Por Cleber Aguiar – Santos aposta tudo no ataque para eliminar Ponte Preta

Fonte: O Estado de São Paulo

Na Vila Belmiro, o melhor time da primeira fase vai tentar fazer valer seu favoritismo

O Santos iniciará contra a Ponte Preta, às 19h30 desta quarta-feira, na Vila Belmiro, a série de quatro jogos que o separa do seu 21.º título paulista, conquista que será de grande importância para consolidar a nova geração de talentos formados no clube.

Damião volta ao Santos contra Ponte - Ricardo Saibun/Divulgação

Os torcedores santistas esperam que a equipe de Geuvânio e Gabriel tenha o sucesso das três primeiras gerações dos Meninos da Vila: a de 1978, campeã paulista, a de 2002, campeã brasileira, e a de 2010, campeã paulista, da Copa do Brasil e, no ano seguinte, da Libertadores.

Para isso, no entanto, é obrigatório derrotar a Ponte Preta. Em caso de empate, a decisão da vaga na semifinal será nos pênaltis. Mesmo sabendo que seu time é favorito, até porque a Ponte diz que sua prioridade no momento é a preparação para a Série B do Brasileiro, Oswaldo de Oliveira cobra seriedade, dedicação e humildade dos jogadores. E uma coisa é certa: o treinador não vai abrir mão do estilo ofensivo de sua equipe.

Arouca e Cícero, que não jogaram contra o Palmeiras, no domingo, voltarão hoje para formar o meio de campo santista. À frente deles, estarão Geuvânio, Gabriel, Leandro Damião (outro que não jogou no domingo) e Thiago Ribeiro. O Santos vai pressionar a Ponte desde o início do jogo, apostando na velocidade de seus homens de frente e na capacidade ofensiva dos dois volantes.

A seu favor, a equipe santista tem o ótimo retrospecto na Vila Belmiro neste ano. O Santos venceu os oito jogos que disputou em casa, com 26 gols marcados e apenas cinco sofridos. As vitórias e o poder de fogo do ataque fizeram Oswaldo de Oliveira, que chegou ao clube sob desconfiança, ser aceito pelos torcedores. Mas ele é experiente e sabe que, em caso de derrota hoje, essa lua de mel acabará.

Uma das peças fundamentais da defesa santista – que hoje terá o retorno do lateral Cicinho e do zagueiro Jubal – é o goleiro Aranha, que enfrentará justamente o clube do qual saiu para defender o Santos. E ele fez um alerta à torcida alvinegra: o estilo ofensivo da equipe, sempre tão festejado, também pode causar alguma dor de cabeça.

“É preciso que todos entendam que a proposta de futebol ofensivo tem um preço porque somos contra-atacados”, afirmou o goleiro. “Em algum jogo pode acontecer de sofrermos gol e não conseguirmos fazer. Para manter a filosofia do DNA ofensivo, o torcedor precisa estar com o time, sabendo que a qualquer momento pode dar errado. Uma hora ou outra vamos ter problemas.”

O técnico da Ponte, Vadão, terá hoje o seu time completo – os titulares foram poupados no fim de semana. Um dos destaques da equipe é o atacante Alemão, revelado pelo Santos.

SANTOS X PONTE PRETA

SANTOS – Aranha; Cicinho, Neto, Jubal e Mena; Arouca, Cícero, Geuvânio e Gabriel; Leandro Damião e Thiago Ribeiro. Técnico: Oswaldo de Oliveira.

PONTE PRETA – Roberto; Ferrugem, César, Diego Sacoman e Magal; Bruno Silva, Fernando Bob e Adrianinho; Antônio Flávio, Alemão e Silvinho. Técnico: Vadão.

Juiz: Vinícius Furlan.
Local: Vila Belmiro, em Santos
Horário: 19h30
Transmissão: SporTV

 

ICFUT – Jornal: escândalo de orgia faz Balotelli terminar namoro

Fonte: Portal Terra

Jornal: escândalo de orgia faz Balotelli terminar namoro

Jornal: escândalo de orgia faz Balotelli terminar namoro

O instável namoro entre Mario Balotelli e Fanny Neguesha pode ter sido novamente interrompido. De acordo com o jornal Gazzetta dello Sport, a denúncia de uma ex-participante do reality show italiano Grande Fratello (Grande Irmão, em português) irritou a modelo belga, que novamente teria colocado fim ao relacionamento com o atacante do Milan.

Balotelli tinha várias fotos com Neguesha no Twitter, mas apagou todas Foto: Reuters    

Na última semana, a modelo Veronica Graf (veja fotos dela acima) revelou, durante a participação no programa de TV, revelou ter feito uma orgia com o atacante. “Tive sexo a quatro, com o Balotelli, o Enoch (irmão de Mario) e uma amiga, uma semana antes de entrar no programa”, afirmou ela.

A edição 2014 do Gran Fratello teve início em 3 de março – Veronica, eliminada do programa logo na terceira semana. Fanny, revoltada com a suposta traição, teria terminado com Balotelli por internet – a modelo, aliás, chegou a anunciar em sua conta no Instagram que estava solteira, mas editou o perfil logo em seguida.

Um indício que reforça o momento turbulento do casal foi o fato de Balotelli ter apagado em sua conta no Twitter todas as fotos em que aparecia com Fanny – não eram poucas as imagens, visto que o centroavante do Milan fazia declarações de amor com certa frequência à modelo.

Por Cleber Aguiar – Botafoguenses se unem para levar time à semifinal do Paulistão

Fonte: Jornal da Cidade – RP

Jogo único das quartas contra o Ituano, às 19h30 desta quarta, no Santa Cruz, também vale vaga para a Série D do Brasileiro

Tiago Freitas
Milena Aurea / A Cidade

Técnico Wagner Lopes e volante Gilmak serão dois dos milhares de representantes botafoguenses que estarão no estádio Santa Cruz sonhando com a vaga na semifinal (Foto: Milena Aurea / A Cidade)

Do presidente ao torcedor, passando por jogadores e técnico, o Botafogo será um só na noite desta quarta-feira (26), quando o árbitro Raphael Claus iniciar a decisão das quartas de final do Paulistão, a partir das 19h30, no estádio Santa Cruz. Contra o Ituano, o Tricolor tem a grande chance de voltar a disputar uma semifinal de Estadual, selar vaga na Série D do Brasileiro deste ano e ainda se aproximar de ingressar na Copa do Brasil de 2015. E se é a união quem faz a força, o Botafogo entrará em campo respaldado, não só por ter elenco completo, mas também por saber que estarão todos juntos.

“Sabemos da nossa força dentro de casa, mas temos de respeitar o adversário. Nosso time deu liga, tem conseguido os resultados e esperamos que isso se repita contra o Ituano”, declarou o atacante Marcelo Macedo, um dos artilheiros botafoguenses no Paulistão com cinco gols.

Após uma série de suspensões e lesões, o time considerado titular e que brilhou na primeira fase entra completo em campo, algo que não ocorria há cinco rodadas. Dessa forma, a escalação mais repetida pelo técnico Wagner Lopes no ano e que está na ponta da língua dos torcedores pode ser confirmada com Gilvan; Daniel, César Gaúcho, Lima e Giovanni; Gilmak, Hudson, Camilo e Wellington Bruno; Marcelo Macedo e Mike.

“Vamos encarar como o jogo de nossas vidas. É importante para o clube, tanto no campeonato quanto no ano, e também para nossa permanência aqui”, disse o volante Hudson. Declaração corroborada pelo comandante. “Vencer o Ituano é colocar o nome na história do clube. É hora de mostrarmos nosso melhor futebol e fazer aquilo o que fizemos até agora dentro de casa para orgulhar essa torcida”, concluiu Wagner Lopes.

O treinador afirmou que o encontro desta noite tem ainda mais relevância dada à campanha realizada pelo Botafogo no Paulistão. Segundo ele, a equipe deve entrar focada em jogar o futebol apresentado durante toda a competição e, se possível, ainda melhorar o desempenho. “A margem de erro é mínima, pois temos apenas um jogo nas quartas de final para decidir o futuro. Tudo o que fizemos até agora no campeonato estará em prova agora”. Em caso de empate contra o Ituano, a decisão será nos pênaltis.

Olha a Série D aí!

O Botafogo terá duas chances para beliscar a vaga na Série D. Além de se classificar automaticamente em caso de vitória, ainda tem grandes chances mesmo que não consiga vaga às semifinais. Basta o São Paulo vencer o Penapolense, em jogo que começa às 22h desta quarta, para Botafogo e Ituano se garantirem na Série D.

Por Cleber Aguiar – São Paulo enfrenta o Penapolense ‘obrigado’ a vencer

Fonte: O Estado de São Paulo

Jogadores admitem que não há outro desfecho aceitável além da classificação

??????????????????????????Foram 15 rodadas para chegar ao momento de enfim começar a decidir efetivamente sua vida no Campeonato Paulista. E por jogar em casa contra um adversário de menor expressão é que o São Paulo entra praticamente obrigado a bater o Penapolense nas quartas de final. O time sabe que se for eliminado voltará a viver momentos conturbados e de muita cobrança, e aposta no bom momento que vive para fazer valer o favoritismo.

Em 2013 o Tricolor não teve vida fácil contra o Penapolense. Na mesma fase, jogando no Morumbi, conseguiu um magro 1 a 0 graças a um gol contra de Jailton nos minutos finais. A lembrança desse confronto serve de alerta para os jogadores, que querem evitar o susto desta vez.

“Precisamos entrar ligados desde o início. No ano passado foi muito difícil e só ganhamos com um gol contra. As equipes vêm fechadas ao Morumbi, e isso dificulta e atrapalha. Precisamos ter calma para fazer o nosso jogo”, disse Osvaldo.

O maior motivo de preocupação é pelo fato de a vaga nas semifinais ser definida em um único jogo, o que não dá margem para erro. Muricy Ramalho vem batendo na tecla de que o time não pode entrar em campo disperso, sob o risco de pagar muito caro. Ele julga fundamental conseguir uma vitória convincente para mostrar que o time definitivamente mudou de postura em relação a 2013.

A equipe será praticamente o mesmo que jogou na primeira fase. A exceção fica por conta de Souza, que não se recuperou a tempo de um estiramento no ligamento do joelho direito. Wellington, mais uma vez, será o substituto.

A formação ofensiva com três atacantes será mantida para tentar furar o esperado bloqueio defensivo. No time, ninguém acredita que a equipe de Penápolis tentará jogar de igual para igual e esperará o contra-ataque, mas lembram o retrospecto contra os rivais tradicionais para ligar o sinal de alerta.

“Eles ganharam do Santos (4 a 1) e empataram com o Corinthians (0 a 0), alguma coisa de bom eles têm. Eles jogam com dois atacantes muito fortes e um meia que vem jogando bem”, analisou Antonio Carlos.

Apesar do receio, o retrospecto recente do rival é sofrível: cinco derrotas e um empate nos últimos seis jogos. A última vitória aconteceu no dia 19 de fevereiro: 2 a 1 sobre a Portuguesa.

Mesmo se tratando de uma decisão, a expectativa é por um Morumbi apenas parcialmente cheio, o que tira um fator de pressão sobre os visitantes. Não à toa os jogadores têm feito apelos para os torcedores comparecerem. “A torcida tem sido muito importante pra gente. Já mostramos a nossa força no Morumbi e temos que manter isso”, pediu Luis Fabiano.

AZARÃO
Franco-atirador no duelo, o Penapolense sabe que bater o Tricolor seria zebra, mas não descarta surpreender os donos da casa. “É claro que o São Paulo é o favorito, porque além da força do elenco ainda joga em casa, mas a margem para o inesperado é grande”, disse o técnico Narciso.

SÃO PAULO X PENAPOLENSE

Data: 26 de março de 2014, às 22 horas
Local: Morumbi
Árbitro: Alessandro Darcie

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Douglas, Rodrigo Caio, Antonio Carlos e Alvaro Pereira; Wellington, Maicon e Ganso; Pabon, Luis Fabiano e Osvaldo. Técnico: Muricy Ramalho.

PENAPOLENSE: Samuel; Rodinei, Jaílton, Gualberto e Rodrigo Biro; Washington, Liel, Petrus e Guaru; Neto e Alexandro. Técnico: Narciso.

Por Cleber Aguiar – Oeste pode mudar de cidade na Série B, mas Mauro Guerra desconversa

Fonte: Futebolinterior.com.br

Oeste-twO Oeste pode disputar o Campeonato Brasileiro da Série B por outra cidades. Só não sabe-se se será em definitivo. Em entrevista exclusiva ao Portal FI, o diretor de futebol do Rubrão, Mauro Guerra, não confirmou a mudança de cidades, mas também não descartou a possibilidade de atuar em outros estádios que não seja o Estádio dos Amaros, em Itapolis.

“Existe esta possibilidade, mas não seria uma mudança de sede oficial. Tudo depende da situação do nosso estádio. Houve algumas conversas, mas não um aprofundamento. Se o estádio (dos Amaros) estiver ‘OK’, vamos jogar lá”, despistou o dirigente.

O temor da diretoria do Oeste é que o clube volte a sofrer com as interdições, como já ocorreu no Paulistão. Por várias rodadas, o time precisou atuar em cidades como São Carlos, Matão, Catanduva e São José do Rio Preto devido às condições precárias de sua casa.

O episódio chegou a gerar um mal estar no clube durante a competição. O investidor do clube chegou a cobrar publicamente providências da prefeitura de Itápolis, que é responsável pela manutenção do estádio municipal. Um dos principais pontos negativos dos Amaros são suas arquibancadas tubulares.

“Nossa relação (com a prefeitura) durante o Paulistão não foi boa. Acho que cada um precisa fazer a sua parte. A nossa é montar o time, enquanto a deles é manter o estádio”, explicou Guerra.

Mudança para Osasco?
A indefinição sobre a liberação ou não do estádio para a Série B já começou a gerar especulações. Entre os principais locais que poderiam virar sede do Oeste estariam Osasco e Jaguariúna. “Por enquanto, não houve nada, mas até cidades aqui da região ficariam felizes em nos receber”, desconversou o diretor.

No caso de Osasco, o nome de Mário Teixeira, proprietário do Osasco Audax e do Grêmio Osasco chegou a ser citado. O empresário estaria disposto a comprar uma parte do Oeste e colocar jogadores que defenderam o Osasco Audax no Paulistão no time de Itápolis. Tal informação, contudo, não foi confirmada pelas partes.

Outra situação é a possibilidade do Rubrão atuar em Jaguariúna. A cidade possui um estádio com boa estrutura, o Alfredo Chiavegato, mas não possui um clube de futebol profissional. O local até recebeu reformas recentes para ser um dos Centros de Treinamento da Copa do Mundo, mesmo sem receber seleção alguma.

A expectativa é de que o futuro do Oeste seja definido em uma série de reuniões que devem acontecer até o início da próxima semana. Em pauta, estarão a reformulação do elenco, da comissão técnico e, claro, a possibilidade de mudar de cidade.

Por Cleber Aguiar – Sobrinha de árbitros, bandeirinha Patricia Carla sonha com vaga na CBF

Fonte: O Estado de São Paulo

Patricia Carla, é bandeirinha, e os tios, Luiz Flávio e Paulo César, são árbitros

Patricia Carla, é bandeirinha, e os tios, Luiz Flávio e Paulo César, são árbitros

Na família Oliveira a incomum dinastia profissional foi passada de tios para sobrinha. É Patricia Carla, de 32 anos, que dá continuidade ao ofício de Luiz Flávio e Paulo César. Porém, a professora de educação física, moradora de Cruzeiro (SP), seguiu caminho um pouco diferente e em vez de ser árbitra, optou pelo cargo de bandeirinha.

Desde 2004 Patrícia está no quadro de arbitragem da Federação Paulista de Futebol (FPF) e neste ano atuou em cinco partidas da primeira fase do Estadual, incluindo um jogo do Palmeiras e outro do Santos. “Foi totalmente por causa dos meus tios que entrei na arbitragem. Falo com os dois sempre sobre o nosso trabalho, para tirar dúvidas. Ainda treinamos juntos quando é possível”, contou.

O primeiro da família a seguir a carreira foi Paulo César, que pertence ao quadro da Fifa. A posição de prestígio lhe implica ter de viajar com frequência para apitar as partidas e assim, nem sempre consegue ver a sobrinha. O irmão mais novo dele é Luiz Flávio, que tenta seguir o mesmo caminho de sucesso.

Com dois bons exemplos entre os Oliveira, a família já estava satisfeita com os dois irmãos. Mas há dez anos a mesma paixão pelo futebol foi despertada em Patrícia. A carreira dela começou acidentalmente. “Estava como mesária em um campeonato no interior de Minas Gerais. Mas como faltou um assistente, trabalhei como bandeirinha e gostei”, afirmou.

Agora a ocupação se torna cada vez mais séria, assim como os treinos. O foco é se preparar fisicamente para realizar o sonho de atuar em jogos do Campeonato Brasileiro. A realização será ainda maior se conseguir trabalhar ao lado de um dos tios, coincidência capaz de deixar a família orgulhosa e preocupada.

“Minha avó sofre bastante ao ver a gente trabalhando. Meu pai (irmão de Paulo Cesar e Luiz Flávia) só foi ao estádio uma vez para me ver em um jogo. Era na Copinha e ele não aguentou os xingamentos da torcida”, brincou Patrícia.

Por Cleber Aguiar – Botafogo fica de olho no atacante Emerson Sheik

Fonte: Gazetaesportiva.net

bb1

A possibilidade da saída de Emerson Sheik do Corinthians abriu a chance do Botafogo buscar sua contratação visando a Libertadores. O Alvinegro  carioca vive com uma deficiência de atacantes no elenco e o corintiano, que tem experiência na competição sul-americana, é visto com bons olhos nos dirigentes de General Severiano.

Os representantes de Emerson estão reunidos nesta terça-feira com os dirigentes do Corinthians para ter uma resposta sobre o aproveitamento do jogador pelo técnico Mano Menezes. O Botafogo já teria uma proposta pronta para o clube paulista, que seria a contratação do empréstimo de Emerson por uma temporada, com o pagamento de 50% do salário do atleta.

Os botafoguenses torcem pela chegada de Emerson para reforçar o setor, que atualmente só tem o argentino Ferreyra e Henrique. O clube vem negociando com Deivid e Fabrício Carvalho, mas ainda não anunciou nenhum reforço.

Por Cleber Aguiar – Bayern fatura o Campeonato Alemão com 7 rodadas de antecedência

Fonte: O Estado de São Paulo

100246

Em Berlim, time bate o Hertha por 3 a 1 e abre 25 pontos de vantagem sobre o Borussia Dortmund

O Campeonato Alemão já tem o seu campeão. Com incríveis sete rodadas de antecedência, o Bayern de Munique conquistou, nesta terça-feira, o bicampeonato da competição. Em Berlim, venceu o Hertha por 3 a 1 e abriu 25 pontos de vantagem sobre o Borussia Dortmund. O time amarelo, aliás, empatou em 0 a 0 no clássico contra Schalke 04 e só esse resultado, independente da vitória do Bayern, já daria o título ao time da Baviera. Nunca o Alemão teve um campeão tão cedo.

A taça já é a terceira oficial de Pep Guardiola, que chegou no início da temporada à Allianz Arena. Em agosto, ele venceu a Supercopa da Europa, superando o Chelsea nos pênaltis. Depois, em dezembro, ganhou o Mundial de Clubes, no Marrocos, passando pelo local Raja Casablanca na final. O aproveitamento só não é 100% porque, na estreia oficial do treinador, o Bayern perdeu a Supercopa da Alemanha para o Borussia Dortmund, por 4 a 2.

De qualquer forma, a equipe segue podendo conquistar mais uma vez a tríplice coroa. Na Copa da Alemanha, o Bayern ostenta campanha de quatro vitórias em quatro jogos (16 gols feitos e um sofrido) e faz semifinal contra o Kaiserslautern, daqui a três semanas. Na outra chave estão Borussia Dortmund e Wolfsburg.

Já na Liga dos Campeões o próximo desafio da equipe é pelas quartas de final, diante do Manchester United, com ida na Inglaterra na próxima terça-feira e volta, na Alemanha, dia 9. O Bayern tem campanha de seis vitórias, um empate e uma derrota (para o Manchester City). Fez 20 gols e sofreu seis.

No Alemão, o título veio de forma invicta. Em 27 rodadas, foram 25 vitórias e apenas dois empates. Os comandados de Guardiola já fizeram 79 gols e só levaram 13. Só o Freiburg, na quarta rodada, e Bayer Leverkusen, na oitava, roubaram pontos. Os dois jogos, nas casas dos adversários, terminaram em 1 a 1.

Para chegar ao bicampeonato, além de trocar de técnico – saiu o aposentado Jupp Heynckes e entrou Guardiola -, o Bayern se reforçou com Thiago Alcântara (ex-Barcelona) e Mario Götze (ex-Borussia Dortmund). Por outro lado, saíram Luiz Gustavo (foi para o Wolfsburg), Mario Gomez (para a Fiorentina) e Tymoshchuk (para o Zenit), mas as ausências não foram sequer sentidas. Para o ano que vem, Lewandowski já está acertado.

JOGO DO TÍTULO
O Bayern entrou em campo nesta terça-feira, no Estádio Olímpico de Berlim, dependendo só de si para assegurar matematicamente o título. Em menos de cinco minutos, abriu o placar, com Toni Kroos. Aos 14, Mario Götze ampliou e praticamente selou a taça.   No segundo tempo, porém, Rafinha cometeu pênalti que o colombiano Adrian Ramos não desperdiçou. O Bayern não queria deixar má impressão nos momentos que antecederiam o título e fechou o placar com Ribéry. O francês saiu do banco para receber de Götze e bater de cavadinha, tirando do goleiro, aos 34.

OUTROS JOGOS
Também nesta terça-feira, o Borussia Dortmund deu ainda maior razão ao título do Bayern ao empatar sem gols com o Schalke, em casa. Assim, foi a 52 pontos, contra 51 do rival, terceiro colocado.

O Wolfsburg se igualou ao Bayer Leverkusen no quarto lugar, com 44 pontos, ao ganhar do Werder Bremen por 2 a 1, fora de casa. Já o lanterna Eintracht Braunschweiger fez 3 a 1 no Mainz. Com 21 pontos, ainda é o último. O Mainz estaciona no sétimo lugar, com 41.