ICFUT – Juiz indicia o Barcelona, que será investigado por caso Neymar

Fonte: globo

Responsável por apurar o ex-presidente Sandro Rosell, Pablo Ruz agora também envolverá o clube catalão nas investigações. Suspeita é de fraude de R$ 30 milhões

Após pedido do Ministério Público da Espanha, o juiz Pablo Ruz indiciou o Barcelona nesta quinta-feira, por suspeita de divergências entre o valor declarado e o valor real da transferência de Neymar, envolvendo o clube na investigação já aberta – que apura a participação do ex-presidente do clube, Sandro Rosell. O pedido foi feito pelo promotor José Perals através de documento que cita a existência de “contratos simulados” que poderiam enganar a Fazenda espanhola. O Barça, na última quarta, colocou-se à disposição para esclarecimentos.

– A atuação do clube foi, em todo o momento, com respeito a esta operação e de acordo com a informação de que se dispõe, plenamente conforme a ordem jurídica vigente. Nos próximos dias se apresentará, por advogado e procurador, diante do quinto Juizado Central de Instrução, para a adequada defesa de seus direitos e interesses. Mesmo assim, expressa sua total disposição para colaborar com a Administração da Justiça neste procedimento, como esteve atendendo desde o primeiro momento, ou em qualquer outro que seja requerida sua intervenção – afirmou o comunicado oficial do Barça.

Neymar com Sandro Rosell presidente do Barcelona apresentação (Foto: EFE)Rosell e Neymar em sua apresentação: polêmica com valor de transferência fez presidente renunciar (Foto: EFE)

A suspeita é de que, independentemente da atuação individual de Rosell, o clube tenha gestão irregular, fazendo com que a pessoa jurídica possa ser responsabilizada pelo delito. A partir de agora, o clube terá que escolher um advogado para representá-lo, enquanto serão solicitados documentos à Agência Tributária para dar base à investigação.

O MP acredita que cerca de € 9,1 milhões (R$ 30,1 milhões) foram fraudados na contratação de Neymar, tirando como base o total de € 37,9 milhões (R$ 125,4 milhões) pagos pelo jogador – o adiantamento de € 10 milhões (R$ 33,1 milhões) em 2011 e o restante, € 27,9 milhões (R$ 92,3 milhões), no ano passado. Como trata-se de um possível crime de pessoa jurídica, a princípio, ninguém tem o risco de ser preso – o clube, entretanto, pode levar uma alta multa.

No fim de janeiro, Sandro Rosell deixou a presidência do Barcelona por estar sendo investigado pela Justiça espanhola e, segundo o próprio, sendo ameaçado. O cargo agora é ocupado pelo ex-vice, Josep Maria Bartomeu, que seguirá na posição até 2016.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s