Por J. Edmar–Estréia do Brasil no Mundial 2014

BRASIL – 3X1 – CROÁCIA

LOCAL – ARENA DO TIMÃO

DATA – 12/06/2014

GOLS: Marcelo (contra), Neymar (2), Oscar.

Pois bem…

Começou mais um Campeonato Mundial.

Começou mais uma disputa de Copa do Mundo.

Nossa Seleção (desta vez sob o comando de Luis Felipe Scolari (o tão conhecido “Felipão”) disputa “em Casa”, ante os olhos dos brasileiros e de todo o mundo e tem enorme chance de sagra-se HEXA-CAMPEÃO mundial!

Parece, entretanto, que uma parte dos brasileiros está frustrada e, por causa disso, não vem medindo esforços para que o brilhantismo desta (possível) conquista) se torne um fato palpável…

Esta parte de brasileiros tem, até, se bem analisarmos, uma “certa” quota de razão mas perderam a enorme chance de colocá-la em evidência há quase 10 anos, quando nosso país foi escolhido para sediar este 20º encontro de celebridades do futebol de todo o mundo…

Mas não foi o que este “grupo” fez pois todos os projetos foram sendo levados a efeito, todas as construções e/ou, reforma de Estádios foram sendo realizadas e concretizadas, todos os setores foram mobilizados e todo o esforço das duas entidades envolvidas (a FIFA e nosso Governo) no sentido de que, por um mês (mais precisamente 31 dias), o mundo pudesse assistir aquela que poderá, sim, ser cognominada de “A COPA DAS COPAS”!

Não conheço um só brasileiro (amante de futebol), que não esteja “ansioso” pelo desfecho final deste evento e que, no fundo, por mais que queiram deixar vazar seu “proselitismo ideológico”, não esteja torcendo para que sejamos nós, os brasileiros, através da nossa Seleção, os “donos” finais desta festa que une corações de todos os segmentos!

Hoje, aqui, não há corinthianos, não há palmeirenses, santistas, são paulinos, cruzeirenses, flamenguistas, vascaínos, gremistas… Enfim, hoje, aqui, existem BRASILEIROS, existe a “pátria de chuteiras”, existe a torcida, a dedicação, a expectativa…

Na esteira deste comentário, acho oportuno tecer outros comentários sobre o comportamento de mais um segmento de (acho), inconformados com a nossa vitória na estréia e refiro-me à MÍDIA ESPORTIVA de São Paulo e do Brasil…

Refuto o mesquinho papel que desempenham tripudiando sobre a vitória da nossa Seleção, refuto os comentários e as alegativas (infundadas) de que nosso Escrete foi ajudado pelo “apito amigo” pois este mesmo bando (venal e interesseiro) que criticam o penal marcado sobre nosso atleta, se esquecem que, na Copa de 2010, na África do Sul, este mesmo “apitador” nos lesou no jogo contra a Holanda, anulando um gol do Robinho, deixando de marcar um penal claríssimo sobre o Kaká e, ainda, por cima, expulsando, de forma premeditada o Felipe Alves e, assim alijou-nos da disputa das partidas finais!

Para estes brasileiros (inconformados e frustrados com nossa vitória), elaborei o seguinte artigo (da forma que sei e gosto de fazer), ou seja, em versos…

1.

Nossa Seleção ganhou sua 1ª batalha

(Os “brancões” já foram despachados);

Podem estar até “meio” revoltados”,

Mas o nosso Escrete os “desbundou”…

Quem foi à ARENA do Itaquerão,

Viu um belo jogo da Seleção,

A nossa gente deitou e rolou!

2.

Mas a mídia esportiva, como sempre,

(Movida pelo prazer de polemizar)

Aproveitou o jogo para “alfinetar”,

Fazendo crer que “nada jogamos”…

Mas isto é um ato tão manjado,

Tão fora de tom, tão ultrapassado,

Que nós já nem nos importamos!

3.

Desde a COPA DO MUNDO de 1958,

(Quando ganhamos nosso 1º mundial)

Que a mídia esportiva, cega e venal,

Vive enaltecendo nossos adversários…

O BRASIL “levantou” o COBIÇADO “caneco”

E “eles” ficaram qual bonecos,

Arranjando desculpas, meros otários!

4.

Era uma época de outros nomes

(Mas a tática é sempre igual);

Tem, sempre, um idiota, boçal,

Minimizando as nossas façanhas…

Até parece que são “comprados”,

Pois chegam a ficar decepcionados,

Sempre que nosso escrete ganha!

5.

E veio o MUNDIAL de 1962

(E falaram, novamente, suas asneiras);

Criticavam a Seleção Brasileira,

De forma crassa e irracional…

Mas todos os que tripudiaram,

Ao final de tudo, se calaram

Pois o Brasil foi BI MUNDIAL!

6.

Em 1970 até parecia,

Que o mundo iria desmoronar;

“Secaram” até a Copa acabar,

Mas o Brasil conquistou o TRI…

Mas mesmo depois de consagrado,

Ainda se via um jornalista frustrado

Falando suas besteiras por aí!

7.

E no Mundial de 1994,

A vítima da vez foi o Parreira;

(Era um enorme vendaval de asneiras)

Que chegava a te a nos enojar…

Mas acabaram de novo se dando mal,

Pois o Brasil foi TETRA Mundial

E tiveram de novo, que se calar!

8.

Sempre que a mídia “mete o pau”,

(Menosprezando a nossa Seleção)

Leva nosso povo à insatisfação

E desestabiliza nosso emocional…

Mas no estágio que chegou,

A nossa “boleirada” já demonstrou,

Que pode “beliscar” mais um Mundial!

9.

Mas pra ilustrar estes comentários,

Voltemos ao ano 1994

Quando um enorme bando de gaiatos,

Torceram pela nossa eliminação…

Nosso “Time” marcos mais de 20 gols

Mas nos (somente) 3, que tomou,

Já foi alvo de toda falação!

10.

Em fins de 1993.

(Jogando pelas “Eliminatórias”)

Foi a maior falação da história,

Criticando a nossa atuação…

Nossa seleção não foi tão mal

Mas a mídia (fuleira) caiu de pau,

E, o que é pior, sem ter razão!

11.

O jogo contra os bolivianos,

Foi a 2.000 metros de altura

(Não era jogo, era tortura)

E só por isso não ganhamos…

A mídia (venal) fez sua farra

E o nosso “gás” e a nossa garra,

Ficaram em segundos planos!

12.

Toda a mídia (mundial) sabia

Que jogar em LA PAZ era “pauleira”

(Menos a mídia brasileira)

Que criticou a não mais poder…

Como se numa só partida,

Estivesse, pra sempre, perdida,

A nossa capacidade de vencer!

13.

Mas no jogo contra o EQUADOR

(Jogando numa altitude normal),

Nós ganhamos na bola e no pau,

Garantindo nossos 2 pontinhos…

Foi 2×0, (uma moleza)

E o placar nos dava a certeza,

De estarmos trilhando o bom caminho!

14.

E jogamos nossa 3º partida,

Enfrentando o URUGUAI, abusado;

Mas o nossos craques, entrosados,

Jogaram com garra reconhecida…

Comandou durante o jogo todinho

E tomo o empate só no finzinho

Mas ainda assim foi bom resultado!

15.

Mas a nossa mídia, tendenciosa,

Insistia em não nos reconhecer;

(E não se cansavam de dizer,

De forma boçal e indecorosa,

Que nossa seleção só tinha defeitos

Que nada, ali, era perfeito,

Era uma perseguição das mais jocosas!

16.

Chegaram (até) ao cúmulo de dizer,

Que a Seleção não se classificaria!

E tudo aquilo que o Parreira dizia

Era omitido e até (às vezes) mudado…

Mas sem ouvir estes “tais” derrotistas,

O parreira (que é um estrategista),

Seguia um plano pré-elaborado!

17.

E vieram as partidas “de volta”

(E foi um “passeio” tremendo)!

E a mídia, tendenciosa, foi vendo,

O enorme tempo que perdeu…

Ganhamos (todas) de goleada

Nossa seleção foi classificada

E a mídia, venal, DESAPARECEU!

18.

Metemos 6×0 na BOLIVIA

Metemos 4×0 no EQUADOR;

(Até o URUGUAI se complicou,

Pois ficou fora do Mundial)…

A mídia, finalmente, cedeu

E, de VERDE e AMARELO, se fodeu

Quem lhes mandou ser tão boçal?

19.

Mas em 2002, com o FELIPÃO,

Alguma coisa já foi diferente;

(Este bando venal e incoerente,

Teve que fechar suas bocarras)…

Nossa Seleção conquistou o PENTA,

A mídia MARROM virou CINZENTA

Pois foram silenciados na marra!

20.

E estamos, de novo, bem cotados,

(O Mundial é em nossa Terra);

É aqui que tudo se encerra,

É aqui que nos cabe honrar…

Nosso escrete foi bem convocado,

Joga muito, está bem treinado,

É uma mera questão de esperar!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s