Por Cleber Aguiar – Torcedores invadem CT do Timão e só saem após papo com Mano

Fonte: Globo.com

Com Pato e Sheik como alvo, cerca de 100 corintianos pularam muro e arrebentaram alambrado para invadir o CT Joaquim Grava
Rodrigo Faber

Cerca de 100 torcedores invadiram o centro de treinamento do Corinthians na manhã deste sábado. Mesmo com reforço policial no local, os corintianos pularam um portão destinado à entrada da imprensa e entraram nos campos do CT Joaquim Grava, onde o time de Mano Menezes faria atividade tática, marcada para as 9h30. A comissão técnica agiu rápido e colocou os atletas, que estão concentrados, em local secreto, dentro do próprio CT. Durante a invasão, os invasores pegaram a faxineira do hotel pelo pescoço e roubaram três celulares de funcionários do clube.

Depois de mais de duas horas de negociações com dirigentes, os líderes do protesto se negaram a sair do centro de treinamento até conversarem com um representante do elenco. Cinco torcedores foram recebidos pelo técnico Mano Menezes. Todos os corintianos se retiraram após quinze minutos de papo com técnico do time.

No início da manhã, 15 torcedores fizeram protesto pacífico na frente do portão principal, por onde entram os jogadores para o treinamento. O Corinthians, preocupado, chamou a polícia. Mesmo depois de garantir que a manifestação não teria violência, os torcedores mudaram o plano e deram a volta no CT.  Do outro lado, 100 pessoas, segundo a Polícia Militar, fizeram dois buracos em um alambrado que impedia a entrada nos campos. Outros pularam o muro.

Mosaico torcida Corinthians protesto invasão CT (Foto: Editoria de Arte)

Os alvos dos torcedores eram os atacantes Emerson Sheik e Alexandre Pato – os dois foram insistentemente xingados pela torcida ainda no intervalo da derrota para o Santos por 5 a 1, quando estavam no banco de reservas. Sem achar os atletas, os corintianos invadiram o hotel do CT, onde ameaçaram a recepcionista e a faxineira. A segunda foi segura pelo pescoço por um dos invasores. Depois, seguiram para a academia, onde encontraram o auxiliar técnico Silvynho, o observador técnico Mauro Silva e o diretor de futebol Ronaldo Ximenes. Consultor médico do Corinthians, Joaquim Grava, se assustou com a confusão, caiu no chão, e passou mal. Três celulares de funcionários do Corinthians foram saqueados.

– Foi a coisa mais feia que eu já vi! Nunca havia acontecido isso – disse Mauro Silva.

O pai do volante Guilherme Andrade, Sônio, estava dentro do centro de treinamento na hora da invasão, sentado em uma sala reservada a visitantes e assistiu a tudo de perto. Ele conta que recebeu uma ligação do filho, logo que os torcedores entraram no hotel, avisando que o elenco estava em um local seguro e não havia motivo para preocupação. Sônio também relata que Romarinho teve o espelho retrovisor de seu carro quebrado.

Em momento bizarro, os invasores chegarem a se divertir no CT Joaquim Grava. Alguns pularam na piscina, enquanto outros passeavam tranquilamente, observando a estrutura do local e até puxando papo com funcionários do clube.

Vinte minutos depois da invasão, e depois de negociação com o chefe de segurança do Corinthians, os torcedores se retiraram do CT. Entretanto, voltaram logo em seguida, alegando que não sairiam enquanto um representante do elenco não aparecesse para conversar com os comandantes do protesto. Foi quando o técnico Mano Menezes resolveu receber cinco representantes.  A manifestação teve participação de membros de três torcidas: Gaviões da Fiel, Camisa 12 e Pavilhão 9. Durante o protesto, os torcedores chegaram a discutir diversas vezes entre eles mesmos.

Depois do protesto, a Gaviões da Fiel, maior torcida organizada do Corinthians, fez mais ameaças ao elenco.  Em uma mensagem publicada no Twitter, os torcedores insinuaram que a situação pode piorar, caso o time não vença o próximo jogo do clube, no domingo, contra a Ponte Preta. O post foi apagado poucos minutos depois da publicação.

Por Edgar – Rival para CR7 e Messi na próxima Bola de Ouro ?

Suárez tem mais gols (23 contra 22)  e melhor média do CR7 (1,27 contra 1,10) na atual temporada, Messi prejudicado por lesões tem 8 gols e 0,57 de média, Suárez mantendo o ritmo no Liverpool e conseguir resultados expressivos pelo clube e principalmente com o Uruguai na Copa do Mundo, poder quebrar sequencia de 6 premios de melhor do mundo para  CR7 e Messi. Veja abaixo todos os gols do Uruguaio da temporada atual até o momento.

Temporada espetacular de atacante uruguaio pode colocá-lo como jogador com melhor média de gols da história do campeonato inglês

Neste fim de semana, um jogador em especial entra em campo na Inglaterra para tentar seguir na busca de uma marca incrível. Após duas rodadas sem balançar as redes, o atacante Luis Suárez reencontrou o caminho do gol na partida deste meio de semana, contra o Everton. O uruguaio marcou uma vez na goleada contra o Everton, por 4 a 0, e continua no caminho para destruir o recorde de melhor média de gols da história da Premier League.

O jogagor vem com um incrível temporada no campeonato inglês, sendo responsável por 23 gols em 18 partidas, uma espetacular média de 1,28. Além disso, deu assistências em outras seis oportunidades, fazendo do atacante o atleta que mais participou de gols na competição.

Além disso, o uruguaio busca ser o maior artilheiro em apenas uma edição da Premier League. Faltando ainda 15 jogos para o fim da competição, ele precisa de mais 11 gols para igualar o recorde de Andy Cole, do Newcastle, da temporada 1993/1994, quando o campeonato tinha quatro jogos a mais que a atual edição.

Mas Luis Suárez não é o único a viver grande fase no ataque do Liverpool, quarto colocado do Inglês. Com os dois gols marcados na quarta, Daniel Sturridge está a apenas dois do vice-artilheiro Sergio Agüero. Em termos de média, o atacante inglês está ainda melhor, já que seus 13 gols foram feitos em apenas 15 partidas.

Confira abaixo a disputa pela melhor média de gols entre artilheiros da Premier League

Temporada Jogador   Clube Gols Jogos Gols/Jogo
1993/1994 Andy Cole Newcastle 34 40 0,85
1994/1995 Alan Shearer Blackburn 34 42 0,81
1995/1996 Alan Shearer Blackburn 31 35 0,89
2007/2008 C. Ronaldo M. United 31 34 0,91
1993/1994 Alan Shearer Blackburn 31 40 0,78
1999/2000 Kevin Phillips Sunderland 30 36 0,83
2003/2004 Thierry Henry Arsenal 30 37 0,81
2011/2012 Robrin V. Persie Arsenal 30 38 0,79
2009/2010 Didier Drogba Chelsea 29 32 0,91
1995/1996 Robbie Fowler Liverpool 28 38 0,74

Luta para bater o recorde

Temporada Jogador   Clube Gols Jogos Gols/jogo
2013/2014 Luis Suárez Liverpool 23 18 1,28
2013/2014 Sergio Agüreo M. City 15 17 0,88
2013/2014 Daniel Sturridge Liverpool 13 15 0,87

Fonte: ogol.com

Por ICFUT – Em reta final, Diego e Hernanes aquecem janela morna na Europa

Apenas uma transação em todo o mês superou € 25 milhões: a ida de Juan Mata para o Manchester United. Brasileiros encontram novos clubes nas últimas horas

hernanes Inter de Milão (Foto: Reprodução / Twitter)Hernanes com o cachecol do Internazionale de Milão (Foto: Reprodução / Twitter)

Janelas de transferências na Europa em janeiro são naturalmente mais comedidas. Reforços, para muitos, apenas em caso de extrema necessidade – ou quando a oferta é muito boa para ser recusada. Foi o que aconteceu comJuan Mata, o jogador mais caro da história doManchester United e também de todo o mês. O espanhol deixou o Chelsea por 37 milhões de libras (R$ 142 milhões) e ajudou a movimentar um mercado de inverno morno, aquecido por dois brasileiros nos instantes finais: Diego e Hernanes.
Insatisfeito em seus últimos meses de contrato no Wolfsburg, Diego acertou o retorno ao Atlético de Madrid, onde brilhou na temporada 2011/2012 ao ser peça-chave na conquista da Liga Europa. Os espanhóis pagaram cerca de € 1,5 milhão (R$ 4,89 milhões) para os alemães o liberarem antes do término de seu vínculo. Ele poderá assinar um novo contrato a partir de junho, desta vez em definitivo.

Hernanes saiu em situação diferente. Ídolo do Lazio, o meio-campista da seleção brasileira protagonizou uma das despedidas mais emocionantes dos últimos tempos ao chorar na frente de torcedores do time da capital. Aos 28 anos, ele foi contratado pelo Internazionale de Milão por € 15 milhões (praticamente R$ 50 milhões) e assinou contrato até junho de 2018.

Montagem Diego site do Atlético de Madrid (Foto: Reprodução / Site Oficial)Diego defendeu o Atlético de Madrid na temporada 2011/2012 (Foto: Reprodução / Site Oficial)

A Itália foi responsável por outras importantes transferências em janeiro. No Milan, chegaram o japonês Honda, sem custos via CSKA, o marroquino Abel Taarabt, do QPR, e o volante Essien, do Chelsea. Sem contar, é claro, na contratação do agora técnico Clarence Seedorf, então jogador do Botafogo.

Anderson fiorentina e Genoa (Foto: Agência Getty Images)Anderson já estreou pela Fiorentina (Foto: Getty)

O líder Juventus se reforçou com o atacante Osvaldo, emprestado pelo Southampton com opção de compra em € 19 milhões (R$ 62 milhões). Também nesta sexta-feira, o Roma acertou o empréstimo do zagueiro Rafael Tolói ao São Paulo – e liberou o meia Marquinho, ex-Fluminense, para o Hellas Verona. Já a Fiorentina trouxe como maior destaque o meia Anderson, cedido pelo Manchester United, enquanto o Bologna resolveu apostar em Ibson, sem espaço no Corinthians.

Na Espanha, Real Madrid e Barcelona se mantiveram à espreita. Os catalães ainda tiveram de negar uma informação da imprensa espanhol sobre uma possível renovação de contrato do goleiro Victor Valdés, que sairá ao fim da temporada. O alemão Ter Stegen, do Borussia Mönchengladbach, é o candidato a assumir o posto.

O Valencia foi o clube responsável pelas principais transações, cedendo o colombiano Dorlán Pabón ao São Paulo, Sergio Canales ao Real Sociedad, Hélder Postiga ao Lazio, Adil Rami ao Milan, Andrés Guardado ao Bayer Leverkusen e Éver Banega ao Newell’s Old Boys. Chegaram o volante Seydou Keita, ex-Barça, o atacante Eduardo Vargas, ex-Grêmio. Além de Diego, o Atlético contratou o argentino José Sosa, emprestado pelo Metalist.

Osvaldo apresentado no Juventus (Foto: Divulgação / Site Oficial do Juventus)Osvaldo e o presidente do Juventus, Andrea Agnelli: negócio foi fechado nesta sexta (Foto: Divulgação / Site Oficial)

CHEL$EA MOVIMENTA JANELA

Se o Valencia mexeu em quantidade de atletas, o Chelsea usou bem os seus milhões. Além de Mata, negociou o belga Kevin de Bruyne com o Wolfsburg por € 17 milhões. Com o montante, trouxe o sérvio Matic, do Benfica (R$ 80 milhões), o egípcio Mohamed Salah, do Basel (R$ 42,5 milhões), e nesta sexta-feira trouxe o francês Kurt Zouma, que seguirá no Saint-Étienne até junho (R$ 48 milhões).

fábio apresentação cardiff city (Foto: Reprodução / Twitter)Fábio jogará no Cardiff (Foto: Reprodução / Twitter)

Ainda na Inglaterra, os clubes menores também realizaram transações importantes. O Cardiff – do País de Gales, mas que disputa a Premier League – contratou em definitivo o lateral-esquerdo Fábio, do Manchester United, e irmão gêmeo de Rafael. O Fulham trouxe o grego Konstantino Mitroglou ao Olympiacos, fato que rendeu uma declaração curiosa do zagueiro Rio Ferdinand em seu perfil no Twitter. O defensor comemorou quando soube da notícia, já que os gregos serão seus adversários nas oitavas de final da Liga dos Campeões a partir do dia 25 de fevereiro.

O West Ham, por sua vez, reforçou o seu elenco na luta contra o rebaixamento com o lateral-esquerdo Armero (Napoli), o meia Nocerino (Milan) e o atacante Borriello (Roma). O goleiro Julio César, titular da Seleção, continuará na reserva do Queens Park Rangers, da Segunda Divisão, até segunda ordem.

Juan Mata camisa 8 Manchester United (Foto: AFP)Juan Mata é a contratação mais cara da história do Manchester United (Foto: AFP)
Mohamed Salah é apresentado no Chelsea (Foto: Reprodução / Site Oficial)Mohamed Salah é apresentado no Chelsea

Entre os candidatos do primeiro pelotão, o Arsenalfechou com o meia sueco Kim Kallstrom do Spartak Moscou, por empréstimo, mas falhou na tentativa de investir no jovem Julian Draxler, do Schalke, e no experiente Mirko Vucinic, do Juventus. O Liverpool esperou até os instantes finais para anunciar Konoplyanka, do Dnipro, mas o negócio não foi adiante.

Na França, os rivais na briga pelo título se movimentaram nos últimos dias. Na quarta, o Paris Saint-Germain anunciou o meio-campista Yohan Cabaye, ex-Newcastle, por R$ 80 milhões. O Monaco esperou até sexta-feira para definir o substituto do lesionado Falcao García: o búlgaro Dimitar Berbatov, emprestado pelo Fulham.

Três ligas de razoável relevância ainda podem ter novidades. A Turquia segue com sua janela aberta até segunda-feira, enquanto a Rússia (27 de fevereiro) e a Ucrânia (1º de março) dão maior tempo a seus clubes. No Brasil, os clubes poderão se reforçar até 1º de abril.

Yohan Cabaye PSG (Foto: Reuters)PSG investiu R$ 80 milhões em Yohan Cabaye (Foto: Reuters)