ICFUT – Cruzeiro registra vínculo não profissional com jovem Pablo, filho do goleiro Fábio

Fonte: Superesportes.com.br

Nome do adolescente de 14 anos foi publicado no BID da CBF na última sexta

Pablo Nicolas Maciel, filho do goleiro Fábio, está oficialmente ligado ao Cruzeiro. Na última sexta-feira, dia 12 de julho, a diretoria celeste registrou no Boletim Informativo Diário da CBF o primeiro vínculo não profissional com o jovem de 14 anos, válido de 1º de julho de 2019 a 28 de junho de 2022

De acordo com o clube, ainda não se trata de contrato de formação, mas sim de regularização na Confederação Brasileira de Futebol. Dessa forma, o adolescente estará apto a participar de competições oficiais, como o Campeonato Mineiro Sub-14.

Pablo já treina com o grupo sub-14 há mais de quatro meses. À época, o próprio Cruzeiro, por meio de suas redes sociais, comunicou que o adolescente teria a “missão de defender a meta celeste”.

“Filho do nosso ídolo eterno Fábio, o jovem Pablo começou a treinar na categoria Sub-14 do Cruzeiro nesta semana. Boa sorte ao garoto que, agora, também tem a missão de defender a meta celeste!”, escreveu o clube, via Twitter, em 12 de março.

Antes de ser incorporado ao time pré-infantil, Pablo realizava atividades em sua casa sob supervisão de Leandro Franco, um dos preparadores de goleiros do Cruzeiro. Fábio divulgava no Instagram vídeos dos exercícios de fundamento do herdeiro.

Na relação de goleiros do sub-14 ainda há Thiago Brazão, primo de Gabriel Brazão, vendido pelo Cruzeiro ao Parma-ITA, por R$ 11 milhões, e posteriormente contratado pela Inter de Milão em troca envolvendo o atacante Andrea Adorante.

O elenco tem outro garoto com DNA de campeão. Trata-se do atacante João Mendes, filho de Ronaldinho Gaúcho, ídolo do arquirrival Atlético e melhor jogador do mundo em 2004 e 2005. Ele chegou à Toca I em agosto de 2018 e assinou vínculo de formação em abril de 2019.

ICFUT – Cafu sofre com dívidas milionárias e tem imóveis penhorados

Fonte: Portal Terra

Capitão da Seleção Brasileira no penta da Copa do Mundo, Cafu tem sofrido com dívidas milionárias e, recentemente, teria perdido cinco imóveis por decisão do Tribunal de Justiça. O não cobrimento de empréstimos e dívidas criadas pela Capi Penta International Player, empresa de agenciamento de atletas, que pertence ao ex-jogador de 49 anos de idade e sua esposa, Regina, ainda teria causado a penhora de mais 15 imóveis do casal.
“É um problema particular meu. Posso dar meus imóveis, meu carro, minha casa, posso dar o que quiser como pagamento de dívida”, disse o ex-lateral direito, em entrevista concedida ao jornal Folha de S. Paulo, responsável pela reportagem.
A Capi Penta é alvo de diversos processos, os quais são movidos por instituições como: a Vob Cred e seu diretor administrativo Valentim Osmar Barbizan, que, juntos, cobram cerca de R$ 8 milhões; o banco ABC Brasil, que exige o pagamento de R$ 1 milhão; o Banco Industrial, que cobra R$ 6 milhões; e o Banco Santander, que também teria emprestado R$ 1 milhão sem ter sido reembolsado no prazo estipulado.

Ao todo, seriam 32 imóveis sob a posse do ex-atleta, entre apartamentos em São Paulo e Alphaville, uma casa em Barueri, uma no litoral, e diversos terrenos no interior paulista. Todos os bens em questão foram adquiridos na época em que Cafu ainda jogava.

Revelado pelo São Paulo, Cafu também acumulou passagens por Juventude, Palmeiras e Roma. O auge da carreira, porém, foi no Milan, clube no qual encerrou a carreira, em 2008. Com 149 partidas, é o jogador que mais vestiu a camisa da Seleção Brasileira na história, tendo disputado três finais de Copa do Mundo consecutivas (1994, 1998 e 2002). Atualmente, desempenha funções executivas no futebol, participando dos comitês organizadores da Copa América 2019 e da Copa do Mundo de 2022, que será no Catar, como embaixador do evento no Brasil.

ICFUT – Nenê é apresentado no Fluminense!

NOVOS RUMOS EM OUTRO TRICOLOR

Fonte: Datafoot.com.br/facebook.com/Datafoot/

O Fluminense anunciou a contratação do meia Nenê, que rescindiu o contrato com o São Paulo amigavelmente na última sexta-feira. O jogador de 37 anos assinou contrato com o tricolor das laranjeiras até o fim de 2020.
Fora dos planos do triclor paulista, passou a treinar em horários diferente do grupo são-paulino e com a opção do técnico Cuca em não contar com o atleta, foi a oportunidade do São Paulo em economizar os sálarios do experiente jogador que tinha contrato até o final deste ano.
Se por um lado o técnico Cuca não contava com o seu futebol, o técnico Fernando Diniz comemorou a sua chegada, segundo o meia. “Há muito tempo, havia esse namoro e juntamente com Celso Barros, o Mário e o Angioni, além do Diniz, que foi um cara que sempre demonstrou querer a minha vida, foi um fator crucial para poder estar nesse clube e estou muito feliz por isso”, disse o novo camisa 77 e que comemora seu aniversário nesta sexta-feira.
Desde o início de 2019, o Fluminense mostrava o interesse, porém as trativas não avançaram. Liberação por empréstimo e troca de atletas não ocorreram, aumentando a demora para chegada do reforço na equipe carioca que conta com Paulo Henrique Ganso como o titular da posição.

Texto: @andréfelipe (SP)
Fotos: Divulgação/ Site oficial Fluminense
Lucas Mercon Site oficial Fluminense