar as adversidades, e venceu os bolivianos do The Strongest por 2 a 1, nesta quarta-feira, no estádio Hernando Siles. O resultado mantém o Galo 100% na Libertadores, com quatro vitórias, e garante classificação antecipada para a sequência da competição.

O primeiro gol do jogo foi anotado pelo atacante Diego Tardelli, que aproveitou cruzamento de Jô, e de cabeça mandou para as redes. Com dificuldades para entrar na área do Galo, o The Strongest apostou nos chutes de longa distância e deu certo. Em um destes lances, Victor deu rebote e Reina empatou o jogo. No segundo tempo, Serginho chegou à linha de fundo e cruzou para a área, o zagueiro Mendez tentou cortar e marcou contra.

Na sequência da Libertadores o Atlético-MG vai receber o Arsenal-ARG, no estádio Independência, partida marcada para o dia 3 de abril, mas antes o Galo terá compromissos pelo Campeonato Mineiro. No domingo, o time do técnico Cuca tem pela frente o clássico contra o América-MG. Já os bolivianos do The Strongest terão mais um jogo em casa, dessa vez contra o São Paulo.

O jogo – Atuando na altitude de La Paz, o Atlético-MG iniciou a partida seguindo a risca as orientações do técnico Cuca, ou seja, jogar de forma cautelosa, procurando trocar passes sem acelerar o ritmo do jogo. Apesar da preocupação, o Galo não se abdicou de atacar os bolivianos e teve o controle do jogo na maior parte do tempo.

A primeira oportunidade  clara de gol foi da equipe brasileira com o zagueiro Réver, que desviou cobrança de escanteio de Ronaldinho e obrigou o goleiro Vaca a fazer ótima defesa para evitar a abertura do placar. Aos nove minutos não teve jeito, e o Atlético-MG chegou ao gol com Tardelli, que recebeu assistência de Jô, e de cabeça mandou para as redes do The Strongest, silenciando o estádio Hernando Siles.

Com a desvantagem o time da casa passou a exercer pressão em cima do Galo, apostando principalmente nos chutes de longa distância, mas dando possibilidade para o contra-ataque alvinegro. Aos 13, Bernard recebeu bola esticada e quase ampliou a contagem para os atleticanos.

Atuando com inteligência, o Atlético-MG exerceu marcação atrás da linha da bola em vários momentos da partida, diminuindo os espaços do The Strongest e forçando os erros da equipe boliviana. Sem conseguir entrar na área do Galo, Cristaldo resolveu arriscar de longe, e forçou Victor a mandar para escanteio em uma bola muito venenosa.

De tanto insistir nos chutes de fora da área, os bolivianos acabaram chegando ao empate no finalzinho do primeiro tempo. Aos 43, Cristaldo mandou a bomba, Victor não conseguiu segurar firme, e no rebote, Reina só teve o trabalho de empurrar para as redes da equipe brasileira.

Na volta para a etapa complementar o Atlético-MG logo tomou as rédeas do jogo, e Tardelli quase recolocou os brasileiros em vantagem, mas o goleiro da equipe da casa fez grande defesa. Aos seis minutos, Bernard tentou uma finalização por cobertura e errou alvo, mas levando enorme perigo. Pouco criativo, o The Strongest seguiu tentado tiros de fora da área.

Como a bola ganha velocidade na altitude, o goleiro Victor teve muitos problemas para fazer as defesas. Aos dez minutos, o armador Escobar tentou surpreender cobrando um escanteio rápido, que pegou a defesa do Galo desatenta, Leonardo Silva salvou quase em cima da linha em um vacilo generalizado.

Aos 24, o Atlético-MG conseguiu uma excelente trama ofensiva com Jô e Tardelli, que tabelaram, mas no último toque, Jô chegou um pouco atrasado em uma oportunidade clara de gol. Aos 37, Serginho chegou bem à linha de fundo e cruzou para área, o zagueiro Mendez completou contra as próprias redes, anotando o tento em favor do Galo.

Com o resultado favorável, o time brasileiro passou a administrar os minutos finais para comemorar a quarta vitória seguida na Libertadores, e se tornar o único clube com 100% de aproveitamento na principal competição das Américas.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG 2 X 1 THE STRONGEST-BOL

Local: Estádio Hernando Siles, em La Paz (BOL)
Data: 13 de março de 2013 (quarta-feira)
Horário: 22 horas (horário de Brasília)
Árbitro: Julio Quintana (PAR)
Assistentes: Carlos Cáceres (PAR) e Eduardo Cardozo (PAR)
Cartões amarelos: (The Strongest-BOL) Bejarano, Torrico, Pablo Escobar (Atlético-MG) Marcos Rocha
Gols: THE STRONGEST-BOL: Reina, aos 43 minutos do primeiro tempo;
ATLÉTICO-MG: Tardelli, aos nove minutos do primeiro tempo; Mendez, contra, aos 37 minutos do segundo tempo

THE STRONGEST-BOL: Vaca; Bejarano, Mendez, Barrera e Torrico; Veizaga (Ramallo), Soliz, Chumacero e Cristaldo (Melgar); Pablo Escobar e Reina
Técnico: Eduardo Villegas

ATLÉTICO-MG: Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Réver e Júnior César (Richarlyson); Pierre, Leandro Donizete, Bernard (Serginho) e Ronaldinho; Diego Tardelli (Luan) e Jô
Técnico: Cuca