Por Cleber Aguiar – Em Conselho Técnico, FPF define o Pacaembu como estádio das finais

Fonte: Site FPF

santos-ituano-ao-vivo

Após se classificarem para a final do Paulistão Chevrolet 2014, Santos e Ituano reuniram-se juntamente com a Federação Paulista de Futebol para o Conselho Técnico da Fase Final da competição.

Na reunião, ficou decidido que os locais das partidas será o Pacaembu. Por ter melhor campanha, o Santos realiza o primeiro jogo como visitante e faz a grande final como mandante.

Os jogos acontecem nos domingos 6 e 13 de abril, ambos às 16h. Em caso de igualdade em pontos e no saldo de gols, o campeão será definido nas cobranças de pênaltis.

Por Edgar – Liverpool atropela Tottenham por 4×0 e assume ponta do Inglês restando 6 rodadas.

Uma 32ª rodada praticamente perfeita mostrou ao Liverpool que o sonho do primeiro título do Campeonato Inglês após 24 anos é real. Os Reds, dono de elenco inferior numericamente a Manchester City e Chelsea, aproveitaram-se dos tropeços dos rivais e conseguiram voltar à liderança com uma exibição de gala. Azar do Tottenham, atropelado por 4 a 0, no Anfield, em mais uma jornada especial de Luis Suárez.

O uruguaio não apenas deixou a sua marca. Ele infernizou a defesa dos Spurs, aterrorizada e com dose alta de responsabilidade pelo resultado. Chegou aos 29 gols na Premier League, tornando-se o maior artilheiro do Liverpool desde que o torneio passou a ser organizado, em 1992. Ainda restam seis rodadas, o que permite ao camisa 7 almejar também o recorde de Andy Cole (1993/94) e Alan Shearer (1994/95), ambos com 34 gols. Não custa lembrar que o atacante também é o líder de assistências – 11 ao todo.

texto: globoesporte.com

Por Edgar – Palmeiras volta a ser Palmeiras e decepciona de novo frente a sua torcida.

Tudo o que poderia prejudicar o Palmeiras na noite deste domingo prejudicou. O Ituano, que nada tem a ver com o drama alviverde, conseguiu uma vitória histórica, por 1 a 0, no Pacaembu, e assegurou uma vaga na final do Campeonato Paulista. Vai enfrentar o Santos nos próximos dois domingos – a Federação Paulista de Futebol define os locais nesta segunda-feira. Ironia ou não, o gol responsável por eliminar o Verdão na primeira chance de título de seu centenário foi de um ex-corintiano: Marcelinho, atacante, campeão da Copa São Paulo em 2009 pelo maior rival palmeirense.

O Ituano, agora, tem a chance de buscar seu segundo título paulista após campanha histórica. Com a melhor defesa do campeonato (dez gols sofridos na primeira fase), o Galo quer repetir a façanha de 2002, em uma edição que não tinha os quatro maiores clubes do estado, que disputaram uma versão turbinada Torneio Rio-São Paulo.

Ao Palmeiras, resta juntar os cacos na primeira frustração de seu centenário. A festa tinha tudo para ser alviverde no Pacaembu, que recebeu o maior público do campeonato (29.166 pagantes). O clube comemorava o aniversário do técnico Gilson Kleina e não perdia no estádio desde o ano passado – a última derrota foi para o Tijuana, na Libertadores. Terminou o jogo sem Alan Kardec e Fernando Prass, machucados, com Valdivia e Bruno César jogando no sacríficio e sem a vaga na decisão estadual.

Agora, restou a Copa do Brasil. Quarta-feira o Verdão enfrenta o Vilhena, no Pacaembu, no jogo de volta da primeira fase. Como venceu em Rondônia, por 1 a 0, o Alviverde joga pelo empate.

Texto: globoesporte.com

 

Por Edgar – Santos passa sufoco mas vence Penapolense e encara Ituano na Final

No dia em que o time mais empolgante do Campeonato Paulista esteve longe de suas melhores atuações, Oswaldo de Oliveira fez o papel de craque e ajudou a colocá-lo na decisão. Em um jogo tenso, que parecia fácil e se tornou duríssimo, o técnico promoveu mudanças cruciais no segundo tempo e viu o Santos fazer 3 a 2 no Penapolense, neste domingo, na Vila Belmiro, pela semifinal. Guaru e Douglas Tanque marcaram para a equipe do interior; Cícero, Leandro Damião e Yuri garantiram o triunfo do Peixe, que chega a sua sexta final consecutiva no estadual.

O Alvinegro vai enfrentar o Ituano, que surpreendeu o Palmeiras, e também está na decisão, que será disputada em duas partidas, nos próximos domingos. Duas batalhas na luta pelo 21º título paulista. Batalhas que quase não aconteceriam, pois o time ficou atrás no placar por boa parte do segundo tempo. Oswaldo agiu: colocou Rildo, e ele cruzou para Leandro Damião empatar a partida. Lançou o garoto Stéfano Yuri, e ele marcou o gol da classificação.

Texto: Globoesporte.com

ICFUT – DAS ANTIGAS – Clube de Futebol da Universidade Mackenzie – Associação Atlética Mackenzie College

Fontes: Wikipedia / Eventos.Turismos.gov

Associação Atlética Mackenzie College

Índice

Associação Atlética Mackenzie College foi uma equipe brasileira de futebol da cidade de São Paulo.

Fundada em 18 de agosto de 1898 por alunos da Universidade Mackenzie, participou por 13 vezes do Campeonato Paulista. O Mackenzie foi o primeiro clube fundado no Brasil por brasileiros e para brasileiros para a prática do futebol] e o primeiro neste país a praticar o basquetebol.

wqwqwqweqHistória

Em 1896, um professor, Sr. Augusto Shaw, retornava dos Estados Unidos e começava a fazer uma grande propaganda de esportes como o basquete, o futebol e o rugby. Muitos alunos se interessaram por estes “divertimentos” e em 1898 se reuniram para fundar a Associação Atlética Mackenzie College.

Entre os fundadores do Mackenzie estava Belfort Duarte. Esse maranhense, estudante do colégio, foi quem fundou, anos mais tarde, o America Football Club do Rio de Janeiro, além de ter sido o responsável pelo fato de o America ter tantos “clones” pelo Brasil inteiro. Mesmo em São Paulo, Belfort Duarte viria a fundar um América FC em 1916 (que mais tarde se chamaria Tremembé FC). Foram alguns alunos do Mackenzie que introduziram, em 1902, o futebol em Santos e em Sorocaba.

h0271e[1]

Dentre os maiores ídolos do clube se encontra Manuel Nunes, também conhecido como Neco (apesar de no Mackenzie ele preferia ser chamado de Nunes, pois não jogando no Corinthians ele fala que preferia ser outro, ele atuou em 1915, pois a maioria dos jogadores do Corinthians foram emprestados e outros clubes porque o Alvinegro não disputaria nenhuma Liga aquele ano, somente amistosos

O Mackenzie foi um dos fundadores da primeira liga de futebol do Brasil, a Liga Paulista de Futebol. Em 3 de maio de 1902 o primeiro jogo oficial da história do futebol paulista e brasileiro foi realizado entre Mackenzie e Germânia, tendo a equipe vencido por 2×1 com um gol de Eppingaux, um dos fundadores, que será conhecido para sempre como o autor do primeiro gol oficial do futebol brasileiro.

Em 1920 o Mackenzie se juntou à Portuguesa e formou o Mack-Port. A nova equipe durou 3 anos. Em 1923 a união se desfez e o Mackenzie se retirava de campo.

O primeiro torneio oficial em São Paulo

Em 3 de maio de 1902 foi organizado o primeiro torneio oficial em São Paulo, o Campeonato Paulista. O jogo de abertura foi realizado entre Mackenzie e Germânia (2 a 1, respectivamente), no Parque Antártica.

Fundada em 18 de agosto de 1898 e extinta em 1923, a Associação Atlética Mackenzie College participou por 13 vezes do Campeonato Paulista e foi o primeiro clube no País a praticar o basquetebol.

Já o Sport Club Germânia foi fundado por um alemão em 1899 e, durante a Segunda Guerra Mundial, assumiu a denominação de Esporte Clube Pinheiros, atualmente considerado um clube de destaque na prática amadora de várias modalidades esportivas.

Com o nome de Sport Club Germânia, a equipe disputou 26 vezes o Campeonato Paulista de Futebol e conquistou títulos em 1906 e 1915. Em 1909, estreou Arthur Friedenreich, primeira grande estrela do futebol brasileiro em sua fase amadora, que durou até 1933. Filho de um comerciante alemão com uma lavadeira negra brasileira, Friedenreich nasceu no bairro da Luz, em São Paulo.

Por Cleber Aguiar – Wendel é vetado por lesão e Palmeiras terá que improvisar na lateral

Fonte: Gazetaesportiva.net

O Palmeiras terá que improvisar no jogo único válido pela semifinal do Campeonato Paulista. Com lesão na coxa direita, Wendel está vetado da partida contra o Ituano e o zagueiro Tiago Alves deve aparecer na lateral direita no confronto das 18h30 (de Brasília) deste domingo, no Pacaembu.

O camisa 13 já teve que ser substituído nas quartas de final, diante do Bragantino, na quinta-feira, por conta da contusão. Gilson Kleina não divulga quem será o substituto, mas trabalhou alternativas durante treino secreto na tarde desta sábado, na Academia de Futebol.

Wendel já foi desfalque no domingo passado, diante do Santos, e Bruninho iniciou na lateral direita. Mas o volante não agradou na posição, tanto que nem está concentrado para o jogo diante do Ituano. Como Bruno Oliveira, o reserva de Wendel, ainda sofre com contusão, nova improvisação será necessária.

O Verdão rendeu mais na Vila Belmiro com Tiago Alves na lateral direita e a opção deve ser repetida. Assim, Marcelo Oliveira seria recuado para a zaga e Eguren entraria como volante. Outra opção seria a manutenção de Marcelo Oliveira no meio-campo e Wellington atuando como parceiro de Lúcio na zaga.

Existem dúvidas em relação a Valdivia. O chileno terminou a última partida com o tornozelo direito inchado e faz tratamento para ter condições de entrar em campo. Como foi relacionado, dificilmente o meia não começará o decisivo confronto deste fim de semana.

Djalma Vassão/Gazeta Press

O zagueiro Tiago Alves deve ocupar a função de lateral direita na partida única contra Ituano, no Pacaembu

A provável escalação do Palmeiras no decisivo compromisso deste domingo tem: Fernando Prass; Tiago Alves, Lúcio, Marcelo Oliveira e Juninho; Eguren, Wesley e Valdivia; Bruno César, Leandro e Alan Kardec.

Neste sábado, de acordo com informações do Palmeiras, houve um rachão valendo cestas básicas antes de Kleina separar 11 jogadores que iniciarão a partida. Os titulares trabalharam simulações de jogadas. Depois, Marcelo Oliveira levou ovada e ficou sujo também com farinha na comemoração dos seus 27 anos de vida.

Confira os 20 jogadores relacionados para a partida contra o Ituano:

Goleiros: Fernando Prass e Bruno
Laterais: Juninho e William Matheus
Zagueiros: Lúcio, Tiago Alves e Wellington
Volantes: Josimar, Eguren, Marcelo Oliveira e Wesley
Meias: Mazinho, Bruno César, Marquinhos Gabriel, Valdivia, Mendieta e Patrick Vieira
Atacantes: Leandro, Vinicius e Alan Kardec

Por Cleber Aguiar – Flamengo bate novamente Cabofriense e vai a final do Carioca.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO 3 X 1 CABOFRIENSE

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 29 de março de 2014 (Sábado)
Horário: 18h30(de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ)
Assistentes: Rodrigo Pereira Joia (RJ) e Wendel de Paiva Gouvêa (RJ)
Cartões amarelos: Pará (Cabofriense)

GOLS:
FLAMENGO: Lucas Mugni, aos 8 e 18min do primeiro tempo; João Paulo, aos 19min do segundo tempo
CABOFRIENSE: Eberson, aos 29min do segundo tempo

FLAMENGO: Felipe, Recife, Wallace, Samir e João Paulo; Amaral, Muralha, Gabriel e Lucas Mugni (Márcio Araújo); Paulinho (Nixon) e Hernane (Alecsandro)
Técnico: Jayme de Almeida

CABOFRIENSE: Cetin, Rodrigo Dias (Arthur), Luizão, Daniel Tijolo e Leandro; Jardel, Pará (Filipi), Silvano e Eberson e Keninha (Anderson); Fabricio Carvalho
Técnico: Alexandre Barroso

Por Cleber Aguiar – Santos acerta patrocínio para semi e possível final do Paulistão

Fonte: Globo.com

Departamento de marketing do clube tem firmado acordos temporários para reforçar o caixa. Enquanto isso, busca uma empresa para ser o patrocinador definitivo

Por Bruno Giufrida*Santos, SP

Santos Semp Toshiba (Foto: Divulgação Santos FC)

O Santos acertou contrato de patrocínio para as finais do Paulistão. O Peixe terá estampada em sua camisa na partida deste domingo, contra a Penapolense, às 16h (de Brasília), na Vila Belmiro, pela semifinal do Paulistão, a marca da Semp Toshiba. O acordo será mantido na final caso o Peixe avance.

O time da Vila Belmiro não tem patrocinador no principal espaço da sua camisa desde 2012, quando acabou o contrato com o Banco BMG. Por isso, o departamento de marketing do clube, enquanto procura uma apoiadora para a atual temporada, acerta vínculos temporários para que haja lucro em partidas decisivas.

O último acordo firmado pelo Peixe havia sido com a Corr Plastik. A empresa estampou sua marca nos jogos contra Palmeiras e Ponte Preta e estará presente, também, no principal espaço da camisa alvinegra na partida contra o Mixto-MT, pela primeira fase da Copa do Brasil, dia 2 de abril, em Cuiabá.

Depois, a Corr Plastik irá estampar as mangas. Antes, a empresa tinha sua marca estampada na barra das camisas. Por isso, o valor pago pela empresa, que era de R$ 4 milhões ao ano, será reajustado, mas ainda é mantido em sigilo. Anteriormente, a Netshoes, que ocupava o mesmo espaço, pagava cerca de R$ 6 milhões ao Alvinegro. A escola de idiomas CNA também estampa a camisa do Santos, com o nome exposto próximo ao ombro do uniforme. O clube, porém, ainda está atrás do patrocinador master para o ano, e segue conversando com a Caixa Econômica Federal, entre outras empresas. O Peixe espera fechar negócio por cerca de R$ 20 milhões.

*Bruno Giufrida colaborou sob supervisão de Alexandre Lopes

Por Cleber Aguiar – Goiás passa fácil pelo Goianésia e está na final

Fonte: Futebolinterior.com.br

O Goiás é o primeiro finalista do Campeonato Goiano de 2014. Tentando conquistar o tri, o Verdão não encontrou dificuldades para bater o Goianésia, por 3 a 0, nesta tarde de sábado chuvosa, no Estádio Serra Dourada, em Goiânia. Os gols da vitória foram marcados pelos atacantes Erik e Araújo e pelo meia Ramón. A Rádio Jornal 820 AM de Goiânia transmitiu todas as emoções do jogo.
Com a vaga assegurada, o time esmeraldino, maior campeão do Estado com 24 taças, fica no aguardo de seu adversário da final. Neste domingo, às 16 horas, a Anapolina recebe o Atlético-GO, no Estádio Jonas Duarte, em Anápolis, podendo atuar pelo empate.

As finais acontecem nos próximos dois domingos, às 16 horas. Antes de jogar pela decisão, porém, o Goiás entrará em campo na estreia da Copa do Brasil. Na quarta, o time encara o Botafogo-PB, no Almeidão, em João Pessoa. Já o Goianésia também fará o segundo jogo do torneio contra o Grêmio Barueri, mas no dia 9 de abril, na Arena Barueri. No primeiro jogo houve empate por 2 a 2.

Vitória tranquila
Mesmo com vários desfalques, o Goiás mostrou desde os primeiros minutos os abismo entre ele e o Goianésia. Sem grandes dificuldades, o time controlou o jogo e poderia ter construído um placar elástico ainda no primeiro tempo. O Verdão perdeu boas chances com o meia Thiago Mendes e o atacante Araújo, aos 13 e aos 15 minutos. Ambas acabaram pela linha de fundo.

Apesar do domínio esmeraldino, o primeiro gol saiu apenas aos 28 minutos. Depois de um belo passe de Thiago Mendes, o atacante Erik escapou pelo lado direito e invadiu a área. Com muita liberdade, o camisa 9 teve tempo de ajeitar o corpo e bater cruzado, no canto direito do goleiro Paulo Musse.

Com a vantagem no placar, o Goiás continuou buscando mais o ataque. E para iniciar o segundo tempo tranquilo, os donos da casa conseguiram marcar o terceiro ainda no primeiro. Erik escapou pelo lado direito de novo e cruzou na medida para o meia Ramón. O jogador finalizou de peixinho e Paulo Musse engoliu um “peru”.

Acabou a brincadeira
Na segunda etapa, o time esmeraldino praticamente eliminou qualquer chance de reação adversária, logo aos cinco minutos. O lateral Vítor escapou pelo lado direito e cruzou rasteiro. O meia João Paulo não conseguiu dominar, mas a bola sobrou para o experiente Araújo, que só bateu na saída do goleiro.

Com a classificação garantida e a forte chuva que caiu no segundo tempo, o Verdão tirou o pé do acelerador. Sem poder de reação, o Goianésia não conseguir sequer diminuir o marcador. Com festa da torcida alviverde nas arquibancadas e gritos de “olé”, o jogo se arrastou até o fim sem gols.