Por Cleber Aguiar – De Elias a Bilica: veja onde estão os titulares do último vice da Ponte Preta

Fonte: Portal EPTV

Em 2008, Macaca viu o Palmeiras encerrar sonho do inédito título paulista, com uma goleada impiedosa de 5 a 0 em São Paulo. Nesta quarta, time tenta a Sul-Americana

Murilo Borges

De vice, a Ponte Preta está cheia. Foram cinco decisões perdidas de Campeonato Paulista a partir dos anos 70, para Corinthians, São Paulo e Palmeiras. A mais doída, claro, em 1977, quando a Macaca foi superada pelo Timão após três jogos no Morumbi e viu o rival acabar com o jejum de títulos. Mas, no dia em que a Alvinegra enfrenta o Lanús pela final da Copa Sul-Americana e tem a chance de acabar com a seca de 113 anos, a lembrança é da última vez em que o clube acabou no segundo lugar mais alto do pódio: 2008.

Há cinco temporadas, a Ponte entrou no Campeonato Paulista desacreditada, uma vez que os grandes, como sempre, eram os favoritos apontados pelos palpiteiros. Sem estrelas no elenco, a Macaca surpreendeu a todos ao acabar a primeira fase em quarto lugar, atrás somente de Guaratinguetá, Palmeiras e São Paulo, pela ordem. Corinthians e Santos, por exemplo, acabaram fora das semifinais.

sérgio guedes sport (Foto: Aldo Carneiro / Pernambuco Press)Sérgio Guedes era o técnico da Macaca em 2008: tem história no clube (Foto: Aldo Carneiro / Pernambuco Press)

Liderada em campo por nomes como Renato Cajá e Elias, ainda promessas do futebol brasileiro, a Ponte superou o Guaratinguetá em duas partidas: 1 a 0 em Campinas e 2 a 1 em Guaratinguetá, em partida até hoje lembrada pelos torcedores graças aos milagres do goleiro Aranha. Na decisão, porém, a Macaca esbarrou no Palmeiras montado por Vanderlei Luxemburgo. Derrotas por 1 a 0, em Campinas, e 5 a 0, na capital, garantiram o vice.

A boa campanha, porém, fez com que muitos destaques ganhassem espaço em grandes clubes do futebol brasileiro. Elias chamou a atenção do Corinthians. Aranha defendeu Atlético-MG e hoje está no Santos. Cajá passou por Grêmio e Botafogo. Luis Ricardo é o novo reforço do São Paulo… e por aí vai. O GloboEsporte.com mostra o paradeiro de cada um dos principais atletas da campanha.

Aranha
Ídolo da torcida da Ponte – principalmente pela atuação na semifinal, quando fechou o gol contra o Guaratinguetá no Vale do Paraíba –, o arqueiro até hoje é exaltado quando pisa em Campinas. Saiu da Ponte em 2009 e passou por poucos clubes desde então. Foi comprado pelo Atlético-MG, de onde saiu por não ter tantas chances como queria. Em seguida, assinou com o Santos para ser reserva de Rafael. Esperou a oportunidade até o fim do Paulistão deste ano, quando o titular foi vendido ao Napoli, da Itália. Novo camisa 1 do Peixe aos 33 anos, acabou como um dos destaques alvinegros no segundo semestre.

Goleiro Aranha Santos (Foto: Ivan Storti / Santos FC)Goleiro até hoje é exaltado como ídolo quando vai ao Moisés Lucarelli como adversário (Foto: Ivan Storti / Santos FC)

 

eduardo arroz

Chegou ao Majestoso como uma das apostas da diretoria e destacou-se a ponto de chamar atenção de grandes clubes, como Corinthians e São Paulo. A boa fase, porém, não durou tanto tempo, até por conta do excesso de lesões. Ficou na Macaca até meados de 2011 e faturou o Título do Interior em 2009, mas nunca mais atuou como naquele Paulistão. Desde que se despediu de Campinas, defendeu Santa Cruz, Mirassol e Guaratinguetá, seu último clube. Tem 32 anos.

Jean Rolt

Outra aposta da comissão técnica, virou titular absoluto na campanha do vice-campeonato paulista. Destacou-se tanto que, no ano seguinte, foi emprestado ao São Paulo, onde não vingou. Voltou ao Moisés Lucarelli por poucos meses em 2010 e logo iniciou a trajetória longe da Alvinegra. Passou por São Caetano, Al-Sailiya, do Catar, e Náutico. Aos 32 anos, participou da campanha do rebaixamento do Timbu como pior time do Campeonato Brasileiro de 2013.

César
Famoso pelo que fez antes de chegar ao Moisés Lucarelli (foi capitão da Portuguesa, defendeu Palmeiras e Corinthians e alcançou a titularidade da Seleção Brasileira), o zagueiro ficou uma temporada na Ponte Preta. Era capitão do time vice-campeão paulista e quase não jogou a final – muitos dizem até hoje que não tinha condições de atuar. Depois da Macaca, passou por Mirassol e Mixto, onde encerrou a carreira, aos 34 anos. Hoje, aos 38, segue ligado ao futebol: é dirigente do Monte Azul, equipe que disputa a elite do Paulistão.

Vicente
Lateral com fama, já havia defendido Paraná, Atlético-MG, Náutico e Marília ao ser contratado pela Ponte Preta. Foi dono absoluto da posição e peça importante do ataque. Depois do Paulista, caiu de produção assim como boa parte da equipe. Deixou o Majestoso para atuar no Coritiba, em 2009. Voltou à Ponte no segundo semestre daquele ano, sem muito alarde. Desde então, passou por Ceará e São Caetano. Hoje, aos 30 anos, é um dos mais regulares do elenco cearense.

Deda
Aos 38 anos, o volante – que iniciou a carreira como zagueiro, no Gama – segue em atividade, com a camisa do Marília. E mantém as mesmas características de quando destacou-se na Ponte Preta: raça e marcação intensa. Deixou a Macaca em 2010 e vestiu apenas três camisas: Brasiliense, Rio Branco-SP e o próprio MAC. O jogador – mais velho em atividade, já que César se aposentou – prepara a aposentadoria dos gramados.

Bilica
Segundo volante de marcação da equipe de Sérgio Guedes, Bilica também está em atividade. Aos 32 anos, defende o Sertãozinho, que oscila entre as duas primeiras divisões do Campeonato Paulista. Após se destacar pela Ponte Preta, em 2008, o jogador passou por Santa Cruz, Vila Nova e Monte Azul. Ganhou destaque principalmente em clubes do Nordeste: Moto Club, Maranhão, Sampaio Corrêa e Sport.

Elias
Maior caso de sucesso daquele time da Macaca. Como meia-atacante, chamou a atenção de Mano Menezes, que o levou para o Corinthians para ser segundo volante. No Parque São Jorge, conquistou vários títulos (Série B, Paulistão e Copa do Brasil), chegou à Seleção Brasileira e transferiu-se para o Sporting, de Portugal. Na Europa, porém, não teve sucesso. De volta ao Brasil, liderou o Flamengo durante a última temporada e acabou com o título da Copa do Brasil. As boas atuações garantiram sondagens de Corinthians e Internacional. O jogador, porém, deseja permanecer na Gávea.

entrevista Elias Flamengo (Foto: André Durão)Meia-atacante na Macaca, Elias é o motor do meio-campo do Fla campeão da Copa do Brasil (Foto: André Durão)

Renato Cajá
Camisa 10 da Ponte no Paulistão, ganhou status de ídolo da torcida até o fim da primeira passagem, em 2009, quando saiu brigado para o Al-Ittihad, da Arábia Saudita. De volta ao Brasil, atuou por Grêmio e Botafogo, para na sequência aceitar uma oferta do Guangzhou Evergrande, da China. Em 2011, aceitou retornar à Macaca e virou um dos principais nomes da volta do time à elite do Campeonato Brasileiro. Encerrou a segunda passagem na metade de 2012. Hoje, aos 29 anos, é titular do Vitória.

Luis Ricardo
Revelado pelo Grêmio, Luis Ricardo chegou à Ponte Preta para atuar como segundo atacante, o jogador de mais velocidade no sistema ofensivo. Fez alguns gols e ganhou a confiança de Sérgio Guedes. No ano seguinte ao vice do Paulistão, foi para o Mirassol. Em seguida, ganhou espaço na Portuguesa, onde virou polivalente. Para se ter uma ideia, o jogador foi contratado pelo São Paulo para atuar como lateral-direito. Tem 29 anos e assinou contrato com o Tricolor do Morumbi por três temporadas.

Marcelo Soares
Um dos jogadores que mais rodou após defender a Macaca, em 2008. No ano seguinte, foi emprestado ao Vengalta Sendai, do Japão, mas voltou ao Majestoso em 2010, para uma curta passagem. Desde então, não se firmou em mais nenhum time: vestiu as camisas do Guaratinguetá, Comercial-SP, Anápolis-GO, Sampaio Corrêa-MA, Novo Hamburgo-RS, Rio Branco-SP, XV de Piracicaba e, por último, São Caetano.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s