Por Cleber Aguiar – Meia do Uruguai desobedece clube espanhol e cavalga 60 km para pagar promessa

Fonte: Folha Onlie

Meia do Uruguai desobedece clube espanhol e cavalga 60 km para pagar promessa

O meia Cristian Rodríguez, 28, resolveu fazer uma promessa para, enfim, poder jogar uma Copa do Mundo. Se a seleção uruguaia se classificasse para a edição de 2014, ele percorreria, a cavalo, cerca de 60 km e agradeceria pela vaga numa capela.

Ele cumpriu nesta sexta-feira o prometido, apesar de desobedecer pedido do seu clube, o Atlético de Madri, da Espanha.

Suspenso por dois dos três jogos da primeira fase do Mundial de 2010, o jogador acabou perdendo seu lugar na convocação. Com a vaga para 2014 sob risco durante as eliminatórias, ele acabou recorrendo ao velho hábito de fazer promessas para alcançar conquistas futebolísticas.

O meio-campista aproveitou a folga de fim de ano no Uruguai para realizar o combinado.

Ao jornal “Subrayado”, de Montevidéu, contou que, às 4h da manhã desta sexta, saiu da cidade de Progresso com destino a Florida, prevendo horas de percurso e paradas para descanso.

Reprodução

Cerca de 20 pessoas acompanharam Rodríguez na cavalgada sob forte calor. O país registrou temperaturas próximas a 35° C.

“[No Atlético] me proibiram de andar a cavalo, mas é uma promessa, e as promessas devem ser cumpridas”, disse.

Ele já havia se submetido a grandes esforços físicos para celebrar êxitos. Em 2003, quando sagrou-se campeão nacional pelo Peñarol, fez a pé essa mesma trajetória para agradecer a San Cono, um santo italiano, na sua capela.

Depois de garantir o título da Copa América com o Uruguai, em 2011, Rodríguez viajou de ônibus da sua terra natal, Juan Lacaze, até a capital Montevidéu, a 150 km, como fazia nos tempos em que atuava nas categorias de base.

Conhecido como Cebola, ele participou de 17 das 18 partidas da seleção celeste nas eliminatórias de 2014. Marcou três gols.

Sua equipe chegou a ficar bem perto da desclassificação, mas venceu quatro dos últimos cinco jogos contra os concorrentes sul-americanos e conseguiu vaga na repescagem contra a Nova Zelândia.

No Brasil, o Uruguai jogará no chamado supergrupo da morte da Copa, diante de Itália, Inglaterra e Costa Rica.

Andres Kudacki-18.dez.2013/Associated Press
O meia uruguaio Cristian Rodríguez, durante jogo do Atlético de Madri
O meia uruguaio Cristian Rodríguez, durante jogo do Atlético de Madri

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s