ICFUT – Com novo estádio, Corinthians tem ingressos mais caros do Brasileirão

Fonte: lancenet

Preço médio da entrada do Alvinegro na Arena é o dobro daquele cobrado no Pacaembu

Andres Sanchez - Corinthians x Figueirense (Foto: Miguel Schincariol/ LANCE!Press)
Andrés Sanchez foi cobrado por torcedores (Foto: Miguel Schincariol/LANCE!Press)

O primeiro jogo oficial da Arena Corinthians evidenciou um dos pontos mais criticados pela torcida do Timão: o salgado preço dos ingressos. Com valores de R$ 50 a R$ 400 para o duelo contra o Figueirense, os bilhetes são os mais caros da atual edição do Campeonato Brasileiro. O preço médio de cada entrada é R$ 84 (renda bruta dividida pelo número de público pagante).

Na lista dos clubes com ingressos mais "salgados" do Campeonato Brasileiro, o Corinthians é seguido de perto pelo Atlético-PR, que tem R$ 73 como preço médio de seus bilhetes. Os torcedores de Flamengo, Santos e Palmeiras que quiserem assistir a seus times nos estádios também terão de desembolsar consideráveis quantias: R$ 49, R$ 45 e R$ 42, em média, respectivamente.

A média de preços dos ingressos do jogo do último domingo do Corinthians é exatamente o dobro da que era cobrada pelo clube quando mandava suas partidas no Pacaembu. No estádio municipal, os bilhetes do Timão custavam, em média, R$ 42, com valor mínimo de R$ 40 e máximo de R$ 180.

Não à toa, o Timão registrou, diante do Figueirense, a maior arrecadação em bilheterias de sua história, somando R$ 3.029.801,70 com 36.123 torcedores pagantes.

Após o término da partida contra os catarinenses, o ex-presidente corintiano Andrés Sanchez, que estava na Arena, foi criticado por torcedores de uma organizada do clube. A torcida questionava justamente os altos valores dos ingressos.

CONFIRA ABAIXO OS PREÇOS MÉDIOS DE INGRESSOS DOS 20 CLUBES DA SÉRIE A*:

Atlético-MG – R$ 25
Atlético-PR – R$ 73
Bahia – R$ 28
Chapecoense – R$ 31
Corinthians – R$ 84
Coritiba – R$ 13
Criciúma – R$ 22
Cruzeiro – R$ 33
Figueirense – R$ 33
Flamengo – R$ 49
Fluminense – R$ 26
Goiás – R$ 29
Grêmio – R$ 38
Internacional – R$ 36
Palmeiras – R$ 42
Santos – R$ 45
São Paulo – R$ 17
Sport – R$ 16
Vitória – R$ 5

* Foram levadas em consideração as informações disponíveis de público pagante e renda bruta relativas ao último jogo de cada equipe como mandante na atual edição do Campeonato Brasileiro

ICFUT – Sanchez é sondado para ter cargo no governo de Haddad, diz jornal

Fonte: gazetaesportiva

Diretor de seleções da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Andrés Sanchez deve anunciar oficialmente ainda nesta terça-feira sua saída do cargo. Diante da mudança, o ex-presidente do Corinthians já foi sondado pela equipe de Fernando Haddad, que assume no ano que vem a prefeitura de São Paulo (SP), para assumir a Secretaria Municipal de Esportes, de acordo com o jornal Estado de S. Paulo.

Sanchez é filiado ao Partido dos Trabalhadores (PT), o mesmo de Haddad, desde 2009 e tem amizade com o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva. De acordo com a publicação, o dirigente já negocia com deputados estaduais petistas a sua entrada no próximo governo municipal. O convite oficial deve acontecer nos próximos dias.

O cargo terá destaque nos próximos anos por conta da realização da Copa de 2014. Como São Paulo é uma das sedes e a cidade que abrirá o evento daqui a pouco menos de dois anos, quem assumir a vaga comandará a verba municipal e ainda se envolverá nas negociações de patrocínios antes da disputa do torneio organizado pela Fifa. De acordo com o Estadão, a secretaria terá orçamento inicial de R$ 263 milhões para o próximo ano, ainda com possibilidade de aumento.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press

Amigo de Lula (esq.), Andrés Sanchez deve ser convidado para assumir cargo no governo de Haddad

Além da visibilidade e prestígio que Andrés possui entre empresários e políticos, esta medida serve também para encerrar a disputa entre PMDB e PC do B, partidos aliados do novo governo e que tinham interesse em assumir a vaga. A única preocupação do governo é um possível interesse de Sanchez em concorrer à presidência da CBF – possibilidade já ventilada por ele.

Andrés Sanchez está ligado à entidade que gere o futebol brasileiro desde o ano passado, quando Ricardo Teixeira ainda era o presidente. A recente perda de espaço nas decisões sobrea a Seleção, porém, o incomodou. Ele foi voto vencido na decisão de demitir o técnico Mano Menezes e afirmou que Luiz Felipe Scolari já está apalavrado para assumir o cargo, apesar de o diretor de seleções não ter participado da escolha.

ICFUT – Descontente, Andrés Sanchez diz: ‘A tendência é essa, que eu saia da CBF’

Fonte: espn

Ainda não foi no início da tarde desta segunda-feira que Andrés Sanchez anunciou a sua saída do cargo de diretor de seleções da CBF, mas a confirmação deve acontecer em breve. Em entrevista concedida na Soccerex, evento de negócios esportivos realizado no Rio de Janeiro, o dirigente afirmou que a "tendência" é mesmo o seu desligamento da Confederação Brasileira de Futebol, o que deve ocorrer após uma reunião com o presidente José Maria Marín, nesta terça-feira.

“Não pedi demissão, nem fui demitido. Vou falar com o presidente neste terça-feira, para acertar os ponteiros. Se tudo o que se fala e se escreve é verdade (sobre já estar fora da entidade), muita gente neste país deveria estar presa. Mas só vou me reunir com o presidente amanhã. Mas a tendência é essa, que eu saia. Vou sair, me reciclar, pensar na minha vida e cuidar do meu futuro", afirmou Andrés.

Defensor da permanência de Mano Menezes na seleção – o treinador foi demitido na última sexta-feira -, Andrés confirmou seu descontentamento com a situação. O dirigente deixou claro que Mano foi mandado embora por questões políticas e criticou o momento que a CBF fez a mudança no comando técnico.

"(A demissão) aconteceu em um momento muito errado. Não é uma crise, mas gera uma insegurança. Estamos a três, quatro dias do sorteio da Copa das Confederações e não temos treinador. Depois dos últimos acontecimentos, é claro que eu não estou feliz. Eles (Marin e Marco Polo Del Nero, vice da entidade) querem pessoas da confiança deles. É algo de direito, para planejar os próximos anos. Como dizem, se querem tirar todos que o Ricardo (Teixeira, ex-presidente da CBF) chamou, vou ser o próximo a sair então."

Agência Estado

Descontente com a demissão de Mano Menezes, Andrés Sanchez deve definir a sua saída da CBF

Descontente com a demissão de Mano Menezes, Andrés Sanchez deve definir a sua saída da CBF

Perguntado sobre quem deve ser o próximo profissional a comandar a seleção brasileira, Andrés Sanchez respondeu que as únicas informações que tem são da própria imprensa. "Pelo que vi na TV, a tendência é que o Felipão assuma. Ele já está apalavrado", disse Sanchez.

O dirigente ainda evitou comentar de forma acintosa a polêmica envolvendo Del Nero. O vice da CBF teve computadores e documentos pessoais apreendidos pela Polícia Federal nesta madrugada – operação que não está relacionado às atividades do dirigente na CBF. "Fico triste, mas acredito que não tem nada. Espero que ele prove que foi um equívoco", finalizou Andrés.

ICFUT–Entrevista com Andrés Sanchez

Fonte: globo

Andrés Sanchez, o polêmico presidente do Corinthians Foto: Michel Filho

Andrés Sanchez atende o telefone e emenda: "Beleza? Tudo bem? Fala logo! Estou ouvindo". O presidente do Corinthians, de 47 anos, não tem tempo a perder. Do anonimato de conselheiro às cavalgadas nos departamentos do Parque São Jorge, ele está na cúpula do Brasil, que se prepara para a Copa do Mundo. Andrés deixará a cadeira elétrica do Timão após a eleição, em dezembro próximo. Por ora, fuma um cigarro atrás do outro em seu gabinete, toma seu café com leite e administra "problemas" — assim como contabiliza vitórias pessoais e administrativas. O sonhador que vendia limão depois de frustrar-se como lateral-direito aos 14 anos, viveu no Rio e flertou com o Partido Comunista do Brasil nos anos 80.

Advogado em defesa própria, quer deixar o cargo como o presidente que fez o centro de treinamento de R$ 45 milhões, a Arena do Corinthians para sediar a estreia do Mundial-2014 — "Itaquerão é o cacete", diz —, e luta pela estrela que falta na gestão: campeão brasileiro. Mas o dirigente que convive com insinuações de favorecimento por sua amizade com o presidente da CBF, Ricardo Teixeira, rebate o que vai de encontro ao que pensa e toca em assuntos delicados em quase uma hora de bate-papo.

JE: Como vê o Campeonato Brasileiro? O Corinthians, líder, vai ser o campeão?

AS: Quando ganhei a eleição, não prometi títulos, mas reestruturação, valorização da marca. Hoje, o Corinthians é uma das maiores marcas da América Latina. Se ganhar títulos, melhor. Faltam seis jogos e há vários times na briga.

Então, qual o melhor time do Brasileiro?

Completinho, o Santos. É estruturadinho. E seria um dos favoritos, caso não estivesse pensando na decisão do Mundial. O Campeonato Brasileiro é duro, começa com 12 na briga. E agora tem quatro, cinco.

Como é ser o time paulista entre os cariocas?

Não tem isso de São Paulo contra o Rio. Os cariocas têm que projetar receber mais turistas do que São Paulo porque a cidade é mais bonita? Se poder econômico fosse sinônimo de vitória, os times de São Paulo estariam entre os cinco maiores do mundo. Futebol não é só poder econômico. O time tem que encaixar, não pode ter lesão. O Flamengo investiu bem. O Fluminense também… Tem que encaixar. É importante Rio e São Paulo como favoritos porque são quatro times do Rio e outros quatro de São Paulo. São quase 50% dos participantes do Brasileiro na Série A. Em Minas são dois; no Rio Grande do Sul são dois.

Esse Brasileiro tem um craque?

Porra, o Neymar!

Andrés Sanchez trouxe Ronaldo e Adriano para o TimãoAndrés Sanchez trouxe Ronaldo e Adriano para o Timão Foto: Marcos Alves

Mas ele não conta. Está muito acima dos outros…

Vejo o Ralf e o Marquinho (Fluminense) fazendo belo campeonato. O Leandro Damião vinha muito bem, mas se machucou. O Montillo também.

Assistir às quedas do Palmeiras e São Paulo é gostoso pela rivalidade?

Amigo, já tenho problemas demais no Corinthians para falar dos outros.

A tabela está mais fácil para o Corinthians?

Ganhar o Campeonato Brasileiro é muito difícil. É gostoso. Tem quatro, cinco, com chances para ser campeão. O Corinthians, dizem aí, tem a tabela mais fácil. Mas o América-MG deu problema para o Flamengo. O Fluminense sofreu para ganhar outro time que está embaixo. Nós (Corinthians) passamos dificuldades para ganhar do Avaí. Se ficar com essa mentalidade, dança.

Como você lida com as insinuações de que o Corinthians é beneficiado pelas arbitragens, já que tem ótima relação com o presidente da CBF?

Quem fala isso não entende nada de futebol. Nos últimos quatro jogos, o Corinthians foi muito prejudicado. Já esqueceram o pênalti contra o Cruzeiro? E contra o Avaí, o gol impedido? E o jogador expulso.. Ah… Para com isso. Mas por ser o maior do Brasil tem ônus e bônus.

Falando nisso, você acha que o Corinthians tem torcida maior que a do Flamengo? Ou você tem projeto de crescimento para se tornar a maior em breve?

O Flamengo tem quatro ou cinco torcedores a mais do que o Corinthians. Se não tiver um "baby boom" nos próximos meses, em um ano e meio, dois anos, o Corinthians terá a maior torcida do Brasil. Mas que fique registrado: são duas nações.

Itaquerão, estádio do Corinthians e da abertura da Copa do MundoItaquerão, estádio do Corinthians e da abertura da Copa do Mundo Foto: Marcos Alves

Financeiramente, concluo, o Corinthians é o maior?

Vou fechar o ano com dívidas de R$ 170 milhões aproximadamente. Mas arrecado R$ 300 milhões. Dívida toda empresa tem. Mas o Corinthians tem fluxo de caixa. Tenho a maior arrecadação da América Latina e estou entre as 15 maiores do mundo. Estamos fazendo um CT de R$ 45 milhões.

É loucura sonhar com o Tevez em 2012?

Ele é um dos maiores ídolos do Corinthians. Tentamos no meio do ano e vamos atrás de novo. Só de camisas e ações de marketing eu pago o Tevez. Além de ser um craque.

E o Adriano? Se arrepende de ter contratado ele?

E eu vou contratar alguém achando que vai ter lesão séria? Ele está treinando e vai retornar. Está faltando confiança só, e ele vai readquirir.

Conseguiu enquadrar ele aí?

Eu não sou babá de ninguém. Ele tem contrato. Fez merda vai ser multado como qualquer outro. Ele é mais um jogador do Corinthians.

Fora do campo e bola. Ao deixar o Corinthians, vai fazer a sucessão do Ricardo Teixeira na CBF?

Não, estou fora.

Vai largar o futebol?

Saio no final do ano do Corinthians e vou tocar a minha vida. Sou conselheiro do Corinthians. Mas voltarei à vida normal, na empresa da minha família. Eu me dediquei 24 horas ao clube nos últimos anos, não ganhei porra nenhuma e sou chamado de ladrão.

Você se sente responsável por levar a abertura da Copa para São Paulo?

Óbvio que a abertura da Copa em São Paulo é uma vitória minha. É no estádio do Corinthians.

No Rio, dizem que tem o seu dedo a festa do final do Brasileiro acontecer este ano em São Paulo…

Quantos edições de Brasileiro tiveram desde 1971?

Com o atual, 41.

Qual estado ostenta o maior número de títulos? São Paulo, né? E a festa nunca foi em São Paulo. Quando foi campeão, teve que ir ao Rio. Se um carioca for campeão terá que viajar a São Paulo para a festa. Independentemente de quem ganhar… Aí, já inventaram que foi o Corinthians que trocou o local. Brincadeira.

Mas você é amigão do Teixeira…

Só depois de ser presidente do Corinthians que o conheci. Sou amigo dele, como ele é da Patricia Amorim, ou do presidente do Santos… O (Roberto) Horcades (ex-presidente do Fluminense) era cardiologista dele.. Era mais amigo do que eu, né? Ou eu sou mais amigo dele? (risos). Mas eu já discuti com ele, defendendo os interesses do Corinthians.

Qual é sua análise sobre a organização da Copa?

Estamos atrasados em relação a aeroportos. Mas tudo vai se resolver. E faremos a maior Copa de todos os tempos.

O final é aquele: liberação de recursos às pressas, orçamento estourado…

Com recursos ou não em cima da hora, cabe aos órgãos fiscalizadores. O Brasil precisa pensar na Copa, no legado. Respeitar os turistas para que voltem. Não pode o Uruguai receber mais turistas do que a gente. Tem algo errado ou não?

Em outros países-sede, por exemplo, estádios viraram elefantes brancos.

Olha, tem que falar com os os governadores dos estados que decidiram fazer obras, reformar, construir e, agora, buscar utilização para os estádios.

E o Maracanã? O que acha da obra (R$ 1 bilhão)?

Colocaria abaixo. Seria mais barato, mais moderno e mais útil. Tinha que derrubar e fazer um novo. mas isso é de responsabilidade do Estado do Rio.

O Itaquerão é uma vitória pessoal?

Itaquerão é o cacete. É o Estádio do Corinthians. É a Arena do Corinthians até que eu venda o "naming right" (direitos do nome). A imprensa inventou o apelido de Itaquerão. Em fevereiro ou março, anunciamos o nome da arena. Vamos vender por 20, 25 anos. Mas, se pagar, leva até por cem anos. O estádio é uma vitória dos corintianos. E minha também.

E o escândalo no Ministério dos Esportes, que acarretou a troca de ministros?

Fico muito triste. Não posso acusar ninguém, não é meu papel. Mas obviamente que é ruim mudar tudo às vésperas da Copa. O Aldo (Rebelo) vai ter que correr atrás do prejuízo.

ICFUT – Sanchez diz que Ronaldo sai do Corinthians quando acabar seu mandato

Fonte: http://www.band.com.br

Da Redação, com Jogo Aberto

O prazo da permanência de Ronaldo no Corinthians tem validade. Pelo menos é o que revelou o presidente do clube Andrés Sanchez. “Pelo que venho falando com ele, o Ronaldo, infelizmente, pois eu queria que ele ficasse com a gente por uns 12 anos, mas eu saindo ele sai”, disse em entrevista ao programa Jogo Aberto, da Band, nesta quarta-feira.

“Ele foi um cara que foi muito explorado. No entorno do futebol os jogadores são muito roubados, sacaneados e então é muito difícil. No Corinthians ele teve a paz, a felicidade de fazer qualquer coisa que ninguém vai sacanear”, comentou.

Para ele, a importância do camisa nove vai muito além das quatro linhas. “O que ele (Ronaldo) trouxe para o Corinthians da mídia espontânea no mundo, que a gente não tinha, é incalculável isso, é muito forte. No Brasil o Corinthians já era forte. O Ronaldo agregou tudo isso para fazer a estrutura que estamos fazendo e está terminando, junto com a ideia dele, com todo mundo”. A estrutura que Sanchez cita diz respeito ao CT de Itaquera.

Arrecadação

Apesar de o Corinthians ficar sem título no ano do centenário, Sanchez projeta arrecadação recorde no ano que vem. “O Corinthians vai ter o terceiro maior contrato do mundo no ano que vem. Só perde para o Bayern de Munique e Barcelona”.