Por J. Edmar–TIMÃO CAMPEÃO DA COPA DE JUNIORES 2015

Todo início de temporada a expectativa toma conta de alguns torcedores mais afoitos e menos informados e a gente vê alguns integrantes da mídia corneteira colaborando para que algumas inverdades sejam alardeadas de forma inconseqüente e desleal…

É um “disse me disse” tão fora da lógica que chega a enojar aquele que é mais ou menos inimigo destas práticas, que vive, de forma mais presente, a realidade e o dia-a-dia dos clubes e das torcidas…

E neste início de 2015, as coisas não foram tão diferentes de anos anteriores exceto que, infelizmente, neste início de temporada, o “veneno” de alguns “formadores de opinião” está sendo muito mais difundido que noutras épocas. E a razão é uma só, ou seja, com o fiasco da nossa Seleção frente os alemães, fica-se, de forma nítida, com a impressão de que nunca mais, no “país do futebol”, as coisas entrarão nos eixos…

E no campo das entidades menores, (no caso específico os clubes de futebol), a nefasta divulgação de “coisas ruins” é ainda de maior monta…

Contando, como já falou, com a participação de alguns integrantes da mídia fofoqueira e venal, alguns torcedores se alvoroçam mais que outros e o resultado, imediato e lógico, disso, é o aumento das idiotices, das tentativas de desestabilização desta ou daquela equipe que, por acaso, se ache em evidência ante a “ruindade” acentuada de outras…

E foi assim, (como não podia ser diferente), o início da 46º edição da Copa São Paulo de Futebol Juniores pois, com 104 equipes inscritas, não é preciso ser um gênio de logística para se deduzir que, entre estas, haveriam muitas, destas, que foram relacionadas apenas para se “massagear o ego” deste ou daquele dirigente, para satisfazer os interesses políticos e prosélitos deste ou daquele mandatário.

Havia, todavia, dente as 104 equipes cadastradas, uma equipe séria, de trabalho voltado ao engrandecimento das atividades de base, ao fortalecimento e efetivação da formação de novos craques que, deste o seu jogo de estréia, tudo fez para tornar-se “alheia” a todo este estado de coisas…

E esta equipe, tem o nome pomposo de SPORT CLUBE CORINTHIANS PAULISTA, ou seja o único BI-CAMPEÃO MUNDIAL DO FUTEBOL brasileiro de clubes e o maior ganhador de troféus na modalidade de Juniores, com um total de OITO conquistas…

Havia, todavia, algumas outras equipes “correndo por fora”, com trabalhos identicamente sérios mas que, ante a grandeza e a hegemonia do MAIOR GANHADOR DE “COPINHAS” do Brasil pouca, ou nada, representaram em termos de assustar ou intimidar a nossa equipe que, no momento, ostentava a conquista do CAMPEONATO PAULISTA da categoria e de CAMPEÃO BRASILEIRO da mesma categoria.

E os grupos foram formados, cabendo ao Glorioso Alvinegro do Parque São Jorge o direito de disputar suas partidas na “Arena” de Barueri, juntamente com o time do GUAICURUS, do RIO BRANCO e, logicamente, o “time da casa”, que era o GRÊMIO BARUERI…

Mas estes três times não foram obstáculos para nossa pretensão, de forma que, terminada a “fase de grupos”, nosso Time terminou em primeiro lugar, com três belas vitórias sendo duas, delas, por goleada, que foram frente a equipe do Rio Branco e do Grêmio Barueri.

Das 104 equipes iniciais, restaram apenas 32 e, entre estas, um “timinho” anarquista e pretensioso que, por não ter, ainda, conquistado uma única edição nas 45 disputas anteriormente efetuadas, arvorou-se do direito de achar que “este ano” o longo tabu seria quebrado…

E começaram as provocações da torcidinha do time em menção uma vez que, fazer provocações, é típico e usual da torcida deste time de colônia estrangeira pois, a cada vitória que obtinham, (não importando contra quem) vinham, imediatamente, com a tradicional e costumeira provocação contra o Glorioso Timão e sua imensa e abnegada Torcida.

E os jogos foram sendo realizados.

E os adversários “de peso” foram sendo eliminados, um após outro.

Continuar lendo

ICFUT – CARNAVAL 2015 – ESCOLA DE SAMBA MANCHA VERDE DO JUVENTUDE – CAXIAS DO SUL

maxresdefault

Mancha verde 2015
DAS LEMBRANÇAS QUE TRAGO NA VIDA; A SAUDADES QUE EU GOSTO DE TER” COMPOSITORES: FLADIMIR GOULART / LEANNDRINHO LV
O CRIADOR A EXISTÊNCIA OFERTOU
A MANCHA VERDE É AMOR, A ESSÊNCIA DA PAIXÃO
SAUDADE… COM GOSTO DE FELICIDADE E EMOÇÃO
LEMBRANÇAS NO MEU CORAÇÃO ( Bis )

OH MÃE, A VIDA GERAR
O PAI ENSINANDO A CAMINHAR
OLHOS AO CÉU, MENTE PRONTA A APRENDER
NOS SENTIDOS, A SEDE DE VIVER
MEMÓRIA, UM SUBLIME RELICÁRIO
O BATIZADO, O PRIMEIRO ANIVERSÁRIO
JOGOS, BRINCADEIRAS, APRENDER O BEABÁ
DA PROFESSORA, DOS COLEGAS RECORDAR
E AS DELÍCIAS DA VOVÓ PROVAR

VEM VIAJAR… LEMBRAR AMORES E AMIZADES
SENTIMENTOS QUE FICARAM NA SAUDADE
VEM VIAJAR… COM A VERDE E BRANCO SAMBAR
E A PURO SWING DELIRAR ( Bis )

O TEMPO PASSOU, CRESCI,
“ABORRECENTE” E ROCK NROOL
TIVE GAME, MEU SKATE
NO FONE O SOM
MINHA JUVENTUDE, SÓ DIVERSÃO
DE REPENTE ACORDEI, ME TORNEI UM CIDADÃO
CPF, RG, VOU TRABALHAR
PENSEI QUE SER ADULTO ERA APENAS O SALARIO GANHAR
FORMADO VOU FAZER A MINHA TRAJETÓRIA
CASAR, TER FILHOS, ESCREVER NOVAS HISTÓRIAS
TRANSMITIR AS MINHAS LEMBRANÇAS, DOS TEMPOS DE CRIANÇA
ETERNIZAR EM POESIA O LIVRO DO MEU SER
AS SAUDADES QUE ADORO TER

13/02 
GRUPO INTERMEDIÁRIO
21h – Nação Verde e Branco

GRUPO DE ACESSO
22h – Acadêmicos XV de Novembro
23h – Unidos da Zona Norte
00h – Unidos da Tia Marta
01h – Acadêmicos Filho de Jardel

14/02
GRUPO ESPECIAL
21h – São Vicente
22h – Incríveis do Ritmo
23h – Protegidos da Princesa
00h – Mancha Verde
01h – Acadêmicos Pérola Negra

Por Cleber Santista – Corinthians e Fluminense perdem na Flórida Cup

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 0 X 1 COLÔNIA (ALE)
Florida Cup 2015, primeira rodada

Data: 15/01/2015
Local: Wide World of Sports Complex, Orlando (EUA)
Árbitro: Robert Sibiga (EUA)
Gol: Peszko (COL) aos 13 minutos do primeiro tempo
Cartões amarelos: Guerrero (COR) e Mavraj (COL)

CORINTHIANS: Cássio; Fagner (Edílson), Gil (Yago), Felipe (Pedro Henrique) e Fabio Santos (Uendel); Ralf (Bruno Henrique), Elias (Petros), Lodeiro (Danilo) e Renato Augusto (Jadson); Emerson (Luciano) e Guerrero (Mendoza). Técnico: Tite

COLÔNIA: Kessler; Brecko, Klunter, Mavraj e Jonas Hector; Matuszczyk, Risse, Peszko e Nagasawa (Lucas Cueto); Zoller (Bröker) e Osako. Técnico: Peter Stöger

Ficha técnica: Fluminense 0 x 3 Bayer Leverkusen

Local: estádio EverBank Field, em Orlando (EUA)
Data: 15 de janeiro de 2015, quinta-feira
Horário: 20h (de Brasília)
Árbitro: Mark Cahen (EUA)
Cartões amarelos: Spahic, Boenisch e Henrichs (Bayer); Marlone (Fluminense)
Gols: Kiessling, aos 44 minutos do primeiro tempo; Rolfes, aos 32, e Drmic, aos 33 minutos do segundo tempo

FLUMINENSE: Diego Cavalieri (Klever); Renato (Igor Julião), Guilherme Matthis (Victor Oliveira), Henrique (João Filipe) e Guilherme Santos (Giovanni); Edson (Luiz Fernando), Jean (Rafinha), Wagner (Marlone) e Darío Conca (Bryan Oliveira); Lucas Gomes (Robert) e Walter (Michael)
Técnico: Cristóvão Borges

BAYER LEVERKUSEN: Leno (Yelldell), Hilbert (Donati), Toprak (Boeder), Spahic (Frey) e Wendell (Boenisch); Bender (Rolfes), Gonzalo Castro (Reinartz), Bellarabi (Henrichs), Brandt (Yurchenko) e Calhanoglu (Drmic); Kiessling (Brasnic)
Técnico: Roger Schmidt

Por Cleber Santista – Santos acerta com Valencia ex Fluminense.

Segundo o site Lancenet – http://www.lancenet.com.br/santos/Prestes-volantes-Santos-Valencia-ex-Fluminense_0_1285671503.html

Valencia-Treino-Fluminense-Bruno-LimaLANCEPress_LANIMA20140429_0030_24

Edwin Valencia

Carreira

Atlético Paranaense

Durante sua passagem pelo Atlético Paranaense fez 86 partidas e nenhum gol. Ficou conhecido pelos seus desarmes.

Fluminense

Revelado pelo América de Cali, chegou ao Atlético Paranaense em 2007, onde ficou até 2010, quando foi contratado pelo Fluminense a pedido do então treinador do clube carioca, Muricy Ramalho.1

Recém-chegado ao tricolor carioca, Valencia foi peça importante na conquista do Brasileirão de 2010, assumindo a condição de titular da cabeça-de-área do clube após a lesão de Diogo e sendo um dos responsáveis pela defesa menos vazada da competição.

Atualmente é titular na equipe do Fluminense, cujos torcedores o apelidaram de Peléncia. No dia 19 de outubro de 2012, voltou da seleção colombiana após duas partidas das eliminatórias da copa do mundo de 2014 com estiramento na coxa, desfalcando o Fluminense em momento importante do Campeonato Brasileiro.2 3

Em 25 de novembro de 2012, salvou o Fluminense de sofrer o segundo gol do Sport da partida em Recife.4 Jogo em que terminou em 1 a 1.5 6 7

Fez sua primeira partida pelo clube em 2013 contra o Nova Iguaçu pelo campeonato carioca em 20 de janeiro.8 Sua segunda partida foi contra o Botafogo em 27 de janeiro, e teve uma discussão com Seedorf no fim do jogo.9 10 Desfalcou o Fluminense no jogo contra o Grêmio no Engenhão dia 20 de fevereiro, pela Libertadores.11 Viajou para a Colômbia para resolver problemas pessoais.12 13

No dia 23 de abril de 2014, completou 100 jogos pelo Fluminense, contra o Tupi, onde o Tricolor venceu por 3 a 0.14

Após a patrocinador master do Fluminense deixar o clube por problemas financeiros, Valencia não teve seu vínculo renovado e deixou o Fluminense.15

Seleção Nacional

Em 2005, Valencia foi campeão do Sul-Americano Sub-20 com a seleção da Colômbia.16 Em 3 de junho de 2011 ele foi convocado pela seleção para um amistoso contra a Espanha.17 18

Em 31 de Agosto foi convocado para a Seleção Colombiana para um amistoso contra o Uruguai, o jogo terminou 4 a 0 para a Colômbia.19

Em 12 de outubro, fez outra partida pela seleção mais desta vez foi pela disputa da Eliminatórias da Copa 2014 no Brasil no jogo com dois gols de Falcao García a Seleção Colombiana venceu o Paraguai por 2 a 0. Valencia saiu aos 39 do segundo tempo para entrada de Juan Cuadrado.20 Valencia fez outra partida contra o Brasil que terminou em 1 a 1 em Nova Jersey no último jogo da Colômbia no ano de 2012.21

Jogos pela seleção

Data Local Resultado Adversário Gols Competição
1. 30 de maio de 2006 Polónia Cracóvia 1-2 Flag of Poland.svg Polónia 0 Amistoso
2. 1 de junho de 2006 Alemanha Mönchengladbach 0-3 Bandeira da Alemanha Alemanha 0 Amistoso
3. 07 de setembro de 2012 Colômbia Bogotá 4-0 Flag of Uruguay.svg Uruguai 0 Eliminatórias para a Eliminatória para a Copa do Mundo 2014
4. 11 de setembro de 2012 Chile Santiago 3-1 Flag of Chile.svg Chile 0 Eliminatórias para a Eliminatória para a Copa do Mundo 2014
5. 12 de outubro de 2012 Colômbia Barranquilla 2-0 Flag of Paraguay.svg Paraguai 0 Eliminatórias para a Eliminatória para a Copa do Mundo 2014
6. 17 de outubro de 2012 Colômbia Barranquilla 3-0 Flag of Cameroon.svg Camarões 0 Amistoso
7. 14 de novembro de 2012 Estados Unidos East Rutherford 1-1 Brasil Brasil 0 Amistoso
8. 07 de fevereiro de 2013 Estados Unidos Miami 4-1 Flag of Guatemala.svg Guatemala 0 Amistoso
9. 22 de março de 2013 Colômbia Barranquilla 5-0 Flag of Bolivia.svg Bolívia 0 Eliminatórias para a Eliminatória para a Copa do Mundo 2014
10. 26 de março de 2013 Venezuela Puerto Ordaz 0-1 Flag of Venezuela.svg Venezuela 0 Eliminatórias para a Eliminatória para a Copa do Mundo 2014
11. 19 de novembro de 2013 Países Baixos Amsterdam 0-0 Países Baixos Países Baixos 0 Amistoso
12. 05 de março de 2014 Espanha Barcelona 1-1 Flag of Tunisia.svg Tunísia 0 Amistoso

Títulos

Fluminense
  • Campeonato Brasileiro: 2010, 2012
  • Taça Guanabara: 2012
  • Campeonato Carioca: 2012
Seleção Colombiana
  • Campeonato Sul-Americano de Futebol Sub-20: 2005

Prêmios individuais

  • Segundo Melhor Volante do Campeonato Carioca: 2012

Fonte: Wikipedia

Por Cleber Aguiar – Capitão Edu Dracena despede – se da Torcida do Santos.

Fonte: Facebook – Edu Dracena

1928504-4088-atm14

Torcedor santista

Nesta data, após cinco anos e meio, 229 jogos, 17 gols, seis títulos conquistados e muito suor dedicado a esta camisa sagrada, meu ciclo no Santos FC se encerrou.

Foi uma decisão tomada em comum acordo com a nova diretoria do Clube. Tivemos uma conversa muito franca e os dois lados entenderam que era hora da despedida.

Gostaria de deixar claro que em nenhum momento pensei em entrar na Justiça contra o Santos. O Clube sempre foi muito correto comigo nos momentos bons, como as diversas conquistas que tivemos, e nos momentos ruins, como nas cirurgias que precisei fazer. A instituição e a torcida não mereceriam uma atitude dessas da minha parte.

Deixo claro que isso não é uma crítica aos companheiros que recorreram à Justiça. Cada um tem seus motivos e respeito profundamente suas motivações. Mas entendo que minha saída teria que ser pela porta da frente.

Também não procurei a Justiça porque entendo as dificuldades financeiras que o Clube passa e tenho certeza de que serão sanadas dentro de pouco tempo. Minha saída não tem relação com salários atrasados. É, realmente, o fim de um ciclo vencedor.

Deixo o Santos com a cabeça erguida de ter feito o meu melhor, dentro e fora de campo. Foi a decisão mais difícil que já tomei por toda a identidade que tenho com o Clube e a cidade. Mas chegou a hora de partir.

Muito obrigado a todos pelo apoio de sempre. E também pelas críticas, que me ajudaram a manter a humildade e tentar melhorar.

Vou guardar o Santos e os santistas sempre em um lugar especial no meu coração, onde também moram o Guarani, Cruzeiro e Fenerbahce.

Um grande abraço do Edu Dracena

ICFUT – COPA SÃO PAULO DE FUTEBOL JUNIOR 2015

Goiânia-GO

3 x 2
13/01/2015 19:00

Linense-SP

Paraná-PR

1 x 1
13/01/2015 21:00

Grêmio-RS

Botafogo-RJ

1 x 1
14/01/2015 16:00

Botafogo-SP

Coritiba-PR

3 x 3
14/01/2015 16:00

Vitória-BA

Cruzeiro-MG

2 x 1
14/01/2015 16:00

Vasco da Gama-RJ

Bahia-BA

0 x 0
14/01/2015 19:00

Fluminense-RJ

Ceará-CE

0 x 5
14/01/2015 19:00

Palmeiras-SP

Sport-PE

1 x 3
14/01/2015 19:00

Ituano-SP

Flamengo-RJ

3 x 0
14/01/2015 21:00

Taboão da Serra-SP

Avaí-SC

0 x 1
14/01/2015 21:00

Atlético-MG