HUMOR ICFUT – TOP 12 ● Torcedores revoltados com o time!

Canal – Tavares Videos

As 12 melhores reações de torcedores em fúria com o time! O emblemático João do América, o “Fora Waldemar”, o flamenguista pistola por áudio do WhatsApp e muito mais!

INSCREVA-SE NO CANAL! Deixe seu like, compartilhe com os amigos e ative o sininho para ser avisado imediatamente quando sair vídeo novo aqui no canal! SIGA-ME NAS REDES SOCIAIS

Instagram: http://instagram.com/tavarescr

Twitter: http://twitter.com/Tavares_Cr

Anúncios

ICFUT – CAMPEONATO BRASILEIRO DE FUTEBOL SÉRIE B – 2018 – 2º RODADA

Boa esporte 0 x 2 Fortaleza – Serie B 17/04/2018

Coritiba 1 x 0 Atlético GO – Serie B 17/04/2018

Juventude 1 x 1 Oeste – Serie B 17/04/2018

São Bento 2 x 1 CSA – Serie B 20/04/2018

Paysandu 1 x 0 Londrina – Serie B 20/04/2018

Guarani 2 X 0 Sampaio Corrêa – Série B- 21/04/2018

Avaí 2 X 2 Brasil de Pelotas-Série B- 21/04/2018

Goiás 0 x 2 Figueirense-Série B- 21/04/2018

CRB 0x1 Vila Nova-Série B- 21/04/2018

Criciúma 0 X 1 Ponte Preta-Série B- 21/04/2018

 

Classficação

Serie B 2018 

J V E D GM GS Dif. Pts
1 Fortaleza 2 2 0 0 4 1 +3 6
2 Figueirense 2 2 0 0 4 1 +3 6
3 Paysandu 2 2 0 0 2 0 +2 6
4 Vila Nova 2 2 0 0 2 0 +2 6
5 Oeste 2 1 1 0 3 1 +2 4
6 São Bento 2 1 1 0 3 2 +1 4
7 Guarani 2 1 0 1 3 2 +1 3
8 CSA 2 1 0 1 3 3 +0 3
9 Atlético GO 2 1 0 1 3 3 +0 3
10 Sampaio Corrêa 2 1 0 1 2 2 +0 3
11 Londrina 2 1 0 1 1 1 +0 3
12 Ponte Preta 2 1 0 1 1 1 +0 3
13 Coritiba 2 1 0 1 1 2 -1 3
14 Brasil de Pelotas 2 0 2 0 3 3 +0 2
15 Avaí 2 0 1 1 2 3 -1 1
16 Juventude 2 0 1 1 2 3 -1 1
17 Criciúma 2 0 0 2 2 4 -2 0
18 Goiás 2 0 0 2 1 4 -3 0
19 CRB 2 0 0 2 0 3 -3 0
20 Boa 2 0 0 2 0 3 -3 0

ICFUT – BRASILEIRO SÉRIE B – 2018 : Coritiba (PR) 1×0 Atlético (GO)

FICHA TÉCNICA:

CORITIBA 1 x 0 ATLÉTICO-GO

CORITIBA – Wilson; César Benítez, Thalisson Kelven, Alex Alves e Abner (Guilherme Parede); Vitor Carvalho, Júlio Rusch, Vinícius Kiss, Kady (Chiquinho) e Jean Carlos (Yan Sasse); Bruno Moraes. Técnico: Tcheco.

ATLÉTICO-GO – Kléver; Alisson, William Alves, René e Bruno Santos; Rômulo, Fernandes e Tomas Bastos; Júlio César (Pablo), Tito (Joanderson) e João Paulo (Cristhyan). Técnico: Cláudio Tencati.

GOL – Vinícius Kiss, aos 3 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Kady, Alex Alves e Abner (Coritiba); René (Atlético-GO).

CARTÃO VERMELHO – Tomas Bastos (Atlético-GO).

ÁRBITRO – Francisco Carlos do Nascimento (AL).

RENDA – R$ 52.495,00.

PÚBLICO – 4.410 pagantes.

LOCAL – Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR).

ICFUT – CAMPEONATO BRASILEIRO DE FUTEBOL SÉRIE B – 2018 – 1º RODADA

Fortaleza 2 x 1 Guarani – BRASILEIRÃO (SÉRIE B)

Oeste 2 x 0 CRB – Brasileiro Série B

Atlético GO 3 x 2 Criciúma – Brasileiro Série B 2018

Figueirense 2 x 1 Juventude | Série-B 2018

Brasil de Pelotas 1 x 1 São Bento – Brasileiro Série B 2018

Vila Nova 1×0 Avaí – Brasileirão Série B 2018

CSA 2 X 1 Goiás – Série B – 2018

Londrina 1×0 Boa Esporte – Brasileirão Série B 2018

Sampaio Corrêa 2×0 Coritiba – Série B 2018

Ponte Preta 0x1 Paysandu – Série B 2018

 

Classificação P J V E D SG G GC %
Oeste  
3 1 1 0 0 2 2 0 100.0
Sampaio Corrêa  
3 1 1 0 0 2 2 0 100.0
Atlético-GO  
3 1 1 0 0 1 3 2 100.0
CSA  
3 1 1 0 0 1 2 1 100.0
Figueirense  
3 1 1 0 0 1 2 1 100.0
Fortaleza  
3 1 1 0 0 1 2 1 100.0
Vila Nova  
3 1 1 0 0 1 1 0 100.0
Londrina  
3 1 1 0 0 1 1 0 100.0
Paysandu  
3 1 1 0 0 1 1 0 100.0
Brasil de Pelotas  
1 1 0 1 0 0 1 1 33.3
São Bento  
1 1 0 1 0 0 1 1 33.3
Criciúma  
0 1 0 0 1 -1 2 3 0
Goiás  
0 1 0 0 1 -1 1 2 0
Guarani  
0 1 0 0 1 -1 1 2 0
Juventude  
0 1 0 0 1 -1 1 2 0
Ponte Preta  
0 1 0 0 1 -1 0 1 0
Avaí  
0 1 0 0 1 -1 0 1 0
BOA  
0 1 0 0 1 -1 0 1 0
Coritiba  
0 1 0 0 1 -2 0 2 0
CRB  
0 1 0 0 1 -2 0 2 0

ICFUT – Amistoso: Flamengo – RJ 3×1 Atlético – GO

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-GO 1 X 3 FLAMENGO-RJ

Local: Estádio Olímpico, em Goiânia (GO)
Data: 7 de abril de 2018 (Sábado)
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Bruno Rezende
Assistentes: Hugo Correa e Tiego dos Santos
Cartão Amarelo: Bruno Santos (AG)

Gols:
ATLÉTICO-GO: Joanderson, aos 38 minutos do primeiro tempo
FLAMENGO: Diego no primeiro minuto, Henrique Dourado aos três minutos e Diego, aos 26 minutos do segundo tempo

ATLÉTICO: Kléver; Alisson (Luan), William Alves, René Santos e Bruno Santos; Rômulo, Warian (João Paulo), Fernandes e Tomas Bastos (Pablo); Júlio César e Joanderson (Tito)
Técnico: Cláudio Tencati

FLAMENGO: César (Júlio César); Rodinei (Pará), Réver (Léo Duarte), Juan (Thuler) e Renê (Trauco); Cuéllar (Jonas), Diego (Jean Lucas), Éverton Ribeiro (Willian Arão), Lucas Paquetá (Vinicius Junior) e Everton (Marlos); Henrique Dourado(Lincoln)
Técnico: Maurício Barbieri

ICFUT – Atlético-GO faz bom primeiro tempo, mas perde para a Católica no Chile

Fonte: lancenet

No jogo de volta, no Serra Dourada, Dragão precisa vencer por três ou mais gols de diferença para se classificar às quartas de final da competição

Universidad Catolica x Atlético-GO - Copa Sul-Americana - Cristopher Toselli e Patrick (Foto: Claudio Santana/AFP)
Dragão fez sua primeira partida interncional (Foto: Claudio Santana/AFP)

Na primeira partida internacional em sua história, mesmo jogando um bom primeiro tempo, o Atlético Goianiense foi derrotado, na noite desta quarta-feira, pela Universidad Católica (CHI) por 2 a 0 pelas oitavas de final da Copa Sul-Americana e viu a vaga na próxima fase distante. Os gols foram marcados por Silva e Ramos, ambos no segundo tempo.

O jogo da volta acontece no Serra Dourada, no dia 18 de outubro e o Dragão precisa vencer por três gols para avançar ou pelo mesmo placar para levar o duelo para os pênaltis. Qualquer vitória por dois gols de diferença com a Católica marcando ao menos um, a vaga fica para os chilenos. Quem passar pega o vencedor de Liverpool-URU x Independiente (ARG).

PRIMEIRO TEMPO

Mesmo jogando sua primeira partida fora do Brasil, o Atlético conseguiu fazer do primeiro tempo um jogo bem equilibrado, com ambos os times buscando o gol adversário. O Dragão procurava atacar mais pelo lado direito, sempre com os cruzamentos de Marcos, que tinha Rayllan jogando bem próximo.

O time da casa arriscava mais com chutes de longa distância, pois não conseguia invadir a área dos visitantes. Os defensores se postavam bem e Gustavo protagonizou dois lances na primeira etapa. Curiosamente, um para cada time.

Aos 27, Danilinho cruzou da direita e o zagueiro cabeceou forte para ótima defesa de Toselli, que se esticou todo. O outro lance foi bizarro. Diego Giaretta recuou para o jogador, que tentou espanar, mas mandou para trás. Peralta dominou na área e rolou para Trecco, que isolou, salvando a pele de Gustavo e do Atlético.

Além das chegadas pela direita, o Atlético abusava de lançamentos para Patric, que tentava desviar de cabeça para a chegada de Danilinho ou Rayllan, mas estas jogadas não funcionavam muito. O Dragão levava mais perigo quando saía trocando passes, como o treinador Artur Neto pediu para seus comandados.

SEGUNDO TEMPO

A Universidad Católica começou bem melhor o segundo tempo e sufocou o Atlético nos minutos iniciais. Logo aos dois, Trecco chutou de longe com curva e a bola passou perto do gol de Márcio. Novamente os chilenos testavam suas miras, mas não acertavam o alvo. Eram muitos chutes, mas poucas vezes Márcio era obrigado a fazer a defesa, pois as bolas sempre iam longe.

Até que Silva acertou. O meia do Católica recebeu do lado esquerdo, cortou pro pé bom e mandou um balaço no ângulo superior esquerdo de Márcio, que nada pôde fazer. Artur Neto prontamente quis colocar o time para frente e substituiu Rayllan por Diogo Campos.

Mas mesmo assim a Católica seguia melhor. Márcio apareceu, enfim, para fazer uma grande defesa. Rios recebeu do lado direito da área e chutou cruzado, só que o capitão do Dragão defendeu bem.

A melhor chance do Atlético no segundo tempo veio novamente com Gustavo. Após o cruzamento de Diogo Campos, o zagueiro testou firme para ótima defesa de Toselli. Pouco depois, Danilinho chutou de canhota e a bola foi na rede pelo lado de fora, assustando o arqueiro adversário.

A Católica chegou ao segundo gol no fim, aos 41 do segundo tempo. Cruzamento de Sepúlveda e cabeceio firme de Ramos, que fechou o placar. O que fica para o torcedor atleticano é um time que lutou muito, jogou bem mesmo fora de casa e vai brigar de igual para igual pela vaga no jogo da volta, com a ajuda de sua torcida no Serra Dourada.

FICHA TÉCNICA
UNIVERSIDAD CATÓLICA 2 X 0 ATLÉTICO-GO

Local: San Carlos de Apoquindo, em Santiago (CHI)
Data/hora: 03/10/2012 – 20h15 (de Brasília)
Árbitro: Enrique Caceres (Fifa-PAR)
Auxiliares: Rodney Aquino (Fifa-PAR) e Cesar Franco (Fifa-PAR)

Cartões Amarelos: Henríquez e Silva (UCA) Marcos, Patrick e Diego Giaretta (ACG)
Cartões Vermelhos:
Não houve

GOLS: Silva, aos 9’/2ºT (1-0) e Ramos, aos 41’/2ºT (2-0)

UNIVERSIDAD CATÓLICA: Cristopher Toselli; Álvarez, Martínez, Henríquez (Andía – 23’/2ºT) e Parot; Tomás Costa, Rios, Sixto Peralta (Sepúlveda – 38’/2ºT) e Francisco Silva; Trecco (Ramos – 23’/2ºT) e Castillo
Técnico: Martin Lasarte

ATLÉTICO-GO: Márcio, Marcos, Gustavo, Reniê e Eron; Pituca, Ernandes, Marino, Rayllan (Diogo Campos – 14’/2ºT) e Danilinho; Patric (Ricardo Bueno – Intervalo).
Técnico: Artur Neto

ICFUT–SUL-AMERICANA: Figueirense 1 x 1 Atlético-GO

Fonte: futebolinterior

Márcio defende dois pênaltis e classifica Dragão

Atlético venceu por 4 a 2 na disputa por pênaltis

Florianópolis, SC, 23 (AFI) – Dramática. Assim foi a classificação do Atlético-GO às oitavas de final da Copa Sul Americana 2012. Jogando na noite desta quinta-feira no Estádio Orlando Scarpelli, em Florianólis, Figueirense e Atlético-GO empataram em 1 a 1 no tempo normal, levando a partida para os pênaltis. Foi aí que brilhou a estrela do goleiro Márcio, do Dragão. Além de defender duas cobranças, Márcio ainda converteu uma cobrança, dando à classificação à equipe goiana. No tempo normal, o Figueira saiu na frente aos 35 do primeiro tempo, com Túlio. O Dragão empatou aos 13 da segunda etapa, com Gustavo.

Agora o Atlético espera o vencedor de Universidad Católica-CHL e Tolima-COL, que se enfrentam na próxima quarta.

Primeiro tempo

Jogando em casa, o Figueirense tratou de partir pra cima do Atlético Goianiense. Logo aos seis, Aloísio arranca, corta a marcação de Reniê e chuta muito perto da trave, assustando o goleiro Márcio.

Aos 13, Aloísio tenta de novo e chuta com perigo, a bola passa raspando a trave direita de Márcio.

Aos 27, Alísio faz bela jogada pela direita e rola para Rony, que chuta de primeira, Márcio faz defesa segura, sem rebote.

De tanto insistir, o Figueira chegou ao gol aos 36. Túlio faz jogada individual dentro da área e chita mascado para o gol. A bola desvia na zaga do Dragão e mata Márcio. 1 a 0.

O time da casa ainda quase ampliou aos 40. Em cobrança de falta, Fred solta uma bomba, que passa rente a trave, dando números finais à primeira etapa, que não teve nenhum lance perigoso do Dragão.

Segundo tempo

O primeiro bom lance da segunda etapa aconteceu aos dez. Ronny recupera a bola no campo de ataque e chuta da entrada da área, rasteiro. Márcio segura firme.

Mesmo sem se arriscar muito, o Dragão chegou ao empate aos 13. Após cobrança de falta de Marcos, Gustavo aparece na segunda trave e cabeceia, encobrindo o goleiro Ricardo. 1 a 1.

O Figueira respondeu aos 32. Aloísio chuta de fora da área, com efeito. A bola ainda bate no gramado e dificulda a defesa de Márcio.

Atacando mas sem muita qualidade, o Figueirense não conseguiu furar a zaga do Dragão, que não encaixava nenhum contra-ataque, fazendo a partida ir para os pênaltis.

Márcio é fera!

O Dragão abriu as cobranças de pênalti com Marcos, que chuta no canto esquerdo de Ricardo, que se estica todo e defende a bola.

Na primeira cobrança do Figueira, Túlio manda forte no canto, sem chances para Márcio. 1 a 0 Figueirense.

Na segunda cobrança do Atlético, Dodô não inventa e manda no ângulo direito de Ricardo. 1 a 1.

A partir da segunda cobrança de Figueira que a estrela de Márcio começou a brilhar. O ídolo Fernandes chuta no canto direito, mas Márcio vai buscar, para desespero do time da casa.

O Dragão virou o placar com Ernandes. O meia cobra no cantinho, sem chances para Ricardo. 2 a 1.

Mas o Figueira empatou logo em seguida. Com muita confiança, Caio bate firme no canto. 2 a 2.

O goleiro Márcio foi para a terceira cobrança do Dragão e não decepcionou. Ele bateu com categoria no canto esquerdo. 3 a 2.

João Paulo tinha a chance de empatar novamente para o Figueira, mas parou em Márcio, que se esticou para defender a cobrança.

A classificação estava nos pés de Patric. O atacante cobrou bem e não deu chances à Ricardo. 4 a 2 e Dragão classificado!

RETRÔ ICFUT – Campeonato Brasileiro 2011 – Série A

Artilheiro

Borges – Santos FC

Campeão Artilheiro
Corinthians
Corinthians
Brasil Borges
Santos
Atacante
1980-10-05
23 Gols

Estatísticas

Melhor Ataque Fluminense 60 Gols
Pior Ataque Atlético Paranaense 38 Gols
Melhor Defesa Corinthians 36 Gols sofridos
Pior Defesa Avaí 75 Gols sofridos
Mais Goleadas Ceará 4 Goleadas
Mais Vitórias Corinthians 21 Vitórias
Menos Vitórias Avaí 7 Vitórias
Mais Empates Palmeiras 17 Empates
Mais Derrotas Avaí 21 Derrotas
Menos Derrotas Flamengo 7 Derrotas
Max. Jogos sem Perder Flamengo 16 Jogos

Por Cleber Aguiar – Mercado da Bola

Andrezinho Ex-Internacional vai para o Botafogo RJ

Fim de novela Dagoberto deixa Tricolor e acerta com o Internacional

Diogo Ex-promessa do Internacional acerta com Bonsucesso Carioca

Adriano Magrão Ex – Flu também acerta com o Bonsucesso

Tulio renova com o Figueirense

Anaílson Ex-Atlético-GO no XV de Piracicaba

Wellington Monteiro ex-Internacional é apresentado no Guarani de Campinas

Felipe fica no Flamengo por mais 1 ano

Wesley ex-Corinthians & Ademir Sopa ex- Barueri e São Caetano no Linense

Pacotão da Ponte Preta

Lauro Ex-Internacional de volta a Macaca

Rodrigo Pimpão ex-Vasco

Willian Magrão ex-Grêmio

Leandrão ex-ABC

RETRÔ ICFUT – Campeonato Goianiense 2011

CAMPEÃO GOIANIENSE

Campeão
Atlético Goianiense
Atlético Goianiense

Estatísticas

Melhor Ataque Atlético Goianiense 44 Gols
Pior Ataque Trindade 18 Gols
Melhor Defesa Goiás 24 Gols sofridos
Pior Defesa Morrinhos 39 Gols sofridos
Mais Goleadas CRAC 3 Goleadas
Mais Vitórias Atlético Goianiense 14 Vitórias
Menos Vitórias Trindade 3 Vitórias
Mais Empates Goiás 6 Empates
Mais Derrotas Trindade 13 Derrotas
Menos Derrotas Goiás 4 Derrotas
Max. Jogos sem Perder Anapolina 10 Jogos

Final

1ª RODADA
8/05 – 16h00 Goiás 1 x 1 Atlético
2ª RODADA
15/05 – 16h00 Atlético 1 x 1 Goiás

 

Semifinal
1ª RODADA
24/04 – 16h00 Goiás 1 x 0 Vila Nova
25/04 – 21h00 Anapolina 0 x 1 Atlético
2ª RODADA
30/04 – 16h00 Atlético 4 x 2 Anapolina
1/05 – 16h00 Vila Nova 2 x 2 Goiás